Buscar

Revisao AP1

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1) Como ocorre a digestão no estômago e intestino delgado quando o alimento ingerido é rico em proteínas?
No estômago, as células principais da mucosa gástrica, estimuladas pelo comando do sistema nervoso, via nervos vagos (os neurônios vagais fazem contato com a inervação intrínseca proporcionando a liberação da acetilcolina atuando nas células G que secreta a gastrina, com isso, estimula células parietais a liberar HCl, as células enterocromafin secretam a histamina que também estimula as células parietais na produção de ácido clorídrico e a célula principal estimulando na atuação de secreções de pepsinogênio) ou estimuladas pela presença do alimento na luz do tubo digestivo que fazem a ativação dos receptores mecânicos ou químicos na mucosa, produz e faz a liberação da enzima pepsinogênio (inativa), que é ativada pela ação do ácido clorídrico (HCl) em pH ácido (produzido e secretado pelas células parietais da mucosa) sendo então transformada em pepsina, além disso, o ácido clorídrico em pH ideal facilita a ação da pepsina por desnaturar as proteínas (porém, em pH menores que 2 pode desnaturar a pepsina prejudicando sua ação enzimática).
A digestão proteica tem início no estômago, com a ação da enzima pepsina fazendo a hidrólise das proteínas e liberando peptídeos de cadeia longa. A digestão proteica prossegue no intestino delgado (duodeno). As proteínas presentes no quimo estimula as células I duodenais a secretarem CCK, estimulando a secreção de enzimas digestivas pelo pâncreas, sendo liberadas na forma inativa. Sua ativação acontece com a ação da enteroquinase (produzida na mucosa duodenal), transformando o tripsinogênio em tripsina. A tripsina ativa as demais enzimas pancreáticas (quimotripsina, elastase e carboxipeptidase), com isso, serão produzidos aminoácidos e oligopeptídeos. Os oligopeptídeos vão ser digeridos pelas enzimas peptidases da borda em escova presente nos enterócitos do intestino delgado, produzindo di ou tripeptídeos que poderão ser absorvidos.
2) Como ocorre o controle das secreções pancreática e biliar quando o alimento passa pelo piloro em entra no duodeno?
Quando o alimento (quimo) chega no duodeno estimula dois tipos de secreção, que são controladas por ação neuronais e hormônios gastrointestinais. A secreção hidroeletrolítica (rica em bicarbonato, sódio e água), servindo para neutralizar o quimo ácido e transformando o pH intestinal em boas condições para a ação das enzimas pancreáticas e prevenindo danos na mucosa intestinal, e a secreção enzimática que é formada por enzimas pancreáticas inativas (tripsinogênio, quimiotripsinogênio, procolipase, procarboxipeptidase, profosfolipase, com exceção da amilase pancreática), quando ativadas, promovem a quebra de moléculas de lipídios, carboidratos e proteínas.
A presença de proteínas e lipídios no quimo faz com que seja estimulada a secreção de CCK pelas células I duodenais, com isso, estimulam a liberação de enzimas digestivas pelo pâncreas e também estimula a secreção da bile pela vesícula biliar. A distensão duodenal também estimula a secreção de CCK.
As células D presentes na ilhota de Langerhans produzem a somatostatina que tem ação inibidora da secreção pancreática, além disso, inibe também a secreção de hormônios gastrointestinais, como por exemplo, a secretina, gastrina e CCK.
A secretina é produzida por células S do intestino delgado, secretada em estimulação do ácido clorídrico no duodeno, com isso, ela faz a estimulação das células dos ductos biliares a secretarem bicarbonato e água que aumentam a quantidade de bile e também o fluxo de secreções no intestino.
Existe também no ducto colédoco no duodeno o esfíncter hepatopancreático, conhecido como esfíncter de Oddi, Quando o alimento entra no duodeno, o ácido clorídrico, os lipídios e as proteínas que estão parcialmente digeridas fazem a estimulação da secreção de colecistoquinina (CKK) e secretina. O CKK é secretado em estimulação do conteúdo lipídico do quimo proporcionando a contração da vesícula biliar e o relaxamento do esfíncter hepatopancreático, com isso, a bile é liberada no duodeno.
Em relação à organização morfofuncional do sistema digestório, avalie as frases abaixo:
 I – A inervação extrínseca do trato gastrointestinal é formada por neurônios simpáticos e parassimpáticos, e a inervação intrínseca, pelo sistema nervoso entérico. 
II- Os plexos intramurais estão envolvidos com a chegada de estímulos para a musculatura lisa e glândulas, originados nos receptores mecânicos e químicos. 
Em relação à motilidade gastrointestinal podemos afirmar que: 
a. A mastigação ocorre por ação dos músculos elevadores da mandíbula, auxiliados pelas musculaturas facial e da língua
c. O piloro é uma área de musculatura que pode ser regulada por hormônios intestinais e controla o esvaziamento gástrico. 
d. No estômago ocorre uma forte peristalse antral que permite a mistura do alimento.
Em relação à cavidade oral: 
a. A lisozima é uma enzima envolvida com a destruição de bactérias e que auxilia na higiene e saúde bucal. 
b. A deglutição inicia pela fase oral, quando o alimento atinge o palato duro, sendo conduzindo à faringe. 
d. A secreção salivar ocorre por reflexo integrado no tronco encefálico, com ativação parassimpática provocada pela presença do alimento na boca.
Em relação à secreção e esvaziamento gástricos, marque a opção CORRETA: 
d. O reflexo entero-gástrico promove inibição do peristaltismo gástrico e da secreção gástrica.
Quando o alimento entra no duodeno, tem início a fase intestinal do processo digestório, onde eventos motores e secretórios ocorrem. Em relação a essas considerações, marque a opção CORRETA: 
c. Ocorrerá a liberação de colecistocinina que inibirá a contração do estômago.
Em relação ao processo digestório, marque a alternativa que corresponda à opção CORRETA: 
I – Enteroquinase; II – Somatostatina; III – Acetilcolina; IV – Secretina 
( I ) É produzida pelo intestino e ativa zimogênio pancreático. 
( III ) Estimula a liberação de gastrina e também a secreção e motilidade gástricas. 
( IV ) Hormônio que estimula a secreção hidroeletrolítica do pâncreas. 
( II ) inibe a secreção de HCl no estômago e a liberação da gastrina. 
No sistema digestório há órgãos acessórios, como o fígado, responsável pela produção de bile. Em relação à secreção biliar, marque a opção CORRETA: 
d. Os ácidos biliares são reabsorvidos pela mucosa intestinal e reaproveitadas pelos hepatócitos na formação de bile, através da circulação entero-hepática.
O parte exócrina do pâncreas produz substâncias que são fundamentais para a digestão de uma refeição mista, contendo carboidratos, proteínas e gorduras. Em relação à secreção pancreática: 
a. A neutralização da acidez do alimento que chega ao duodeno é importante para a ação das enzimas pancreáticas, que atuam em pH neutro a alcalino. 
b. A lipase pancreática atua digerindo os triglicerídeos previamente emulsificados pelos sais biliares. 
d. A fase intestinal é responsável por cerca de 80% da secreção pancreática, estimulada por colecistocinina e secretina.
Em relação à digestão protéica, podemos afirmar que: 
d. A pepsina é ativada em ambiente com pH ácido, determinado pela secreção de HCl.
Os carboidratos mais complexos, como os polissacarídeos, têm uma digestão realizada em diferentes etapas e locais. Sobre a digestão de carboidratos: 
a. O amido é o principal fonte de carboidrato da dieta, sendo digerido pelas amilases salivar e pancreática, gerando dissacarídeos, trissacarídeos e pequenas quantidades de dextrinas. 
b. Os dissacarídeos são processados pelas enzimas digestivas no intestino e absorvidos como monossacarídeos.
c. O polissacarídeo celulose não é digerido pelas enzimas pancreáticas e intestinais e são eliminadas nas fezes como fibras não-digeridas. 
Em relação às enzimas e hormônios digestórios, marque a alternativa que corresponda à sequência CORRETA,
I-Secretina; II - Gastrina; III-Lipase intestinal; IV- Enteroquinase; V-Colecistocinina
(III) Enzima que digere lipídios no intestino delgado.
(IV)Enzima que ativa os zimogênios pancreáticos, a partir da ativação do tripsinogênio.
(I) Hormônio produzido pelo intestino que estimula o pâncreas a secretar bicarbonato desódio.
(V) Estimula a liberação de enzimas pancreáticas e a liberação de bile pela vesícula biliar.
(II) Estimula a secreção de HCI e aumenta a motilidade gástrica.
O pâncreas e o fígado são órgãos que participam ativamente no processo digestório. Entre as funções do fígado, destaca-se a capacidade de produção de uma secreção que é liberada no duodeno. Marque a opção CORRETA
bile, emulsificação de gorduras (o duodeno recebe o quimo do estômago, a bile (produzida no fígado) e as enzimas pancreáticas. eles EMULSIFICAM OS grandes aglomerados lipídicos e os transformam em partículas menores, conhecidas como MICELAS.
Em relação à motilidade gastrointestinal, marque a opção CORRETA:
o reflexo entero-gástrico promoveu estimulação do peristaltismo e esvaziamento gástricos
Marque a alternativa que indica corretamente onde se inicia a digestão do amido e qual a enzima envolvida:
a. boca, amilase salivar. A amilase é uma enzima digestiva que catalisa a hidrólise dos
carboidratos (amido). Também contém a lisozima, que é uma enzima envolvida com a
destruição de bactérias e que previne sua proliferação na boca.
Em relação à secreção e esvaziamento gástricos, marque a opção CORRETA:
d. a colecistocinina liberada no duodeno estimulou o pepsinogênio para aumentar a digestão
proteica
A digestão ocorre através da mistura dos alimentos, do movimento destes ao longo do
tubo digestivo e da decomposição química de grandes moléculas de alimento para moléculas menores. Considerando-se que o processo químico se diferencia para cada tipo de alimento, é CORRETO afirmar que:
no estômago é iniciada a digestão das proteínas, que finaliza no intestino delgado pela atuação do suco pancreático e da secreção biliar.
Uma pessoa fez uma refeição da qual constavam as substâncias I, II e III. Durante a
digestão ocorreram os seguintes processos: na boca iniciou-se a digestão de Il; no estômago iniciou-se a digestão de I e a de Il foi interrompida; no duodeno ocorreu digestão das três substâncias. Com base nesses dados, é possível afirmar corretamente que I, II e III são respectivamente:
b. proteína, carboidrato e lipídio
O processo de digestão nos humanos é composto por duas fases: uma mecânica, na qual
a correta mastigação é essencial, e outra enzimática, controlada por hormônios da digestão. Sobre estes hormônios, analise as afirmações a seguir e marque a alternativa CORRETA:
d. A secreção do suco gástrico é estimulada por impulsos nervosos e pelo hormônio gastrina,
produzido no estômago. Na fase gástrica, a presença de alimento no estômago estimula a secreção pancreática, pela via hormonal. A ativação de quimiorreceptores (pelos peptídeos) e de mecanorreceptores (pela distensão) nas paredes do estômago provoca a secreção de gastrina, a partir das células G.
Correlacione as secreções com as frases à esquerda
produz suas enzimas proteolíticas na forma inativa, para que ocorra proteção tecidual secreção pancreatica
tem a capacidade de digerir proteinas, lipídeos e carboidratos. secreção pancreatica
exerce função de proteção através de fons, enzimas e anticorpos. secreção salivar
caracteriza-se pela ausência de enzimas e pela eliminação do colesterol. secreção biliar
principal responsável pelo processo de digestão lipídica. secreção biliar
Durante as refeições, quando o quimo está presente no duodeno, dois tipos de
movimento são observados: as contrações de segmentação e o peristaltismo, que agem na mistura, na trituração e na progressão do bolo alimentar na direção do jejuno.
A motilidade do duodeno é controlada por sinais excitatórios e inibitórios do sistema
nervoso entérico que regula a atividade da inervação extrínseca. Além disso, existe a
participação dos hormônios gastrointestinais no controle da motricidade duodenal. Os
movimentos peristálticos do duodeno são regulados por reflexos, gerados a partir da
distensão do estômago que, ativando mecanorreceptores da mucosa, transmitem uma onda de contração regulada pelo plexo mioentérico. A motilidade e as secreções do sistema digestivo são controladas por mecanismos neurais e hormonais que garantem a perfeita digestão e a absorção do alimento. Em relação a essas considerações, analise as afirmativas a seguir com VERDADEIRA. 
(V) A acidez do quimo que chega ao duodeno estimula a produção de secretina, que é levada
pelo sangue ao pâncreas, estimulando, assim, a secreção de bicarbonato de sódio.
(V) A presença de alimento no estômago estimula a secreção do hormônio gastrina, que induz
a produção do suco gástrico, rico em ácido cloridrico e pepsina.
O estómago desempenha múltiplas funções no processo digestório: armazena, conduz, mistura e digere os alimentos controle é fundamental para um bom funcionamento. Explique como ocorre o controle da secreção gástrica em conciles fisiológicas Como ocorre o controle da secreção gástrica em condições fisiológicas?
A secreção gástrica divide-se em 3 fases: cefálica, gástrica e intestinal.
Fase Cefálica - corresponde ao aumento da secreção do estômago antes que o alimento chegue à sua cavidade ou, até mesmo, que o alimento esteja disponível. Essa fase se prolonga durante a mastigação dos alimentos e a deglutição. Daí, os impulsos nervosos chegam aos núcleos dorsais do vago e atingem o estômago pelas fibras eferentes vagais. Os neurônios vagais entram em contato com a inervação intrinseca, resultando na liberação da acetilcolina que atua nas células G (gastrina) e, diretamente, nas células parietais e principais, ocorrendo, assim, uma estimulação das secreções de ácido e de pepsinogênio.
Fase Gástrica - a presença de alimento parcialmente digerido (principalmente peptídeos e aminoácidos) no estômago promove a secreção de gastrina. A mesma age sobre o estômago, estimulando a secreção. A histamina e a acetilcolina também estimulam a secreção, cada um destes três fatores exerce efeitos potenciadores sobre a atuação dos outros, e por isso o efeito total é bastante superior à simples adição dos efeitos individuais. Por este motivo, o bloqueio da ação de um destes fatores provoca marcada diminuição da secreção total. A gastrina tem outros efeitos: provoca a descarga de parte do conteúdo estomacal para o duodeno.
Fase intestinal - Com a chegada de quimo ao duodeno ocorre a diminuição do seu pH. Este aumento de acidez estimula a secreção do hormônio secretina, que provoca diminuição da motilidade gastrointestinal. Isto tem como efeito a paragem da transferência do conteúdo estomacal para o duodeno, impedindo que o estômago esvazie de forma demasiado rápida. A secretina vai também atuar sobre as glândulas do estômago, inibindo a secreção de ácido. O duodeno produz gastrina, que ao atuar sobre o estômago induz uma secreção
de HCI e pepsinogénio. O estômago ao produzir gastrina e histamina ajuda no controle da secreção gástrica, além de produzir também hormônios como a Ghrelina que atua no controle da ingestão de alimentos. O pH do estômago também é importante para diminuir a proliferação bacteriana e também para a conversão do pepsinogênio em pepsina, iniciando a digestão proteica. Discutir como ocorre a secreção de HCI e suas funções: o pH do estômago é importante para diminuir a proliferação bacteriana e também para a conversão
do pepsinogênio em pepsina, iniciando a digestão protéica. Falar também do fator intrínseco
(importante para o transporte e absorção da vitamina B12). O estômago também produz
gastrina e histamina importantes para o próprio controle da secreção gástrica, além de
hormônios como a Ghrelina que atuam no controle da ingestão de alimentos.
Vários órgãos do trato gastrointestinal desempenham papel digestivo, incluindo a cavidade oral, o estômago e o intestino delgado.
I) A vesícula contrai e elimina bile quando o alimento, rico em gorduras, entra no duodeno e libera a gastrina. 
II) O amido sofre digestão tanto na boca, como no intestino, por enzimasespecíficas, gerando dissacarídeos.
A digestão proteica inicia no estômago, por ação enzimática. Para isso há necessidade de um pH ácido, determinado pela presença de ácido clorídrico que propicia a transformação de pepsinogênio, em pepsina, podendo ser estimulado pela gastrina
Para que a digestão ocorra são necessários órgãos acessórios como o fígado e pâncreas, que produzem substâncias que são fundamentais para a digestão de uma refeição mista, contendo carboidratos, proteínas e gorduras. Em relação à digestão de nutrientes, marque a opção CORRETA:
d) A bile, produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar, promove a emulsificação das gorduras.
Em relação às funções do estômago no processo digestório, marque a opção CORRETA:
O reflexo entero-gástrico promove inibição do peristaltismo gástrico e da secreção gástrica.
A secreção salivar desempenha importantes funções no processo digestório, iniciando a preparação do alimento ingerido. Em relação à secreção salivar, marque a opção CORRETA:
A saliva tem na sua composição menos sódio que o plasma, alta concentração de K+, além de mucina, substâncias com ação bactericidas e amilase.
Os rins são órgãos importantes para o funcionamento do organismo, desempenhando várias funções. Em relação às funções exercidas por esses órgãos, marque a opção CORRETA: 
Na doença renal crônica, os pacientes apresentam osteoporose porque seus rins NÃO produzem a enzima 1- hidroxilase, que ativa a vitamina D.
O desempenho das diferentes funções renais depende de uma estrutura morfológica característica, tanto para filtração, como para reabsorção tubular. Analise as sentenças abaixo e marque a opção CORRETA: 
O néfron é a unidade funcional do rim, constituído pelo corpúsculo renal, que contém a cápsula de Bowman e o capilar glomerular, e também por um longo segmento tubular, onde a urina é formada.
A filtração nos rins depende de forças que atuam ao nível do capilar glomerular promovendo seu aumento ou sua diminuição. Em relação ao processo de filtração glomerular, marque a opção CORRETA:
Quando há aumento da pressão hidrostática no capilar glomerular há aumento da filtração glomerular.
Vários fatores que regulam o metabolismo hidrossalino atuam ao nível renal. Sobre essa função renal, analise e marque a alternativa CORRETA:
I - Angiotensina II; II - Aldosterona; III - ADH ou Vasopressina; IV - Renina.
( I ) Hormônio que promove vasoconstricção
( II ) Promove reabsorção de sódio nos túbulos distais renais
( III ) Promove reabsorção de água livre nos ductos coletores
( IV ) Produzida pelas células justaglomerulares quando ocorre queda da pressão arterial.
Em relação ao processo da micção, marque a alternativa CORRETA:
O reflexo da micção é ativado quando o volume de urina na bexiga chega em torno de 400 mL, contraindo o músculo detrusor 
O pâncreas é um órgão misto por ter função endócrina e digestória. Quando o alimento chega ao duodeno, precisa haver neutralização da acidez e da osmolaridade do quimo vindo do estômago, para que ocorra a digestão dos nutrientes. Discuta o papel do pâncreas nesse processo digestório, baseado(a) em seus conhecimentos sobre os componentes do suco pancreático e seus efeitos. 
RESPOSTA: A secreção pancreática tem um componente enzimático e um componente hidroeletrolítico.
O componente enzimático é formado por enzimas que digerem proteínass (tripsinogênio/tripsina, quimiotripsinogênio/quimiotripsina), lipase para digestão de triglicerídeos e amilase para digestão do amido e glicogênio. Essas enzimas atuam em pH neutro a alcalino.
O componente hidroeletrolítico é rico em Bicarbonato para neutralizar o quimo ácido vindo do estômago. Essa neutralização é importante para a atuação das enzimas pancreáticas realizarem a digestão desses macronutrientes. 
Em relação ao metabolismo hidrossalino e os fatores que o controlam, garantindo a homeostase do organismo, explique como o organismo reage quando ocorre uma desidratação (perda de água no organismo)? 
RESPOSTA: A desidratação promove diminuição do volume plasmático e aumento da osmolaridade. Há então ativação de osmorreceptores e barorreceptores para liberação de ADH ou Vasopresina pelo hipotálamo, que promove reabsorção de água livre nos ductos coletores renais Há tb ativação da sensação de sede pelo hipotálamo. Ao nível renal a diminuição do volume libera a enzima Renina pelas células justaglomerulares, que ativa o sistema renina-angiotensina-aldosterona. A aldosterona atua nos túbulos distais aumentando a reabsorção de sódio e água. Essas ações do ADH e Aldosterona diminuem o volume urinário e aumentam o volume plasmático , restaurando a homeostase.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes