Buscar

imunidade Adaptativa

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

̃ ̧ ̃
́
̧ ̃
̧ ̃
κ λ ́
́
̃
́
̃
̃
̂ ̧ ̃
̧ ̃ ́
̧
̧ ̃
̃ ̃ ́ ́
̃ ̃ ́ ́
́
̂
́ ̂
́	
́ ̂
́	
́ ̧ ̃ ́
́
̧ ̃ ́
Adaptativo
1.	Linfócito	B
1.1.	Receptor
1.1.1.	V,	D,	J
1.1.1.1.	2	cromossomos	decodificam	cadeia	pesada.	Cada
um	tem	uma	chance	em	fazer	a	proteína	certa
1.1.1.1.1.	Certo:	vai	para	membrana	e	sinaliza	que	o	jogo
acabou
1.1.1.1.2.	Errado:	cadeia	pesada	cortada	e	inútil
1.1.2.	Cadeia	pesada	principalmente
1.1.2.1.	Essa	cadeia	pesada	difere	de	receptor	de
membrana	e	anticorpo
1.1.3.	Reconhece	epítome	do	antígeno
1.1.4.	Bcr
1.1.4.1.	Cadeias	ligadas	por	ponte	dissulfeto
1.1.5.	Sinalização	para	ativação	do	núcleo	feita	por
acompanhantes	(Igalfa	e	Igbeta)	pois	parte	do	BCR	intracelular
é	pequeno
1.1.5.1.	Necessário	alta	concentração	de	acompanhantes	na
mesma	área	pra	atingir	núcleo
1.1.5.1.1.	união	(ligação	cruzada)	de	duas	ou	mais
moléculas	receptoras
1.1.5.1.2.	Tipo	tirosina	quinases
1.1.6.	Receptor	de	complemento
1.1.6.1.	Ancoragem	para	BCR	pegar	o	epítome
1.1.6.2.	Aumenta	sinal	pro	núcleo,	mesmo	sem	ligação
cruzada
1.1.6.2.1.	Co	receptor
1.2.	Ativação
1.2.1.	Dependente	de	T	helper
1.2.1.1.	Interação	com	CD40L	,	ligante	(Th)	do	CD40,
receptor	das	Linfócito	B
1.2.1.1.1.	Fator	coestimulador
1.2.1.1.1.1.	Processo	de	seleção	negativa	não	é100%
1.2.1.1.1.1.1.	Evitar	respostas	autoimunes
1.2.1.2.	Antígeno	proteíco
1.2.1.2.1.	Processado	pela	B	e	mostrado	pra	Th
1.2.1.2.1.1.	Ativado	como	secretor	(plasmoblasto)
1.2.1.2.1.1.1.	Pode	ir	para	medula	e	se	diferenciar
em	plasmócito	(células	de	memória)
1.2.1.2.1.1.2.	Pode	formar	folículos
1.2.1.3.	Troca	de	classe	e	maturação	de	afinidade	grande
1.2.2.	Independente	de	Th
1.2.2.1.	Não	proteíco	antígeno
1.2.2.2.	Ligação	cruzada
1.2.2.3.	TLR
1.2.2.4.	Complemento
1.2.3.	Policlonal
1.2.3.1.	Mitógenos
1.2.3.2.	Antígeno	se	liga	em	moléculas	da	B	cell	que	não	são
a	BCR	ou	TLR
1.2.3.2.1.	B	cell	acredita	que	está	ativada	e	produz
anticorpos,	mesmo	que	não	tenha	sido	seu	cognate
antígeno
1.2.3.3.	Método	de	distração	que	parasitas	usam
1.2.4.	Sinalização	de	que	o	antígeno	foi	pego	faz	B	proliferar
1.2.5.	Sinalização	de	que	o	antígeno	foi	pego	faz	B	proliferar	e
se	diferenciar,	esperando	apenas	a	Th
1.2.5.1.	Endocitose	do	antígeno	e	processamento
1.2.5.2.	Células	Th	já	foram	ativadas	previamente	ao
contato,	mas	só	expressa	a	CD40L	após	apresentação	pela
B
1.3.	Hipermutacao	somática
1.3.1.	Mutação	que	ocorre	após	escolha	de	V	D	J
1.3.1.1.	Pontuais
1.3.1.1.1.	Mediadapor	Th
1.3.1.1.1.1.	AID
1.3.2.	Capaz	de	“alterar”	Fab
1.3.2.1.	Aumento	ou	diminuição	de	afinidade	dos	BCR
1.3.3.	Tanto	isso	quanto	troca	de	classe	ocorre	apenas	quando
ativação	for	feita	por	Th
1.3.4.	Folículos	germinativos
1.4.	Maturação
1.4.1.	Pró-B	(1)
1.4.1.1.	Locus	da	cadeia	pesada	bem	sucedido
1.4.1.1.1.	Pré-B
1.4.1.1.1.1.	Presença	de	IgM	no	citoplasma
1.4.1.1.1.1.1.	Pré-BCR
1.4.1.1.1.1.1.1.	IgM	associado	com	proteínas
sinalizadores	Ig
1.4.1.1.1.1.1.2.	Sinais	de	sobrevivência	e
proliferação	já	são	feitos
1.4.1.1.1.1.1.2.1.	Os	que	não	tem	cadeia
pesada	produzida	não	consegue	emitir	esses
sinais
1.4.1.1.1.1.1.3.	sinaliza	o	processo	de	fechamento
da	recombinação	dos	genes	da	cadeia	pesada	da
Ig	no	segundo	cromossomo
1.4.1.1.1.1.1.3.1.	Exclusão	alélica
1.4.1.1.1.1.1.3.2.	recombinação	do	locus	da
cadeia	leve	de	Ig	κ	e	a	cadeia	leve	λ	é
produzida	somente	se	o	locus	da	cadeia	κ
recombinado	falhar	em	expressar	uma
proteína	funcional	ou	se	a	cadeia	κ	gerar	um
receptor	autorreativo	potencialmente
prejudicial	e	que	deve	ser	eliminado
1.4.1.1.1.1.1.4.	B	imatura	(	IgM	na	membrana	)
1.4.1.1.1.1.1.4.1.	Órgãos	maturadores
1.4.1.1.1.1.1.4.1.1.	Seleção
2.	Reconhecimento	de	Pamp	pelos	TLR	presente	no
Linfócito	B
2.1.	Adaptativo	reconhece	todas	classes	graças	a	esse	sistema
2.2.	Coestimulante
2.2.1.	Garantem	tolerância
3.	Anticorpo
3.1.	Troca	de	classes
3.1.1.	Primeira	quase	sempre	é	M	e	outras	são	determinadas
pela	clivagem	do	RNA
3.1.2.	Nova	FC,	nova	função
3.1.3.	Sinalização	para	troca	por	citocina
3.1.3.1.	Citocinas	secretadas	por	Th
3.1.3.1.1.	Determinam	a	classe
3.1.3.2.	Cada	região	C	tem	uma	região	de	troca	abaixo	(S)
3.1.3.2.1.	AID
3.1.3.2.1.1.	Troca	C	por	U	e	outras	enzimas	realizam
quevra
3.1.4.	Células	naive	sempre	expressam	IGM	e	IGD
3.1.5.	Cadeia	J	na	Fc	é	capaz	de	formar	polímeros
3.1.5.1.	A
3.1.5.2.	M
3.2.	Classes
3.2.1.	IgM
3.2.1.1.	Primeiro	a	ser	produzido	por	qualquer	naive
3.2.1.1.1.	Arruma	confusão
3.2.1.2.	Grande
3.2.1.2.1.	5	Fc
3.2.1.3.	Capaz	de	ativar	uma	cascata	de	complemento
3.2.1.3.1.	Como	possui	5	“pontas”,	uma	pode	fixar	no
antígeno	e	outras	podem	aproximar	2	moléculas	de	C1	o
suficiente	para	ativar	a	via	clássica
3.2.1.3.1.1.	Convertase
3.2.1.3.1.2.	Específica,	já	que	IgM	serve	como
marcador
3.2.1.3.1.3.	Impede	replicação	viral	através	do
complemento
3.2.1.3.1.3.1.	Perfeito	para	início	da	infecção
3.2.1.3.2.	IgG	também	é	capaz,	mas	por	ter	só	um	FC,
precisa	de	2	igG	pra	ligar	as	2	C1
3.2.1.4.	Neutralizar	vírus
3.2.2.	IgG
3.2.2.1.	Gama	globulinas
3.2.2.2.	Subespécie
3.2.2.2.1.	IgG1
3.2.2.2.1.1.	Opsonizacao
3.2.2.2.1.2.	Receptores	para	Fc	existentes	em
macrófago
3.2.2.2.2.	IgG3
