Buscar

8 - Bens

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Bens
 Conceito: coisa é tudo aquilo que existe objetivamente, com a exclusão do homem (gênero). Bens são coisas que podem ser úteis e raras para o interesse humano, ou seja, são suscetíveis de apropriação e contém valor econômico. (Silvio Rodrigues)
Classificação
quanto a tangibilidade: a) bens corpóreos materiais ou tangíveis: dotados de existência física. Ex: dinheiro, automóvel; b) bens incorpóreos, imateriais ou intangíveis: valores imateriais, não possuem estrutura física. Ex: crédito, direitos autorais.
Bens
quanto a mobilidade: a) bens imóveis: aqueles que não se pode transportar sem a sua destruição de um lugar para o outro (arts. 70 a 81 do CC). Conforme art. 82 do CC, podem ser divididos em:
imóveis por própria natureza ou essência (art. 79, primeira parte do CC): o solo e tudo que nele se incorpora naturalmente; 
imóveis por acessão física industrial ou artificial (art. 79, primeira parte do CC): o solo e tudo quanto nele se incorpora com intervenção humana. Exemplo: fontes, lagos artificiais.
imóveis por força da lei ou disposição legal (art. 80 CC): segurança das relações jurídicas. Ex: direitos reais sobre imóveis e o direito à sucessão aberta.
Bens
b) Bens móveis (art. 82, CC): podem ser classificados em:
(i)bens móveis por natureza ou essência: aqueles suscetíveis de movimento próprio, por exemplo, os semoventes, bem como os suscetíveis de remoção de força alheia sem que haja a alteração da sua substancia, como por exemplo, mercadorias e automóveis.
(ii) bens móveis por antecipação: são os incorporados temporariamente ao solo, para posterior remoção, cumprindo destinação econômico social. Exemplo: árvores destinadas ao corte para transformação em papel, colheita.
(iii) bens móveis por força de lei (art. 83 do CC): I - as energias que tenham valor econômico (energia elétrica); II - os direitos reais sobre objetos móveis e as ações correspondentes (penhor); III - os direitos pessoais de caráter patrimonial e respectivas ações (direitos autorais).
Bens
OBS: Navios e aeronaves são bens móveis por natureza, mas para fins de hipoteca são considerados bens imóveis. 
III - Classificação quanto à fungibilidade (art. 85, CC): (i) bens fungíveis: aqueles podem ser substituídos por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade, conforme art. 85 do CC. (ii) bens infungíveis: são aqueles não podem ser substituídos por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade.
OBS: a infungibilidade dos bens móveis pode resultar da própria natureza da coisa, por exemplo camisa do Zico quanto foi campeão pelo Flamengo; bem como da vontade das partes, por exemplo o do carro raro.
Bens
IV - Classificação quanto à consuntibilidade: a) Bens inconsumíveis: comportam o uso reiterado, sem a destruição imediata de sua substancia, exemplo o livro; b) Bens consumíveis: bens móveis, cujo uso importa destruição imediata da própria substância. Atenção para o art. 86 – bens destinados à alienação nos termos do art. 86 do CC. 
OBS: consuntibilidade de fato: bens que se destroem com o primeiro uso, por exemplo, cigarros, bebidas etc.; consuntibilidade de direito ou jurídica, aplica-se aos bens postos à venda, destinados a alienação, por exemplo, um livro exposto a venda.
Bens
IV - Classificação quanto à individualidade: a) bens singulares (art. 89, CC): aqueles que embora reunidos, se consideram de per si, independentemente dos demais, como exemplo uma caneta, lápis e uma borracha; b) Bens coletivos ou universais: aqueles que constituídos de duas ou mais coisas singulares, mas que se considera agregadas em um todo único, por exemplo, uma caneta, um lápis e uma borracha, todos dentro de um estojo.
OBS: Segundo os artigos 90 e 91 do CC os bens coletivos podem ser: i) uma universalidade de fato, ou seja, o conjunto de duas ou mais coisas corpóreas agregadas em um todo, por exemplo, um rebanho, uma biblioteca etc. ii) As universalidades de direito (art. 91, CC), como por exemplo, a herança ou o patrimônio.
