Buscar

Av2 - Educação e Diversidade

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

@luana.trabalhosacademicos 
 
Associe as duas colunas, relacionando ideias trabalhadas por Foucault aos seus 
conceitos: 
 
(1) dispositivo da sexualidade 
 
(2) poder 
 
(3) verdade 
 
( ) Produz-se como acontecimento no espaço-tempo específicos. No espaço, na 
medida em que não pode ser válido em qualquer lugar e, no tempo, porque é algo 
ocorrido num tempo propício. Uma manifestação daquilo que é e faz uso da 
mediação de instrumentos; também da ordem daquilo que acontece, das técnicas 
de produção, da captação mediante rituais e recusas, efeito de jogos que ocorrem 
nas práticas concretas. 
 
( ) " [...] um conjunto decididamente heterogêneo que engloba discursos, 
instituições, organizações arquitetônicas, decisões regulamentares, leis, medidas 
administrativas, enunciados científicos, proposições filosóficas, morais, 
filantrópicas" (FOUCAULT, Michel. Sobre a História da sexualidade. In: _____. 
Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 2000, p. 244). 
 
( ) exerce-se de forma consciente e/ou frequentemente, exercido de forma 
deliberada. Geralmente associado a uma autoridade ou lugar específico, porém é 
uma ação sobre as ações. Utiliza a disciplina e a punição como forma de controle 
onde suas forças estão distribuídas difusamente por todo tecido social. 
A sequência correta dessa associação é: 
 
Alternativas: 
 a) 
(3), (2), (1). 
 b) 
(3), (1), (2). 
Alternativa assinalada 
 c) 
(1), (3), (2). 
 d) 
(2), (1), (3). 
@luana.trabalhosacademicos 
 
 e) 
(2), (3), (1). 
2) 
Assim, em lugar de nos perguntarmos sobre o que é Gênero ou Gênero, o que é 
isso?, será que não deveríamos buscar a compreensão de como esta denominação 
está se construindo/desconstruindo? 
Desse pequeno apanhado, surgem como certas, mais do que certezas, inúmeras 
incertezas e possíveis pistas necessárias para a construção de uma sociedade mais 
justa e igualitária nas suas diferenças, semelhanças e multiplicidades. Enfrentamos 
a reflexão aqui colocada, é um desafio para todos (as) nós. Essa 
discussão/compreensão acompanha todos os níveis da sociedade e nos envolve a 
todos. No campo da Academia está o desafio de resgatarmos o conhecimento de 
uma forma a inserir a reflexão no seio de todas as disciplinas. Assim a Gramática, a 
Medicina, o Direito, a Biologia etc. surgem como saberes a serem problematizados. 
No seio dos movimentos está a necessidade de refletir sobre nossa história, que faz 
parte da História, de aprender/compreender a importância destas colocações aqui 
sumariamente ainda esboçadas (GUEDES, 1995, p. 11). 
(GUEDES, Maria Eunice F. Gênero o que é isso?. Psicologia: Ciência e Profissão, São 
Paulo, p. 5, 11, 1995) 
Sobre a questão do gênero, a autora considera como conclusão final de seu texto: 
 
Alternativas: 
 a) 
de sempre fazermos perguntas, sobre o que é gênero e mais perguntas 
ainda, sobre como se constrói gênero e suas particularidades, dadas nos 
movimentos sociais que lutam por uma sociedade mais justa e nas ciências 
que também lutam por ajudar e contribuir com uma sociedade mais 
igualitária. 
 b) 
de questionar sobre o conceito de gênero, não admitindo interferência nem 
dos movimentos quanto das ciências encontradas nas escolas e 
universidades, possibilitando assim acreditar apenas no que a História deixa 
de construção acerca das relações entre homens e mulheres. 
 c) 
do poder de investimento das ciências humanas e sociais para 
entendimento do que seja gênero e como ele se constrói, desconsiderando 
os movimentos já que estes apenas trazem críticas a tudo que a sociedade 
faz, portanto, não contribuindo para uma sociedade mais justa e igualitária. 
 d) 
da necessidade de se perguntar corretamente o que é gênero, indo buscar 
nos saberes da ciência as explicações maiores para melhor entendimento 
@luana.trabalhosacademicos 
 
desse conceito, questionando os movimentos sociais e a sociedade comum 
se realmente estão aptos a produzir saberes sobre gênero. 
 e) 
da importância de entender como se constrói a noção de gênero, discutindo 
em todos os campos do conhecimento e questionando todos os tipos de 
saberes com os quais nossa sociedade lida no cotidiano, pois assim pode-se 
entender melhor nosso funcionamento social e como ele se constrói. 
Alternativa assinalada 
3) 
Analise as asserções a seguir e suas relações: 
 
"Os usos da diversidade cultural, de seu estudo, sua descrição, sua análise e sua 
compreensão, têm menos o sentido de nos separarmos dos outros e separarmos os 
outros de nós, a fim de defender a integridade grupal e manter a lealdade do 
grupo, do que o sentido de definir o campo que a razão precisa atravessar, para 
que suas modestas recompensas sejam alcançadas e se concretizem. O terreno é 
irregular, cheio de falhas súbitas e passagens perigosas, onde os acidentes podem 
acontecer e de fato acontecem, e atravessá-lo ou tentar atravessá-lo contribui 
pouco ou nada para transformá-lo numa planície nivelada, segura e homogênea, 
apenas tornando visíveis suas fendas e contornos" ( GEERTZ, 2001, p. 81) 
 
Porque 
 
 
"[...] a noção de diversidade das culturas humanas não deve ser concebida de uma 
maneira estática. Esta diversidade não é a mesma que é dada por um corte de 
amostras inerte ou por um catálogo dissecado" (LEVI-STRAUSS, 1975, p. 17). 
 
(GEERTZ, Clifford. Nova luz sobre a antropologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 
2001 e LEVI-STRAUSS, Claude. Raça e história. Lisboa: Presença, 1975) 
 
Pensando esse conceito de diversidade na escola, é correto afirmar sobre as 
asserções que: 
 
Alternativas: 
 a) 
as duas são verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da 
primeira. 
Alternativa assinalada 
 b) 
@luana.trabalhosacademicos 
 
as duas são verdadeiras, mas não estabelecem relação entre si. 
 c) 
a primeira é uma afirmativa falsa; e a segunda, verdadeira. 
 d) 
a primeira é uma afirmativa verdadeira; e a segunda, falsa. 
 e) 
as duas são falsas, e a segunda não complementaria a primeira. 
4)Texto base: 
De acordo com a Declaração dos direitos humanos, assinale a alternativa que 
especifica melhor o que se preconiza neste documento: 
 
Alternativas: 
 a) 
Os direitos humanos preconizam que a escravidão só será mantida em 
países cuja prática é considerada dever religioso. 
 b) 
Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão, receber e 
transmitir informações e ideias desde que dentro das fronteiras de seu país 
de origem. 
 c) 
Os direitos humanos somente serão exercidos em países que assinarem 
tratados com a ONU. 
 d) 
Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades 
estabelecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos, sem 
quaisquer distinções. 
Alternativa assinalada 
 e) 
os direitos humanos são para qualquer humano, menos aqueles que estão 
na lista dos vulneráveis sociais e para os prisioneiros. 
5) 
Para muitos alunos do EJA, a questão mais importante é o fato de não saber ler e 
escrever. Isso é algo que o desvaloriza, e que se torna vergonhoso e incomoda. O 
simples fato de conseguir assinar o nome já faz com que o aluno se sinta menos 
@luana.trabalhosacademicos 
 
inferiorizado. O que acontece neste caso é que não há grande diferença entre 
aquele que é analfabeto e o que apenas sabe assinar o nome. (Fonte: SILVA, 
S. A. da; FERREIRA, S.F.; FERREIRA, D.M. A expectativa dos alunos da Educação 
de Jovens e Adultos (EJA) com relação à educação para o trabalho. Disponível 
em: https://www.ufpe.br/ce/images/Graduacao_pedagogia/pdf/2012.1/a%20expe
ctativa%20dos%20alunos%20da%20educao%20de%20jovens%20e%20adultos.pd
f acesso em 21/12/2016) 
Além da proposta de alfabetização, o ensino de jovens e adultos está preocupado 
com a formação do cidadão. Assinale a afirmativa que mostra qual as 
principais expectativas desse tipo de educação: 
 
Alternativas: 
 a) 
aprendizagemda assinatura do nome, as primeiras letras, os números 
primários 
 b) 
Reparar, equalizar e qualificar o educando para si e para a sociedade 
Alternativa assinalada 
 c) 
Ler letreiros de ônibus, conseguir fazer troco, ler rótulos de produtos. 
 d) 
função organizadora, reparadora e administradora. 
 e) 
função equalizadora, proporcionar aprendizado básico, aumentar a auto 
estima por saber assinar o nome.

Outros materiais