3.2.2.2.2.1.	Marcar	antígeno	para	NK
3.2.2.2.2.1.1.	FC	é	ligante	de	receptor	em	NK
3.2.2.2.2.1.1.1.	Citotoxicicidade	celular
dependente	de	anticorpo
3.2.2.2.2.2.	Estímulo	de	NK
3.2.2.2.2.3.	Efeito	cascata	de	complemento
3.2.2.3.	Pode	ser	adquirido	pela	placenta
3.2.2.3.1.	Grávida
3.2.2.4.	Tempo	de	vida	grande	(3	semanas)
3.2.2.5.	Abundante	no	sangue
3.2.3.	IgA
3.2.3.1.	Dímero	com	um	clipe
3.2.3.1.1.	Clipe
3.2.3.1.1.1.	Passaporte	para	intestino
3.2.3.1.1.1.1.	Resistência	a	enzimas	digestivas	e
ácidos
3.2.3.1.1.1.2.	Facilitador	de	passagem	para	intestino
3.2.3.1.1.2.	Estabilidade	de	polímeros
3.2.3.1.2.	4	Fab	áreas
3.2.3.1.2.1.	Bom	em	agrupar	antígenos	para	serem
expulsos	por	fezes	ou	muco
3.2.3.2.	Mais	abundante	no	corpo
3.2.3.2.1.	Mucosas
3.2.3.2.1.1.	Passagem	pelo	leite	materno
3.2.3.2.1.1.1.	Amamentação
3.2.3.3.	Apaziguador	de	inflamação
3.2.3.3.1.	Não	aciona	cascata	C1
3.2.3.3.2.	Não	curte	resposta	inflamatória
3.2.3.3.3.	Não	curte	resposta	inflamatória
3.2.4.	IgE
3.2.4.1.	Se	liga	a	receptores	de	mastócitos
3.2.4.1.1.	Arma	a	bomba	do	mastócito
3.2.4.2.	Mastócito
3.2.4.2.1.	Degranulacao
3.2.4.2.1.1.	Histamina
3.2.4.2.1.1.1.	Aumento	de	permeabilidade
sanguínea
3.2.4.2.1.1.1.1.	Diminuição	do	volume
intercapilar,	se	em	excesso
3.2.4.2.1.1.1.1.1.	Diminuição	do	débito
cardíaco
3.2.4.2.1.1.2.	Aumento	de	constrição
3.2.4.2.2.	Choque	anafilático
3.2.4.2.3.	Parasitas
3.2.4.2.4.	Residentes	em	tecidos
3.2.4.2.5.	Sinalização	para	desgranular	só	ocorre	se	alta
densidade	de	igE	ligado	ao	alérgico/antígeno
3.3.	Memória
3.3.1.	Bcell	que	escolheram	essa	carreira
3.3.1.1.	Interação	CD40L	e	CD40
3.4.	Função
3.4.1.	Ativação	do	sistema	complemento
3.4.2.	Opsonizacao
3.4.3.	Neutralizar
3.4.4.	Neutralizar
3.4.5.	Ativação	de	mastócito
3.4.6.	Neutralizar
3.4.7.	Ativação	de	mastócito
3.5.	Estrutura	geral
3.5.1.	Dobradiça
3.5.1.1.	Ponto	de	fácil	clivagem
3.5.1.2.	Permite	flexibilidade
3.6.	Características	gerais
3.6.1.	Epítopos	multivalente
3.6.1.1.	Próximos
3.6.1.1.1.	Há	interferência	entre	anticorpo
3.6.1.2.	Distantes
3.6.1.2.1.	Dois	anticorpos	se	ligam	a	eles	sem
interferência	entre	um	e	outro
3.6.2.	Epítopos/determinantes	que	são	reconhecidos
3.6.3.	Afinidade
3.6.3.1.	Interação	não	covalente	fraca
3.6.3.2.	1	Fab
3.6.3.3.	Alterável	pelos	linfócitos	T	e	a
3.6.4.	Avidez
3.6.4.1.	Vários	fab	podem	ligar	no	mesmo	antígeno
3.6.4.2.	Afinidade	pode	ser	a	mesma
3.6.5.	Reação	cruzada
3.6.5.1.	Epítopos	semelhantes	podem	ligar	em	um	mesmo
anticorpo
4.	Rearranjo	VDJ
4.1.	Características
4.1.1.	Os	genes	de	imunoglobulinas	são	rearranjados	nas
células	produtoras	de	anticorpos
