Buscar

Artigo Sociedades Limitada LTDA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 9 páginas

Prévia do material em texto

FACULDADE ESTÁCIO DO RIO GRANDE DO SUL 
CURSO DE DIREITO 
 
 
 
 
 
 
 
CHARLES DAVID DE NICOL 
 
 
 
 
 
 
 
Sociedades 
 
Sociedades Limitadas 
 
 
 
 
 
 
 
Porto Alegre, 
2023 
2 
 
 
INTRODUÇÃO 
 
O presente artigo tem como principal objetivo demonstrar o que é a sociedade limitada, 
apresentar suas principais características, suas principais vantagens perante os outros tipos de 
sociedades permitidas no Brasil, apresentando seus institutos jurídicos que a regem. 
Na primeira etapa do artigo será analisado como surgiram as sociedades empresariais 
e ou comerciais desde a época da Idade Média até hodiernamente, passando por seu contexto 
histórico internacional e após seu contexto histórico nacional. 
Posteriormente serão elencadas as características das sociedades, conceitos definidos 
pela legislação, doutrinadores e escritores, seguindo para apresentação de todos os tipos de 
sociedades possíveis existentes no ordenamento jurídico brasileiro. 
Por fim apresentar os institutos jurídicos que regem a sociedade limitada, suas 
definições e conceitos, suas características, vantagens, visto que no brasil é o tipo de sociedade 
mais utilizada, descrever sobre a administração da sociedade limitada, finalizando com o tema 
do contrato social que é necessário para instituir a sociedade limitada. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
1. HISTÓRIA DAS SOCIEDADES 
 
Pois bem, para melhor compreensão do que é sociedade para apresentar a primeira 
aparição das sociedades no contexto global, precisamos apresentar um conceito básico de 
sociedade, portanto como podemos observar no Código Civil, Lei nº 14.406/2002 em seu art. 
9811, as sociedades empresárias podem ser definidas como uma organização econômica, que 
dotada de patrimônio próprio, devidamente constituída, por mais de uma pessoa, tendo como 
objetivo comum a troca de bens ou serviços com fins lucrativos. 
A primeira aparição de sociedade em nome coletivo surgiu na Itália, durante a Idade 
Média como nos apresenta Arnoldo Wald2: 
 
A sociedade em nome coletivo surgiu na Itália, na Idade Média, como produto do 
corporativismo, constituindo, naquela época, uma técnica de utilização, para fins 
comerciais ou industriais, do patrimônio hereditário ainda não dividido. Teve assim, 
inicialmente, uma fisionomia quase familiar, em virtude de reunir irmãos que 
prosseguiam na exploração do negócio paterno, vindo, em seguida, a abranger 
também estranhos que passaram a se associar para o exercício do comércio. 
 
Logo após próximo ao final da Idade Média e início da Idade Moderna, começou a se 
desenvolver as sociedades de capital, voltadas ao comércio, como descreve Andressa Garcia3 
em seu artigo: 
 
Já a ideia da sociedade de capital, pautando-se no investimento financeiro e não mais 
nas características pessoais e objetivos compartilhados surgiu apenas com o 
Renascimento, movimento responsável por deflagrar a passagem da Idade Média para 
a Moderna e marcado por grandes descobertas que contribuíram muito para o 
comércio. Nesta época, sociedades que reuniam uma grande quantidade de capital, as 
chamadas Companhias Colonizadoras, dividiam seu capital em ações que eram 
distribuídas entre pessoas que em contrapartida contribuíam financeiramente. 
E foi assim que surgiram as sociedades empresárias, atualmente disciplinadas pelo 
então Código Civil vigente, detentoras de personalidade jurídica própria, ou seja, 
capazes de assumir obrigações e adquirir direitos. Ademais, possuem patrimônio 
próprio que responderá pelas obrigações assumidas e eventuais dívidas, isto é, o 
patrimônio dos sócios não se confunde com o da sociedade. 
 
Antes do Código Civil de 2002 existia o Código Comercial brasileiro de 1850 Lei nº 
556/1850, que de forma menos detalhada que o Código Civil, já regulamentava alguns aspectos 
das sociedades empresariais. 
 
1 BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. 
2 WALD, Arnoldo. A evolução da sociedade em nome coletivo e os poderes dos sócios não gerentes no Direito 
brasileiro. Revista Informativo Legislativo, ano 16, nº 64. Brasília. 1979. p. 295. 
3 GARCIA, Andressa. Como Surgiu a sociedade empresária?. Jusbrasil. 2015. p. 1. 
4 
 
 
2. DAS SOCIEDADES 
 
Como observado as sociedades surgiram em razão da impossibilidade de executar um 
objetivo, como das atividades com fins lucrativos, considerando a existência de necessidade 
financeira, intelectual ou até mesmo de mão de obra, visto que muitos empresários se unem 
para complementar o serviço ou produto que oferecem no mercado, unindo-se para conseguir 
oferecer este serviço ou produto. 
As sociedades empresariais são conceituadas como pessoas jurídicas de direito 
privado, que exploram empresarialmente seus objetivos sociais ou adotam forma de sociedade 
como conceitua Adriana Gomes4 em seu artigo “a sociedade empresária pode ser conceituada 
como a pessoa jurídica de direito privado não estatal que explora empresarialmente seu objeto 
social ou adota a forma de sociedade por ações”. 
Ainda sobre o mesmo assunto Adriana traz à baila que “a conceituação da sociedade 
empresária está ligada ao conceito de empresário disposto no Código Civil. Entretanto, temos 
que ter em mente que a sociedade empresária nada mais é que um agente econômico de 
mercado.”5 
Nosso Código Civil apresenta diferentes tipos de sociedades conforme elencados no 
Título II, “Da Sociedade”6, sendo estes: sociedade simples, limitada, anônima, comandita, em 
conta de participação e cooperativa. 
Por fim Adriana Gomes ainda elencou as características das sociedades empresárias, 
tais como a “necessidade de atividade econômica, o intuito de lucro, a produção e distribuição 
de bens ou serviços e a atividade organizada com o concurso de colaboradores e com estrutura 
para produzir em escala e conquistar clientela”7. 
 
3. DA SOCIEDADE LIMITADA 
 
A Sociedade Limitada é regida pelo Código Civil, com regramentos transcritos entre 
os artigos 1.052 a 1.0878, sendo caracterizada principalmente pela responsabilidade de cada 
 
4 GOMES, Adriana. Conheça os tipos de sociedades empresariais previstos no Código Civil e suas 
características. Aurum. 2021. p. 1. 
5 Ibidem. 
6 BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. 
7 GOMES, Adriana. Conheça os tipos de sociedades empresariais previstos no Código Civil e suas 
características. Aurum. 2021. p. 1. 
8 BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. 
5 
 
sócio de acordo com a quantidade de cotas que lhe possuir, porém todos respondem pela 
integralização do capital social. 
A sociedade limitada é descrita por Gularte9 como é “conhecida popularmente como 
LTDA, é um tipo jurídico de empresa muito comum no Brasil – especialmente porque este 
modelo de negócio permite a separação dos bens pessoais dos bens da pessoa jurídica.”. 
Neste mesmo sentido ele ainda descreve que: 
 
A Sociedade Limitada é um tipo proposto para dois ou mais sócios, regida por 
Contrato Social, com necessidade de integralização de capital e permitindo a 
separação entre os bens das pessoas físicas (os empresários e os investidores) dos da 
pessoa jurídica (a empresa por ela mesma). 
 
3.1. VANTAGENS DA SOCIEDADE LIMITADA 
 
A sociedade de responsabilidade limitada, como o próprio nome específico abrange 
diversos benefícios, tais como, a proteção patrimonial, a não exigência de capital mínimo, 
remuneração proporcional. 
A proteção patrimonial está elencada no art. 1.05210 do Código Civil: 
 
Art. 1.052. Na sociedade limitada, a responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor 
de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital 
social. 
§ 1º A sociedade limitada pode ser constituída por 1 (uma) ou mais pessoas. 
(Incluído pela Lei nº 13.874, de 2019) 
§ 2º Se for unipessoal, aplicar-se-ão ao documento de constituição do sócio único, no 
que couber, as disposiçõessobre o contrato social. 
 
Desta maneira, nesse tipo de natureza jurídica, o patrimônio pessoal dos sócios 
permanece separado, não confundindo patrimônio pessoal com o empresarial, se tornando uma 
proteção jurídica de bastante relevância. 
O Código Civil não aborda nenhuma exigência para o capital mínimo integralizado 
dos sócios. 
Por fim sobre o mesmo tema da responsabilização, a remuneração proporcional dos 
sócios será de acordo com o valor proporcional investido na empresa, da mesma forma a 
responsabilidade de cada sócio se torna restringida, conforme o valor de suas quotas, porém 
 
9 GULARTE, Charles. Sociedade Limitada: O que é uma LTDA? Como funciona e características. 
Contabilizei.blog. 2023. p. 1. 
10 BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. 
6 
 
 
todos os sócios respondem solidariamente pela integralização do capital social, tudo com fulcro 
no art. 1.05211 do Código Civil. 
 
3.2. ADMINISTRAÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS 
 
A administração de uma empresa limitada poderá ser realizada por uma ou mais 
pessoas integrantes da sociedade ou um profissional contratado de conhecimento na área, para 
realizar a função da administração empresarial, como previsto no artigo 106012 do Código Civil, 
sendo escolhidas e destituídas pelos sócios. 
Nos casos de uma sociedade administrada por não sócio, será necessária a expressa 
autorização no contrato social ou em ato separado. Caso não apresente a prévia autorização, 
somente um sócio poderá atribuir os poderes de administrador. 
Para a designação dos administradores não sócios será necessário a aprovação da 
unanimidade dos sócios, enquanto o capital não estiver integralizado, e de dois terços, no 
mínimo, após a integralização. 
Ficando impedidos por lei, os condenados à pena que vede, ainda que 
temporariamente, o acesso a cargos públicos, crime falimentar, suborno, peculato, prevaricação, 
concussão, contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra as normas 
de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, a fé pública ou a propriedade, 
enquanto permanecer os efeitos da condenação, elencados no § 1º do artigo 1.01113 do Código 
Civil. 
O contrato social da empresa e o ato de nomeação em separado que designará o 
mandato, que pode ser tanto por tempo determinado como indeterminado, os termos gerais do 
exercício da função, prevendo seus poderes e atribuições, de acordo com o art. 97714 do Código 
Civil. 
Na eventualidade de possível omissão sobre os limites e diligências do administrador, 
estes poderão praticar todos os atos inerentes à gerência da sociedade econômica. 
Tratando-se de assuntos mais complexos deverá o empresário buscar assessoramento 
de profissionais contábeis e jurídicos, com experiência para que possa ser auxiliado com 
sucesso 
 
11 BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. 
12 Ibidem. 
13 Ibidem. 
14 Ibidem. 
7 
 
3.3. CONTRATO SOCIAL 
 
O contrato social é associado à certidão de nascimento da empresa, devendo conter no 
documento as informações básicas da empresa viabilizando os sócios componentes e os deveres 
de cada um, servindo também para especificar as regras de solução de conflitos. 
A Lei nº 8.934/199415 dispõem os mínimos elementos para a elaboração do contrato 
social, sendo: título, preâmbulo, cláusulas obrigatórias e corpo do contrato, não podendo conter 
rasuras, emendas ou entrelinhas. 
Conforme o Manual de Registro de Sociedade Limitada do Ministério da Economia16 
são dados obrigatórios para a redação eficaz do Contrato Social, tais bases: 
1. O nome empresarial. 
2. A capital da sociedade, expresso em moeda corrente, especificando a quota de cada 
sócio, como também a forma e o prazo de sua integralização. 
3. Endereço da sede, (tipo e nome do logradouro, número, complemento, bairro, 
distrito, município, unidade federativa e CEP) bem como o endereço das filiais, quando houver. 
4. O objeto social. 
5. O prazo de duração da sociedade. 
6. A data de encerramento do exercício social, quando não coincidente com o ano civil. 
7. A qualificação do administrador, não sócio, designado no contrato. 
8. A participação de cada sócio nos lucros e nas perdas. 
9. O foro ou cláusula arbitral. 
A importância do contrato social é inegável, desempenhando um papel fundamental 
na relação e gestão da empresa, tal como o registro nos órgãos públicos brasileiros, a 
participação de licitações e para abertura de conta bancária, por exemplo. 
 
 
 
 
 
 
 
15 BRASIL. Lei nº 8.934 de 18 de novembro de 1994. Dispõe sobre o Registro Público de Empresas Mercantis 
e Atividades Afins. 
16 BRASIL. Ministério da Economia. Manual de Registro de Sociedade Limitada. Publicado no D.O.U. em 15 
de junho de 2020. 
8 
 
 
CONSIDERAÇÕES FINAIS 
 
Após a análise de tudo que foi proposto neste artigo, foi possível observar que as 
primeiras sociedades surgiram na Idade Média, quando os sucessores herdaram comércio que 
era de seu pai, portanto aquele comércio era de apenas uma pessoa, surgindo a necessidade da 
continuação do comércio por meio de sociedade, surgindo então as primeiras sociedades. 
Foi possível apresentar os principais regulamentos jurídicos que regram as sociedades 
no Brasil, após apresentando as características da sociedade limitada que notavelmente é a mais 
vantajosa dentre as sociedades que o ordenamento jurídico brasileiro permite, sendo que como 
visto durante o desenvolvimento do artigos, foi demonstrado que a sociedade limitada é mais 
fácil quanto a sua formulação, pois não existe capital inicial mínimo, o que fortalece a economia 
do país, tornando-se mais fácil a abertura de uma sociedade mesmo que de pequeno porte ou 
microempreendedor, ainda os sócios desta sociedade tem como sua maior vantagem a notável 
separação de seus bens como pessoa física, da pessoa jurídica instituída, portanto os bens 
individuais não que não fazem parte da sociedade, ficam inalcançáveis pelas responsabilizações 
que possam ocorrer por parte da sociedade limitada. 
Por fim foi observado quanto ao contrato social que é indispensável a instituição da 
sociedade limitada, sendo que nele existem requisitos essenciais para reconhecimento e registro 
do nome empresarial da sociedade limitada. 
Desta forma podemos concluir que é notável que a sociedade limitada dentre as 
sociedades possíveis de serem instituídas, provavelmente é a melhor e mais utilizada no brasil 
pois independe de quanto cada sócio vai arcar para iniciar a sociedade, então administrando, 
obtendo lucros e responsabilizado de acordo com a cota em que possuir dessa sociedade 
limitada. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
9 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
 
GARCIA, Andressa. Como Surgiu a sociedade empresária?. Jusbrasil. 2015 Disponível em: 
https://www.jusbrasil.com.br/artigos/como-surgiu-a-sociedade-empresaria/225684685. Acesso 
em: 15 nov. 2023. 
 
GOMES, Adriana. Conheça os tipos de sociedades empresariais previstos no Código Civil 
e suas características. Aurum. 2021. Disponível em: https://www.aurum.com.br/blog/so 
ciedade-empresaria/#:~:text=A%20sociedade%20empresarial%20pode%20ser,conta%20de% 
20participa%C3%A7%C3%A3o%20e%20cooperativa. Acesso em: 14 nov. 2023. 
 
GULARTE, Charles. Sociedade Limitada: O que é uma LTDA? Como funciona e 
características. Contabilizei.blog. 2023. Disponível em: https://www.contabilizei.com.br/ 
contabilidade-online/sociedade-limitada/#:~:text=A%20Sociedade%20Limitada%20%C3%A 
9%20um,a%20empresa%20por%20ela%20mesma). Acesso em: 15 nov. 2023. 
 
WALD, Arnoldo. A evolução da sociedade em nome coletivo e os poderes dos sócios não 
gerentes no Direito brasileiro. Revista Informativo Legislativo, ano 16, nº 64. Brasília. 1979. 
Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/181390/000396033. 
pdf?sequence=3&isAllowed=y#:~:text=A%20sociedade%20em%20nome%20coletivo,patrim
%C3%B4nio%20heredit%C3%A1rio%20ainda%20n%C3%A3o%20dividido.Acesso em: 13 
nov. 2023. 
 
REFERÊNCIAS LEGISLATIVAS 
 
BRASIL. Lei nº 8.934 de 18 de novembro de 1994. Dispõe sobre o Registro Público de 
Empresas Mercantis e Atividades Afins. Disponível em: https://www.planalto.gov.b 
r/ccivil_03/leis/l8934.htm. Acesso em 14 nov. 2023. 
 
BRASIL. Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. Disponível em: https 
://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406compilada.htm. Acesso em: 15 nov. 2023 
 
BRASIL. Ministério da Economia. Manual de Registro de Sociedade Limitada. Publicado 
no D.O.U. em 15 de junho de 2020. Disponível em: https://www.gov.br/economia/pt-
br/assuntos/drei/legislacao/arquivos/legislacoes-federais/in-81-2020-anexo-iv-manual-de-ltda-
alterado-pela-in-55-de-2021-revisado-10jun2021.pdf. Acesso em: 15 nov. 2023.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes