Buscar

Geografia I -78

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

456 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
CURSO ANUAL DE GEOGRAFIA – (Prof. Italo Trigueiro) 
em serviços diversos, o que viabiliza a formação, em galpões e 
indústrias desativadas, de diversas fabriquetas e confecções, 
muitas vezes ilegais, onde trabalhadores de muitas origens 
trabalham precariamente, produzindo peças para redes de lojas e 
grandes magazines. Outra característica é que tais confecções 
produzem nas proximidades do seu mercado consumidor mais 
expressivo, que são as populações dos grandes centros 
metropolitanos, reduzindo-se os custos de transporte e distribuição. 
 
b) A legislação trabalhista brasileira tem, na sua base legal, duas 
condições na diferenciação de gênero: a licença maternidade e a 
aposentadoria anterior à do homem, por tempo de serviço. Tal 
legislação não reconhece ainda a dupla jornada de trabalho 
feminino, sendo que as ainda precárias conquistas sociais no país 
(creches obrigatórias para os filhos de mães trabalhadoras, apoio 
do poder público nos serviços domésticos e da casa...) não dão o 
apoio necessário para que se combata a desigualdade de acesso à 
renda para a mulher na estrutura formal do trabalho brasileiro, 
sendo das mulheres a maior parte dos empregos informais e 
formais de menor remuneração, no Brasil de hoje. 
 
Questão 13 
Observe a charge e responda ao que se pede: 
 
O processo ironizado na charge, em que cada participante da 
reunião acrescenta um item à imagem do operário, refere-se 
a) à tomada de decisões no âmbito coletivo, que integra os 
operários no planejamento fabril e valoriza o trabalho. 
b) à alienação do trabalho, que fragmenta as etapas produtivas e 
controla os movimentos dos trabalhadores. 
c) ao aumento das exigências contratuais, que elevam o 
desemprego estrutural e alimentam as instituições de qualificação 
profissional. 
d) à substituição do trabalhador na linha de montagem, que 
mecaniza as fábricas e evita a especialização produtiva. 
e) ao desenvolvimento de novas técnicas, que complexificam a 
produção e selecionam os profissionais com domínio global sobre 
o produto. 
RESPOSTA: B 
A charge destaca o processo de alienação do trabalho, que 
objetiva fragmentar as etapas produtivas. Assim, cada trabalhador 
executa uma específica função a fim de reduzir os custos e 
aumentar o lucro da empresa. 
 
Questão 14 
Nem todos os homens se renderam diante das forças irresistíveis 
do novo mundo fabril, e a experiência do movimento dos 
quebradores de máquina demonstra uma inequívoca capacidade 
dos trabalhadores para desencadear uma luta aberta contra o 
sistema de fábrica. De um lado, esse movimento de resistência 
visava investir contra as novas relações hierárquicas e autoritárias 
introduzidas no interior do processo de trabalho fabril, e nessa 
medida a destruição das máquinas funcionava como mecanismo 
de pressão contra a nova direção organizativa das empresas; de 
outro lado, inúmeras atividades de destruição carregaram 
implicitamente uma profunda hostilidade contra as novas máquinas 
e contra o marco organizador da produção que essa tecnologia 
impunha. 
(Edgar de Decca. O nascimento das fábricas, 1982. Adaptado.) 
 
De acordo com o texto, os movimentos dos quebradores de 
máquinas, na Inglaterra do final do século XVIII e início do XIX, 
a) expunham a rápida e eficaz ação dos sindicatos, capazes de 
coordenar ações destrutivas em fábricas de diversas partes do 
país. 
b) representavam uma reação diante da ordem e da 
disciplinarização do trabalho, facilitadas pelo emprego de máquinas 
na produção fabril. 
c) indicavam o aprimoramento das condições de trabalho nas 
fábricas, que contavam com aparato de segurança interna contra 
atos de vandalismo. 
d) revelavam a ingenuidade de alguns trabalhadores, que não 
percebiam que as máquinas auxiliavam e facilitavam seu trabalho. 
e) simbolizavam a rebeldia da maioria dos trabalhadores, 
envolvidos com partidos e agrupamentos políticos de inspiração 
marxista. 
 
RESPOSTA: B 
 
TEMA: URBANIZAÇÃO E REDES URBANAS 
COMPETÊNCIA DE ÁREA 4 – ENTENDER AS 
TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E TECNOLÓGICAS E 
SEU IMPACTO NOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO, NO 
DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO E NA VIDA SOCIAL. 
H19 – RECONHECER AS TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E 
TECNOLÓGICAS QUE DETERMINAM AS VÁRIAS FORMAS DE 
USO E APROPRIAÇÃO DOS ESPAÇOS RURAL E URBANO. 
 
