Buscar

eletrotermofototerapia ULTRASSOM

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

U L T R A S S O M
 
INDICAÇÕES
Traumas agudos no tecido; espasmo
muscular; reparo de tendões; epicondilite;
capsulite adesiva; contraturas; estimulação
do fluxo sanguíneo; cicatrização, etc
A forma contínua produz maior quantidade
de calor decorrente da vibração de partículas
celulares, alterando o metabolismo e a
permeabilidade das células, auxiliando na
cicatrização das feridas e diminuindo o
inchaço, sendo também mais eficaz no
tratamento de lesões crônicas
No modo pulsátil, as ondas são emitidas
com pequenas interrupções, o que não produz
efeitos térmicos, decorrente do intervalo
entre a transmissão das ondas, as também é
capaz de estimular a cicatrização e diminuir
os sinais inflamatórios, sendo mais indicado
no tratamento de lesões agudas
Efeitos térmicos: relacionados ao aumento da
temperatura que o US proporciona se referem
ao aumento na extensão das fibras colágenos
Efeitos atérmicos: ocorre o aumento da
permeabilidade das membranas e a difusão
celular, processos benéficos em situações de
edemas e em situações inflamatórias que são
exacerbadas pelo extravasamento de
liberadores químicos.
EFEITOS
AS ONDAS
ULTRASSÔNICAS
MODO DE UTILIZAÇÃO
Utilizar gel a base de água, quanto maior
for a impedância (é a maneira de medir
como a eletricidade "viaja" em cada
elemento químico) dos meios maior será a
reflexão
Sempre acoplar o cabeçote primeiro e só
depois ligar o equipamento
Os movimentos são de forma circular, em
forma de oito, de cima para baixo ou de
um lado para o outro
Nunca deixe parado sobre o mesmo local
Observar que o equipamento está calibrado
Tecidos com maior volume de água tem
menor absorção
Tecidos com maior volume de colágeno tem
maior absorção
ABSORÇÃO
Qualquer dispositivo que converta energia
eletromagnética em mecânica, localizado
no cabeçote do US
Cada "ERA" corresponde a Área Efetiva de
Emissão
TRANSDUTOR
Tempo = Área / ERA
Por exemplo:
Largura= 5 cm
Comprimento = 8 cm
Então a área é igual a 40 cm²
ERA = 4cm²
O tempo é de 40 minutos, então 40/4= 10
minutos de aplicação
TEMPO DE APLICAÇÃO
CONTRAINDICAÇÕES
Área com hipoestesia; área com
insuficiência vascular; afecções
localizadas no tecido; epífises férteis;
Diabetes Melitus; diretamente sobre o
marca-passo; feridas abertas; pacientes
com neoplasias em estágio avançado
PARÂMETROS
F: 1MHz ou 3MHz
Modo de emissão: contínuo ou pulsado
Dosimetria em W/cm²
Tempo de aplicação: T= tamanho da
área/ERA
1MHZ: mais utilizada para tratar uma
lesão profunda, como músculos e
tendões
3MHz: se a área lesionada é
superficial, como por exemplo,
disfunções na pele, por ter uma
capacidade de concentração menor
@mariliadomingoos

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes