Buscar

1 O processo de desenvolvimento da profissão do Serviço Social

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

1 O processo de desenvolvimento da profissão do Serviço Social, que se deu entre 1947 e 1961, recebeu uma forte influência do Serviço Social norte americano, período denominado de metodologismo e desenvolvimentismo. Quais as principais características do desenvolvimentismo no Brasil?
		
	
	Forte discurso nacionalista, preocupação com a emancipação humana e aversão ao capital estrangeiro.
	
	Apego às tradições políticas e econômicas, esforço pela manutenção dos aspectos nacionais e culturais brasileiros, desenvolvimento das áreas rurais do País.
	
	Desenvolvimento de Comunidades, especialmente as rurais, com uso exclusivo do capital nacional, forte discurso de clamor à organização da classe trabalhadora.
	
	Busca de superação do atraso e subdesenvolvimento por meio da retomada da agricultura nacional, relegando a segundo plano a industrialização do País.
	 
	Busca da expansão econômica pela aceleração do processo de industrialização e geração de riquezas nacionais a partir do capital estrangeiro, como estratégia fundamental para erradicação do atraso e subdesenvolvimento.
	3 (FCC - DPE SP - Agente de Defensoria Pública - Área Assistente Social - 2015).
 Nas discussões sobre a natureza e gênese da profissão de assistente social convivem diversas posições de diferentes autores, assistentes sociais. Situando a profissão numa perspectiva histórico-crítica, encontram-se vários expoentes na produção de conhecimento sobre o Serviço Social. Considere as proposições abaixo:
 I. Entende-se o assistente social como um profissional que desempenha um papel claramente político, explicado pela posição que ocupa na divisão sociotécnica do trabalho.
II. O significado social da profissão na sociedade capitalista situa-a como um dos elementos que participa da reprodução das relações de classes e do relacionamento contraditório entre elas.
III. A profissionalização do Serviço se relaciona à evolução da ajuda, à racionalização da filantropia e à organização da caridade.
Está correto o que se afirma em: 
		
	
	I, II e III.
	 
	I e II, apenas.
	 
	II e III, apenas.
	
	I, apenas.
	
	II, apenas.
	
	
	
	4 (VUNESP, Analista de Gestão Municipal (IPSM SJC) / Assistente Social/2018)).
Analisar o trabalho do assistente social no âmbito estatal, como grande propulsor de sua profissionalização, supõe apreendê-lo no contexto das recentes mudanças de mercado, da sociedade e do próprio Estado, em meio a relações de antagonismo e reciprocidade. Esse novo momento altera as relações de trabalho e as condições nas quais os assistentes sociais atuam. O desenvolvimento do trabalho do assistente social demanda recursos para o atendimento das requisições próprias de seu cotidiano. Nesse sentido e considerando esse cenário, para a garantia e o acesso aos direitos sociais verifica-se:
		
	
	Um positivo reordenamento da prestação de serviços.
	 
	Uma intensa movimentação em torno de posturas ideológicas.
	
	Um completo avanço da subordinação intradisciplinar.
	 
	Uma ampla retração dos recursos institucionais.
	
	Uma significativa mudança para as políticas setoriais.
	5 Os fundamentos teórico-metodológicos do trabalho social com famílias embasam e repercutem em modos e características peculiares de se trabalhar com família. Entre os fundamentos está o referencial positivista/funcionalista e sistêmico. Esse referencial teórico metodológico trouxe como consequências ao trabalho com famílias:
		
	 
	ações de planejamento, execução, avaliação de serviços e benefícios.
	 
	o acesso aos auxílios e serviços vinculados aos modos de vida das famílias.
	
	o monitoramento do trabalho com a participação das famílias.
	
	ações periciais mediante estudo e avaliação da situação da família.
	
	o exame contextualizado das questões apresentadas pela família.
	
	
	
6 O Mundo do trabalho é, sem dúvida, um tema recorrente na reflexão acerca dos mecanismos sociais. O trabalho conecta o sujeito às demais dimensões de sua existência.  Qual fator afeta gravemente a classe trabalhadora na venda livre de sua força de trabalho?
		
	
	A influência da Igreja Católica.
	 
	A falta de postos de trabalho.
	
	O passado recente escravocrata.
	 
	A exploração predatória do modo de produção capitalista.
	
	
	
	7 O estreitamento das relações entre Brasil e Estados Unidos se solidificou na Era Vargas, mais especificamente em 1942, em função do objetivo comum de fortalecer o capitalismo na América Latina. De que forma as estruturações econômico, sociais e políticas na Era Vargas contribuíram para a profissionalização do Serviço Social?
		
	
	Não houve relação direta entre o surgimento das primeiras instituições sociais e assistenciais e a profissionalização do Serviço.
	 
	Por meio do apoio da Igreja Católica e do movimento laico.
	
	Por meio da pressão popular e movimentos reivindicatórios da classe trabalhadora.
	 
	Por meio da relação de assalariamento e ampliação do mercado de trabalho, estimulando a formação profissional.
	
	Por meio da iniciativa filantrópica da burguesia.
	
	
	8 O Serviço Social cumpriu em várias etapas de sua trajetória de institucionalização da profissão um papel de reprodutor do status quo, ou seja, ou seja, a relação de desigualdade entre o que tem e o que não tem. Dessa forma manteve a relação entre assistidos e assistentes. Não somente no Brasil, mas na América Latina de uma forma geral, essa era a tônica. O que demarca a profissionalização do Serviço Social?
		
	 
	As Encíclicas Papais.
	 
	A adoção de políticas de cunho social, alternando a caridade com repressão e controle.
	
	A pressão do movimento operário organizado.
	
	A influência primordial do laicato.
	
	O controle exercido exclusivamente pelo aparato da Igreja Católica.
	
	9 Banca: ATAME Grupo - ATAME Prova: ATAME - Prefeitura de Alto Araguaia - Assistente Social - 2012 – ADAPTADA
Um dos pressupostos teórico-metodológicos que serviram de suporte para a profissão foi a utilização do referencial teórico da Fenomenologia, apresentado pelo grupo do Rio de Janeiro no Encontro de Sumaré, em 1978. Nesta perspectiva, o Serviço Social é visto ao mesmo tempo como processo de aprendizagem, de ajustamento e de mudança. Quais foram as categorias chaves da Fenomenologia usadas pelo Serviço Social?
		
	
	Linguagem, Ajustamento e Transformação individual.
	 
	Diálogo, Profissão e Método.
	
	Questão social, Ajustamento e Diálogo.
	 
	Diálogo, Pessoa e Transformação Social.
	
	Questão social, Transformação social e Sociedade.

Continue navegando