Buscar

Virus (4)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 40 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 40 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 40 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Vírus: 
 
 
Estrutura,Características 
gerais, Morfologia 
multiplicação e 
classificação 
 
Profª Dayane Otero Rodrigues 
 
•São elementos genéticos não celulares (acelulares) 
cujos genomas são constituídos de DNA ou RNA, 
•Podem se replicar independentemente do cromossomo 
de uma célula, mas não independentemente das 
próprias células (utilizam a maquinaria metabólica 
codificada pelos cromossomos da célula hospedeira) 
•Como plasmídeos , podem conferir importante 
importantes propriedades novas às células 
hospedeiras ≠ plasmídeos apresentam forma 
extracelular 
Definição 
- Usam sistemas de produção de energia 
e biossíntese do hospedeiro para 
sintetizar cópias e transferir seu genoma 
para outras células 
- São formas de vidas, replicação 
somente no interior de células vivas – 
necessita, portanto, de uma célula 
hospedeira 
- Podem ser extracelulares (partícula viral – vírion, 
metabolicamente inertes) 
 - corresponde à uma partícula diminuta, contendo 
ácido nucléico, envolto por proteínas e 
ocasionalmente, dependendo do tipo do vírus, 
outros componentes macromoleculares, origina-se 
da célula em que foi produzido para outras células 
onde o genoma viral será introduzido 
- Intracelulares (replicação viral, infecção) 
Propriedades gerais dos vírus 
- Os genomas virais são de tamanho 
bastante limitado, codificando 
principalmente as funções que não podem 
ser realizadas pelas células hospedeiras 
- Os vírus redirecionam a maquinaria 
preexistente e as funções metabólicas da 
célula hospedeira no sentido de favorecer a 
replicação viral e a montagem de novos 
vírions 
Genomas virais 
- Todas as células apresentam DNA de fita dupla, 
como seu material genético 
O DNA (do inglês DesoxirribuNucleic Acid) é como 
uma escada retorcida ou uma dupla hélice e é 
composta por inúmero genes, os quais tem a função 
de determinar as características de cada um de nós. 
 
 
NUCLEOTÍDEO 
Os códons estão mostrados no RNA mensageiro (transcrição), que são 
complementares aos códons do DNA correspondentes. 
CÓDIGO GENÉTICO 
CÓDON – é a 
unidade de 
informação 
genética, 3 bases 
nitrogenadas 
formam um 
códon e um 
códon codifica 
um aminoácido, 
vários 
aminoácidos 
formam a 
proteína 
transcrição 
traduçã
o 
O vírus podem apresentar DNA ou 
RNA folha simples ou dupla) 
- Alguns apresentam DNA e RNA , 
em diferentes estágios de seus 
ciclos reprodutivos 
Entretanto, toda informação genética flui do 
ácido nucléico para a proteína 
Tamanho médio: 20-300 nm (10-100 vezes 
menores que as bactérias) 
 
1 nm = 10-3 μm (0,001 μm) 
 
1 μm = 10-3 mm (0,001 mm) 
portanto, 1 nm = 10-6 mm 
 (0,000001 mm) 
 
 
 20 nm = 0,00002 mm 
 300 nm = 0,0003 mm 
Morfologia básica 
Limite de resolução humana é 
100µm 
ou 0,2 mm 
ou 0,0002 mm 
ou 0,00006 mm 
0,00002 mm 
0,00009 mm 
0,0002 mm 
0,0015 mm 
(vírus da varíola) 
Os genomas virais são também menores que 
o genoma da maioria das bactérias 
-Maioria do genoma bacteriano (1000 e 5000 
pares de quilobases, 580 pares de base, o 
menor genoma bacteriano conhecido) 
-Maior genoma viral conhecido tem 670 pares 
de quilobases 
 componentes 
 * parte central de ácido 
nucléico (RNA ou DNA) 
 * capa protéica: 
capsídeo (unidades: 
capsômeros) 
Morfologia básica 
capsídeo 
capsômeros 
ácido 
nucléico 
O processo geral de montagem 
é denominado automontagem – 
a informação para a adequada 
associação das subunidades 
estruturais está contida na 
estrutura das próprias proteínas, 
auxiliam chaperonas 
moleculares, proteínas que 
auxiliam no dobramento e 
montagem Nucleo capsídeo 
 simetria 
 - simetria helicoidal (cilíndrica): TMV, 
sarampo, gripe 
Morfologia básica 
Vírus do mosaico do tabaco 
Vírus do mosaico do tabaco 
 simetria 
 - simetria icosaédrica (esférica) 
Morfologia básica 
20 faces 
Ex. HPV - 
papilomavírus 
Diversidade viral: forma e genoma (RNAe DNA) 
Vírus envelopados: nucleocapsídeo envolvido 
por uma membrana de lipoproteínas 
- São mais comuns vírus envelopados em 
animais ex. influenzavírus, mas são conhecidos 
também envelopados de plantas e bactérias 
Morfologia básica 
Vírus envelopados 
ácido nucléico viral + capsídeo = nucleocapsídeo 
ácido nucléico viral 
 DNA ou RNA 
 DNA e RNA (nunca simultaneamente) 
 
o genoma pode ser: 
 linear: vírus de animais com RNA 
 circular: vírus da herpes 
 
 fita simples - fsDNA ou fsRNA 
 
 fita dupla - fdDNA ou fdRNA 
 
Ambos (DNA e RNA), 
em diferentes estágios 
de seu ciclo 
reprodutivo 
Parvoviroses de animais 
Papilomavirus – sexual, cancro colo de útero 
Gastroenterites 
Conjuntivites 
Hepatites 
Pneumonia 
Doenças de 
vertebrados 
(peixes) e 
invertebrados 
(insetos) 
Hepatite B 
Doenças de 
vertebrados e 
invertebrados 
Vírus do herpes, 
encefalite, 
 etc. 
Esquema de 
vacinação 
1mês e meio, 2 
meses e 3 
meses 
Resfriado em humanos 
Doenças do sistema 
respiratório e 
gastroentestinal 
Rubéola 
Raiva 
Vírus da influenza 
Resfriado, pneumonia, 
gastroenterite 
Febre, cefaléia, 
mialgias, artralgias, 
anorexia, tonturas, 
calafrios , febre 
hemorrágica 
Roedores, picada 
innseto, Amazônia 
Bronquite, pneumonia, 
sarampo 
Febre hemorrágica 
HIV 
Hospedeiros virais 
Parasitando animais, plantas, microrganismos 
 
 animais = doenças animais 
 plantas = doenças de plantas (nanismos) 
 microrganismos = bacteriófagos, p. ex.T4, 
lambda 
Bacteriófago- vírus 
mais complexos 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
Depende do ciclo que assumem: 
1. Lítico 
2. Lisogênico 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
 Ciclo lítico (fagos virulentos – Ex.T4) 
 ligação ou adsorção: 
 a partícula viral (nua ou envelopada) possui, 
externamente, uma ou mais proteínas que interagem 
com os componentes da superfície celular-os 
receptores 
ligação a receptores específicos/podem haver 
mutações nos receptores 
podem existir mais de um receptor para o mesmo 
vírus 
-Ex. de receptores: bacteriófago T1, o receptor é uma 
proteína captadora de ferro, o receptor do lambda 
está envolvido na captação da maltose, nos vírus de 
animais pode incluir macromoléculas do sistema 
imunológico (HIV – CD4 –restrito aos linf. T), ou ser 
carboidratos de vários tipos celulares (V. Influenza) 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
 Ciclo lítico (fagos virulentos – Ex.T4) 
 penetração: 
entrada do genoma viral na célula 
Alguns vírus necessitam de certas 
proteínas para sua replicação, 
entrada com o capsídeo (desnudamento 
se dá no citoplasma bacteriano) 
entrada nu 
 
 
Ligação do bacteriófago T4 (cabeça isocaédrica e cauda 
helicoidal) à parede celular de E.coli e injeção de DNA 
Interação das 
longas fibras da 
cauda, que se 
retraem, é liberada 
lisozima, 
Animais multicelulares podem, 
frequentemente, lidar com os vírus 
invasores, eliminando-os por intermédio de 
uma variedade de mecanismos de defesa 
imunológicos, antes que a infecção se 
dissemine 
 
-Células procarióticas não 
-Entretanto, pode ocorrer destruição do 
genoma viral pelas enzimas ditas de 
restrição, com modificação específica do 
seu próprio DNA para proteção 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
Ciclo lítico (fagos virulentos) 
 síntese dos componentes virais 
eventos iniciais: 
enzimas: produção e ação de 
polimerases 
síntese do mRNA 
-eventos tardios: 
-proteínas estruturais (capsômeros) 
-ácido nucléico viral 
Vírus de RNA de fita + = vírus que contenha genoma 
de RNA de fs com a mesma 
orientação de seu mRNA 
 
 
 
Vírus de RNA de fita - = vírus que contenha genoma 
de RNA de fs que seja 
complementar ao seu mRNA 
Classificação e síntese de mRNA após a infecção celular por diferentes 
tipos de vírus 
Exemplos 
Classe 
Descricção do genoma e 
estratégia de replicação 
Vírus bacterianos Vírus de animais 
I DNA fd Lambda, T4 
Herpesvirus, 
poxvirus 
II DNA fs ɸΧ174 Vírus de anemia 
de aves 
III RNA fd ɸ6 Reovírus 
IV RNA fs (sentido +) MS2 Poliomielite 
V RNA fs (sentido -) Influenza, raiva 
VI 
RNA fs (replicaçãointerm. 
DNA) 
Retrovírus (AIDS, 
cânceres) 
VII 
DNA fd (replicação interm. 
RNA) 
Hepatite B 
Classificação e síntese de mRNA após a infecção celular por diferentes 
tipos de vírus 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
 Ciclo lítico (fagos virulentos) 
 montagem 
síntese das enzimas de montagem 
agregação das proteínas estruturais 
condensação do genoma viral 
REPLICAÇÃO DOS VÍRUS 
Ciclo lítico (fagos virulentos) 
liberação de novos vírus 
 síntese de endolisinas 
lise da célula hospedeira 
 liberação rápida 
 liberação lenta 
 25 min. após a infecção são liberados 
50-100 novos vírus 
Ligação/adsorção 
Penetração 
Síntese de ácidos nucleicos 
Montagem dos capsídeos 
Liberação 
Ciclo lisogênico (bambda- fago temperado) 
 
 a) ligação ou adsorção 
 
 b) penetração do genoma 
 
 c) síntese de proteínas funcionais 
(inserção) 
 
 d) integração do genoma viral ao 
genoma da célula 
Sem montagem nem liberação 
do novo vírus 
Replicação dos vírus 
Replicação dos vírus: comparação 
entre os ciclos lítico e lisogênico 
(vírus temperados) 
(Madigan et al., 2010) 
Vírus da herpes 
Nesse caso há transcrição 
mas não replicação do 
vírus Rx, ultra violeta

Outros materiais