Buscar

Habeas Corpus: Proteção da Liberdade

Prévia do material em texto

HABEAS CORPUS 
 
No sistema judicial brasileiro, há os chamados remédios constitucionais, os 
quais são instrumentos ou ferramentas jurídicas, previstos na Constituição Federal 
que tem como a finalidade impedir ou evitar ilegalidades, ou abuso de poder, e um 
dos grandes exemplos de um remédio constitucional, é o habeas-corpus, previsto no 
artigo 5º, inciso LXVIII da Constituição Federal: 
“LXVIII – conceder-se-á “habeas-corpus” sempre que alguém sofrer ou se 
achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por 
ilegalidade ou abuso de poder”. 
Considerado como uma relevante e importante garantia constitucional para a 
proteção dos direitos individuais, o habeas corpus tem como sua função a proteção 
do direito de ir e vir, ou seja, é um remédio constitucional que visa garantir a liberdade 
de um indivíduo, quando este for preso ilegalmente ou sofrer ameaça de prisão, por 
conta de ato ilegal ou abuso de poder. 
E é por meio de uma petição de habeas corpus, também chamada de ação 
constitucional, que o indivíduo poderá reverter uma ordem de prisão considerada 
ilegal, seja quando ela já foi concretizada ou para evitar que a mesma, seja executada, 
quando sua liberdade for de alguma forma ameaçada por ela. 
Contudo, torna-se importante frisar que o habeas corpus só pode ser impetrado 
quando as ordens judiciais emanadas possuírem qualquer forma de ilegalidade. 
Dessa maneira, caso haja uma prisão que siga todos os requisitos processuais e 
materiais, os quais foram analisados, verificados e cumpridos de maneira correta, não 
há cabimento legal para um habeas corpus, sendo, dessa forma, necessário 
considerar outras opções legais disponíveis e que se relacionem de alguma forma ao 
caso em específico. 
Diante do exposto, fica claro que, o habeas corpus é fundamental para a 
proteção de liberdades individuais contra detenções ilegais e abusos de poder, 
reforçando a importância de um Estado de Direito e da justiça para todos.

Continue navegando