Buscar

Atividade em Sala de Aula - 26032021

Prévia do material em texto

1-No dolo eventual: 
 
a) o agente, conscientemente, admite e aceita o risco de produzir o resultado. 
b) a vontade do agente visa a um ou outro resultado. 
c) o sujeito prevê o resultado, mas espera que este não aconteça. 
d) o sujeito não prevê o resultado, embora este seja previsível. 
e) o agente quer determinado resultado. 
 
 
 
2-A respeito do dolo e da culpa, é certo que: 
 
a) a negligência é o comportamento doloso realizado com precipitação ou 
insensatez. 
b) o dolo eventual tem previsão legal diferente do dolo direto para fins de 
aplicação da pena. 
c) a imprudência é a modalidade da culpa em que o agente, por descuido ou 
desatenção, deixa de tomar o cuidado que determinada atividade exigia. 
d) ninguém pode ser punido por fato previsto como crime, salvo os casos 
expressos em lei, senão quando o pratica dolosamente. 
e) se o agente e o ofendido agiram com culpa, a culpa de um compensa a do 
outro, excluindo a conduta delituosa. 
 
 
 
 
 
 
CURSO: DIREITO - UNIDADE DE ENSINO: D. PENAL I 
ATIVIDADE EM SALA DE AULA - DATA: 26/03/2021 
PROF(A).: LEANDRO HOLLERBACH FERREIRA 
3-Há mera culpa consciente, e não dolo eventual, quando o agente: 
 
a) atua sem se dar conta de que sua conduta é perigosa, e de que desatende 
aos cuidados necessários para evitar a produção do resultado típico, por puro 
desleixo e desatenção. 
b) não quer diretamente a realização do tipo, mas a aceita como possível ou até 
provável, assumindo o risco da produção do resultado. 
c) conhece a periculosidade da sua conduta, prevê o resultado típico como 
possível, mas age deixando de observar a diligência a que estava obrigado, por 
confiar que este não se verificará. 
d) quer o resultado representado como fim de sua ação, sendo sua vontade 
dirigida à realização do fato típico. 
e) não dá causa ao resultado, do qual depende a existência do crime. 
 
4-Na culpa consciente, o agente 
 
a) prevê o resultado, assumindo o risco de que venha a ocorrer. 
b) não prevê o resultado, que era previsível. 
c) prevê o resultado, mas espera sinceramente que não venha a ocorrer. 
d) não prevê o resultado, que é imprevisível. 
e) prevê e deseja que o resultado ocorra. 
 
 
5- São elementos caracterizadores da culpa inconsciente, EXCETO: 
 
a) Inobservância do cuidado objetivo. 
b) Comportamento humano voluntário. 
c) Produção de um resultado involuntário 
d) Assunção por parte do agente do provável resultado.

Continue navegando