Buscar

Dimensionamento de Rede de Esgoto

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 
Unidade Curricular: Saneamento básico 
Prof. Harley Francisco Viana – harley.viana@prof.una.br 
Cálculo da rede coletora, Interceptores 
 
1 
 
2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 
 
1. Realizar o dimensionamento hidráulico do coletor 13 (trechos 13-1 a 13-6) do exemplo de rede coletora 
trabalhado em sala de aula, via planilha Excel. 
 
 
Contribuição localizada Qp2, localizada na rua 19: Qi = 0 l/s e Qf = 3,2 l/s. 
Recobrimento mínimo adotado: 1,35 m. 
 
Obs: Consultar a imagem completa disponível no drive da UC (Pasta Aulas > Exemplo rede coletora). 
 
2. Considere que vocês foram contratados para realizar o projeto da rede coletora de esgoto para uma região 
de um bairro localizado no município X (a ser definido pelo grupo). A região escolhida deve corresponder a 
um conjunto de quadras, com área de, aproximadamente, 40000 m². Para essa situação, pede-se: 
 
a) A descrição detalhada do diagnóstico da região de estudo, informando a localização, área, densidade 
populacional, e outros parâmetros importantes para o projeto de esgotamento sanitário (ex: consumo per capita 
de água). Para isso, deve-se realizar uma consulta às bases de dados disponíveis na internet, indicando as 
devidas referências. Além disso, é importante realizar a delimitação da área de estudo por meio de figuras (usar 
o Google Earth). 
 
 
 
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 
Unidade Curricular: Saneamento básico 
Prof. Harley Francisco Viana – harley.viana@prof.una.br 
Cálculo da rede coletora, Interceptores 
 
2 
 
Sugestões para consulta de dados: 
IBGE: https://cidades.ibge.gov.br/ 
SNIS: http://appsnis.mdr.gov.br/indicadores/web/agua_esgoto/mapa-agua 
ATLAS ESGOTO: 
http://atlasesgotos.ana.gov.br/#:~:text=No%20Brasil%2C%2043%25%20da%20popula%C3%A7%C3%A3o
,coleta%20nem%20tratamento%2C%20isto%20%C3%A9%2C 
b) Definir as populações de projeto para a região de estudo considerando-se o início e fim de plano. Para isso, 
deve-se considerar um horizonte de projeto de 30 anos. 
c) Com base nos dados obtidos pelo Google Earth, traçar a rede coletora, em planta, que irá atender ao conjunto 
de quadras, indicando as singularidades (PV’s, TL’s, TIL’s). Deve-se, também, indicar as elevações a montante 
e jusante, numerar e indicar as extensões de cada trecho em tabela. 
d) Com base na pesquisa inicial realizada, calcular a taxa de contribuição linear de esgoto sanitário para início 
e final de plano. Considerar: Coeficiente de retorno esgoto/sanitário (C) = 0.8; Coeficiente de vazão máxima 
diária (K1) = 1.2; Coeficiente de vazão máxima horária (K2) = 1.5. 
e) Dimensionar a rede coletora utilizando planilhas do Excel. 
 
3. A figura a seguir exibe a planta de um interceptor de esgotos. 
 
 
Sabe-se que: 
- Cota do fundo do PV a montante do trecho I-15: 597,30 m 
- Contribuições ao interceptor (ver tabela a seguir). 
 
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 
Unidade Curricular: Saneamento básico 
Prof. Harley Francisco Viana – harley.viana@prof.una.br 
Cálculo da rede coletora, Interceptores 
 
3 
 
 
- Taxa de infiltração: 0,1 l/s.km 
- Taxa de contribuição pluvial parasitária: 3 l/s.km 
- O coeficiente de pico (K) pode ser determinado pelas expressões: 
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝑄 ≤ 751𝑙/𝑠 → 𝐾 = 1,80 
𝑃𝑎𝑟𝑎 𝑄 > 751𝑙/𝑠 → 𝐾 = 1,20 +
17,485
𝑄 , 
 
Pede-se dimensionar o trecho I-16. Ilustre em planta os valores de projeto (diâmetro, declividade do condutor, 
cotas). 
 
 
Bom trabalho!

Continue navegando