Buscar

Avaliacao DPP 01 - Nayara Valadares

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Avaliação 1 – 2023.2
Professor Leonardo Costa de Paula
Aluna: Nayara ValadaresMatrícula: 221090065 Turma: XXII
DATA DE ENTREGA: 08/10/2023 – 12/10/2023
Nome da Disciplina/Atividade
DIREITO PROCESSUAL PENAL I
Código
VDI00045
CHT: 60
PRÁTICA: - 0
TEÓRICA: 60
ESTÁGIO: -
INSTRUÇÕES:
LEIA COM ATENÇÃO A TODAS AS QUESTÕES. POR FORÇA DA APLICAÇÃO DA PROVA DE MODO REMOTO É POSSÍVEL A CONSULTA. ATENTEM
QUE PLÁGIO ZERA A QUESTÃO/PROVA (SEJA DA INTERNET, SEJA DE ALGUM COLEGA O QUE ZERA A NOTA PARA AMBOS).
A DATA FINAL DE ENTREGA É DIA 17 DE MAIO DE 2023 ÀS 23H59MIN.
RECOMENDA-SE A LEITURA DO TEXTO RELATIVO À QUESTÃO E DEMONSTRAÇÃO DE ABSORÇÃO DO CONTEÚDO. APROVEITE A AVALIAÇÃO
COMO MÉTODO DE APRENDIZAGEM E FIXAÇÃO DO CONTEÚDO.
O LIMITE DE LINHAS DE CADA QUESTÃO E SEU VALOR VEM APRESENTADO EM CADA UMA DELAS. PARA RECEBER A NOTA INTEGRAL DAS
QUESTÕES DEVERÁ SER ENFRENTADO O ASPECTO QUESTIONADO EM CADA QUESTÃO E SE INCOMPLETO REFLETIRÁ NA NOTA.
UTILIZE O PADRÃO ABNT PARA O ARQUIVO DE RESPOSTAS.
O ARQUIVO DE RESPOSTA DEVERÁ CONTER UM CABEÇALHO COM SEU NOME, MATRÍCULA, TURMA, DISCIPLINA, PROFESSOR
ETC. CASO TENHA TRABALHO COM PONTUAÇÃO EXTRA ANEXE JUNTO À PROVA OU LOGO APÓS.
Questão 01 (Tópico avaliado: Sistemas Processuais Penais, Sistema Acusatório,
Princípios/ Texto recomendado: Cada Parte em seu lugar constitucionalmente
demarcado
<https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/194935/000871254.pdf?se
quence=3&isAllowed=y>, – Valor 4,00 pontos. Limite de linhas 40).
A partir do texto recomendado explique a distinção entre Sistema Acusatório
e Inquisitório a partir das funções dos sujeitos processuais no processo penal
brasileiro com base na CRFB e seu contraste no Código de Processo Penal. É
possível que exista atuação ex officio do magistrado?
O sistema inquisitório se caracteriza por concentrar todas as funções em uma única
pessoa, incluindo a investigação, acusação, defesa e julgamento, com o juiz atuando de forma
proativa. No sistema acusatório, as funções são claramente divididas entre acusação, defesa
e um juiz imparcial, promovendo a ampla defesa, o contraditório e um julgamento justo.
No contexto brasileiro, muitos consideram o sistema atual como sendo
predominantemente misto, com características do sistema inquisitório na fase de investigação
e do sistema acusatório durante o processo. No entanto, a Constituição de 1988 enfatiza
princípios como o devido processo legal, a presunção de inocência, a ampla defesa e o
contraditório, favorecendo o sistema acusatório.
Podemos menciona a distinção entre o sistema inquisitório e o sistema acusatória na
suas origens que o texto “Cada Parte em seu lugar constitucionalmente demarcado” traz, no
primeiro a igreja detém de todo poder e utiliza da tortura para obter a “verdade” que o acusado
sabia e iria confessar em algum momento. Já no segundo, o Rei deixava o seu poder com o
povo e desta forma sempre estaria “correto”.
Vale ressaltar que houve mudanças recentes no sistema processual brasileiro, limitando
o poder do juiz para praticar atos de investigação ou acusação de forma independente,
refletindo uma maior aderência aos princípios do sistema acusatório.
Assim, a distinção entre sistemas inquisitório e acusatório no processo penal está
relacionada à separação de funções entre os participantes, com implicações para a
imparcialidade e a justiça do processo, e também a sua origem histórica.
Questão 02 (Tópico avaliado: Investigação Preliminar. Texto recomendado:
<https://www.cadernosdedereitoactual.es/ojs/index.php/cadernos/article/view/94 >
– Valor 3 pontos. Limite de linhas 30 linhas).
Na doutrina, usualmente se fala acerca da inaplicabilidade da ampla defesa
no Inquérito Policial. Sua manutenção no Processo Penal permite que o
magistrado funde suas decisões com ‘provas’ lá estabelecidas. É possível
traçar alguma crítica em relação a originalidade cognitiva ou o primado das
hipóteses sobre os fatos e a imparcialidade do magistrado? Explique.
A crítica à falta de aplicação dos princípios do contraditório e da ampla defesa na fase
de inquérito policial parte do argumento de que essa etapa é principalmente administrativa e
sigilosa, destinada a coletar informações sobre um possível crime, antes que haja um acusado
formal e uma acusação.
Na fase de inquérito, não há acusado formal, apenas pessoas sob investigação, e a
acusação ainda não foi apresentada. Portanto, alguns afirmam que não faz sentido aplicar o
contraditório e a ampla defesa nessa etapa inicial.
O inquérito é visto como um procedimento investigativo que precede o processo
acusatório, no qual as autoridades buscam reunir evidências para possivelmente apontar
alguém como autor de um crime. Nessa fase, o investigado é considerado objeto, não sujeito
do processo.
Podemos afirmar que apesar de o inquérito poder ser conduzido com um viés
acusatório, a imparcialidade do juiz é fundamental. Antes de conhecer detalhes e evidências, o
juiz deve manter a imparcialidade e evitar formar julgamentos prévios. A imparcialidade do juiz
é um princípio crucial que deve ser mantido ao longo do processo.
Questão 03 (Tópico avaliado: Ação Processual Penal. Texto recomendado:
material indicado no plano de ensino, Valor 3 pontos. Limite de linhas: 30 linhas)
Explique as clássicas condições da ação no Processo Penal em confronto com as
condições da ação identificada pelos autores críticos à Teoria Geral do Processo.
As condições necessárias para dar início a um processo penal desempenham um papel
crucial no sistema jurídico. Conforme Aury Lopes Jr., o processo penal é o único meio pelo
qual se pode aplicar uma pena e exercer o poder de punir. Isso contrasta com o processo civil,
onde soluções podem ser encontradas fora do âmbito do processo estrito.
Um princípio fundamental nesse contexto é o Princípio da Necessidade, que salienta
que as questões relacionadas ao direito penal devem ser resolvidas dentro do sistema
processual, ou seja, o direito penal só se efetiva por meio de procedimentos legais.
Outro aspecto importante a ser considerado é a rigorosidade das condições
necessárias para iniciar ações no campo penal. No direito penal, essas condições são mais
estritas e específicas, devido à seriedade das sanções criminais envolvidas. Isso destaca a
importância de atender a critérios rigorosos antes de iniciar um processo penal.

Outros materiais