Buscar

Estamos inseridos em um Estado Democrático de Direito, fundamentado na proteção da dignidade da pessoa humana e na aspiração pela consolidação de uma sociedade justa e igualitária. Para alcançar a tão

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

ATIVIDADE 1 - IFPC - DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA - 51/2024
Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA
E-mail:  assessoriaacademicadl@gmail.com
· (15) 99143-3322
QUESTÃO 1
Estamos inseridos em um Estado Democrático de Direito, fundamentado na proteção da dignidade da pessoa humana e na aspiração pela consolidação de uma sociedade justa e igualitária. Para alcançar a tão desejada harmonia social com justiça, onde os princípios constitucionais e os direitos fundamentais são respeitados, a cidadania se revela como um elemento indispensável.
O Estado Democrático de Direito no Brasil encontra-se fundamentado na Constituição Federal de 1988, conhecida como a "Constituição Cidadã”. Promulgada após um período de regime militar, ela representa um marco na história do país ao estabelecer princípios democráticos e garantir uma extensa gama de direitos e liberdades individuais. Vejamos o que diz o art. 1° da Constituição Federal de 1988:
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I - a soberania;
II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana;
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V - o pluralismo político.
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. (BRASIL, 1988, g.n.)
A Constituição de 1988 assegura a separação dos poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), promovendo um equilíbrio que visa evitar a concentração de poder. Além disso, consolida princípios como a dignidade da pessoa humana, a igualdade, a liberdade e a justiça social como fundamentos do Estado Democrático de Direito. No âmbito dos direitos e garantias fundamentais, a Constituição de 1988 reconhece e protege os direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais. Essa abrangência reflete a preocupação em estabelecer um ambiente jurídico que proporcione a participação efetiva dos cidadãos na vida democrática do país.
Nesse sentido, pergunta-se:
A) O que é cidadania e como ela se relaciona com os direitos humanos?
B) O que é Estado Democrático de Direito e por que ele só se consolida com a cidadania?
53
 
image0.wmf
image1.wmf

Continue navegando