Buscar

Procedimentos estéticos faciais e corporais


Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Procedimentos estéticos faciais e 
corporais 
 
Maria acaba de passar por uma cirurgia plástica de abdominoplastia, pois estava incomodada 
com o excesso de pele na região devido ao processo de emagrecimento que passou. A cirurgia 
causa um grande desconforto e é preciso cuidar muito da região dos pontos, que geralmente 
fica na parte final do abdômen (de quatro a cinco dedos abaixo do umbigo). 
Após o procedimento, é normal ficar inchado e com retenção de líquidos, visto que uma 
quantidade considerável de pele e de gordura foi retirada. Devido a esta situação, o médico 
cirurgião plástico de Maria, assim como a maioria dos cirurgiões que realizam este tipo de 
operação, indicou a drenagem linfática, técnica usada para diminuir edemas e inchaços. Ela 
procurou por um centro estético e iniciou um programa de tratamento de drenagem linfática 
corporal. 
 
 
Após as sessões iniciais, Maria reparou que estava mais inchada na região abdominal do que 
antes de iniciar o procedimento estético. Ela questiona ao profissional quais os fatores 
possíveis para essa situação. 
Qual sua resposta à pergunta de Maria? 
Na abdominoplastia, é realizada uma incisão na parte inferior do abdômen, onde ficará a 
cicatriz. Dessa forma, é preciso estar atento a clientes que passaram por esse tipo de 
cirurgia, visto que essa cicatriz impede as técnicas-padrão da drenagem linfática. 
Geralmente, drenamos a linfa da parte inferior do abdômen para os linfonodos da região 
superior da perna. Entretanto, esse tipo de cicatriz faz uma barreira para a passagem de linfa. 
Dessa forma, é indicado que a drenagem seja realizada para linfonodos na região superior do 
corpo.

Continue navegando