Buscar

Portugues Juridico Revisao

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Português Jurídico: Revisão 1
Português Jurídico: Revisão
� Linguagens jurídicas
Desenvolvimento de uma linguagem específica 
no Direito.
Expressões e palavras essenciais na 
construção dos textos jurídicos.
� Importância da linguagem
A linguagem verbal é fundamental para os 
profissionais do Direito.
A palavra é a matéria-prima essencial para 
suas atividades.
� Melhoria da habilidade de linguagem
Prática da leitura e da escrita são essenciais.
� O conhecimento
Juristas recorrem à leitura de diversas formas 
literárias.
As leis demandam leitura, compreensão e 
interpretação.
� Domínio gramatical e literário
Falar e escrever com propriedade resulta do 
hábito da leitura e do estudo da gramática.
O texto legal é social e formado por palavras 
sociais.
� Juridiquês
Termo utilizado para descrever o jargão do 
Direito.
Pode tornar a comunicação difícil até mesmo 
para juristas.
A AMB lançou uma campanha pela 
simplificação do juridiquês em 2005.
Comunicação
Definição de Comunicação
Processo fundamental para interação social.
Envolve troca de informações, ideias e 
sentimentos.
Elementos da Comunicação
Emissor: Quem emite a mensagem.
Receptor: Quem recebe a mensagem.
Mensagem: Informação transmitida.
Funções da Linguagem
Introdução
As funções de linguagem são formas de 
utilização da linguagem conforme a intenção 
do falante.
Elas são classificadas em seis tipos: 
referencial, emotiva, poética, fática, conativa e 
metalinguística.
Cada função está relacionada aos elementos 
da comunicação, determinando os objetivos 
dos atos comunicativos.
Função Referencial
Objetivo principal: transmitir informações de 
forma objetiva.
Exemplo: Notícia sobre a desvalorização do 
real.
Função Emotiva ou Expressiva
Objetivo principal: expressar emoções, 
sentimentos e opiniões do emissor.
Caráter pessoal e marcado pelo uso de sinais 
de pontuação.
Exemplos: Textos poéticos, cartas, diários.
Função Poética
Característica das obras literárias.
Utilização do sentido conotativo das palavras e 
preocupação com a forma da mensagem.
Presente também na publicidade e expressões 
cotidianas com uso frequente de metáforas.
Exemplo: Uso de provérbios e metáforas.
Função Fática
Objetivo: estabelecer, prolongar ou 
interromper a comunicação.
Foco na relação entre emissor e receptor, 
principalmente no canal de comunicação.
Muito utilizada em saudações, cumprimentos e 
diálogos cotidianos.
Exemplo: Diálogo para marcar uma consulta 
médica.
Função Conativa ou Apelativa
Português Jurídico: Revisão 2
Canal: Meio de transmissão da mensagem.
Código: Conjunto de símbolos utilizados.
Contexto: Circunstâncias em que a 
comunicação ocorre.
Código na Comunicação
Conjunto de símbolos para representar e 
transmitir mensagens.
Pode ser verbal (língua falada ou escrita) ou 
não verbal (gestos, expressões faciais, 
posturas corporais).
Deve ser conhecido e compartilhado pelo 
emissor e pelo receptor para eficácia da 
comunicação.
Língua e Linguagem Jurídica
Língua: Sistema de comunicação verbal com 
regras gramaticais, vocabulário e pronúncias 
compartilhadas.
Linguagem Jurídica: Variante da língua usada 
por profissionais do Direito, caracterizada por 
termos técnicos e linguagem formal.
Outros Sistemas de Comunicação
Linguagem Corporal: Gestos, expressões 
faciais e posturas corporais para transmitir 
informações e emoções.
Linguagem Visual: Uso de imagens, gráficos e 
símbolos para transmitir mensagens.
Linguagem Sonora: Uso de sons, como música 
e ruídos, para transmitir mensagens.
Essência da Comunicação
Ocorre de diversas formas: fala, escrita, 
linguagem corporal, etc.
Utiliza elementos como emissor, receptor, 
mensagem, canal, código e contexto.
Interpretação de Textos
Importância
Habilidades fundamentais na vida cotidiana, 
acadêmica e profissional.
Compreensão: Identificar e extrair o 
significado das ideias e informações 
apresentadas.
Interpretação: Vai além da compreensão literal, 
envolvendo análise de contexto, inferências e 
intenções do autor.
Pré-requisitos para Compreensão e 
Interpretação
Características
Linguagem persuasiva com o objetivo de 
convencer o receptor.
Foco no receptor da mensagem.
Amplamente utilizada em propagandas, 
publicidades e discursos políticos para 
influenciar o público-alvo.
Textos geralmente na segunda ou terceira 
pessoa, com verbos no imperativo e uso 
de vocativos.
Exemplos de Função Conativa
"Vote em mim!"
"Entre. Não vai se arrepender!"
"É só até amanhã. Não perca!"
Função Metalinguística
Características
Uso da metalinguagem, que se refere a si 
mesma.
O emissor explica um código utilizando o 
próprio código.
Exemplos incluem textos que discutem 
sobre a linguagem textual, documentários 
sobre a linguagem cinematográfica, 
gramáticas e dicionários.
Exemplo de Função Metalinguística
