Buscar

FRASES PARA PRATICAR dicicçãso

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

FRASES PARA PRATICAR COM ENCONTROS CONSONANTAIS, DE DIFÍCIL LEITURA, ACONSELHO QUE SE FAÇA A LEITURA DESTAS FRASES, MORDENDO UM LÁPIS.
 
1.    O prestidigitador prestativo e prestatário está prestes a prestar a prestidigitação prodigiosa e prestigiosa .
 
2.    A prataria da padaria está na pradaria prateando prados prateados
 
3.    Branca branqueia as cabras brabas nas barbas das bruacas e bruxas branquejantes.
 
4.    Trovas e trovões trovejam trocando quadros trocados entre os trovadores esquadrinhados nos quatro cantos.
 
5.    As pedras pretas da pedreira de Pedro pedreiras são os pedregulhos com que Pedro apedrejou três pretas prenhas .
 
6.    O grude da gruta gruda a grua da gringa que grita e , gritando , grimpa a grade da grota grandiosa .
 
7.    No quarto do crato eu cato quatro cravos cravados no crânio da caveira do craveiro.
 
8.    O lavrador é livre na palavra e na lavra , mas não pode ler o livro que o livreiro quer vender .
 
9.    Fraga deflagra um drible , franco franqueia o campo , o povo se inflama e enfrenta o preclaro juri , que declara grave o problema .
 
10. Quero que o clero preclaro aclare o caso de clara e declare que tecla se engana no que clama e reclama.
 
11.  A flâmula flexível no florete do flibusteiro flutuava fluorescente na floresta de flandres.
 
12.    Na réplica a plebe pleiteia planos de pluralidade plausíveis na plataforma do diploma plenipotenciário .
 
13.   No tablado oblongo os emblemas das blusas das oblatas estavam obliterados pela neblina oblíqua.
 
14. A hidra, a dríade e o dragão ladrões do dromedário do druida foram apedrejados .
 
15.   O lavrador lavrense estudou as livrilhas e as lavrascas no livro do livreiro de lavras .
 
16.   O pingüim banhou-se na água do aquário .
 
17 .   O gato cruel cravou as garras no cangote do camundongo que comia crosta de cará na cumbuca quebrada. O cão que cochilava acordou com o conflito e correu com o gato .
 
18.   Esse quadro representa a esquadra da Guanabara.
 
	Exercícios de dicção
	Actualizado a 2008/11/13
(2 baterias de exercícios)
	 
	
1. Cada texto deve ser lido calmamente. Primeiro é preciso dizer correctamente aquilo que se lê. Num segundo momento, depois de já se ler o texto com alguma segurança, deve-se tentar dar a entoação e o ritmo que parecerem mais adequados para cada texto.
B
Á boca de um beco
na bica do Belo
Um bravo cadelo
berrava: bau, bau.
Um bêbado, um botas
de bolsa e rabicho,
embirrava com o bicho,
bateu-lhe com um pau.
Foi grande a balbúrdia,
a turba se ria,
o bruto bramia,
e o broma a bater.
Com o pau sobre o pobre,
e bumba e mais bumba,
parece um zambumba.
Bendito beber.
C
Na toca de uma coruja
numa casa escangalhada
corria de canto a canto
certa cobrinha cintada.
Encontra um pinto calçudo
que por ali andava à caça
das moscas e sevandijas
e que ao ver a cobra embaça.
"Comadre", diz o coitado
lá no seu queriquiqui,
"vem caçar? Eu já cacei.
Entre que eu saio daqui".
Torna a cabeça escancarando
a boca: "caçaste? E eu não.
Mas ambos temos faxina,
compadre do coração..."
D
Um doido destes de pedras,
por nome Andrónico André,
Casado com dona Aldonça,
Que em vez de dois, tinha um pé.
Dia de corpo de Deus,
disse à esposa: "Aldonça, andai
adornai com as gualdrapas,
que herdei de Adão meu padrasto".
"Dai-me a capa de bedel,
o casaco de mandil,
o meu chapéu de dedal,
e a bengala d´aguazil."
"Gravata dura (que é duplex),
meu relógio de cadeia.
O meio-dia oiço dar!
Põe-me já depressa a ceia."
"Venha o pudim de bedum,
que a dona Dulce nos deu,
e o presunto quadrilongo,
do quadrúpede sandeu."
E assim ceado a asseado.
O tal Andrónico André,
saracoteando os quadris,
F
Florência, Francisca, Eufrásia,
todas de fraldas de folhos,
foram fazer uma festa
de filhós, bifes, repolhos.
Três tafuis, três franchinotes,
deitaram-lhes fel nos molhos,
por tal feito que as três,
fartas de fome e de zanga,
só comeram dessa vez,
fígados fritos de franga.
G
Eugénio Gomes da Gama
e Gil Gonçalves Bugio
brigaram num desafio
pela grulha de uma dama.
Grande desgraça e muito digna
de lágrimas bem gerais!
Seus golpes foram mortais,
e aquela magana indigna
mangou nos seus funerais.
J
Um janízaro em jejum
viu num jardim um jarreta,
que estava a jantar peru,
gergelim e ginja preta.
De júbilo encheu-se todo,
e pregou-lhe uma peta
que tirou o pé do lodo
e gamou tudo ao jarreta.
L
Pondo loja de capela,
Pantaleão do Cardeal,
alardeia o que tem nela,
pregando-lhe um edital:
"linhas, lonas, alfinetes,
lamparinas, chalés, luvas,
lenços, lâmpadas, colchetes,
leques, luto de viúvas.
Lustres, lacre, lã, palitos,
ferrolhos, lápis, lanternas,
papel, galões, passarinhos,
ligas de enlaçar as pernas!"
Com esta longa parlanda,
o feliz Pantaleão
já tem pilhado um milhão
e vai comprar a outra banda.
M
Amaro Simão de Sousa
tem mendiga muito fatal:
semeando qualquer coisa,
jamais lhe nasce outra igual.
Suponhamos que semeia 
mostarda ou manjericão:
vem-lhe malvas, vem-lhe aveia,
ou melancia ou melão.
Malmequeres dão-lhe amoras,
amoras dão-lhe marmelos:
marmelos criam-lhe esporas,
e estas moncos amarelos.
Teima e afirma muita gente
de moleirinha machucha
que esta mendiga indecente
foi manobra de uma bruxa.
P
Pedro Paulo Pinto Pereira,
pobre pintor português,
pinta portas paredes e painéis,
por preços populares,
para poder partir para Paris,
pois pode praticar Ping-Pong,
que é desporto parco,
mas de prática particularmente preversa.
Comprei um pinto em prata
(que não há preço mais módico)
uma pipa uma pata,
um pote, um pente, um periódico.
Depois pus tudo isto à venda,
que parvo negócio fiz!
um rapaz moço de tenda
prometeu-me uma de xis.
Qu
Quem há que queira comprar
em Queluz um bom quintal?
No Verão é muito quente;
no Inverno tal e qual.
Tem quinze árvores de quina,
quarenta cardos de coalho,
quatro flores de quaresma
que não requerem trabalho.
Dá três alqueire e Quarta
de quássia e doze de milho,
e do líquido que esquenta:
seis quartolas e um quarlilho.
Qualquer pessoa querendo ver
este prédio esquisito
pode falar com o quinteiro
Quirino Joaquim Cabrito.
Que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há aqui.
O quê, há eco aqui?!
Há eco, há.
R
Comprei na feira do Rato,
no largo das amoreiras,
arroz de peru num prato
arranjado pelas freiras.
Sabia a chouriço moiro;
era comer e gritar!
Carne, rins, recheio coiro,
roí sem resto deixar.
Porém, fiquei muito doente,
tanto que o doutor Cabral
me receitou para o ventre
raspas de unicórnio e tal.
Um rato roendo roía
o rabo do rodovalho
e a Rosa Rita Ramalho
de o ver roer se ria.
O rato roeu a rolha da real garrafa
do rei da Rússia.
O Borges relojoeiro ruminara
roendo raspas de raiz de romãzeira.
O tambor rufará rápido:
três rufos e seis batidas,
para o remador desamarrar rente o remo
e remar contra a corrente.
O doutor receitou remédios drásticos:
três colheres de óleo de rícino
e raspas de rosa rara.
O livro raro traz trais trechos
que rapidamente se o rasga.
S
Nasce-se, cresce-se, desce-se...
os senhores as senhoras...
os senadores as senadoras...
Se os seis sábios são susceptíveis,
seguramente sereis satisfeito.
Céus! se Cecília sabe,
seus sentimentos serão sempre sinceros.
Os assassinos sobre seus seios
sugavam sangue sem cessar.
Susana! Se saíres sai só.
Sou o sempre seu
Serafim Sá de Sousa.
S (z)
Um rapaz tendo uma Zebra
metida num casarão,
desancou-lhe um dia a febra
que a pôs magra como um cão.
A azêmola era cinzenta,
e, depois daquela tosa,
ficou da cor da pimenta
e a atirar para fanhosa.
T
Triste trolha atrapalhado
de taipar tanta trapeira,
consertar tanto telhado,
estragar tanta goteira.
Na festa de Santo Entrudo
entra trôpego e zoupeiro,
de tamancos, tosco e rude,
no interior do seu palheiro.
Sentou-se num tamborete,
sem dizer nem chus nem bus
e pôs-se a entrudar sozinho
com tripas de atum de truz.
Eis trinta cães famintos
(outros dizem trinta e seis)
entram de tropel ladrando.
Que estrago!... Agora o vereis.
Trastes, trancas, tocos, troncos,
estoiram...tudo é tropel.
Bater, latir, tombos, roncos
terminameste aranzel.
V
Vinde ouvir caros ouvintes.
Vale a pena!
Era uma vez Vitorino Vaz Ventura
dos Arcos de Valdevez.
Vai ele um dia e vestiu-se
com a véstia verde-gris,
luva nova cor de couve
e verónica de Aviz.
Adivinhais o motivo
porque assim se ataviou?
É porque ia a Vila Verde
à voda do pai-avô.
- Como vens viçoso e grave!
Diz o pai-avô.
- Trago-vos trovas em verso,
lhe volve o vivo camelo.
E tais trovas e tais versos
dum livro lhe vomitou
que virou de uma vez o bucho
ao ciso do pai-avô.
X
Excelente chá da China
em caixotes de charão
trouxe a charrua xarroco,
que é xaveco de feição.
Além deste chá de luxo,
mil coisas muito curiosas 
trouxe da China. Por exemplo
Chambres roxos, seda fina.
Chibatas e chifarotes,
lenços para chischisbéus,
Chorinas de franchinotes,
frascos de óleo de xaréus.
Xargões, enxergas, enchovas,
enxofre, enxós, chocolate,
enxúdias, enxertos, lixas,
lagartixas e um orate.
Xavier consignatário,
chineiro gordo e convexo,
vendo tanta esquisitice
dizem que ficou perplexo.
	
2. Cada frase deve ser lida calmamente. Primeiro é preciso dizer correctamente aquilo que se lê. Num segundo momento, depois de já se ler o texto com alguma segurança, deve-se tentar dar a entoação e o ritmo que parecerem mais adequados para cada frase.
NÍVEL FÁCIL
1. Xuxa! A Sasha fez xixi no chão da sala.
2. O rato roeu a roupa do Rei de roma a rainha com raiva resolveu remendar.
3. Três pratos de trigo para três tigres tristes.
4. O original nunca se desoriginou e nem nunca se desoriginalizará.
5. Qual é o doce que é mais doce que o doce de batata doce? Respondi que o
doce que é mais doce que o doce de batata doce é o doce que é feito com o
doce do doce de batata doce.
NÍVEL MÉDIO
1. Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não
sabemos, ambos saberemos se somos sábios, sabidos ou simplesmente saberemos
se somos sabedores.
2. O tempo perguntou ao tempo qual é o tempo que o tempo tem. O tempo
respondeu ao tempo que não tem tempo para dizer ao tempo que o tempo do
tempo é o tempo que o tempo tem.
3. Em baixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto
pia!
4. A sábia não sabia que o sábio sabia que o sabiá sabia que o sábio não
sabia que o sabiá não sabia que a sábia não sabia que o sabiá sabia
assobiar.
NÍVEL DIFÍCIL
1. Num ninho de mafagafos, cinco mafagafinhos há! Quem os desmafagafizá-los,
um bom desmafagafizador será.
2. O desinquivincavacador das caravelarias desinquivincavacaria as cavidades
que deveriam ser desinquivincavacadas.
3. Perlustrando patética petição produzida pela postulante, prevemos
possibilidade para pervencê-la porquanto perecem pressupostos primários
permissíveis para propugnar pelo presente pleito pois prejulgamos pugna
pretárita perfeitíssima.
4. Não confunda ornitorrinco com otorrinolaringologista, ornitorrinco com
ornitologista, ornitologista com otorrinolaringologista, porque
ornitorrinco, é ornitorrinco, ornitologista, é ornitologista, e
otorrinolaringologista é otorrinolaringologista.
5. Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos. Seis
paralelogramos tem um paralelepípedo. Mil paralelepípedos tem uma
paralelepipedovia. Uma paralelepipedovia tem mil paralelogramos. Então uma
paralelepipedovia é uma paralelogramolândia?
NÍVEL (QUASE) IMPOSSÍVEL
Verbo Tagarelar no Futuro do Pretérito
Eu tagarelaria
Tu tagarelarias
Ele tagarelaria
Nós tagarelariamos
Vós tagarelarieis
Eles tagarelariam
Vamos, então, aos exercícios?
1.      A aglomeração na gleba glacial glosava a inglesa glamurosa que glisava com o gladiador glutão.
2.      A aranha arranha a rata, a rata arranha a aranha.
3.      A entrada triunfal da tropa de trezentos truculentos troianos em trajes tricolores com seus trabucos, trombones e triângulos, transformou o tráfego intranqüilo.
4.      A flâmula flexível na floresta do flibusteiro, flutuava fluorescente na floresta de Flandres.
5.      A frota de frágeis fragatas foi fretada por frustados franco-atiradores enfreados de frio, naufragou na refrega com frementes frecheiros africanos.
6.      A gata amarrada arranha a aranha.
7.      A hidra, a dríade e o dragão, ladrões do dromedário do Druida foram apedrejadas.
8.      A laca aplacadora aplaca a dor da placa que a laca aplacou.
9.      A pratearia da padaria está na pradaria prateando prados prateados.
10.  A raivosa e irritante romana residia na rua das Rosas Rubras,  rente a residência do ruivo risonho rei Renato.
11.  A raivosa e irritante romana residia na rua das Rosas Rubras, rente à residência do ruivo rei Renato irmão de Rodrigo.
12.  Aglae lava a gleba do globo que havia levado à galáxia do glabro e galante gigante.
13.  As bruzundungas do bricabraque do Brandão abrangem broquéis de bronze brunido, brocado bruxuleastes, brochuras, breviários, abraxas, brasonados, abrigos e brinquedos.
14.  As pedras pretas da pedreira de Pedro Pedreiras são os pedregulhos com que Pedro apedrejou três pretas prenhas.
15.  Bondade beldade belzequeana beneficiava belgas.
16.  Branca branqueia as cabras brabas nas barbas  das bruacas e bruxas branquejantes.
17.  Brito britou de brilhantes, brincando de britador.
18.  Comprei poucas capas pretas práticas perto da praça Petrópolis.
19.  Comprei uma arara em Araraquara.
20.  Dificílimo dividir mililitros de mirifico jiripiti.
21.  É rara a barra de prata com pêras,  cerejas e laranjas em jarras.
22.  É rara a barra de prata com pêras, cerejas e laranjas em jarras ou jazigos.
23.  Flamengo inflama Fluminense influi, quem a flama inflama flui e reflui.
24.  Fraga deflagra um drible, franco franqueia o campo o povo se inflama e enfrenta o preclaro júri que declara grave o problema.
25.  Franqueia-se o frango frito frio frigorificado à francesa no frigorifico do frade.
26.  Lava e leva a lata tal para lá.
27.  Na fornalha flamejante fulge o fogo com furor.
28.  Na réplica, a plebe pleiteia planos de pluralidade plausíveis na plataforma do diplomata plenipotenciário.
29.  Não nada ninguém no Nilo.
30.  No jardim japonês gentis jaçanãs, jandeiras, jaspeadas, jaburu, janetas e juritis gemendo .
31.  No laranjal abelhas laboriosas em tumulto coletam o pólen para o inigualável mel de suas colmeias.
32.  No quarto do Crato eu cato quatro cravos cravados no crânio da caveira do craveiro.
33.  No tablado oblongo os emblemas das blusas das oblatas estavam obliterados pela neblina oblíqua.
34.  Num prato de trigo comiam três tristes tigres.
35.  O acróstico, cravado na cruz de crisálidas da criança acreana criada na creche é o credo cristão.
36.  O blusão blasona para a blusa e a luva com blandícia aplaude a blasonada.
37.  O capenga cangaceiro capengava na capoeira do cangaço.
38.  O clamor dos clarins dos ciclistas do clube eclético eclodiu no claustro.
39.  O cricri do grilo clamou para o frade, as freiras e o padre que queimou o braço.
40.  O cricri do grilo clamou para o frade Afrânio, as freiras e o padre que quebrou o braço.
41.  O cricrilar do grilo é devido ao atrito de seus élitros.
42.  O dente de dentro dói e dá doença.
43.  O doce de batata-doce perguntou ao doce: "Qual o doce mais doce?" O doce respondeu para o doce, que o doce mais doce é o doce de batata-doce.
44.  O dromedário destruiu as drogas de drogaria Andrômeda, porque foi drogado com a droga quadrada.
45.  O fole frenético faz fumaça e fagulhas fulgurantes que ofuscam.
46.  O genovês, jovem gigante, gira e geme no ginásio, na ginástica.
47.  O globo glacial conglomerava no Congo.
48.  O grude da gruta gruda agrua da gringa que grita gritando, grimpa a grade da grota grandiosa.
49.  O grumete desgrenhado gritava na gruta de griso, gracejando com grupo grotesco de grileiros.
50.  O lavrador é livre na palavra e na lavra, mas não pode ler o livro que o livreiro quer vender.
51.  O lavrador lavrense estudou os livrinhos e as lavrascas no livro do livreiro de Lavras.
52.  O liqüidificador quadridentado liquidifica qualquer coisa liquidificável,e quebra os liquidificáveis.
53.  O livro raro trás histórias de trechos ilustrados.
54.  O livro raro trás histórias de trechos ilustrados de ilustres historiadores.
55.  O mameluco melancólico meditava e a megera megalocéfala, macabra e maquiavélica, mastigava mostarda na maloca miasmática.
56.  O peito de Pedro é preto, é preto o peito de Pedro.
57.  O prato de prata premiado é precioso e sem preço, foi presenteado preceptor da princesa primogênita, probo primas, procurador da Prússia.
58.  O prestigiador prestativo e prestatário está prestes a prestar prestidigitação prodigiosa e prestigiosa.
59.  O promotor comprou o horóscopo do Outorgado.
60.  O rato guerreiro da guerra tocou guitarra em Araraquara.
61.  O rato guerreiro da guerrilha trocou de guitarra no concerto em Araraquara.
62.  O rato roeu a rede rubi da roseira da rua das rosas rubras.
63.  O rato roeu a roupa da rainha Rita e do rei Rui.
64.  O rato, ratazanas e o ratinho, roeram as ricas roupas e rasgaram rútilas rendas da rainha Ursula  de Roterdã.
65.  O rei de Roma ruma rápido a Madri.
66.  O Rei de Roma ruma rápido à Roraima para participar da romaria dos romanos.
67.  O remador amarrou rente o remo.
68.  O Rei Renato grande remador amarrou rente ao remo o ramo de arruda.
69.  O tambor rufará rápido.
70.  O tambor rufará nos primeiros raios da aurora.
71.  O tempo perguntou para o tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu para o tempo: "Tem tanto tempo quanto o tempo tem".
72.  O urubu ficou jururu na parede de fora.
73.  O urubu ficou jururu no frio de Caruaru.
74.  Os quebros e requebros do samba quebram os quebrantos dos falsos santos.
75.  Paralelepípedos pretos pontilham pelas portadas.
76.  Pedro o pardo poderoso tropeçou em Caio e quase caiu.
77.  Pedro Paulo Pacífico da Paixão, pacato e pachorrento procurador do meu pranteado pai, depois de provar uma pinga, tomou um pileque e promoveu uma pagodeira com a população do Porto.
78.  Pedro Prado Poderoso tropeçou no caibro  esfolando-se no saibro.
79.  Plana o planador em pleno céu e, planando por cima do platô, contempla as plantas plantadas na plataforma do plantador.
80.  Por que pairas pardal pardo, pairo e pairarei. Porque sou um pardal pardo pairador do rei.
81.  Quero que o clero preclaro esclareça o caso e declare que Tecla se engana no que clama e reclama.
82.  Se 66 serras serram 66 cerejeiras, 666 serras serrarão 666 cerejeiras.
83.  Se você pensa que pensado em mim, eu sinto o seu pensar, saiba que seu pensamento passa por mim sem cessar.
84.  Seu paulista da conquista insista na pista porque não há quem resista, visto que está  na pista atrás da lista das artistas malabaristas existencialistas.
85.  Tito trocou o troco todo, tentando tudo tirar.
86.  Toco preto, porco crespo.
87.  Três pratos de trigo para três tristes tigres.
88.  Trovas e trovões trovejam trocando quadros trocados entre os trovadores em esquadrinhados nos quatro cantos.
89.  Um atleta atravessa o Atlântico em busca da Atlântida que viu num atlas.
90.  Um papo de pata dentro de um prato de prata.
91.  Um pinto dentro da pia, pia quando a pipa pinga. Se a pipa pinga o pinto pia se pia o pinto a pipa pinga e o pinto dentro da pia, piando a entupia. 
92.  Um rato roendo roía o rabo do rei Rodovaldo e a Rosa Rita Ramalho de o ver roer se ria.
93.  Um tigre, dois tigres, três tigres.
VOCALIZE DO DIA:
DÓ   RÉ   MI   FA   SOL   LÁ   SI   DÓ
DÓ   SI   LA   SOL   FA   MI   RÉ   DÓ

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Perguntas Recentes