Questão 15 
Alguns estudos recentes mostram que, de fato, há uma mudança 
ocorrendo na equação das migrações internas e na conformação 
das redes urbanas, com um novo papel de protagonismo regional 
dessas cidades médias, cuja população e PIB crescem mais do 
que as grandes cidades brasileiras. 
(João S. W. Ferreira e Luciana Ferrara. “A formulação de uma nova matriz urbana 
no Brasil”. In: Tarcisio Nunes et al. (orgs.). Habitação social e sustentabilidade 
urbana, 2015. Adaptado.) 
 
Assinale a alternativa que indica corretamente o fenômeno urbano 
caracterizado no excerto. 
Lista de Exercício de Revisão 
 
 
 
 
 
457 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
 
a) Verticalização. 
b) Segregação socioespacial. 
c) Gentrificação. 
d) Favelização. 
e) Desmetropolização. 
 
RESPOSTA: E 
Com o crescimento urbano das cidades médias, as cidades 
metrópoles acabaram perdendo sua relevância no PIB, sendo o 
que se chama de desmetropolização. 
O processo de verticalização é o que se chama de edificação, ou 
seja, o crescimento de prédios. A segregação socioespacial é 
relacionado a criação de condomínios fechados. A gentrificação é o 
processo de mudança imobiliária nos perfis residenciais e culturais 
 
Questão 16 
Dentro da atual produção do espaço urbano, o Estado no Brasil 
constitui 
a) um agente regulador incumbido de condenar a especulação 
urbana praticada por empresas. 
b) um ator central capaz de induzir à acumulação de capital através 
da realização de investimentos. 
c) um órgão corporativo interessado na desapropriação de imóveis 
que não cumprem sua função social. 
d) uma organização mista responsável por garantir a livre 
exploração dos espaços ocupados. 
e) uma estrutura colaborativa apta a julgar a permanência da 
população de baixa renda nas cidades. 
 
RESPOSTA: B 
 
TEMA: MODAIS DE TRANSPORTES 
COMPETÊNCIA DE ÁREA 4 – ENTENDER AS 
TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E TECNOLÓGICAS E 
SEU IMPACTO NOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO, NO 
DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO E NA VIDA SOCIAL. 
H18 – ANALISAR DIFERENTES PROCESSOS DE PRODUÇÃO 
OU CIRCULAÇÃO DE RIQUEZAS E SUAS IMPLICAÇÕES 
SÓCIO-ESPACIAIS. 
 
Questão 17 
 
Examinando a imagem e considerando as características dos 
meios de transporte rodoviário, ferroviário e hidroviário, é correto 
afirmar que 
a) a escolha dos meios de transporte de cargas restringe-se à 
relação entre a capacidade e o custo do deslocamento. 
b) a otimização do custo-benefício no transporte de cargas 
relaciona-se diretamente à escolha exclusiva de um tipo de modal. 
c) a falta de flexibilidade no transporte de cargas traduz a 
dependência nacional por técnicas estrangeiras. 
d) a multimodalidade no transporte de cargas mantém relação com 
o custo final da tonelada por quilômetro percorrido. 
e) a escolha dos modais para o transporte de cargas obedece a 
determinações políticas para o estabelecimento das rotas. 
 
RESPOSTA: D 
Pela imagem é possível ver a variação no custo final da tonelada 
por km percorrido. Em cada item a logística altera a combinação 
entre os tipos de transporte (rodoviário, ferroviário e hidroviário) 
tendo cada um preço final diferente. 
 
TEMA: GEOMORFOLOGIA 
COMPETÊNCIA DE ÁREA 6 – COMPREENDER A SOCIEDADE 
E A NATUREZA, RECONHECENDO SUAS INTERAÇÕES NO 
ESPAÇO EM DIFERENTES CONTEXTOS HISTÓRICOS E 
GEOGRÁFICOS. 
H26 – IDENTIFICAR EM FONTES DIVERSAS O PROCESSO DE 
OCUPAÇÃO DOS MEIOS FÍSICOS E AS RELAÇÕES DA VIDA 
HUMANA COM A PAISAGEM. 
 
Questão 18 
Observe a imagem 
 
A estratificação observada na imagem constitui uma feição comum 
em rochas de origem 
a) extrusiva. 
b) sedimentar. 
c) intrusiva. 
d)metamórfica. 
e) ígnea. 
 
RESPOSTA: B 
Essa imagem mostra uma estratificação cruzada num ambiente 
desértico no Parque Nacional Zion, sudoeste de Utah nos Estados 
Unidos. A variação nas direções da estratificação cruzada deste 
arenito devem-se a mudança dos ventos no momento em que as 
dunas foram depositadas. 
 
Questão 19 
Leia os excertos do geógrafo Aziz Nacib Ab’Sáber. 
Excerto 1 
Domínio com fortíssima e generalizada decomposição de rochas, 
densas drenagens perenes, extensiva mamelonização, 
http://vestibular.uol.com.br/resumo-das-disciplinas/atualidades/gentrificacao-o-que-e-e-de-que-maneira-altera-os-espacos-urbanos.htm
 
 
 
 
 458 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
CURSO ANUAL DE GEOGRAFIA – (Prof. Italo Trigueiro) 
agrupamentos eventuais de “pães de açúcar”, planícies de 
inundação meândricas. 
 
Excerto 2 
Domínio com planaltos de estrutura complexa, planaltos com 
vertentes em rampas suaves, ausência quase completa de 
mamelonização, drenagens espaçadas pouco ramificadas. 
(“Domínios morfoclimáticos e províncias fitogeográficas do Brasil”. 
In: A obra de Aziz Nacib Ab’Sáber, 2010. Adaptado.) 
 
Os domínios morfoclimáticos caracterizados nos excertos 1 e 2 
referem-se, respectivamente, 
a) ao cerrado e à caatinga. 
b) à caatinga e aos mares de morros. 
c) ao amazônico e às pradarias. 
d) aos mares de morros e ao cerrado. 
e) às araucárias e às pradarias. 
 
RESPOSTA: D 
O excerto 1 indica o domínio dos Mares de Morros e o excerto 2 
indica o domínio de planaltos sendo o cerrado. 
 
Questão 20 
Os domínios morfoclimáticos, propostos por Aziz Ab'Saber (1967), 
representam uma visão de síntese do território brasileiro, que se 
baseia, principalmente, na integração entre características do 
relevo, do clima e da cobertura vegetal. Considerando-se os Mares 
de Morros, que se estendem ao longo de uma faixa norte-sul, no 
extremo leste do território brasileiro; 
a) cite o tipo de vegetação que predominava originalmente nesse 
domínio morfoclimático; 
 
 
 
 
b) indique uma característica marcante da formação do relevo 
nesse domínio; 
 
 
 
 
c) explique como esse domínio foi afetado no processo histórico de 
ocupação do território brasileiro. 
 
 
 
 
Questão 21 
 
 
 
É correto afirmar que as imagens do Grand Canyon apresentadas 
demonstram 
a) o processo de uso e ocupação do solo e as potencialidades da 
atividade extrativista mineral. 
b) as transformações provocadas pelos fenômenos da natureza e a 
expressão do tempo geológico. 
c) os impactos da ação humana nas formas do relevo e o 
desequilíbrio provocado por essas ações nos processos 
deposicionais. 
d) o resultado do processo de epirogênese e a presença de 
aquíferos ao longo das vertentes. 
e) a modelagem do relevo pelos processos erosivos e os diferentes 
horizontes encontrados no solo. 
 
RESPOSTA: B 
 
Questão 22 
O filme “o Impossível” retrata a tragédia de 2004 que chocou o 
mundo no período do Natal. De férias e curtindo a vida com os três 
filhos pequenos na Tailândia, um casal acaba separado por um 
tsunami que sai levando tudo o que encontra pela frente. Dai em 
diante, mãe e filho mais velho começam uma jornada de muita dor 
e união. Sem abandonar a crença de que todos voltarão a se reunir 
novamente, os dois alternam entre a razão e a emoção. Tudo para 
conquistar a turma da sala escura. Enquanto isso, o pai e os dois 
menores também experimentam a separação, enfrentando o 
mesmo cenário de destruição e desesperança. 
 
 
 
Explique as razões que provocam os tsunamis e os terremotos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lista de Exercício de Revisão 
 
 
 
 
 
459 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
 
Questão 23 
O trecho a seguir refere-se ao vulcanismo no Brasil. 
VULCANISMO NO BRASIL 
No Brasil, não existe nenhum vulcanismo ativo, mesmo em tempos 
geologicamente recentes. O território nacional não foi afetado por 
nenhuma atividade vulcânica durante os últimos 80 milhões de 
anos. 
O vulcanismo mais recente foi o responsável pela formação de 
diversas ilhas do Atlântico brasileiro, como Fernando de Noronha, 
Trindade e Abrolhos. [...] 
Disponível em: <http://www.cprm.gov.br/Aparados/vulc_pag12.htm>. Acesso em: 26 
out. 2013. (Fragmento) 
 
Explique porque nos últimos tempos geológicos não ocorreu 
atividade vulcânica no Brasil. 
 
 
 
 
 
 
 
Questão 24 
Observe a figura que representa o ciclo das rochas: 
 
sites.google.com/.../dinamica-externa-da-terra 
 
As rochas são agregados naturais constituídos por minerais. 
Algumas são formadas por um único mineral, como o calcário; 
outras por vários minerais, como o granito. 
 
Caracterize os três tipos de rochas tratadas no texto. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TEMA: CLIMATOLOGIA 
COMPETÊNCIA DE ÁREA 6 – COMPREENDER A SOCIEDADE 
E A NATUREZA, RECONHECENDO SUAS INTERAÇÕES NO 
ESPAÇO EM DIFERENTES CONTEXTOS HISTÓRICOS E 
GEOGRÁFICOS. 
H29 – RECONHECER A FUNÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS 
NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO, RELACIONANDO-
OS COM AS MUDANÇAS PROVOCADAS PELAS AÇÕES 
HUMANAS. 
 
Questão 25 
Efeitos do fenômeno climático em dezembro, janeiro e fevereiro 
 
O mapa apresenta os efeitos do fenômeno climático de interação 
atmosfera-oceano denominado 
a) El Niño, caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano 
Pacífico nas proximidades do equador. 
b) Alísios de Nordeste, caracterizado pela atuação em escala local 
e em curto período de tempo sobre as águas do Oceano Pacífico. 
c) La Niña, caracterizado pelo resfriamento das águas superficiais 
do Oceano Pacífico na costa peruana. 
d) Zona de Convergência Intertropical, caracterizado pela formação 
de núcleos de aumento nas temperaturas superficiais do Oceano 
Pacífico. 
e) Zona de Convergência do Atlântico Sul, caracterizado pela 
diminuição da temperatura e da umidade no equador. 
 
RESPOSTA: A 
O mapa destaca o fenômeno do El Niño, que provoca aumento de 
chuvas e das secas em várias partes do mundo no período de 
dezembro e fevereiro. 
 
Questão 26 
A Pegada Hídrica é uma ferramenta de gestão de recursos hídricos 
que indica o consumo de água doce com base em seus usos direto 
e indireto. “Precisamos desconstruir a percepção de que a água 
vem apenas da torneira [um uso direto] e que simplesmente 
consertar um pequeno vazamento é o bastante para assumir uma 
atitude sustentável”, ressalta Albano Araujo, coordenador da 
Estratégia de Água Doce da Nature Conservancy. 
(www.wwf.org.br. Adaptado.) 
 
Considerando o excerto e os conhecimentos acerca do consumo 
de água no planeta, é correto afirmar que o uso indireto de água 
doce corresponde 
a) à comercialização de água sob a forma de produto final. 
b) ao emprego de água extraída de reservas subterrâneas para o 
abastecimento público. 
c) à quantidade de água utilizada para a fabricação de bens de 
consumo. 
 
 
 
 
 460 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
CURSO ANUAL DE GEOGRAFIA – (Prof. Italo Trigueiro) 
d) ao aproveitamento doméstico da água resultante de processos 
de despoluição. 
e) à distribuição de água oriunda de represas distantes do 
consumidor final. 
 
RESPOSTA: C 
Nesta questão o vestibulando precisa relembrar do conceito 
de Água Virtual que visa estabelecer uma crítica do uso da água na 
produção de bens de consumo. 
 
Questão 27 
A fotografia mostra a elevada concentração de aguapés em um 
trecho do Rio Tietê, localizado a montante da barragem de Barra 
Bonita (SP). 
 
O desenvolvimento acelerado dessas plantas constitui um 
indicador de 
a) assoreamento, oriundo do depósito de rejeitos de mineração e 
da diminuição da matéria orgânica em suspensão. 
b) eutrofização, decorrente do aprofundamento dos leitos e da 
intermitência dos corpos d’água. 
c) eutrofização, resultante do despejo de esgotos e da descarga de 
fertilizantes agrícolas. 
d) assoreamento, proveniente do aumento da precipitação média e 
da ocorrência da chuva ácida. 
e) lixiviação, derivada do turbilhonamento do fundode lagos e da 
oxigenação da água. 
 
RESPOSTA: C 
A causa desse desenvolvimento das plantas de aguapés é devido 
a eutrofização, cujo processo é decorrente principalmente da ação 
humana (ação antrópica) que apresenta matéria orgânica 
acumulada nos ambientes aquáticos. Uma das causas que 
contribuem para isso é que os rios acumulem lixos domésticos, 
fertilizantes agrícolas e efluentes industriais. 
 
Questão 28 
O governo americano está sendo processado, pela primeira vez, 
por quem nem nasceu ainda. Quem assina o processo, em nome 
das “futuras gerações”, também não está por aqui há muito tempo: 
são 21 crianças e adolescentes de 8 a 19 anos que registraram 
uma ação contra Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. 
Eles acreditam que os governantes não estão fazendo o suficiente 
para salvar o planeta do aquecimento global. Um dos argumentos 
do grupo é que as autoridades conhecem os danos potenciais dos 
combustíveis fósseis há décadas: já se sabia que reduzir a 
emissão desses gases era necessário para dar condições 
razoáveis de vida a gerações futuras – e por isso eles acusam o 
Estado de estar infringindo seus direitos constitucionais. 
(www.super.abril.com.br, 26.04.2016. Adaptado.) 
 
Tal denúncia relaciona-se, em larga medida, ao não cumprimento 
dos objetivos propostos no 
a) Tratado de Madri. 
b) Tratado de Roma. 
c) Protocolo de Quioto. 
d) Tratado de Assunção. 
e) Protocolo de Cartagena. 
 
RESPOSTA: C 
O Protocolo de Quioto (ou Kyoto) propunha como preocupação 
climática a necessidade de emissão de gases do efeito estufa. Na 
ocasião da negociação do acordo de Quioto, os EUA assinou o 
acordo mas não ratificou em 2005 
 
Questão 29 
Os chamados rios voadores são correntes de ar carregadas de 
vapor de água. A imagem representa a dinâmica desses rios em 
parte da América do Sul, sobretudo no Brasil. 
 
Considerando a imagem e o fenômeno dos rios voadores, é 
possível inferir que 
a) em 2, verifica-se o fornecimento de umidade às massas de ar 
pela evaporação da água do oceano. 
b) em 4, verifica-se a evapotranspiração na Amazônia que absorve 
a umidade dos ventos que a percorrem. 
c) em 1, verifica-se a precipitação que participa da formação dos 
rios voadores que correm pela Bacia do Amazonas. 
d) em 3, verifica-se a barreira geográfica dos Andes que 
redireciona os ventos para o centro do continente. 
e) em 5, verifica-se a chegada das massas de ar ao extremo sul do 
Brasil e seu redirecionamento ao Paraguai e à Argentina. 
 
RESPOSTA: D 
 
Questão 30 
Varias são as áreas do território brasileiro que apresentam o 
processo de desertificação. Aponte as causas que levam ao 
processo de desertificação. 
 
 
 
 
https://geografianovestibular.wordpress.com/2016/11/29/o-que-e-agua-virtual/
Lista de Exercício de Revisão 
 
 
 
 
 
461 VestCursos – Especialista em Preparação para Vestibulares de Alta Concorrência 
 
Questão 31 
Os furacões são movimentos bruscos de ar que se caracterizam 
por 
a) sua origem terrestre, com alteração da circulação vertical do ar e 
concentração de poluentes na superfície. 
b) sua origem terrestre, com ciclo de vida de poucos minutos e 
elevado poder de destruição. 
c) sua origem equatorial, com ligação à parcela ascendente da 
célula de Hadley e circulação geral da atmosfera. 
d) sua origem oceânica, com dependência de centros de baixa 
pressão e elevada temperatura da água. 
e) sua origem oceânica, com resfriamento anormal das águas do 
Oceano Pacífico e ocorrência temporal regular. 
 
RESPOSTA: D 
 
Questão 32 
A Mata Atlântica desempenha uma extraordinária função social. 
Cobrindo parcela significativa do território brasileiro, a 
biodiversidade da Mata Atlântica fornece serviços ecológicos 
essenciais para cerca de 145 milhões de pessoas (70% da 
população brasileira) e constitui a base de recursos para uma 
parcela considerável do produto interno bruto do país. 
(José M. C. Silva et al. “Conservação da Mata Atlântica brasileira”. In: Diogo C. 
Cabral e Ana G. Bustamante (orgs). Metamorfoses florestais, 2016. Adaptado.) 
 
Considerando a função social destacada no excerto, são exemplos 
de serviços ecológicos prestados pela Mata Atlântica preservada 
a) a produção de oxigênio e a purificação do ar. 
b) a seleção de espécies com valor econômico e a polinização das 
culturas. 
c) a proteção contra a erosão e a recuperação de áreas 
agricultáveis. 
d) a decomposição de rejeitos urbanos e o fornecimento de 
madeira. 
e) a regulação do clima e o tratamento da água. 
 
RESPOSTA: A 
 
Questão 33 
O desastre de Chernobyl ainda custa caro. Hoje o governo gasta 
até 7% dos impostos para garantir o isolamento e a segurança de 
uma região maior que um Parque do Ibirapuera e meio. O país já 
aceitou que a Zona de Exclusão não vai servir para moradia, 
plantação nem para a atividade madeireira tão cedo. 
(www.superinteressante.com.br. Adaptado.) 
 
O acidente e o país relacionados ao fato mencionado no excerto 
correspondem, respectivamente, 
a) ao soterramento de planícies e à Índia. 
b) ao vazamento de poços de petróleo e ao Kuwait. 
c) à ocorrência de um terremoto e ao Japão. 
d) ao rompimento de uma barragem hidrelétrica e à China. 
e) à explosão de uma usina nuclear e à Ucrânia. 
 
RESPOSTA: E 
 
Questão 34 
Atualmente, o meio científico e a mídia têm apresentado dois 
grupos com posicionamento muito distinto em relação às 
mudanças climáticas globais: um grupo chamado de 
“catastrofista/aquecimentista”, liderado pelo político e ativista 
estadunidense Al Gore, que junto com outros pesquisadores do 
Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU, 
acusam o ser humano como responsável por tais mudanças. No 
Brasil, muitos pesquisadores renomados, políticos e ONGs 
pactuam desse posicionamento. Do outro lado, o grupo 
considerado “negacionista/cético”, composto por pesquisadores de 
todo o mundo, alega a existência de variabilidades naturais dos 
ciclos oceânicos e solares, como responsáveis pelas atuais 
alterações no clima global. 
 
No Brasil, esse grupo tem como principal representante o prof. Dr. 
Luís Carlos Molion, da Universidade Federal de Alagoas. 
 
Quais ações estão provocando as mudanças climáticas? 
 
 
 
 
 
 
 
Questão 35 
Alguns elementos naturais e humanos são capazes de influenciar o 
clima, alterando características e a dinâmica do local. Dentre esses 
fatores climáticos, assim chamados, estão a latitude e a altitude. 
Registre influência de cada um na mudança climática. 
 
 
 
 
 
 
A FORMAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO NA FASE DA 
ECONOMIA E DA FORMAÇÃO TERRITORIAL URBANO-
INDUSTRIAL 
* O PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO: GÊNESE, 
CONCENTRAÇÃO E DESCONCENTRAÇÃO ESPACIAL DA 
ATIVIDADE INDUSTRIAL. 
* O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E O PROCESSO DE 
INDUSTRIALIZAÇÃO: SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES E O 
DESENVOLVIMENTO DE PÓLOS TECNOLÓGICOS; 
 
COMPETÊNCIA DE ÁREA 2 – COMPREENDER AS 
TRANSFORMAÇÕES DOS ESPAÇOS GEOGRÁFICOS COMO 
PRODUTO DAS RELAÇÕES SOCIOECONÔMICAS E 
CULTURAIS DE PODER. 
H8 – ANALISAR A AÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS NO QUE 
SE REFERE À DINÂMICA DOS FLUXOS POPULACIONAIS E NO 
ENFRENTAMENTO DE PROBLEMAS DE ORDEM ECONÔMICO-
SOCIAL. 
 
Questão 36 
Costuma-se dizer que a civilização e a sifilização andam juntas: o 
Brasil, entretanto, parece ter-se sifilizado antes de haver civilizado. 
Os primeiros europeus aqui chegado não civilizaram: há, 
entretanto, indícios de terem sifilizado a população aborígene que 
os absorveu. 
FREIRE, Gilberto. Casa-grande e senzala: formação da família brasileira sob o 
regime da economia patriarcal. São Paulo: Global, 2005. p. 110.

Outros materiais