"Escrever é uma forma de expressão 
gráfica. Isto define o que é escrita, bem 
como exemplifica a função 
metalinguística."
Informações Explícitas e Implícitas
Explícitas
Claramente expostas no texto, não 
requerem análise adicional.
Interpretação se restringe ao que foi 
redigido.
Exemplos: Frases que afirmam fatos 
diretamente.
Implícitas
Elementos deduzidos a partir de 
informações explícitas.
Percepção passa pela capacidade de 
deduzir o não explicitado pelo autor.
Exemplo: Inferências feitas pelo leitor a 
partir do contexto e das entrelinhas do 
texto.
Português Jurídico: Revisão 3
Bom vocabulário, conhecimento prévio sobre o 
assunto e habilidades de leitura crítica.
Atenção à estrutura do texto, tom do autor e 
recursos literários.
Aplicações
Não apenas para leitura de livros e artigos, 
mas também para comunicação diária, 
incluindo e-mails, mensagens de texto e 
notícias online.
Habilidade de leitura ajuda na compreensão de 
informações e na comunicação eficaz.
Desenvolvimento de Habilidades
Prática regular de leitura.
Identificação e busca de significado de 
palavras desconhecidas.
Fazer anotações e resumos enquanto lê.
Buscar opiniões de outras pessoas para 
expandir a compreensão sobre um assunto.
Diferença entre Compreensão e Interpretação
Compreensão Textual: Entendimento geral do 
texto, incluindo vocabulário, estrutura e 
conceitos apresentados.
Interpretação Textual: Análise mais profunda 
do significado e propósito subjacentes ao 
texto, incluindo ideias, temas e mensagens 
implícitas.
Interpretação é mais subjetiva, baseada nas 
experiências, conhecimentos e perspectivas 
do leitor.
Ambas são importantes para a leitura crítica e 
compreensão completa de um texto.
Implícitos: Pressupostos e Subentendidos
Pressupostos
Assumidos como verdadeiros pelo 
autor e pelo leitor, mesmo não sendo 
afirmados explicitamente.
Exemplos: Inferências feitas a partir de 
advérbios, adjetivos, orações adjetivas, 
entre outros.
Verbos: “Os alunos deixaram o 
curso de língua inglesa, porque 
essa matéria
não foi incluída no edital do 
concurso.ˮ  O uso do verbo 
"deixaram" sugere que os alunos 
estavam cursando inglês até a 
exclusão da matéria do edital do 
concurso.
Advérbios: “João também não fez 
o que foi solicitado.ˮ O emprego de 
"também" indica que outras 
pessoas, além de João, não 
cumpriram a solicitação.
Adjetivos: “Os candidatos 
estudiosos têm grandes 
possibilidades de
aprovação.ˮ Ao usar "estudiosos", 
o autor indica a existência de 
candidatos com e sem esse 
atributo, insinuando que os não 
estudiosos têm menos chances de 
aprovação.
Orações Adjetivas: “Os 
funcionários que fizeram greve 
foram demitidos.ˮ Ao mencionar 
"os funcionários que fizeram 
greve", sugere-se que aqueles que 
não fizeram greve continuaram 
empregados.
Palavras Denotativas: “Mesmo 
João fez todos os exercícios.ˮ O 
uso de "mesmo" implica que todos, 
inclusive João, realizaram os 
exercícios, sugerindo que João 
tinha a menor expectativa de fazer 
os exercícios.
Subentendidos
Sugestões ou implicações do texto não 
afirmadas explicitamente.
Identificados por meio de inferências, 
usandoinformações explícitas e 
conhecimentos prévios.
Português Jurídico: Revisão 4
Exemplos: Inferências feitas a partir de 
pistas contextuais, como palavras-
chave ou expressões.
“João e Maria são casados há dez 
anos e não possuem filhos.ˮ Não 
há marcadores de pressupostos, 
mas a inferência possível é que um 
dos dois tenha algum problema que 
impossibilite a gravidez. Mas, essa 
inferência é de responsabilidade do 
leitor, pois o fato de João e Maria 
não terem filhos poderia ser 
também uma opção deles.
ˮO salário mínimo em 2011 no Brasil 
passou a R$545,00.ˮ O emprego do 
verbo PASSOU funciona como 
pressuposto. Pelo uso dessa 
palavra, vê-se que, antes de 2011, 
o salário mínimo tinha outro valor. 
Mas também pode haver um 
subentendido, mormente quando 
se conhece o contexto político-
econômico do Brasil: havia a 
expectativa de que o valor do 
salário mínimo fosse maior.
“Um cidadão, ao entrar num bar, 
pergunta:  O senhor tem água 
mineral?ˮ Fica subentendido que 
não é simplesmente para o 
funcionário do bar responder
Tenho ou não tenho). Está 
implícito que, caso o bar tenha a 
água mineral, o
funcionário deverá pegá-la e 
vendê-la para o senhor
Semântica dos Vocábulos
Parônimos
Palavras com som e escrita parecidos, 
mas com significados diferentes.
Exemplo: "Cavaleiro" (homem que 
anda a cavalo) e "Cavalheiro" (homem 
educado e cortês).
Homônimos
Palavras com pronúncia ou grafia 
idênticas, mas com significados 
diferentes.
Exemplo: "Manga" (fruta) e "Manga" 
(parte da roupa que cobre o braço).
Português Jurídico: Revisão 5
⚡ Atividades
 
📎 Leituras
 Curso de Português 
Jurídico
 Português Jurídico 
Indicado para 
Concursos
 Manual de 
Português Jurídico
 
❓ Questões
📝 Sumário

Continue navegando