Bens
IV - Classificação quanto à divisibilidade: a) Bens divisíveis (art. 87, CC) são os que se pode fracionar sem alteração na sua substância, diminuição considerável de valor, ou prejuízo do uso a que se destinam; b) Bens indivisíveis: aqueles cujo o fracionamento resultam em destruição de sua substância, diminuição considerável do seu valor ou do uso a que se destina.
OBS: Segundo a doutrina, considerando o art. 88 do CC, a indivisibilidade pode ser ainda: i) Física, quando o fracionamento resultar na perda da sua substância; ii) Econômica, quando o fracionamento implicar em perda considerável do valor do bem; iii) Intelectual ou jurídica, o fracionamento é vedado pela lei; iv) Voluntária, o fracionamento é vedado por vontade das partes; v) Finalística, o fracionamento resulta na alteração do uso para que a coisa de destina. 
Bens
IV - Classificação quanto à dependência em relação a outro bem (bens reciprocamente considerados – art. 92, CC): a) bens principais (ou independentes): são aqueles que existem de maneira autônoma sem a intervenção de outro para sua forma; b) Bens acessórios (ou dependentes): aqueles cuja a existência e finalidade dependem de um outro bem denominado bem principal.
Obs: bens incorpóreos, por exemplo, o crédito (principal) e a cláusula penal (acessório). 
Obs: principio da gravitação jurídica - o acessório segue a sorte do principal. 
Bens
É possível relacionar como bens acessórios e corpóreos os institutos a seguir: 
a) Dos frutos: produções normais e periódicas cuja percepção deixa intacta a coisa que os produziu. 
Podem ser quanto à origem: i) naturais: aqueles que se reproduzem naturalmente pela própria força orgânica da coisa; ii) industriais: se reproduzem pelo trabalho do homem; iii) civis: os rendimentos produzidos por determinado bem.
Quanto ao estado em que se encontram, podem ser: i) pendentes: aqueles que estão unidos a coisa que o produziu; ii) percebidos: são os já colhidos; iii) frutos estantes: são aqueles que já foram colhidos, mas se encontram armazenados para a venda; iv) frutos percipiendos: aqueles que já deviam ter sido colhidos, mas ainda não foram; v) frutos consumidos: são aqueles que não mais existem por que já utilizados. 
b) Dos produtos: utilidades que se extrai de uma coisa com o consumo de sua substância, por exemplo, o ouro retirado da mina. 
Atenção para o art. 95 do CC
Bens
c) Das pertenças: não constituem partes integrantes, mas se destinam a modo duradouro ao uso, ao serviço ou ao aformoseamento de um outro bem. 
A regra de que o acessório segue o principal não se aplica as pertenças (art. 94, CC)  
d) Das benfeitorias: São obras ou despesas efetuadas em uma coisa para conservá-la, melhorá-la, ou então embelezá-la. Podem ser: necessárias, úteis ou voluptuárias, conforme art. 96 do CC, que dispõe em seus parágrafos 
		
e) Das acessões: É a junção de uma coisa a outra em razão de força externa. (ii) acessões podem ser naturais, quando a união provier da força da natureza, por exemplo, formação de ilhas. (ii) acessões industrial ou artificial, decorre da intervenção do homem, exemplo construção de uma obra; (iii) acessões mista, decorre da força da natureza e da intervenção do homem, por exemplo as plantações. 
Bens
Bens públicos:
de uso comum do povo (art. 99, I, CC): aqueles em que em razão de sua própria natureza ou por força de lei facultam o acesso a todos. Ex: rios, mares, ruas, praças, estradas e etc. 
Atenção para o art. 103, CC.
b) bens de uso especial (art. 99, II, CC): utilizados pela administração pública para atingir fins públicos. Exemplo: edifícios públicos, carros oficiais. 
c) dominiais ou dominicais (art. 99, III ,CC): não tem destinação pública, integram o patrimônio disponível do poder público. Ex: terrenos de marinha, estradas de ferro.

Continue navegando

Outros materiais