4.1.1.1.	C	mais	perto	de	V
4.1.1.2.	Recombinação	somática
4.1.1.2.1.	DNA
4.1.1.2.2.	Junta	V(d)J
4.1.1.3.	Transcrição
4.1.1.3.1.	RNA
4.1.1.3.2.	Junta	C	ao	VDJ
4.1.2.	Os	genes	dasregiões	V	de	cadeia	leve	são	formados	por
dois	segmentos
4.1.2.1.	V
4.1.2.2.	J
4.1.3.	Os	genes	da	região	V	da	cadeia	pesada	são	formadas
por	3	segmento
4.1.3.1.	V
4.1.3.2.	D
4.1.3.3.	J
4.1.4.	Ver	mapa	mental	receptores
4.2.	Mecanismo
4.2.1.	Orientação
4.2.1.1.	sequências	sinais	de	recombinação	(RSSs)
4.2.1.1.1.	Heptâmero
4.2.1.1.2.	Espaçador
4.2.1.1.2.1.	Regra	12/23
4.2.1.1.2.1.1.	12	só	se	liga	com	23
4.2.1.1.2.1.1.1.	unidas	por	interações	entre
proteínas	que	reconhecem	especificamente	o
comprimento	do	espaçador,	cumprindo	a	regra
12/23	para	recombinação
4.2.1.1.2.1.1.1.1.	recombinase	V(D)J.
4.2.1.1.2.1.1.1.1.1.	não	são	linfócito-
específicas
4.2.1.1.2.1.1.1.1.2.	não	são	linfócito-
específicas
4.2.1.1.2.1.1.2.	Heptameros	que	se	ligam
4.2.1.1.2.1.1.2.1.	Direta
4.2.1.1.2.1.1.2.1.1.	Um	heptamero	de
encontro	com	outro
4.2.1.1.2.1.1.2.2.	Inversa
4.2.1.1.2.2.	12	ou	23pb
4.2.1.1.3.	Nonâmetro
4.2.2.	Seleção
4.2.2.1.	Positiva
4.2.2.1.1.	Capazes	de	identificar	MHC
4.2.2.2.	Negativo
4.2.2.2.1.	Fortemente	autorreativa
4.2.2.2.2.	Fortemente	autorreativa
4.3.	Diversidade
4.3.1.	Diversidade	combinatória
4.3.1.1.	Combinação	de	diferentes	segmentos	VDJ
4.3.2.	Diversidade	juncional
4.3.2.1.	Adição	ou	retirada	de	nucleotídeos	nas	junções
entre	dois	segmentos
4.3.2.2.	Tipos
4.3.2.2.1.	Palíndromo
4.3.2.2.1.1.	proteínas	RAG	formam	o	grampo	de	DNA
nas	extremidades	codificadoras	dos	segmentos
gênicos	V,	D	ou	J
4.3.2.2.1.1.1.	qual	a	Artemis	catalisa	a	clivagem	em
uma	das	fitas	do	DNA	em	um	ponto	aleatório	dentro
da	sequência	codificadora,	mas	pró		ximo	ao	ponto
onde	o	grampo	de	DNA	foi	formado
4.3.2.2.1.1.1.1.	Formação	de	fitas	simples
4.3.2.2.1.1.1.1.1.	Inserção	de	nucleotídeos
complementares	para	formar	palíndromo
4.3.2.2.1.1.1.1.1.1.	Fechamento
4.3.2.2.1.1.1.1.1.2.	Fechamento
4.3.2.2.2.	N
4.3.2.2.2.1.	Nucleotídeos	não	codificadosna	fita	molde
são	adicionados	pela	Tdt
4.3.2.2.2.1.1.	qual	a	Artemis	catalisa	a	clivagem	em
uma	das	fitas	do	DNA	em	um	ponto	aleatório	dentro
da	sequência	codificadora,	mas	pró		ximo	ao	ponto
onde	o	grampo	de	DNA	foi	formado
4.3.2.2.2.1.1.1.	Após	a	adição	de	até	20
nucleotídeos,	os	dois	segmentos	de	fita	simples
formam	pares	de	bases	complementares
4.3.3.	bipermutação	somática
5.	Linfócito	T
5.1.	Th
5.2.	Seleção
5.2.1.	.
5.3.	Duplo	positivo
5.3.1.	Inicialmente,	expressam	CD4	e	cd8
5.3.2.	Duplo	negativo
5.3.2.1.	Não	tem	nenhuma

Outros materiais