Buscar

Hipertensão Arterial

Prévia do material em texto

Hipertensão arterial sistêmica
Conceito, epidemiologia, fisiopatologia, classificação e tratamento
Conceito: HA é condição clínica multifatorial caracterizada por elevação sustentada dos níveis pressóricos > 140 e/ou 90mmHg
Se associa a distúrbios metabólicos, alterações funcionais e/ou estruturais de órgãos-alvo (cérebro, rim, coração e vasos), sendo agravada pela presença de outros fatores de risco, como dislipidemia, obesidade abd, intolerância à glicose e diabetes melito
Associação com morte súbita, ave, iam, ic, dap e drc
Epidemiologia: 36% de brasileiros com PA acima de 140x90mmHg; tudo em torno de 30%; percentual tratado é baixo; controle efetivo baixo
Fisiopatologia: 
PA = DC x RVP
DC = FC x VS
· Contratilidade
· Pré carga
· Pós carga
· Sódio
· Mineralocorticoides
RVP
· Humorais
· Vasoconstrictores
· SRAA
· Catecolaminas
· Endotelinas
· Vasodilatadores
· Prostaglandinas
· Cininas
· SNS
· Local
· Iônico (sódio e cálcio)
· Autorregulação
Quem participa?
· Coração
· Vasos e endotélio
· Sangue
· Rim
· Glândulas
· Sistema nervoso autônomo
A ECA, além de converter a angiotensina I em II, degrada substâncias vasodilatadoras
Hipótese da disfunção endotelial
· Endotélio normal mantém o equilíbrio entre fatores relaxantes e constritores
· Endotélio com disfunção promove o desequilíbrio entre funções
HAS lesão de órgãos alvo
· Hipertrofia ventricular esquerda
· Microalbuminúria marcador de risco
· Proteinúria é marcador de dano! Quanto maior a proteinúria, menor a sobrevida do indivíduo ao longo dos anos
· Órgãos lesados
· Coração
· Cérebro
· Retina
· Rins
· Vasos
Classificação
· Aferição correta da pressão arterial
· Costas apoiadas na cadeira
· Silêncio durante a aferição
· Tamanho adequado do manguito
· Manguito ao nível do coração
· Não pode estar com a bexiga cheia
· Aferir nos dois membros na primeira vez
· Aferir sentado e em pé para testar hipotensão ortostática nos casos de DCV
· Sons de Korotkoff
· Fase 1 pressão sistólica, surge o som
· Fase 5 pressão diastólica, some o som
· Fase 4 casos excepcionais que devem ser registrados, olhe isso depois!!
· Classificação da PA
· Ótima -- < 120 // < 80
· Normal – 120 – 129 // 80 - 84
· Pré hipertensão – 130- 139 // 85 - 89
· HAS estágio 1 – 140-159 // 90 - 99
· Estágio 2 – 160-179 // 100 - 110
· Estágio 3 – maior que 180 // maior que 110
· Metas a serem atingidas
· Se estágio 1 e 2 com risco CV baixo e moderado e estágio 3 menor que 140/90mmHg
· Se estágio 1 e 2 com risco CV alto menor que 130/80mmHg
· Idoso frágil pode ser um pouco acima de 140/90mmHg
· Primária (essencial) x secundária
· Quando pesquisar para secundária
· Início precoce ou tardio pesquisar hipertensão secundária
· Menor que 30 ou maior que 70 anos
· Difícil controle
· Clínica de outra doença ou síndrome
· Uso de medicamentos
· Exame clínico sopro abdominal, assimetria de pulsos
· Laboratório hipocalemia (adenoma de suprarrenal que produz aldosterona, doença de Kohn), proteinúria, incidentaloma
· Secundárias
· Nefropatia
· Feocromocitoma
· Hiperaldosteronismo primário
· Síndrome de cushing
· Apneia obstrutiva do sono
· Coaptação da aorta
· Drogas
· Resistente
· 3 ou mais (tem que ter um diurético) pode ser controle com 4
· Refratária
· 5 ou mais

Continue navegando