Buscar

Prévia do material em texto

CONTABILIDADE APLICADA 
 
Débora Tamires Pereira De Souza 
 01130259 
Ciências Contábeis 
 
Adentrar no mercado de ações é sem dúvida uma tarefa bastante difícil e 
complexa, uma área de estudos continuo das flutuações, transições, o valor da 
moeda e demais assunto desse mundo financeiro. Todavia é muito importante 
aliar os estudos contábeis da forma de como agir para barganhar nesse nicho, 
para isso mostrarei a seguir os principais indicadores utilizados que são 
essências para o investidor. 
1) Balanço Patrimonial (BP) 
É um relatório que demonstra de maneira clara e precisa a situação 
financeira de uma empresa. Para isso, são considerados todos os ativos 
e passivos de um negócio, ou seja, seus bens, dívidas e lucros. 
 
2) Preço/Lucro 
É um indicador cujo objetivo é relacionar o valor de mercado de uma 
ação com o lucro apresentado ou projetado pela empresa. O cálculo é 
bastante simples, uma vez que consiste na divisão do preço da ação 
pelo Lucro Por Ação. Esse é um dos indicadores de maior relevância 
para os investidores. 
O Cálculo do Preço/Lucro é bem simples. Basta pegar o preço que uma 
ação está sendo negociada e dividir pelo Lucro de uma Ação, aplicando 
a fórmula: P/L = Preço da Ação / Lucro por Ação 
 
3) Retorno sobre o Investimento (ROI) 
ROI é a abreviação do inglês return on investment. Como o nome 
sugere, o ROI permite saber quanto dinheiro a empresa perde ou ganha 
com os investimentos feitos em diferentes canais. É um indicador que 
fornece o resultado final de cada ação ou campanha, além de mensurar 
o custo com novas ferramentas e treinamentos para a área. 
Como se trata de uma correlação, o resultado do ROI será um valor 
positivo ou negativo de vezes em que o investimento deu retorno, ou sua 
porcentagem. Para que ele seja calculado, deve-se subtrair o custo do 
investimento do valor obtido, dividindo esse resultado pelo valor 
investido. A fórmula fica assim: 
ROI = (valor arrecadado – investimento) / investimento 
 
4) Margem líquida 
 
Essa é a relação entre resultado líquido e receita de venda de bens e 
serviços. A queda da margem líquida indica que a empresa ficou 
menos eficiente para gerar resultado aos acionistas. Ou seja, esse 
indicador representa a porcentagem de lucro líquido obtido pela 
empresa em relação à receita total, conforme equação: Margem 
Líquida = Lucro Líquido / Receita total x 100 
 
5) Margem bruta 
 
Já esse indicador é o resultado bruto dividido pela receita de venda de 
bens e serviços, indicando a porcentagem de ganho em cada venda 
realizada. É possível calculá-la por meio da fórmula: 
Margem Bruta = Lucro bruto / Receita total x 100 
 
6) EBITDA 
Em inglês, a sigla significa Earnings Before Interest, Taxes, 
Depreciation and Amortization, ou seja, os lucros antes de juros, 
impostos, depreciação e amortização. Basicamente, indica a 
capacidade de uma organização gerar recursos mediante suas próprias 
atividades operacionais. O cálculo da margem EBITDA é dado pela 
equação: Margem EBITDA = EBITDA / Receita total x 100 
 REFERENCIAS 
https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-
online/balancopatrimonial/#:~:text=Balan%C3%A7o%20Patrimonial%20
%C3%A9%20u 
m%20relat%C3%B3rio,seus%20bens%2C%20d%C3%ADvidas%20e%2 
0lucros 
https://xpeedschool.com.br/blog/indicadores-financeiros-para-
investimentos/ 
https://www.bussoladoinvestidor.com.br/preco-lucro-entenda-o-que-e-e-
como-calcular-esse-
indicador/#:~:text=O%20Pre%C3%A7o%2FLucro%20%C3%A9%20um,
maior%20relev%C3%A2ncia%20para%20os%20investidores.

Continue navegando