Buscar

1 Orientação atividade a distância


Continue navegando


Prévia do material em texto

Propostas de atividades para o módulo II – Diálogos Possívies: neurociência e 
competências para o século XXI como contribuição à aprendizagem. 
 
 
Orientações para atividades a distância do módulo II 
 
A etapa a distância corresponde aos estudos dos textos complementares e vídeos, assim 
como a realização das atividades, discussões e reelaboração do PPP, podendo ser desenvolvida pela 
equipe durante os horários de planejamento individual e coletivo. 
A devolutiva das atividades realizadas pelos professores deve ser feita para a coordenação 
pedagógica, responsável pelo processo formativo na escola. Cabe ao coordenador compilar e 
sintetizar as ideias propostas, organizando um documento final que reflita o pensamento coletivo dos 
profissionais da escola, que será apresentado posteriormente aos responsáveis pelo 
acompanhamento do processo. 
Os materiais de apoio estão nos seguintes links: 
https://drive.google.com/open?id=12Y1ScNK337EQVFO8TR7ccsYFLmeSoJ7z 
https://drive.google.com/open?id=1kYqBWQE0BvjdjrlSde-U68QLT6_kuPok 
 
A carga horária (16h) fica assim distribuída: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Atividades Carga horária 
- Leitura dos textos, visualização de vídeo, reflexão e registro sobre o tema 
neurociência. 
8h 
- Discussão e preenchimento dos templates das atividades propostas. 2h 
- Leitura, análise e ensaio da elaboração dos itens do PPP: missão, visão e 
valores, considerando as premissas discutidas do módulo II (competências 
para o século XXI, fundamentos teórico-pedagógicos que contemplam as 
competências para a formação integral do estudante do século XXI). 
- Preenchimento do template com os itens do PPP. 
6h 
 
https://drive.google.com/open?id=12Y1ScNK337EQVFO8TR7ccsYFLmeSoJ7z
https://drive.google.com/open?id=1kYqBWQE0BvjdjrlSde-U68QLT6_kuPok
Atividade 1 – Competências Socioemocionais 
Objetivo: Ampliar os estudos e discussões a respeito das temáticas do módulo II, com as 
competências para o século XXI – cognitivas e socioemocionais –, relacionando-as com as 10 
competências da BNCC e o desenvolvimento integral do estudante do século XXI. 
 
Na perspectiva de preparar nosso estudante de forma integral é necessário pensarmos no 
desenvolvimento de competências necessárias para enfrentar os desafios propostos pelo século 
XXI, ampliando as discussões e proposições sobre as competências socioemocionais com base 
nos tipos de aprendizagens propostas na perspectiva do Relatório Delors (Educação: um tesouro 
a descobrir), publicado pela Unesco em 1998. 
Não se trata de deixar de lado as competências cognitivas, como interpretar, refletir, analisar, 
entre outros, mas compreender que ambas estão interligas e devem ser trabalhadas de maneira 
intencional. Nessa mesma perspectiva, o relatório da Unesco (DELORS, 1998) sugere um ensino 
pautado nos quatro pilares do conhecimento: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a 
ser e aprender a conviver, o que reafirma o compromisso com o desenvolvimento do indivíduo em 
todas as suas dimensões. 
No livro Educação integral para o século 21 – o desenvolvimento pleno na formação para a 
autonomia e no material denominado Lápis das 22 competências socioemocionais, ambos do 
Instituto Ayrton Senna (IAS), cuja proposta busca o entendimento e a reflexão sobre o que são, 
como se desenvolvem e como podem ser mensuradas as competências socioemocionais, é 
possível compreender o impacto real desse trabalho na educação, na escola e na vida. Salienta-
se que a matriz de referência proposta pelo IAS é o modelo organizativo que apresenta a melhor 
a compreensão de seu impacto na aprendizagem e na vida dos estudantes da Educação Básica 
(Educação Infantil e Ensino Fundamental). 
 
Orientações para a execução da atividade: 
a) Leitura dos textos (disponível no drive): 
- Educação: um tesouro a descobrir (DELORS, 1998). 
- Lápis das 22 competências socioemocionais (IAS) 
b) Após a leitura, discutir e registrar as possibilidades de construção de práticas pedagógicas que 
abordem as 22 competências socioemocionais, organizadas em 5 macrocompetências pelo IAS, e 
como devem estar contempladas no PPP de sua escola. 
 
 
 Registre de que modo cada uma das 22 competências socioemocionais, organizadas em 5 macrocompetências pelo Instituto Ayrton Senna 
(IAS), estarão contempladas no Projeto Político-Pedagógico da sua escola (PPP), alinhadas à educação integral proposta pela BNCC e pelo 
Currículo de Referência de MS, de modo a assegurar o desenvolvimento integral dos estudantes. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A
B
ER
TU
R
A
 A
O
 N
O
V
O
 
 
ABERTURA AO 
NOVO 
AUTOGESTÃO ENGAJAMENTO 
COM OS OUTROS 
RESILIÊNCIA 
EMOCIONAL 
AMABILIDADE 
Atividade 2 – Educação e neurociência 
Objetivo: Estabelecer um diálogo no âmbito da educação, da neurociência e das competências 
cognitivas e socioemocionais na perspectiva das concepções e inquietações sobre os processos de 
aprendizagem e dos conhecimentos necessários para o estudante do século XXI. 
 
Considerando que desde muito pequenas as crianças também respondem aos estímulos e 
desafios propostos, gerando aprendizado, segundo Arce (2018) existem os neuromitos, definidos 
pela OECD (Oganization for Economic Co-operation and Development) “(...) como equívocos 
gerados por leituras e referências feitas a resultados e trabalhos de pesquisa a respeito do cérebro, 
parcialmente compreendidos ou totalmente mal compreendidos e utilizados para pautar ou justificar 
ações e práticas, teorias no campo educacional e em outras áreas” (p. 50-51). 
 
Orientações para a execução da atividade: 
a) Leitura do texto (disponível no drive): 
- Educação infantil, alimentação, neurociência e tecnologia – cap. 2: Neurociência, educação e 
crianças pequenas: entre mios e possibilidades. (ARCE, 2018). 
b) Após a leitura e apropriação do tema levantado pela autora do texto, identifique e registre na 
primeira coluna os neuromitos que interferem no fazer educacional, dificultando a aprendizagem 
das crianças e jovens; na segunda coluna indique quais são as possibilidades de desconstrução 
desses equívocos apontados pela autora. 
 
NEUROMITO... SE DESFAZ QUANDO... 
1º 
 
 
2º 
3º 
 
 
4º 
5º 
Orientações para a execução da atividade após leitura do texto: 
Refletindo sobre o cotidiano escolar, o livro A pedagogia da neurociência: ensinando o cérebro 
e a mente (OLIVEIRA, 2015) oferece apoio teórico para que que a educação se aproprie dos 
conhecimentos atuais dessa área. Por meio de uma análise histórica são identificados diversos 
momentos de encontro entre a neurociência e a educação. 
Na atualidade, busca-se compreender como o cérebro humano aprende, uma vez que o 
processo de construção de conhecimentos deve se adequar ao modo como o cérebro funciona. Daí 
decorre a necessidade de adequar a prática pedagógica e a avaliação da aprendizagem. Assim, o 
texto instiga a repensar a neurociência como aliada da aprendizagem. O enfoque multidisciplinar 
promove um diálogo entre os diversos pares da neurociência e se aventura nos conhecimentos 
incipientes da mente humana para antever a educação do complexo cérebro/mente. 
No capítulo 13, Os desafios da neurociência para a escola, o autor afirma que aprender não é 
absorver conteúdos, mas sim um processo que exige uma rede complexa de operações 
neurofisiológicas e neuropsicológicas, destacando também qual tipo de aprendizagem interessa ao 
educador, bem como a importância de compreender que o pensar e o sentir não são universos 
separados ou opostos, como se acreditava (razão gerava saberes racionais e emoção gerava 
saberes emocionais). 
Para entender melhor como se processa o aprendizado, realize a leitura sobre a pedagogia da 
neurociência. In: OLIVEIRA, G. G. A pedagogia da neurociência: ensinando o cérebro e a mente. 
Curitiba: Appris, 2015, cap. 13. 
Após a leitura do capítulo, pense e discuta com o seu grupo. Emseguida registre no fluxogama 
a seguir as ideias construídas sobre os comandos abaixo: 
 
a) Indique no fluxograma um desafio de seu cotidiano escolar e descreva, a partir da leitura 
do texto, quais contribuições a neurociência pode sugerir para superá-lo. 
b) Pense em uma área do conhecimento e uma habilidade, liste-os e depois escreva quais 
estratégias metodológicas você usaria para que os estudantes pudessem aprender 
envolvendo operações neurofisiologicas (pensar) e neuropsicologicas (sentir), uma vez que 
a neurociência aponta que esses dois processos não estão dissociados. 
c) A escola do século XXI está alicerçada em práticas pensadas para atender ao estudante 
contemporâneo – protagonista de suas ações, do processo de aprendizado e dotado de 
interesses diversos. Observe o PPP de sua escola, identifique ações didáticas que 
contemplem processos cognitivos e afetivos que favoreçam a educação integral em 
diferentes possibilidades, e em quais áreas do conhecimento (Ens. Fundamental) ou 
campo de experiência (Ed. Infantil) o documento contempla essas possibildides. Em 
seguida registre no fluxograma. 
 
a a
DESAFIO NO COTIDIANO ESCOLAR: 
CONTRIBUIÇÕES DA NEUROCIÊNCIA 
PARA SUPERAR: 
ÁREA DE CONHECIMENTO: 
 
 
HABILIDADE: 
ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS: 
AÇÃO DIDÁTICA QUE CONTEMPLE OS 
PROCESSOS COGNITIVOS E AFETIVOS: 
ÁREAS DO CONHECIMENTO (ENS. 
FUNDAMENTAL) OU CAMPOS DE 
EXPERIÊNCIA (ED. INFANTIL): 
PROCESSOS DE APRENDIZAGEM E CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS PARA O ESTUDANTE DO SÉCULO XXI 
Atividade 3 – Perspectiva da neurociência para o cotidiano escolar 
Objetivo: Estabelecer um diálogo no âmbito da educação, da neurociência e das competências 
cognitivas e socioemocionais na perspectiva das concepções e inquietações sobre os processos de 
aprendizagem e dos conhecimentos necessários ao estudante do século XXI. 
Em entrevista realizada na Universidade de Viçosa, a professora adjunta da UFMG, Drª. 
Leonor Bezerra Guerra aponta algumas perspectivas que a neurociência traz e que podem ser 
agregadas ao cotidiano escolar. 
Após assistir a entrevista, faça o registro na tabela abaixo, levando em consideração que “(...) 
as decisões pedagógicas devem estar orientadas para o desenvolvimento de competências. Por 
meio da indicação clara do que os alunos devem “saber” (considerando a constituição de 
conhecimentos, habilidades, atitudes e valores) e, sobretudo, do que devem “saber fazer” 
(considerando a mobilização desses conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para resolver 
demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho), 
a explicitação das competências oferece referências para o fortalecimento de ações que assegurem 
as aprendizagens essenciais definidas na BNCC” (BNCC, 2017 p.14). 
 
Orientações para a execução da atividade: 
a) Assistir ao vídeo Neurociência e educação, da Drª. Leonor Bezerra Guerra. 
b) Discuta com seu grupo as possibilidades e desafios da aprendizagem diante do cotidiano escolar, 
tendo como perspectiva a neurociência, e registre na tabela abaixo: 
 
PERSPECTIVA DA NEUROCIÊNCIA PARA O COTIDANO ESCOLAR 
POSSIBILIDADES DESAFIOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Atividade 4 – Painel integrado 
Objetivo: Possibilitar discussões sobre os fundamentos teórico-metodológicos, bem como as 
competências gerais da BNCC e as competências para o século XXI: cognitivas e socioemocionais, 
para que possa haver a reflexão sobre diferentes perspectivas, para que seja contemplado na reescrita 
do Projeto Politico-Pedagógico da escola ações que favoreçam a formação integral do estudante do 
século XXI. 
 
Com a implementação do Currículo de Referência do Estado de MS, surge a consequente 
necessidade de reestruturação do Projeto Político-Pedagógico (PPP). Durante o ano de 2019 a 
Rede Estadual de Ensino vem propondo às escolas essa reformulação. Para isso, o coordenador 
pedagógico deverá, ao final das atividades realizadas a distância no módulo II, organizar discussões 
junto aos grupos de professores a partir das leituras realizadas, dando continuidade aos registos no 
painel integrado da reconstrução do PPP de sua escola. 
 
Orientações para a execução da atividade: 
a) Discutir em grupo as premissas dos temas apresentados no painel integrado. 
b) Com base nos estudos realizados neste módulo, o grupo deverá registrar, em linhas gerais, como 
as premissas dos temas estudados devem estar presentes no futuro PPP. 
 
 
 
PAINEL INTEGRADO – módulo II 
Premissas: 
 
Como essas premissas constam, em linhas gerais, 
no atual PPP? 
Como essas premissas deverão constar, em linhas 
gerais, no futuro PPP, à luz da BNCC e do 
Currículo de Referência de MS? 
d) Competências Gerais da 
BNCC. 
 
 
e) Competências para o século 
XXI: cognitivas e 
socioemocionais.