Buscar

30 Interrelações Ecológicas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

As interrelações ecológicas referem-se às interações entre organismos vivos e seu ambiente em um ecossistema. Essas interações desempenham um papel crucial na regulação da biodiversidade, na dinâmica populacional e no funcionamento dos ecossistemas. Aqui estão alguns tipos comuns de interrelações ecológicas:
**1. Mutualismo:**
 - Ambos os organismos envolvidos se beneficiam da relação.
 - Exemplo: Polinização, onde flores e polinizadores (abelhas, borboletas) se beneficiam mutuamente.
**2. Comensalismo:**
 - Uma espécie se beneficia, enquanto a outra não é afetada significativamente.
 - Exemplo: Pássaros que constroem ninhos em árvores, sem afetar a árvore.
**3. Parasitismo:**
 - Uma espécie (parasita) se beneficia à custa da outra (hospedeira).
 - Exemplo: Carrapatos se alimentando do sangue de um hospedeiro.
**4. Predação:**
 - Um organismo (predador) consome outro organismo (presa).
 - Exemplo: Leão caçando uma zebra na savana.
**5. Competição:**
 - Organismos disputam recursos limitados, como alimentos, água, ou espaço.
 - Exemplo: Plantas competindo por luz solar e nutrientes no solo.
**6. Amensalismo:**
 - Uma espécie é prejudicada, enquanto a outra não é afetada.
 - Exemplo: Liberação de substâncias químicas tóxicas por algumas plantas que inibem o crescimento de outras plantas nas proximidades.
**7. Mutualismo Obligatório:**
 - Uma forma mais específica de mutualismo onde as espécies são totalmente dependentes uma da outra.
 - Exemplo: Relações entre algumas espécies de formigas e as plantas de acácia.
**8. Mutualismo Facultativo:**
 - Uma forma mais flexível de mutualismo, onde as espécies podem sobreviver independentemente.
 - Exemplo: Relações entre algumas espécies de pássaros e grandes mamíferos herbívoros, onde os pássaros se alimentam de insetos nas costas dos mamíferos.
**9. Coevolução:**
 - Evolução recíproca de duas ou mais espécies interagindo entre si.
 - Exemplo: Coevolução entre flores e polinizadores.
**10. Symbioses:**
 - Relações próximas e duradouras entre diferentes espécies.
 - Exemplo: Liquens, que são associações simbióticas entre fungos e algas ou cianobactérias.
Essas interrelações ecológicas são dinâmicas e podem variar em intensidade ao longo do tempo e em diferentes ambientes. Compreender essas interações é fundamental para a ecologia, a conservação da biodiversidade e a gestão sustentável dos ecossistemas.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes