Buscar

1.Extinção de Contrato de ExperiênciaEmpregado admitido em 1911x0 com contrato de experiência de 60 dias, com término previsto em1701x1. com salário de R 960.00.

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1.Extinção de Contrato de Experiência 
Empregado admitido em 19/11/x0 com contrato de experiência de 60 dias, comtérmino previsto em17/01/x1. com salário de R$ 960.00.
2.
Contrato de Experiência 
—
 
Rescisão antecipada pelo Empregador 
Empregado contratado em Contrato de Experiência de 6/6/x0 a 3/9/x0. com salário deR$ 2.150,00.Empregador fez a rescisão antecipada em 25/7/x0.
3. Contrato de Experiência, rescisão antecipada pelo empregado 
Empregado foi contratado por contrato de experiência de 60 dias, de 3/1/x0 a 3/3/x0.Em 18/2/x0, oempregado solicita a rescisão antecipada do contrato. O salário no mês de fevereiroera de R$ 920,00.
4.Rescisão Contratual 
Pedido de demissão de empregado com menos de um ano e sem cumprimento do Aviso Prévio 
O empregado admitido em 12/10/x0 solicita a sua demissão em 18/2/x1, com saláriode R$ 1.860,00. Emseu pedido de demissão manifestou que não irá cumprir o aviso prévio dado. Tem umdependente parafins de Imposto de Renda. Calcule a rescisão contratual.
5.Rescisão de Contrato 
—
 
Pedido de Demissão de Empregado com mais de um ano e com Aviso Prévio Trabalhado 
Empregado admitido na empresa em 7/10/x0 solicita sua demissão com aviso préviotrabalhado até22/1/x2. O seu último salário é de R$ 2.800,00. Não tem dependente. Não gozounenhum período deférias.
6.Rescisão Contratual 
—
 
Demissão Sem Justa Causa de empregado com mais de um ano e com Aviso Prévio Indenizado 
O Empregado admitido em 7/3/x0 foi demitido pelo empregador em 25/4/x2, com avisoprévio Indenizado.Na data de sua demissão, o seu salário era de R$ 1 950,00 Tem 3 (três) dependentespara efeito deimposto de renda. Recebe adicional de insalubridade no grau de risco máximo.Concedia pensãoalimentícia determinada pela justiça no percentual de 35% da sua remuneração bruta.
—
Adicional deInsalubridade no grau máximo e nunca tirou ferias.
7.Rescisão Contratual 
—
 
Demissão por Justa Causa de empregado com menos de 1 (um) ano 
O empregado foi admitido na empresa em 16/9/x0 e demitido por justa causa em25/1/x1. Quando darescisão contratual recebia o salário de R$ 860,00.
8. Rescisão Contratual 
—
 
Demissão por Justa Causa de empregado com mais de] (um) ano 
O empregado foi admitido na empresa em 18/1/x0 e demitido por justa causa em10/3/x2. Quando darescisão contratual, recebia o salário de R$ 940,00 e não gozou o período de férias aque tinha direito.
9.Rescisão Contratual 
—
Falecimento do Empregado com menos de um ano 
Empregado admitido em 14/08/x0 veio a falecer em 20/01/x1. Quando do seuFalecimento recebia salário
	1
	Indique a situação que não representa justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador.
	 
	 
	a) Desídia no desempenho das respectivas funções.
	b) Decretação da prisão temporária do empregado.
	c) Prática constante de jogos de azar.
	d) Violação de segredo da empresa.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. Nos termos do artigo 482, letra "d" da Consolidação das Leis do Trabalho, "constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador: d) condenação criminal do empregado, passada em julgado, caso não tenha havido suspensão da execução da pena".
	2
	O empregado que pede demissão:
	 
	 
	a) tem direito ao aviso prévio, férias proporcionais e seguro-desemprego.
	b) não pode movimentar a conta do FGTS, nem receber o 13º salário proporcional.
	c) tem direito ao 13º salário proporcional, a férias vencidas e proporcionais.
	d) tem direito somente a férias vencidas.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. Estabelece o artigo 146, parágrafo único, da CLT que "na cessação do contrato de trabalho, qualquer que seja a sua causa, será devida ao empregado a remuneração simples ou em dobro, conforme o caso, correspondente ao período de férias cujo direito tenha adquirido.
Parágrafo único. Na cessação do contrato de trabalho, após 12 (doze) meses de serviço, o empregado, desde que não haja sido demitido por justa causa, terá direito à remuneração relativa ao período incompleto de férias, de acordo com o art. 130, na proporção de 1/12 (um doze avos) por mês de serviço ou fração superior a 14 (quatorze) dias".
De acordo ainda com as Súmulas 157, 171 e 261 do Tribunal Superior do Trabalho o empregado que pede demissão só terá direito aos benefícios mencionados na alternativa "C".
	3
	Indique a situação que não representa justo motivo para a rescisão indireta do contrato pelo empregado:
	 
	 
	a) o aumento de seu trabalho, sendo este por peça ou tarefa, possibilitando o aumento da importância de seu salário.
	b) ser tratado pelo empregador com rigor excessivo.
	c) serem-lhe exigidos serviços contrários aos bons costumes.
	d) correr perigo manifesto de mal considerável.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. O disposto na alternativa "A" não está elencado entre as hipóteses que ensejam a rescisão, por justo motivo, contratual pelo empregado (art. 483 da CLT), a saber:
"Art. 483 - O empregado poderá considerar rescindido o contrato e pleitear a devida indenização quando:
a) forem exigidos serviços superiores às suas forças, defesos por lei, contrários aos bons costumes, ou alheios ao contrato;
b) for tratado pelo empregador ou por seus superiores hierárquicos com rigor excessivo;
c) correr perigo manifesto de mal considerável;
d) não cumprir o empregador as obrigações do contrato;
e) praticar o empregador ou seus prepostos, contra ele ou pessoas de sua família, ato lesivo da honra e boa fama;
f) o empregador ou seus prepostos ofenderem-no fisicamente, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem;
g) o empregador reduzir o seu trabalho, sendo este por peça ou tarefa, de forma a afetar sensivelmente a importância dos salários.
	4
	Em conformidade do que dispõe a CLT, assinale a alternativa CORRETA.
	 
	 
	a) Nos contratos de trabalho por tempo determinado, o empregador que, com justa causa, despedir o empregado, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, dois terços da remuneração a que teria direito até o fim do contrato.
	b) Nos contratos de trabalho por tempo determinado, o empregador que, sem justa causa, despedir o empregado, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, toda a remuneração a que teria direito até o fim do contrato.
	c) Nos contratos de trabalho por tempo determinado, o empregador que, sem justa causa, despedir o empregado, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, o aviso prévio de 30 (trinta) dias.
	d) Nos contratos de trabalho por tempo determinado, o empregador que, sem justa causa, despedir o empregado, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, a metade da remuneração a que teria direito até o fim do contrato.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Preceitua o art. 479 da CLT que "nos contratos que tenham termo estipulado, o empregador que, sem justa causa, despedir o empregado, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, e por metade, a remuneração a que teria direito até o termo do contrato".
	5
	Sobre alteração contratual é CORRETO afirmar:
	 
	 
	a) São sempre permitidas as alterações contratuais promovidas pelo empregador, ainda que com prejuízo ao empregado.
	b) São sempre permitidas as alterações contratuais promovidas pelo empregado, ainda que com prejuízo ao empregador.
	c) Nunca é permitido promover alterações nas condições do contrato de trabalho, ainda que em benefício do empregado.
	d) São vedadas as alterações nas condições contratuais de trabalho que, direta ou indiretamente, provoquem prejuízos ao empregado, ainda que com aceitação deste.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Prevê o art. 468 da CLT que "nos contratos individuais de trabalho só é lícita a alteração das respectivas condições por mútuo consentimento, e ainda assim desde que não resultem, direta ou indiretamente, prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusulainfringente desta garantia".
	6
	Considerando o que dispõe a legislação pertinente, marque a alternativa correta, em relação aos prazos para pagamento das verbas rescisórias, quando do término de um contrato de trabalho.
	 
	 
	a) Se houve cumprimento do aviso prévio, o prazo para pagamento das verbas rescisórias é de dez dias após o término do mesmo e, se não houve cumprimento, o prazo é de um dia da data da dispensa ou pedido de demissão.
	b) Se houve cumprimento do aviso prévio, o prazo para pagamento das verbas rescisórias é até o primeiro dia útil após o término do mesmo e, se não houve o cumprimento, o prazo é de até dez dias contados da data da notificação da dispensa ou pedido de demissão.
	c) Se houve cumprimento do aviso prévio, o prazo para pagamento das verbas rescisórias é até o quinto dia útil após o término do mesmo e, se não houve o cumprimento, o prazo é até o décimo dia útil contado do dia da notificação da dispensa ou pedido de demissão.
	d) Se houve cumprimento do aviso prévio, o prazo para pagamento das verbas rescisórias é de 48h após o término do mesmo e, se não houve o cumprimento, o prazo é de 48h contadas da data da notificação da dispensa ou pedido de demissão.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. De acordo com o art. 477, §6º, da CLT, "o pagamento das parcelas constantes do instrumento de rescisão ou recibo de quitação deverá ser efetuado nos seguintes prazos: a) até o primeiro dia útil imediato ao término do contrato; ou b) até o décimo dia, contado da data da notificação da demissão, quando da ausência do aviso prévio, indenização do mesmo ou dispensa de seu cumprimento".
	7
	Se por necessidade de serviço o empregador transfere provisoriamente o empregado, conforme disposição expressa da CLT, pode-se afirmar que:
	 
	 
	a) tem o empregado, direito de receber um acréscimo salarial nunca inferior a 25% (vinte e cinco por cento) do salário percebido no local de origem da prestação laboral.
	b) não tem o empregado, direito de receber nenhum acréscimo salarial.
	c) tem o empregado, direito de receber um acréscimo salarial nunca inferior a 50% (cinqüenta por cento) do salário percebido no local de origem da prestação laboral.
	d) tem o empregado, direito de receber um acréscimo salarial nunca inferior a 1/3 (um terço) do valor do salário percebido no local de origem da prestação laboral.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. Estabelece o art. 469, § 3º, da CLT que "em caso de necessidade de serviço o empregador poderá transferir o empregado para localidade diversa da que resultar do contrato, não obstante as restrições do artigo anterior, mas, nesse caso, ficará obrigado a um pagamento suplementar, nunca inferior a 25% (vinte e cinco por cento) dos salários que o empregado percebia naquela localidade, enquanto durar essa situação".
	8
	Em conformidade com a legislação trabalhista em vigor, as despesas resultantes de transferência do empregado:
	 
	 
	a) correm por conta do empregado.
	b) são divididas entre empregado e empregador.
	c) correm por conta do empregador.
	d) respondem por elas o empregado ou o empregador, na forma do contrato.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. Estipula o art. 470, CLT que "as despesas resultantes da transferência correrão por conta do empregador".
	9
	João discute com Pedro, colega de trabalho. Fora do expediente, ambos se esbarram num bar, ocasião em que João saca de uma arma e desfere um tiro em Pedro. Instaurado o competente inquérito policial, vários trabalhadores da empresa são chamados no dia seguinte, a fim de prestarem esclarecimentos sobre a conduta de ambos. Empresa pequena, produção truncada por esses atos desastrosos. Empresa suspende ambos os trabalhadores envolvidos no conflito. O empregador pode demitir os trabalhadores por justa causa?
	 
	 
	a) Sim, ambos podem ser demitidos por justa causa, em razão de improbidade.
	b) Sim, ambos podem ser demitidos por justa causa, desde que haja sentença condenatória com trânsito em julgado, na esfera criminal.
	c) Sim, ambos podem ser demitidos por justa causa, em razão de mau procedimento.
	d) Não, nenhum pode ser demitido, pois os fatos se deram fora das instalações da empresa.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. O mau procedimento focaliza qualquer ato do empregado, que pela sua gravidade, impossibilite a continuação do vínculo, desde que o ato não seja acolhido precisamente pelas demais figuras da rescisão (art. 482, "b", da CLT).
	10
	Das afirmações abaixo, qual está correta?
I- Ao empregado afastado do emprego, são asseguradas, por ocasião de sua volta, todas as vantagens que, em sua ausência, tenham sido atribuídas à categoria a que pertencia na empresa.
II- É licita a transferência quando ocorrer extinção do estabelecimento em que trabalhar o empregado.
	 
	 
	a) Apenas a alternativa I está correta.
	b) Apenas a alternativa II está correta.
	c) Ambas as afirmações estão corretas.
	d) Ambas as afirmações estão incorretas.
	 
	 
	Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. A afirmação I transcreve o previsto no art. 471 da CLT, enquanto a afirmação II está de acordo com o § 2º do art. 469 do mesmo diploma legal, conforme segue: 
Art. 471 - Ao empregado afastado do emprego, são asseguradas, por ocasião de sua volta, todas as vantagens que, em sua ausência, tenham sido atribuídas à categoria a que pertencia na empresa.
Art. 469 - Ao empregador é vedado transferir o empregado, sem a sua anuência, para localidade diversa da que resultar do contrato, não se considerando transferência a que não acarretar necessariamente a mudança do seu domicílio .
§ 2º - É licita a transferência quando ocorrer extinção do estabelecimento em que trabalhar o empregado.
SEGUNDA-FEIRA, 26 DE JANEIRO DE 2009
Cálculo de Rescisão – Dispensa sem Justa Causa com Aviso Indenizado (após publicação do Decreto 6.727/09)
Qual o valor líquido a pagar ao colaborador que for dispensado sem justa causa (dados abaixo) ?
Dados:
Data de Admissão................................................. 02/09/2008
Salário..................................................................... 870,00
Salário Família........................................................ Não
Vale Transporte...................................................... Não
Horas Extras, Comissões, Adicional Noturno..... Não
Outros Adicionais................................................... Não
Aviso Prévio............................................................ Indenizado
Data da Rescisão.................................................. 19/01/2009
R: Os direitos são: saldo de salário, aviso indenizado, 13º proporcional, férias proporcionais acrescidas de 1/3. Vejamos os cálculos:
I) Proventos:
1) Saldo de Salário
Salário : 30 x dias trabalhados (870,00:30 x 19)........... 551,00
2) Aviso Prévio Indenizado
Valor do Salário................................................................. 870,00
3) 13º Salário – projeção de 1/12 ref. Aviso Indenizado
Salário : 12 x 1 (870,00:12 x 1)........................................ 72,50
4) Décimo Terceiro Proporcional (01/01/2009 à 19/01/2009)
Salário:12 X 1 (870,00:12 X 1)........................................ 72,50
5) Férias Proporcionais (02/09/2008 à 17/02/2009)*
Salário:12 X 6 (870,00:12 X 6)........................................ 435,00
6) 1/3 de Férias Proporcionais (02/09/2008 à 17/02/2009)*
Férias-item 5 : 3 (362,50 : 3)............................................ 145,00
II) Descontos
Para os cálculos de INSS devemos considerar como Base de Cálculo o Aviso Prévio Indenizado bem como o 13º referente a projeção de 1/12 conforme mudança trazida pelo Decreto 6.727 de 12/01/2009 que revogou a alínea “f” do inciso V do §9º do art. 292 do Decreto 3.048/99.
Cálculos:
7) INSS
Saldo de Salário (item 1).................................................. 551,00Aviso Prévio Indenizado (item 2)..................................... 870,00
Base de Cálculo................................................................. 1.421,00
Alíquota INSS..................................................................... 9%
INSS a reter....................................................................... 127,89
8) INSS s/ 13º Salário
13º Salário 1/12 (item 4)................................................... 72,50
13º Salário – 1/12 ref. Aviso Indenizado (item 3)........... 72,50
Base de Cálculo................................................................. 145,00
Alíquota INSS..................................................................... 8%
INSS a reter....................................................................... 11,60
Feito os cálculos preliminares, temos a rescisão:
Saldo de Salário (item 1).................................................. 551,00
Aviso Prévio Indenizado (item 2)..................................... 870,00
13º Salário – 1/12 ref. Aviso Indenizado (item 3)........... 72,50
13º Salário 1/12 (item 4)................................................... 72,50
Férias Proporcionais 6/12 (item 5)*................................ 435,00
1/3 sobre Férias Proporcionais (item 6)*....................... 145,00
TOTAL DE PROVENTOS................................................ 2.146,00
INSS (item 7)...................................................................... 127,89
INSS s/ 13º (item 8)........................................................... 11,60
TOTAL DE DESCONTOS................................................ 139,49
LÍQUIDO A PAGAR........................................................... 2.006,51
*O período para contagem dos avos proporcionais de férias se estendeu até 17/02/2009 devido ao fato do aviso prévio de 30 dias ter sido indenizado.
**Oportuno relembrar que não incide IRRF sobre as Férias Indenizadas na rescisão.
Obs.: Além das verbas rescisórias o empregador terá que pagar a multa do FGTS em guia de GRRF devido ao fato do empregado estar sendo dispensado sem justa causa.
Veja um exemplo de cálculo da Multa do FGTS !
Fonte Pesquisada: Inciso XVII do Art. 7º da Constituição Federal, Artigos 146, 147, 457 e 459 da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto-Lei Nº 5.452/43), Artigo 7º do Decreto 57.155/65, Art. 198 e 214 do Regulamento da Previdência Social (DECRETO Nº 3.048/1999), Art. 1º do Decreto 6.727/09 e Art. 72 da IN MPS/SRP 3/2005.
Obs.: Sempre verifique a existência de condições mais benéficas (ao colaborador) em suaConvenção Coletiva.
	
			:: Como fazer uma Rescisão de Contrato ?
   A rescisão contratual poderá ser Dispensa por pedido, dispensa sem justa causa, e ainda a dispensa com justa causa.
   Relacionamos a seguir os itens essenciais por ocasião da homologação da rescisão do contrato de trabalho.
   Saldo de salário - corresponde à remuneração relativa ao número de dias em que o empregado efetivamente trabalhou no mês da rescisão.
   Aviso prévio - corresponde à remuneração total ao trabalhador como indenização, sem direito a esta verba caso o empregado tenha sido dispensado do cumprimento do aviso prévio.
   Décimo Terceiro Salário - é devida no mês de dezembro de cada ano, a todo empregado, gratificação que corresponde a 1/12 avos da remuneração por mês de serviço, do ano correspondente.
   Férias - gratificação de férias que corresponde a, pelo menos, 1/3 a mais do salário normal. Por ocasião da rescisão do contrato, tendo o empregado ultrapassado o período aquisitivo e não gozado férias a que fazia jus, terá direito a ser indenizado pelo valor da remuneração percebida na ocasião.
:: Exemplos de Rescisão de Contrato
Dados do Empregado
Data de admissão: 05/01/2000 
Data de demissão: 03/09/2001 
Salário: R$ 1.500,00 
Dependentes IR: 02
	:: Exemplo 1 - Dispensa por Pedido
	Vantagens
	Férias indenizadas 01
	R$ 1.500,00
	1/3 Constitucional
	R$ 500,00
	Férias prop. indenizadas 08/12 avos
	R$ 1.000,00
	1/3 Constitucional
	R$ 333,33
	Saldo de salário 03 dias
	R$ 150,00
	13º salário 2001 08/12 avos
	R$ 1.000,00
	Total:
	R$ 4.483,33
	Descontos
	INSS
	R$ 11,48
	INSS 13º salário
	R$ 110,00
	IR férias
	R$ 507,17
	Total:
	R$ 628,65
	Líquido Estimado:
	R$ 3.854,68
	Exemplo 2 - Dispensa sem Justa Causa
	Vantagens
	Férias indenizadas 01
	R$ 1.500,00
	1/3 Constitucional
	R$ 500,00
	Férias prop. indenizadas 09/12 avos
	R$ 1.125,00 Obs: mais 01/12 avos com aviso prévio
	1/3 Constitucional
	R$ 375,00
	Saldo de salário 03 dias
	R$ 150,00
	13º salário 2001 08/12 avos
	R$ 1.000,00
	13º salário 2001 01/12 avos - Aviso prévio
	R$ 125,00
	Aviso prévio indenizado
	R$ 1.500 ,00
	Multa FGTS 50%
	R$ 1.200,00, considerando o saldo como R$ 2.400,00
	Total:
	R$ 7.475,00
	Descontos
	INSS
	R$ 11,48
	INSS 13º salário
	R$ 110,00
	IR férias
	R$ 553,17
	Total:
	R$ 674,48
	Líquido Estimado:
	R$ 6.800,52
	Exemplo 3 - Dispensa por Justa Causa
	Vantagens
	Férias indenizadas 01
	R$ 1.500,00
	1/3 Constitucional
	R$ 500,00
	Saldo de salário 03 dias
	R$ 150,00
	Total:
	R$ 2.150,003
	Descontos
	INSS
	R$ 11,48
	IR férias
	R$ 140,50
	Total:
	R$ 151,98
	Líquido:
	R$ 1.998,02

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes