Buscar

Atv 2 - Estruturas de concreto especiais

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Atividade – Estruturas de Concreto Especiais
As fundações são elementos de grande importância para uma edificação, pois são a base de sustentação, com a função de transmitir as cargas atuantes para o solo. Esses elementos estruturais são divididos em dois grupos: rasas e as fundações profundas. As fundações rasas compreendem as sapatas e os blocos de coroamento, enquanto as fundações profundas compreendem as estacas e os tubulões. As sapatas são elementos que se apoiam diretamente sobre o solo, já os blocos são considerados elementos de transição, transmitindo as cargas do pilar diretamente para as estacas ou para os tubulões.
Elabore um roteiro de cálculo detalhado a respeito do dimensionamento das sapatas rígidas sob carga centrada e dos blocos sobre duas estacas, dando ênfase para a definição da geometria.
O roteiro de cálculo fornece uma estrutura detalhada para poder dimensionar sapatas rígidas sob carga centrada e dos blocos sobre duas estacas, com ênfase na definição da geometria e considerações importantes para assim poder garantir estabilidade e segurança da fundação, lembrando que se faz necessário adaptar esse roteiro para as especificações do projeto e para as condições do local.
1° - Definição das propriedades do solo:
 - Fazer o estudo de sondagem do solo para poder determinar suas características tais como resistência, coesão, compressibilidade, entre outros;
- Utilizar de métodos tais como SPT ou CPT para obter dados precisos.
2° - Definição das cargas atuantes:
- Fazer a identificação e quantificação de todas as cargas que vão atuar sobre a estrutura, incluindo as cargas permanentes, variáveis, sobrecargas, ações da natureza, entre outros.
3° - Determinação da geometria da fundação:
- Para sapatas rígidas:
	- Considerar a carga total aplicada e distribui-la uniformemente na área da sapata;
	- Determinar largura e comprimento da sapata com base nas cargas que serão aplicadas e nas propriedades do solo;
- Levar em consideração as restrições como relação aos espaços e interferências com estruturas adjacentes.
- Para blocos sobre duas estacas:
	- Definição do espaçamento entre as estacas;
- Determinação das dimensões do bloco com base nas cargas que serão aplicadas, espaçamento das estacas e da capacidade de cargas destas estacas.
4° - Calcular as pressões admissíveis do solo:
- Utilizando dos resultados do estudo do solo para poder calcular as pressões admissíveis que o solo pode suportar sem sua ruptura;
- Também considerar a capacidade de carga do solo e a sua capacidade de suporte.
5° - Calcular as tensões e deformações:
- Fazer o cálculo das tensões e deformações no qual o solo será induzido pela carga aplicada;
- Considerar os métodos de cálculo de pressões ou utilizar soluções analíticas para fundações rasas.
6° - Verificação da capacidade de carga:
- Para sapatas rígidas: fazer a comparação das tensões admissíveis do solo com as tensões induzidas pela carga aplicada para garantir que o solo vai suportar a carga sem exceder seus limites de resistência;
- Para blocos sobre duas estacas: fazer a verificação da capacidade de carga das estacas para ver se é suficiente para suportar a carga aplicada, levando em consideração a distribuição de carga entre as estacas.
7° - Dimensionamento estrutural:
- Tendo como base a capacidade de carga do solo e das cargas aplicadas, fazer o dimensionamento da espessura da sapata ou do bloco, como também da armadura necessária para resistir as tensões de flexão, cisalhamento e compressão.
8° - Detalhamento e verificação das condições limites:
- Fazer o detalhamento da armação da fundação de acordo com os critérios do projeto estrutural, considerando as normas técnicas aplicáveis;
- Verificar se a fundação atende as condições de estabilidade.
9° - Analise dos recalques e assentamentos:
- Fazer a analise e assentamentos previstos da fundação sob as cargas atuantes para poder garantir que estejam dentro dos limites aceitáveis e que não prejudiquem a estrutura.
10° - Revisão final:
- Por ultimo revisar e validar todos os cálculos e detalhamentos para garantir a segurança e adequação da fundação;
- Documentar todas as etapas do processo de dimensionamento para futuras auditorias e referencias.

Continue navegando