Buscar

QUÍMICA_EsPCEx-19

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

71 
Química Geral - Estequiometria I 
Estequiometria 
Estequiometria é uma palavra que tem origem na 
composição das palavras gregas: stoikheion (estéquio: 
elemento ou substância) e metron (medida), portanto 
significa medida de uma substância. 
Grandezas químicas: 
Massas atômicas e moleculares; massa molar; 
Quantidade de matéria e número de avogrado. 
(Constante de avogrado = 6,02.1023 partículas/mol.) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Massas atômicas e moleculares; massa molar; 
Massa molar (MM) 
A massa molar de um elemento químico ou substância é a 
massa de 1 mol de átomos ou moléculas, ou seja, a massa 
de 6,02.1023 unidades do átomo ou molécula. Corresponde 
numericamente à massa atômica para o átomo. 
Exemplo - Massa atômica do C = 12 u → Massa molar do 
C = 12 g/mol 
 
 
 
 
 
 
 
 
Massa molecular 
A massa molar de uma substância é a massa de uma 
molécula, em unidades de massa atômica (U.M.A) ou (U), 
e se relaciona com de 1 mol, ou seja, 6,02 · 1023 moléculas 
da substância em gramas. Corresponde numericamente à 
massa molecular. 
Exemplo 
Massa atômica do CH4 = 12 u + 4u = 16u → Massa molar 
do CH4 = 16 g/mol 
Exemplo para uma substância composta: Massa 
molecular da água = 18,015 u; Massa molar da água = 
18,015 g/mol; 
Massa de uma molécula de água = 2,99 x10-23 g; 
Exemplo para uma substância simples: Massa 
atômica do sódio = 23 u; 
Massa molar do sódio = 23 g/mol; 
Massa de um átomo de sódio = 3,817 x10-23 g; 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Grandezas Químicas: 
quantidade de matéria e número de Avogrado. 
Constante de Avogrado = 6,02 · 1023 partículas/mol 
1 mol — massa molar — 6,02 · 1023 partículas. 
Assim: Condições normais de temperatura e pressão 
Nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP: 
P = 1 atm = 760 
mmHg e T = 0 °C = 273 K), o volume molar de um gás 
ideal é aproximadamente 22,4 L /mol. 
 
 
 
Leis Ponderais: Lavoisier - Lei da conservação das 
massas. 
Num sistema fechado a massa total das substâncias, antes 
da transformação química (reagentes), é igual à massa 
total após a transformação (produtos). Isso significa que, 
http://www.elitemil.com.br/
72 
na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se 
transforma. 
A + B →C + D 
mA+ mB= mC+ mD 
 
 
 
Lei de Proust ou Lei das proporções definidas ou 
constantes. 
uma composição química de uma substância composta 
é sempre constante, não importando sua origem. 
“A proporção das massas que reagem é sempre 
constante” 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tipos de cálculos estequiométricos 
- Massa; 
- Volume; 
- Quantidade de matéria (mols); 
- Número de moléculas; 
- Número de átomos etc. 
- Reagente Limitante e em Excesso 
- Pureza 
- Rendimento 
- Relação mol – mol 
- Relação mol – massa 
- Relação massa - massa 
Regras fundamentais 
Para a resolução de problemas que envolvem 
estequiometria: 
1. Escreva a equação química que representa a reação em 
questão. 
2. Acerte os coeficientes da(s) equação(ões), ou seja, faça 
o(s) balanceamento(s) da(s) equação(ões). 
3. Destaque, na equação química, a(s) substância(s) 
envolvida(s) nos dados e na(s) pergunta(s) do problema. 
4. Abaixo das fórmulas, escreva a relação molar e 
transforme-a segundo os dados do exercício (mol, massa, 
número de átomos ou moléculas, volume molar). 
5. Estabeleça a(s) regra(s) de três, envolvendo o(s) 
dado(s) e a(s) pergunta(s) do problema. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Relação mol - mol 
Qual é a quantidade de matéria, em mols de gás 
carbônico, CO2, liberada na queima de 15 mols de etanol, 
C2H6O? 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Qual é a massa de água, H2O, produzida na queima de 5 
mols de etanol, C2H6O? 
Qual a massa de CO2 em gramas, produzida de 138 g de 
etanol? 
Química Orgânica- Reações Orgânicas 
III 
Reações de Adição 
- Alcenos 
- Alcinos 
- Ciclanos (adição - substituição) 
Alcenos 
São hidrocarbonetos alifáticos insaturados por uma dupla-
ligação que apresentam fórmula geral CnH2n. 
São também conhecidos como olefinas. 
 
http://www.elitemil.com.br/
73 
O alceno mais importante é oeteno (etileno): 
 
 
 
Como a ligação dupla consiste em uma ligação forte 
(ligação sigma) com uma ligação fraca (ligação pi), as 
reações envolvem a quebra da ligação fraca. Dessa 
maneira, os reagentes atacam preferencialmente tal 
ligação, devendo, portanto, apresentar característica 
positiva (ataque eletrófilo). 
Reação é denominada reação de adição eletrofílica 
 
 
 
Alcenos Mecanismo 
 
 
Hidrogenação catalítica, 
halogenação, 
adição de HX (halogenação) 
hidratação 
Hidrogenação catalítica 
A reação mais simples de uma ligação dupla é saturada 
com hidrogênio. 
É a reação com H2, na presença de Pt, Ni ou Pd como 
catalisador heterogêneo (insolúveis). Obtém-se um 
alcano. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
estereoespecificidade. Os dois átomos de hidrogênio são 
adicionados pela mesma face da ligação dupla (cis). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Halogenação 
Comparando-se a adição de diferentes halogênios aos 
mesmos compostos, verifica-se que a reatividade de cada 
um deles ocorre na seguinte ordem: 
I2 < Br2 < Cl2 
http://www.elitemil.com.br/
74 
O produto obtido nesse tipo de reação é o di-haleto vicinal 
(haletos vizinhos). Além disso, é uma reação que não 
necessita de catalisador para ocorrer. 
 
 
 
No caso dos alcenos, ocorre uma pequena polarização da 
ligação Cl—Cl (que pode até ser induzida pelos elétrons 
do próprio orbital π), que basta para o ataque eficiente. 
Trata-se de um ataque de elétrons π a um íon Cl+ 
formando-se um carbocátion. 
 
 
 
Halogenação: haletos de hidrogênio (HX) 
A adição de haletos de hidrogênio a compostos 
insaturados é um método útil para obtenção de haletos de 
alcanos em laboratório. 
Em geral, não se pode usar meio aquoso, pois a adição 
dos grupos OH– da água torna-se uma reação competitiva 
ou até principal. 
 
 
Regra de Markovnikov 
Quando os carbonos de insaturação tiverem uma 
quantidade diferente de átomos de hidrogênio ligados a 
eles, haverá a possibilidade de formação de mais de um 
produto. 
Vladimir Markovnikov enunciou, em 1869, que o H se 
adiciona, preferencialmente, ao carbono mais 
hidrogenado, formando somente um produto. Essa regra 
ficou conhecida como regra de Markovnikov. 
 
 
 
 
 
 
H se adiciona, preferencialmente, ao carbono mais 
hidrogenado. 
Regra de Kharasch 
observou que algumas reações não seguiam a regra de 
Markovnikov. Ele notou que essas reações ocorriam por 
um mecanismo inverso ao previsto por Markovnikov, em 
presença de peróxidos e luz. Essa regra ficou conhecida 
como anti-Markovnikov ou regra de Kharasch, em que o H 
se adiciona ao carbono menos hidrogenado. 
 
 
 
 
Hidratação 
É uma reação eletrofílica que envolve um alceno e água, 
na presença de catalisador, em meio ácido. A adição 
segue a regra de Markovnikov, na qual o H+ se adiciona ao 
carbono menos substituído, e o grupo OH– termina no 
carbono mais substituído. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Reações Com Ciclanos - Teoria das tensões de Baeyer 
 
 
 
sofre reação de adição 
 
 
 
 
sofre reação de adição 
 
 
 
Ainda pode ocorrer reação de adição reações de 
substituição são mais comuns. 
 
 
 
 
 
http://www.elitemil.com.br/

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Perguntas Recentes