Buscar

APS de ARC 2022

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

UNIVERSIDADE PAULISTA 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO – ICSC 
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APS DE ADMINISTRAÇAO DO RELACIONAMENTO COM CLIENTE 
M. DIAS BRANCO IND. COM. ALIMENTOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SÃO PAULO 
2022 
 
 
 
 
 
 
MARCELO AUGUSTO DE PAULA SÃO FELIX – N3763A-6 
MARCOS ANTÔNIO NUNES DE ALMEIDA – N36456-4 
THIAGO RODRIGUES CARVALHO -N3470D-9 
VITOR GABRIEL DA SILVA PINA - N3795C-6 
VICTOR KIM RIBEIRO NAGAE – D80109-0 
 
 
 
 
 
 
 
 
APS DE ADMINISTRAÇAO DO RELACIONAMENTO COM CLIENTE 
M. DIAS BRANCO IND. COM. ALIMENTOS 
 
 
APS - Atividades Práticas Supervisionadas – 
Trabalho apresentado como exigência para o 7ª e 
8º semestre do curso de Ciências Contábeis da 
Universidade Paulista – Unip. 
 
 
 
 
 
 
SÃO PAULO 
2022 
 
 
 
 
 
 
 LISTA DE ILUSTRAÇÕES 
 
 
Figura 1 – Logo ....................................................................................................................... 08 
Figura 2 – Parques Industriais ................................................................................................. 12 
Figura 3 – Macrotendências Globais ....................................................................................... 14 
Figura 4 – Agenda Estratégica de Sustentabilidade ................................................................ 14 
Figura 5 – Política de Sustentabilidade ................................................................................... 15 
Figura 6 – Compromissos do Pacto Global ............................................................................. 20 
Figura 7 – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável .......................................................... 20 
Figura 8 – Relatório de Compromisso com o Bem-estar animal ............................................ 22 
Figura 9 – Questionário Ethos ................................................................................................. 32 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 SUMÁRIO 
 
INTRODUÇÃO ...................................................................................................................... 04 
1. NORMA ISSO 26000 – RESPONSABILIDADE SOCIAL ...................................... 05 
2. INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS ........................... 07 
3. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ............................................................................ 08 
3.1. Missão, Visão e Valores ............................................................................................. 09 
3.2. Atividade Econômica da M. Dias Branco .................................................................. 09 
3.3. Perfil dos Consumidores da M. Dias Branco ............................................................. 09 
3.4. Concorrentes .............................................................................................................. 09 
3.5. Tecnologias da M. Dias Branco ................................................................................. 12 
3.6. Apresentação do Relatório de Sustentabilidade ......................................................... 12 
4. DIMENSÕES DO RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE ................................ 32 
4.1. Questionário Aplicado na M. Dias Branco ................................................................ 32 
5. SUSTENTABILIDADE E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE.................. 44 
CONCLUSÃO ......................................................................................................................... 45 
REFERÊNCIAS ..................................................................................................................... 46 
4 
 
 
 
INTRODUÇÃO 
 
A conquista e a manutenção de clientes sempre despertaram grande interesse nas 
empresas. Hoje, mais ainda, devido a competitividade agressiva imposta pela nova realidade 
dos mercados, as empresas parecem estar em estado de guerra, onde a falha de uma pode 
significar o triunfo da outra. 
Nesse contexto, um fator que se destaca nos processos de decisão de compra pelos 
clientes e a imagem que se tem sobre a empresa. Dessa forma, a capacidade de uma organização 
em obter a aprovação dos clientes em relação aos seus produtos, a sua marca e, de maneira 
geral, a todas as suas ações no mercado torna-se uma vantagem competitiva importante. A 
imagem que a organização tem no ambiente se reflete no comportamento do consumidor, o que 
pode estimular a alavancagem ou a retração do faturamento. 
A sociedade global vem constatando um aprofundamento das desigualdades sociais e 
dos impactos no meio ambiente. Uma reflexão a respeito do modelo de desenvolvimento atual, 
portanto, torna-se necessária. Diante deste cenário, uma prática “socialmente responsável” 
ganha espaço na gestão dos negócios, colocando as pessoas no centro dos processos e 
preconizando um novo modelo de gestão. 
Atualmente, empresas com políticas socioambientais não são mais vistas no mercado 
pelo público consumidor como organizações inovadoras. O cuidado com questões ambientais 
por parte das indústrias passou a ser considerado um dever, como política e filosofia de negócios 
adotadas pelos empreendedores. Essa mudança de perspectiva se deve ao comportamento 
consciente que o consumidor tem empregado no momento de adquirir um produto ou serviço, 
interessando-se e obtendo maior conhecimento sobre Responsabilidade Social Empresarial e 
sustentabilidade. 
O presente trabalho tem objetivo evidenciar se a empresa M. Dias Branco promove 
ações voltadas para a responsabilidade social e sustentável, a fim de mitigar os impactos 
negativos no meio ambiente. Após a aplicação do Questionário Ethos e análise do Relatório de 
Sustentabilidade da empresa, será possível compreender os impactos que sua identidade e 
imagem organizacional frente a essas ações causam no relacionamento com os clientes. 
 
 
 
 
5 
 
 
 
1. NORMA ISO 26000 – RESPONSABILIDADE SOCIAL 
Para Alves (2019) as organizações estão cada vez mais preocupadas em atingir e 
demonstrar desempenhos ambientais, econômicos e sociais de forma consistente com práticas 
reconhecidas no mercado. Com este objetivo, várias ferramentas de gestão da Responsabilidade 
Social têm sido criadas, dentre elas a norma internacional ISO 26000. 
De acordo com Barbieri (2020), a ISO 26000 é uma norma de orientação e fornece 
recomendações sobre a responsabilidade social. Ela foi publicada no dia 1º de novembro de 
2010 em Genebra, Suíça. A versão em português da norma, a ABNT NBR ISO 26000 foi 
lançada no Brasil no dia 8 de dezembro de 2010 e está disponível na íntegra no site do Instituto 
Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). O autor informa que a ISO 
26000 não é uma norma certificável, mas pode oferecer as melhores práticas para sua própria 
organização, cadeia de fornecedores e mercado. Ela define a Responsabilidade Social como a 
responsabilidade de uma organização pelos impactos de suas decisões e atividades na sociedade 
e no ambiente, através de um comportamento ético e transparente que: 
 Contribui para o desenvolvimento sustentável, incluindo a saúde e o bem-estar 
da sociedade; 
 Tem em conta as expectativas dos stakeholders; 
 Está em conformidade com a legislação aplicável e é consistente com as normas 
internacionais de comportamento; 
 Está integrado e praticado por toda a organização. 
Barbieri (2020) informa que a norma é válida para todas as organizações, pequenas ou 
grandes, públicas, comerciais ou não-governamentais. 
Nesse sentido, Voltolini (2021) relata que as organizações devem contribuir para o 
desenvolvimento sustentável, definido como desenvolvimento que satisfaz as necessidades do 
presentesem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias 
necessidades, visando empregar os sete princípios para a responsabilidade social: 
 Accountability: A organização deve se responsabilizar por seus impactos na 
sociedade, economia e meio ambiente; 
 Transparência: Agir com transparência nas decisões e atividades 
organizacionais que impactam a sociedade e o meio ambiente; 
 Comportamento ético: Comportar-se com honestidade, equidade e integridade. 
Adotar e aplicar padrões éticos de comportamento de acordo com as atividades 
organizacionais desenvolvidas; 
 Respeito pelos interesses dos stakeholders: Identificar todos os stakeholders e 
respeitar seus direitos legítimos, e considerar outros interesses de todos os 
indivíduos e não apenas dos proprietários e acionistas; 
 Respeito pelo estado de direito: Cumprir com a legislação de todas as 
jurisdições em que operar, manter-se atualizado para estar sempre em 
conformidade com a lei; 
6 
 
 
 
 Respeito pelas normas internacionais de comportamento: Em situações em 
que a legislação não apresentar normas de proteção socioambiental adequada, 
deve-se, no mínimo, respeitar as normas internacionais de comportamento. Evitar 
ser cúmplice de atividades que não respeitam as normas internacionais de 
comportamento; 
 Respeito pelos direitos humanos: Respeitar e, se possível, promover os direitos 
previstos na Declaração Internacional dos Direitos Humanos. Em situações em 
que os direitos humanos não forem protegidos, nunca tirar vantagens e respeitar 
as normas internacionais de comportamento. 
Para Dias (2012), a ISO 26000 estimula as organizações a ultrapassarem a conformidade 
legal, reconhecendo que a conformidade com a lei é uma obrigação fundamental para qualquer 
organização e parte essencial de sua responsabilidade social. Os temas centrais da ISO 26000 
discutem sobre os fatores sociais, ambientais e econômicos que as consequências 
organizacionais atingem. Dias (2012) informa algumas características para a adoção da ISO 
26000 são: 
 Incutir a Responsabilidade Social na governança, sistemas, procedimentos e 
política da empresa, bem como nas diretrizes organizacionais (missão, visão, 
valores). Desenvolver as competências dos recursos humanos para a 
responsabilidade social por meio de treinamentos; 
 Comunicar, conscientizar e motivar a prática da responsabilidade social para criar 
uma cultura organizacional socio ambientalmente responsável. Todos os 
stakeholders devem ser envolvidos na discussão sobre a colaboração com a 
responsabilidade social; 
 Fortalecer a credibilidade e a imagem da empresa por meio de relatórios e 
declarações sobre responsabilidade social. Os eventuais conflitos ou desavenças 
entre a organização e seus stakeholders devem ser resolvidos prontamente; 
 As atividades de responsabilidade social devem ser monitoradas para assegurar 
sua efetividade. Bem como, deve-se analisar o progresso e o desempenho da 
responsabilidade social e buscar aprimorar seu desempenho; 
 Por fim, deve-se contribuir com o governo, ONGs e público em geral ao fornecer 
informações detalhadas sobre as ações da empresa. 
Voltolini (2021) informa que com a implementação da ISO 26000 a empresa pode 
otimizar os processos internos e garantindo a integração entre os sistemas de gestão x os 
esforços dentro da responsabilidade social e sustentabilidade. 
Alves (2019) informa que aplicando a ISO 26000, a organização pode melhorar o 
relacionamento com os parceiros, governo, mídia, fornecedores, colegas, clientes e com a 
comunidade que opera. O autor destaca que a implementação também contribuirá para uma a 
melhoria da Gestão de Riscos, pois a possibilidade conflitos de partes interessadas, devido à 
má publicidade e crises de reputação, é será reduzida. Corroborando, Barbieri e Cajazeira (2012) 
informam que uma empresa com boa reputação aumenta a motivação dos funcionários e a 
capacidade de atrair e reter colaboradores. O autor complementa que os investidores, 
patrocinadores e a comunidade financeira também estarão mais interessados em investir em 
organizações éticas. 
7 
 
 
 
2. INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS 
Segundo Barbieri (2020), um negócio Sustentável e Responsável é a atividade 
econômica orientada para a geração de valor econômico-financeiro, ético, social e ambiental, 
cujos resultados são compartilhados com os públicos afetadas. Sua produção e comercialização 
são organizadas de modo a reduzir continuamente o consumo de bens naturais e de serviço 
ecossistêmicos, a conferir competitividade a continuidade à própria atividade e a promover e 
manter o desenvolvimento sustentável da sociedade. 
Segundo o Sebrae (2015) os indicadores do Instituto Ethos são uma ferramenta de 
avaliação da gestão de empresas, para a inclusão e avaliação de práticas de responsabilidade 
social empresarial e sustentabilidade, no planejamento de estratégias da empresa, auxiliando no 
monitoramento e seu desempenho geral. Os indicadores representam uma nova abordagem para 
a gestão das empresas, integrando os princípios da RSE e os comportamentos a ela relacionados 
com os objetivos para a sustentabilidade, baseando-se num conceito de negócios sustentáveis e 
responsáveis. 
Esta ferramenta de gestão, visa apoiar as empresas na incorporação da sustentabilidade 
e da responsabilidade social empresarial (RSE) em suas estratégias de negócio, de modo que 
esse venha a ser sustentável e responsável. 
Os Indicadores Ethos para Negócios Sustentáveis e Responsáveis foram desenvolvidos 
para estar a serviço dos negócios. Trazem novas aplicações e funcionalidades, das quais 
destacamos: total flexibilidade para aplicação por parte das empresas; geração de relatórios 
mais próximos da realidade empresarial, com dados orientados para as áreas funcionais, os 
quais apoiarão efetivamente a gestão; e mecanismos para planejamento, compartilhamento de 
dados com as partes interessadas, monitoramento de compromissos e pactos em 
RSE/sustentabilidade e desenvolvimento da sustentabilidade nas cadeias de valor. 
Com a aplicação dos Indicadores Ethos, as empresas terão a possibilidade de escolher 
de que questões vão tratar e gerenciar, a partir do sistema on-line. Essa ferramenta permitirá 
estabelecer e acompanhar as metas, prazos e recursos. 
O Relato de sustentabilidade facilita a identificação de informações em sustentabilidade 
para as partes interessadas e a partir da perspectiva delas. Com o propósito de estabelecer o 
diálogo com elas, as empresas serão estimuladas a compartilhar seções ou indicadores 
específicos. Da mesma forma, os diferentes grupos que as compõem serão estimulados a 
compreender, a partir de informações e dados de RSE/sustentabilidade, como as empresas 
podem, de fato, contribuir para o desenvolvimento sustentável. 
8 
 
 
 
3. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 
 
Figura 1 – Logo. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
A M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos iniciaram suas atividades 
em outubro de 1961, fundada por seu idealizador Manuel Dias Branco, no Estado do Ceará, 
com atividades ligadas à panificação e à fabricação de biscoitos, utilizando técnicas artesanais, 
tendo criado, em 21 de maio de 1951 a sociedade M. Dias Branco & Cia Ltda. para conduzir 
esses negócios. 
No início da década de 60, a Companhia começou a desenvolver seu atual modelo de 
distribuição pulverizado, voltado a atender principalmente ao micro, pequeno e médio varejos, 
com um sistema de vendas porta a porta e de visitas pelo menos semanais a seus clientes, que 
permitiam verificar in loco quais produtos e preços os seus clientes compravam e vendiam, 
viabilizando o permanente ajuste de seu posicionamento de mercado, estratégias de 
comercialização e relacionamento. Ao longo dos anos, em todas essas realizações, a Companhia 
empreendeu idêntica expansão de seu modelo de distribuição pulverizado, e em abril de 2006,a Companhia passou a ter a denominação atual e no mês de outubro de 2006 realizou sua 
abertura de capital negociando suas ações no segmento do Novo Mercado da BM&FBOVESPA 
sob o ticker “MDIA3”. 
Após mais de sessenta anos de existência, a M. Dias Branco é hoje uma empresa com 
cobertura nacional, líder de mercado nos segmentos de massas e biscoitos, com processo 
produtivo verticalizado, marcas fortes, sistema de distribuição com grande penetração no micro 
e pequeno varejo, flexibilidade de produção, certificações que asseguram a qualidade de 
processos e produtos, além de uma equipe de executivos experiente e alinhada com os interesses 
de seus acionistas. 
A Companhia está presente no mercado alimentício brasileiro há mais de 60 anos e atua 
nas linhas de produtos de: biscoitos, massas, farinha e farelo de trigo, margarinas e gorduras 
vegetais, bolos, snacks, mistura para bolos e torradas. 
Dentre as marcas que constituem o portfólio da M. Dias Branco estão: Adria, Basilar, 
Bonsabor, Delicitos, Estrela, Finna, Fortaleza, Isabela, Adorita, Amorela, Puro Sabor, Medalha 
de Ouro, Pelaggio, Pilar, Piraquê, Richester, Salsitos, Vitarella e Zabet. 
9 
 
 
 
3.1. MISSÃO, VISÃO E VALORES 
Missão: Oferecer alimentos de qualidade, inovadores, saudáveis, nutritivos, saborosos e com 
preços competitivos, proporcionando o bem-estar e a felicidade das pessoas. 
Visão: Ser uma grande empresa de alimentos do Brasil, com presença global, atuação 
diversificada, crescimento sustentável e respeito às nossas origens 
Valores: Simplicidade nas relações e na busca por soluções práticas; Colaboração para o 
crescimento do negócio; Excelência em tudo que fazemos; Atitude para inovar e fazer 
acontecer; Respeito às pessoas e ao bem comum. 
3.2. ATIVIDADE ECONÔMICA DA M. DIAS BRANCO 
A atividade econômica desenvolvida pela M. Dias Branco se concentra na produção e 
comercialização de produtos do segmento alimentício. A principal matéria prima é o trigo, 
seguida pelos óleos vegetais, que participam com grande relevância na formação dos custos 
variáveis da Companhia. 
Diante disso, considerando que o acompanhamento dos mercados de trigo e óleos 
vegetais consome importante atenção da gestão da Companhia e se constituem em fator 
relevante na determinação de seu desempenho e geração de resultados, apresentamos a seguir 
algumas informações sobre os mercados de trigo e óleos vegetais, bem como algumas séries 
históricas de dados. 
3.3. PERFIL DOS CONSUMIDORES DA M. DIAS BRANCO 
Pelo fato de possuir um portfólio vasto de produtos e marcas (além de atuar no setor 
alimentício), a M. Dias Branco não se restringe quanto a público-alvo, uma vez que todos os 
seres humanos com mínimo poder aquisitivo se enquadram como possíveis consumidores. 
3.4. CONCORRENTES 
Os grandes concorrentes da M. Dias Branco são: 
 J. Macedo; 
 Selmi 
 Santa Amália 
 Vilma 
12 
 
 
 
3.5. TECNOLOGIAS DA M. DIAS BRANCO 
A Companhia conta com um moderno parque industrial estrategicamente localizado em 
seus principais mercados, formado por 15 plantas industriais com equipamentos de última 
geração, atendendo aos mais rigorosos padrões de qualidade. 
 
Figura 2 – Parques Industriais. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/fabricas-e-inovacao/ 
Através de seu parque industrial com equipamentos altamente tecnológicos a empresa 
atua nos segmentos produtores de biscoitos, massas, farinhas, farelo de trigo, misturas para 
bolos, margarinas, cremes vegetais, bolos, snacks de milho e trigo, torradas, bits de cereais e 
refresco em pó. 
3.6. APRESENTAÇÃO DO RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 
O desenvolvimento sustentável é aquele que consegue atender às necessidades da 
geração atual sem comprometer as gerações futuras. A M. Dias Branco procura, por meio das 
suas práticas de gestão, tornar cada vez mais efetivo o comprometimento com a sustentabilidade 
do negócio. Por isso, gestores e colaboradores de todas as áreas são mobilizados com o objetivo 
de considerar a sustentabilidade um vetor importante para o exercício da cidadania corporativa. 
 Cultura de Sustentabilidade: 
Para a construção de uma cultura organizacional cada vez mais comprometida com as 
gerações futuras, a M. Dias Branco realiza uma série de ações para estimular seus colaboradores 
a adotarem uma atitude sustentável no seu dia a dia. As ações contemplam as frentes 
comunicação, capacitação e experimentação, das quais destacamos: 
13 
 
 
 
 Promoção de campanhas de engajamento em temas relacionados à Sustentabilidade. 
 Realização de evento anual intitulado Encontro de Sustentabilidade, abrangendo todas 
as unidades fabris, com programação voltada à contribuição da M. Dias Branco nos 
ODS. 
 Ações de capacitação em sustentabilidade para diferentes níveis da organização, 
totalizando 25 palestras e treinamentos, com participação de 908 colaboradores e mais 
de 2.033,92 horas de treinamento. A empresa destaca a Jornada do Conhecimento, com 
quatro palestras e envolvimento direto dos Diretores, bem como a palestra sobre 
Discriminação e Viés Inconsciente para times de RH e lideranças, com a participação 
de 95 colaboradores, gerando 144,448 horas de treinamento. 
 Realização de campanhas em datas comemorativas que fortalecem a diversidade e a 
inclusão, como Dia da Mulher, Dia Internacional contra a Homofobia, Dia Nacional da 
Luta da Pessoa com Deficiência e Dia da Consciência Negra. 
 Promoção de evento para troca de experiências entre Embaixadores da Sustentabilidade 
(colaboradores que atuam como parceiros em 
ações da sustentabilidade), com reconhecimento de sua atuação nas unidades fabris. 
 Divulgação da Cartilha de Diversidade para time de RH e lideranças, com orientações 
sobre processo seletivo inclusivo. 
 Divulgação mensal das iniciativas sustentáveis nos veículos internos de comunicação, 
bem como informes sobre o tema Mudança Climática e ações sociais apoiadas. 
 Realização do Fórum de Sustentabilidade e Desenvolvimento Local, com a participação 
de grandes empresas do Ceará, abordando o tema “A contribuição das empresas para os 
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, como forma de fortalecer o tema nas 
práticas organizacionais, com 56 participantes. 
Desde a aprovação da sua Agenda Estratégica de Sustentabilidade em 2014, a empresa 
tem avançado com ações específicas na sua cadeia de valor para os temas materiais em 
Sustentabilidade. 
Com a revisão do Direcionamento Estratégico, em 2019, a organização fortaleceu a 
abordagem em Sustentabilidade criando uma iniciativa específica: Revisitar a Agenda 
Estratégica de Sustentabilidade para os próximos cinco anos, impulsionando as práticas 
sustentáveis nas dimensões chave do negócio em 2021, com estabelecimento de novos 
indicadores e metas nos temas relevantes de sustentabilidade. 
14 
 
 
 
Em 2020, a empresa realizou uma profunda análise das conexões do negócio com os 
ODS, identificando de que forma a empresa irá impactar positiva negativamente cada um dos 
17 ODS, sendo que em 14 deles a organização atuou com ações direcionadas. 
A empresa define sua estratégia de sustentabilidade após uma análise das 
macrotendências globais que impactam a cadeia de valor do setor de alimentos, complementada 
por estudo setorial e de mercado. A partir daí, são priorizados os temas que influenciam as suas 
atividades. 
 
Figura 3 – Macrotendências Globais. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
Para cada um desses temas, a M. Dias Branco planejou as ações que são acompanhadas 
por Grupos de Trabalho (GTs), com reportes periódicos ao Comitê de Sustentabilidade e 
mensuração de resultados acompanhados mensalmente nas reuniões. 
As iniciativas relacionadas aos temas materiais de Sustentabilidade são orientadas pelas 
seguintes diretrizes estabelecidas na Política de Sustentabilidade. 
Em 2022, a Companhia deverá revisar sua Agenda Estratégica de Sustentabilidade com 
o intuito de acompanharo ciclo de desenvolvimento estipulado no Direcionamento Estratégico: 
 
15 
 
 
 
 
 
 
Figura 4 – Agenda Estratégica de Sustentabilidade. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
 Política de Sustentabilidade M. Dias Branco: 
 
 
 
16 
 
 
 
 
 
 
 
17 
 
 
 
 
 
 
 
18 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
19 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
20 
 
 
 
 Pacto Global: 
A M. Dias Branco aderiu ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), 
uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações aos dez princípios 
universais, bem como a desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos 
desafios da sociedade. Com a adesão, a Companhia fortalece seu compromisso com a temática 
de Sustentabilidade e com os princípios de direitos humanos, trabalho, combate à corrupção e 
proteção ambiental. 
 
Figura 6 – Compromissos do Pacto Global. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: 
A Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu em 2015, 17 objetivos para 
transformar o mundo, buscando acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar 
para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas. 
A M. Dias Branco considera os 17 objetivos da ONU em suas discussões estratégicas, 
priorizando 14 deles nas nossas iniciativas, conforme demonstrado abaixo: 
 
 
Figura 7 – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
21 
 
 
 
1. Erradicação da pobreza - Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os 
lugares. 
2. Fome zero e agricultura sustentável - Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar 
e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. 
3. Saúde e bem-estar - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em 
todas as idades. 
4. Educação de qualidade - Assegurar a educação inclusiva, e equitativa e de qualidade, e 
promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. 
5. Igualdade de gênero - Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e 
meninas. 
6. Água limpa e saneamento - Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e 
saneamento para todos. 
7. Energia limpa e acessível - Garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e 
renovável para todos. 
8. Trabalho de decente e crescimento econômico - Promover o crescimento econômico 
sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos. 
9. Inovação infraestrutura - Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização 
inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação. 
10. Redução das desigualdades - Reduzir as desigualdades dentro dos países e entre eles. 
11. Cidades e comunidades sustentáveis - Tornar as cidades e os assentamentos humanos 
inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. 
12. Consumo e produção responsáveis - Assegurar padrões de produção e de consumo 
sustentáveis. 
13. Ação contra a mudança global do clima - Tomar medidas urgentes para combater a 
mudança climática e seus impactos. 
14. Vida na água - Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares, e dos recursos 
marinhos para o desenvolvimento sustentável. 
15. Vida terrestre - Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas 
terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a 
degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade. 
16. Paz, justiça e instituições eficazes - Promover sociedades pacíficas e inclusivas par ao 
desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições 
eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis. 
22 
 
 
 
17. Parcerias e meios de implementação - Fortalecer os meios de implementação e revitalizar 
a parceria global para o desenvolvimento sustentável. 
 Compromisso com o Bem-Estar Animal: 
A M. Dias Branco informa que tem como missão oferecer alimentos de qualidade, 
inovadores, saudáveis, saborosos e com preços competitivos, proporcionando o bem-estar e a 
felicidade das pessoas. A companhia faz um esforço contínuo para a melhoria de todos os seus 
processos e para o desenvolvimento sustentável, sempre considerando os impactos sobre todos 
os elos da cadeia de produção, dos fornecedores ao consumidor final. 
Sendo assim, a M. Dias Branco se compromete a utilizar em todos os seus produtos 
apenas ovos de galinhas 100% livres de gaiolas, completando a transição até 2025. 
A empresa irá trabalhar em parceria com os fornecedores nesse processo, em 
alinhamento às tendências globais de práticas que respeitam o bem-estar animal. 
 
Figura 8 – Relatório de Compromisso com o Bem-estar Animal. https://ri.mdiasbranco.com.br/a-companhia/ 
23 
 
 
 
 Compromisso com a Diversidade: 
Todas as pessoas devem ser tratadas de forma justa e igualitária, com respeito às 
individualidades. Na M. Dias Branco, valorizamos a diversidade e somos contrários a 
preconceitos e discriminações de qualquer natureza (cor, idade, sexo, religião, orientação 
sexual, etnia, condição sociocultural, nacionalidade, estado civil, deficiências físicas ou 
necessidades especiais). 
 Compromisso com a Inclusão: 
Sempre na busca por uma sociedade mais inclusiva e igualitária, a M. Dias Branco 
reafirma seu compromisso com as pessoas com deficiência auditiva e mantém seu site oficial 
100% acessível em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Por meio da intérprete virtual Maya, 
todos os conteúdos publicados na página podem ser acessados por pessoas surdas, do Brasil 
inteiro. O acesso à informação é um direito de todos. 
 Iniciativas Sociais: 
A gestão do relacionamento com comunidades e investimento social é feita pela área de 
Sustentabilidade, com suporte dos Embaixadores da Sustentabilidade nas unidades industriais. 
Sempre que possível, a M. Dias Branco privilegia as organizações que atuam no entorno de 
suas unidades. 
A empresa apoia projetos sociais, culturais, ambientais, esportivos, voltados à saúde e 
profissionalização, por meio das seguintes formas: 
 Utilização de leis de incentivo estadual e federal, bem como de apoio direto a projetos 
nas comunidades do entorno; 
 Doações semanais de alimentos e, pontualmente, de bens e equipamentos; 
 Ações de voluntariado com a participação dos nossos profissionais. 
As principais ações realizadas em 2020/2021: 
EUSÉBIO/CE 
 Projetos leis de incentivo: 
Fundo da Criança e do Adolescente: Inclusão Profissional Sustentável – (IEP) – Instituto de 
Educação Portal, R$ 104.274,60. 
Lei do Esporte: Vida e Esporte – Futebol – Associação Estação da Luz, R$ 110.000,00. 
24 
 
 
 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 400 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Associação Estação da 
Luz em ação no Dia das Crianças. 
Doação de: 12 toneladas de produtos para a comunidade atendida pela Associação Estação da 
Luz na ação de Natal com Papai Noel. 
Incentivo a doação de: brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 62,28 toneladas de alimentos para o SESC/CE com campanha “Você doa, a gente 
doa” e doação de 200 mil reais para o Centro de Hematologia e Hemoterapia do CE (Hemoce), 
que resultou na arrecadação de 1.103 bolsas de sangue durante a pandemia de covid-19. 
Doação de: 311 toneladas de alimentos para 15 instituições apoiadas. 
MARACANAÚ/CE 
 Projetos leis de incentivo: 
Fundo da Criança e do Adolescente: Primeira infância da Terra: Uma janela de oportunidades 
– Fundação Terra, R$ 88.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 136 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Fundação Terra em ação 
no Dia das Crianças. 
Incentivo a doação de: brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 18 toneladas de alimentos apoiando a Fundação Terra de Maracanaú no 
fornecimento de lanches e alimentos para atendimentoda comunidade. 
NATAL/RN 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Toque de Vida – Escola Josefa Sampaio, R$ 50.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 181 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Casa do Menor 
Trabalhador em ação no Dia das Crianças. 
Incentivo a doação de: brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doações de: 42 toneladas de alimentos para 6 instituições no entorno da unidade. 
25 
 
 
 
 MOINHO DIAS BRANCO E GORDURAS E MARGARINAS ESP. - FORTALEZA/CE 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Finna Sustentável – Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, 
R$ 150.000,00. 
Lei do Idoso: Projeto de aquisição de medicamentos e insumos para pacientes idosos da Santa 
Casa da Misericórdia de Fortaleza – Irmandade Beneficente da Santa Casa de Misericórdia de 
Fortaleza, R$ 111.421,64. 
Lei do Idoso: Crescendo ativamente juntos – Associação São Vicente de Paulo, R$ 112.000,00. 
PRONAS: Acessibilidade e Inclusão: Capacitação em Libras – Instituto Filippo Smaldone, 
R$ 100.000,00. 
PRONON: Síndromes hereditárias de predisposição ao Câncer no Estado do Ceará: 
Caracterização molecular e epidemiológica inédita do padrão de distribuição familiar – Instituto 
do Câncer do Ceará – ICC, R$ 126.421,64. 
Lei Rouanet: Cine Ceará – Festival Íbero Americano de Cinema, R$ 100.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 400 kits de produtos infantis para crianças atendidas pelo Instituto Povo do Mar em 
ação no Dia das Crianças. 
Doação de: 44 toneladas de alimentos para 44 instituições no entorno da unidade. 
Ação em: referência ao Dia das Crianças com doação de 400 kits de produtos infantis para 
crianças atendidas pela Associação de jovens do Vicente Pinzon. 
Incentivo a doação de: brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Campanha de vacinação: contra H1N1 no Serviluz, na Associação de jovens do Vicente Pinzon 
(100 pessoas vacinadas) e no conjunto habitacional Alto da Paz – Vicente Pinzon, na 
Associação Morro da Vitória (113 pessoas vacinadas). 
Compra de: tickets para apoio a campanha do Mc Lanhe Feliz. 
Incentivo a: limpeza de praia em referência ao World Clean Up Day. 
SÃO CAETANO DE SUL/SP 
 Projetos leis de incentivo: 
Fundo da Criança e do Adolescente: Ouvir para Aprender – APAE de São Caetano do Sul, 
R$ 50.000,00. 
26 
 
 
 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 160 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela APAE/SP em ação no Dia 
das Crianças. 
Ação de: Natal com Papai Noel com doação de 1 tonelada de produtos para a comunidade 
atendida pela APAE. 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 76,98 toneladas de alimentos para o SESC/SP pela campanha “Você doa, a gente 
doa” e doação de 200 mil reais para a Associação Beneficente de Coleta de Sangue (COLSAN), 
que resultou na arrecadação de 6.286 bolsas de sangue para durante a pandemia de covid-19. 
Doação de: 235 toneladas de alimentos para 13 instituições apoiadas no entorno da unidade. 
 BENTO GONÇALVES/RS 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Orquestra de Violões – Associação Bento Gonçalves de Convivência e Apoio à 
infância e juventude – Abraçai, R$ 130.000,00. 
Lei do Esporte: Bento Vôlei – Sociedade educativa, cultural e poliesportiva Bento Gonçalves, 
R$ 192.073,52. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de 140 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Associação São Roque em 
ação no Dia das Crianças. 
Incentivo a doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de 63,32 toneladas de alimentos para o SESC/RS pela campanha “Você doa, a gente 
doa” e doação de R$ 200 mil reais para a Santa Casa da Misericórdia de Porto Alegre, que 
resultou na arrecadação de 1.472 bolsas de sangue durante a pandemia de covid-19. 
Doação de 168 toneladas de alimentos para 3 instituições no entorno da unidade. 
SALVADOR/BA 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Programa Neojibá – Plano anual de atividades 2021 – Instituto de Desen. Social 
pela Música – IDSM, R$ 100.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
27 
 
 
 
Doação de: 60 kits de produtos infantis para crianças atendidas pelo Lar Pérolas de Cristo em 
ação no Dia das Crianças. 
Ação de: Natal com Papai Noel com doação de 4 toneladas de produtos para a comunidade 
atendida pela Associação Bom Samaritano. 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 58,10 toneladas de alimentos para o SESC/BA pela campanha “Você doa, a gente 
doa” durante a pandemia de covid-19. 
Doação de: 545 toneladas de alimentos para 11 instituições no entorno da unidade. 
RIO DE JANEIRO/RJ 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Piraquê Culinária Sustentável – Instituto Macieira, R$ 100.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 250 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Associação Faz Quem 
Quer em ação no Dia das Crianças. 
Ação de: Natal com Papai Noel com doação de 0,7 tonelada de produtos para a comunidade 
atendida pelo Projeto Recriando Raízes. 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 104,04 toneladas de alimentos para o SESC/RJ pela campanha “Você doa, a gente 
doa” e doação de R$ 200 mil reais para o Rio Solidário, que resultou na arrecadação de 4.900 
bolsas de sangue durante a pandemia de covid-19. 
Campanha de: vacinação contra H1N1 no Complexo da Serrinha (104 pessoas vacinadas) e no 
Instituto Faixa Preta de Jesus (50 pessoas vacinadas). 
Doação de: 243 toneladas de alimentos com 24 instituições apoiadas no entorno da unidade. 
LENÇÓIS PAULISTA/SP 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Adria Culinária Sustentável – Comunidade do entorno, R$ 20.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 14 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Associação Amorada em 
ação no Dia das Crianças. 
28 
 
 
 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de 182 toneladas de alimentos para 3 instituições no entorno da unidade. 
CABEDELO/PB 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Toque de Vida – Escola Municipal Damásio França de Macêdo, R$ 50.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 70 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Escola Municipal Damásio 
França de Macêdo em ação no Dia das Crianças. 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 42 toneladas de alimentos para 2 instituições no entorno da unidade. 
JABOATÃO DOS GUARARAPES/PE 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Casa de Maria – Ano II – Associação Aria Social Espaço de Dança e Arte, 
R$ 70.000,00. 
Lei Rouanet: Vitarella Culinária Sustentável – Comunidade do entorno, R$ 125.808,60. 
 Voluntariado e Doações: 
Doação de: 200 kits de produtos infantis para crianças atendidas pela Associação Cristo Vive 
em ação no Dia das Crianças. 
Doação de: 500 toneladas de alimentos para 15 instituições no entorno da unidade. 
Ação de: Natal com Papai Noel com doação de 1 tonelada de produtos para a comunidade 
atendida pela Associação Cristo Vive. 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 51,57 toneladas de alimentos para o SESC/PE pela campanha “Você doa, a gente 
doa” e doação de R$ 200 mil reais para o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco 
(Hemope), que resultou na arrecadação de 5.752 bolsas de sangue para a durante a pandemia 
de covid-19. 
ROLÂNDIA/PR 
 Projetos leis de incentivo: 
29 
 
 
 
Lei Rouanet: Isabela Culinária Sustentável – Comunidade do entorno, R$ 60.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Incentivo a: doação de brinquedos na campanha “Papai Noel dos Correios”. 
Doação de: 182 toneladas de alimentos para instituições apoiadas pela empresa em regiões além 
do entorno da unidade. 
CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO 
 Projetos leis de incentivo: 
Lei Rouanet: Toque de Vida – Secretariade Cultura de Cedro/CE, R$ 50.000,00. 
 Voluntariado e Doações: 
Crato/CE: 3 toneladas de alimentos doados para 4 instituições no entorno. 
Belém/PA: 92 toneladas de alimentos doados para 2 instituições no entorno e para instituições 
diversas de outras localidades. 
Contagem/MG: 76 toneladas de alimentos doados para 2 instituições no entorno e para 
instituições diversas de outras localidades. 
Brasília/DF: 196 toneladas de alimentos doados para 1 instituição no entorno e para instituições 
diversas de outras localidades. 
Viana/ES: 19 toneladas de alimentos doados para 1 instituição no entorno e para instituições 
diversas de outras localidades. 
São José dos Pinhais/PR: 54 toneladas de alimentos doados para 1 instituição no entorno e para 
instituições diversas de outras localidades. 
Maceió/AL: 52 toneladas de alimentos doados para 1 instituição no entorno e para instituições 
diversas de outras localidades. 
São Luís/MA: 16 toneladas de alimentos doados para 3 instituições no entorno e para 
instituições diversas de outras localidades. 
Teresina/PI: 16 toneladas de alimentos doados para 5 instituições no entorno. 
Jaboticabal/SP: 5 toneladas de alimentos doados e 1 instituição beneficiada. 
Aracaju/SE: 35 toneladas de alimentos doados e 1 instituição beneficiada. 
 Meio Ambiente: 
30 
 
 
 
A gestão ambiental da M. Dias Branco tem como foco principal a minimização dos 
impactos ambientais provenientes de nossas atividades. As iniciativas visam, principalmente, 
os seguintes objetivos: 
Redução do consumo relativo de água (m³ de água/ tonelada de produto produzido); 
Reúso de água nas unidades que possuem Estação de Tratamento de Efluentes; 
Destinação adequada de resíduos sólidos (índice de reciclagem e reutilização de resíduos); 
Redução na geração de resíduos (resíduos gerados por tonelada de produto produzido); 
Redução no consumo de plástico, anualmente, em 1,2% em relação ao consumo total 
Redução no consumo relativo de energia em relação ao ano anterior 
 Mudanças Climáticas: 
Em 2019, o GT de Meio Ambiente intensificou as ações para compreensão do tema. 
Realizamos um estudo de materialidade que resultou na identificação de vulnerabilidades frente 
à mudança do clima e potenciais impactos em nosso negócio. A análise foi submetida à 
avaliação da área de Gestão de Riscos Corporativa e incluída na Matriz da Companhia para 
monitoramento. Elaboramos um procedimento operacional específico para a gestão de emissões 
de Gases do Efeito Estufa (GEE). 
 Inventário de Emissões: 
O inventário de emissões é a atividade que gera as informações relevantes para a 
adequada gestão de emissões e, portanto, tem a função de dar clareza, e subsídios à tomada de 
decisão organizacional com base no contexto específico em que foi desenvolvido. 
A M. Dias Branco elabora inventário de emissões desde 2017. O Total de emissões GEE 
em 2017 foi de 173.825 tCO2e de 188.659 tCO2e em 2018. Ao comparar esses anos, a 
intensidade das emissões caiu de 0,0678 tCO2e por tonelada para 0,0659. O inventário de 2021 
será realizado ao longo de 2022. 
 Sistema de Gestão Industrial - SGI: 
A M. Dias Branco, empresa alimentícia que atua em todo o território brasileiro e parte 
do mercado externo, no setor de Biscoitos, Bolos, Gorduras e Margarinas, Massas, Snacks, 
Torradas, Farinhas, Farelos, Mistura para pães, Mistura para Bolos e Cobertos de Chocolate 
(biscoitos), estabeleceu e mantém uma Política de Gestão Industrial apropriada ao propósito da 
organização, a partir de rígidos princípios de ética, eco eficiência e desenvolvimento sustentável, 
31 
 
 
 
incluindo o comprometimento com o atendimento aos requisitos aplicáveis, estatutários e 
regulamentares e com a melhoria contínua da eficácia do Sistema de Gestão Industrial, busca a 
satisfação de seus acionistas, clientes, consumidores, colaboradores e comunidade através do 
constante aprimoramento do seu padrão de qualidade, segurança de alimentos, respeito ao meio 
ambiente e condições de segurança e saúde no trabalho. 
A empresa reconhece que o atingimento das metas de curto prazo e a sustentabilidade 
de longo prazo são as bases de suas operações e, para tanto, estabelece os seguintes objetivos 
como orientadores do seu Sistema de Gestão Industrial: 
 Garantir um crescimento da lucratividade com qualidade de vida e responsabilidade 
social; 
 Observar e atender os padrões de qualidade exigidos para os seus produtos, buscando a 
satisfação dos clientes e consumidores com produtos mais nutritivos e saudáveis; 
 Garantir as condições de segurança de alimentos em todos os seus processos, produtos 
e serviços, promovendo a comunicação interativa entre fornecedores qualificados, 
colaboradores e clientes; 
 Garantir atendimento às legislações, normas e demais requisitos aplicáveis; 
 Proteger o meio ambiente prevenindo a poluição, fazendo uso sustentável de recursos, 
de forma a atenuar seus impactos ambientais significativos, priorizando a redução na 
geração de resíduos sólidos, a redução do consumo de água e energia elétrica; 
 Preservar a integridade física e a saúde da força de trabalho, priorizando a redução de 
acidentes de trabalho e ruído ocupacional, proporcionando condições de trabalho 
seguras e saudáveis, através da eliminação dos perigos e redução dos riscos; 
 Estabelecer comunicação transparente com acionistas, clientes, consumidores, 
colaboradores, fornecedores, sociedade e entidades relacionadas às atividades da 
empresa, bem como encorajar o envolvimento com a consulta e participação dos 
colaboradores junto ao Sistema de Gestão Industrial; 
 Fornece recursos adequados, desenvolver e capacitar os colaboradores garantindo o 
comprometimento com os objetivos dos sistemas de gestão; 
 Melhorar continuamente o Sistema de Gestão Industrial, suas atividades e a eficiência 
de seus processos, incluindo inovações tecnológicas; 
 Manter o engajamento com a comunidade do entorno das unidades fabris com projetos 
sustentáveis através de leis de incentivos, incentivar os nossos colaboradores ao 
voluntariado, incentivo ao esporte, doações de produtos e relacionamento com os líderes. 
32 
 
 
 
4. DIMENSÕES DO RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 
Indicadores Ethos apresenta seus indicadores em quatro seleções especificas, sendo 
essas denominadas pelo próprio instituto como pré-formatações. O objetivo dessas seleções e 
adequar os indicadores a realidade e maturidade da questão da RSE e sustentabilidade de cada 
empresa. 
A empresa objeto de estudo deste trabalho, possui os requisitos sugeridos nas normas 
NBR ISO 9001 NBR ISO 14001 e NBR ISO 26000, através de um sistema de gestão integrado 
de qualidade e meio ambiente. Portanto, adota algumas práticas e políticas baseadas nos temas 
de sustentabilidade e responsabilidade social em estágio intermediário. Sendo assim, apesar de 
possuir maturidade média para o tema, equipe optou pela pré-formatação “Essencial”, para 
apresentar os indicadores utilizados na pesquisa. O fator que levou a essa escolha é o fato de 
que organizações não é associada ainda ao Sistema Ethos, não tendo acesso aos outros 
indicadores mais completos. 
4.1. QUESTIONÁRIO APLICADO NA M. DIAS BRANCO 
 
 
33 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
34 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
35 
 
 
 
 
 
 
 
 
36 
 
 
 
 
 
 
37 
 
 
 
 
 
 
 
38 
 
 
 
 
 
 
 
39 
 
 
 
 
 
 
 
 
40 
 
 
 
 
 
 
 
41 
 
 
 
 
 
 
 
 
42 
 
 
 
 
 
 
 
43 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
44 
 
 
 
5. SUSTENTABILIDADE E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE 
Os dados obtidos por meio da aplicação dos indicadores na empresa estudada foram 
utilizados, inicialmente, para analisar o estágio de sustentabilidade e responsabilidade social 
em que a empresa se encontra, e a indústria estudada está se saindo muito bem em suas ações 
sobre responsabilidade social e sustentabilidade. 
A M. Dias Brancoé uma empresa engajada frente as ações de responsabilidade social e 
sustentabilidade, sendo signatária dos dez princípios do Pacto Global das Organizações das 
Nações Unidas (ONU). Sua primeira agenda estratégica de sustentabilidade foi feita em 2013. 
Na ocasião, a Companhia escolheu como principais temas: embalagens, insumos, meio 
ambiente, cultura de sustentabilidade, nutrição e saudabilidade, saúde e segurança 
organizacional, comunidades e investimento social, energia e emissões. Para cada tema foram 
criadas metas que anualmente são revistas e reportadas no Relatório Integrado, divulgado ao 
mercado. Neste momento, a empresa trabalha na agenda estratégica de sustentabilidade que vai 
balizar suas ações até 2030. 
O posicionamento e identidade organizacional que a M. Dias Branco apresenta é o 
de “sonhar, realizar, crescer”, honrando seu passado, conectando-os com o presente e 
comunicando o que eles desejam para o futuro. Esse slogan é realmente compatível com as 
ações que a empresa vem executando ao longo dos anos e que refletiu positivamente ao 
aplicarmos o questionário Ethos, pois a empresa possui boas estratégias de sustentabilidade, 
utiliza todas as informações coletadas no monitoramento das funções da empresa como alicerce 
para as tomadas de decisões, possui politicas para todos os temas, inclusive os mais evidentes 
para os clientes atualmente, é correta e não compactua com atividades ilícitas, tendo agenda 
anticorrupção, possui compromissos com a preservação do meio ambiente e ações de melhoria 
para a comunidade, se preocupa com a saúde e segurança de seus colaboradores, efetua 
pesquisas periodicamente para garantir a qualidade de seus produtos e causar impactos 
positivos. Mantém seu site totalmente atualizado informando o público e investidores sobre 
tudo o que acontece com a organização e faz de tudo para que o cliente conheça todos os 
atributos de seu produto que agregam valor a sua marca, para que eles se sintam confiantes em 
adquirir e levar para a mesa de suas casas o que a M. Dias Branco produz. 
 Os esforços de construção de sólido relacionamento de negócios com os clientes, tem 
surtido efeito, o que se comprova pelo fato da organização ser conhecida como uma das maiores 
indústrias de alimentos do Brasil, líder nacional nos mercados de massas e biscoitos, entre as 
maiores do mundo nesses segmentos. 
45 
 
 
 
CONCLUSÃO 
O crescimento econômico influência diretamente a qualidade de vida da sociedade e no 
desenvolvimento humano. Uma economia forte, traz diversos benefícios para um país e sua 
população através do investimento em infraestrutura, políticas de saúde e educação, baixo 
desemprego, acesso da população a moradia e lazer, dentre outros. Porém, apenas o crescimento 
econômico não é suficiente, com o consumo desenfreado dos recursos naturais, a poluição, o 
aquecimento global, entre outros, tem ameaçado a existência humana a longo prazo, trazendo 
danos que podem ser irreversíveis. Diante disso, dois termos têm ganhado importância no 
contexto atual: Sustentabilidade e Responsabilidade social. 
No meio empresarial, o respeito ao meio ambiente e as relações sociais deixaram de ser 
questão de escolha e passaram a incorporar de maneira efetiva a estratégia de negócios de uma 
empresa. Sendo que, a não conformidade a esses temas pode prejudicar de maneira irreversível 
a credibilidade de uma empresa, perdendo espaço no mercado e podendo encerrar suas 
atividades. Dada a importância do assunto, surge a necessidade de as empresas avaliarem as 
suas práticas e a suas relações com as partes interessadas. 
Nesse sentido, esse trabalho procurou aplicar e analisar os indicadores de 
sustentabilidade e responsabilidade social propostos pelo Instituto Ethos em uma indústria de 
alimentos, tendo como objetivo verificar a sustentabilidade e responsabilidade social presentes 
nos negócios da empresa e como essas práticas impactam o relacionamento com os clientes. 
Ao final foi possível concluir que todas as ações promovidas pela empresa só fortalecem 
cada vez mais seu relacionamento com os clientes, pois, assim como a empresa se preocupa 
com a qualidade dos alimentos que produz, ela se preocupa com o futuro do mundo. Além disso, 
foi possível perceber que a empresa mantém diversos canais para que o cliente possa se 
comunicar com ela, além de manter ele informado sobre tudo, através de seu site. 
 Sem dúvidas o aumento de seu lucro líquido ao longo dos anos, o título de líder nacional 
nos mercados de massas e biscoitos, a captação de títulos verdes que a tornou referência em 
sustentabilidade no Brasil só reforçam a solidez de sua marca e afirmam de que a empresa está 
realmente conquistando novos clientes, mantendo os clientes antigos e construindo relações 
duradouras com ambos. 
 
 
 
46 
 
 
 
REFERÊNCIAS 
ALVES, Ricardo Ribeiro. SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL E MERCADO 
VERDE: A TRANSFORMAÇÃO DO MUNDO EM QUE VIVEMOS. São Paulo: Vozes. 
2019. 
BARBIERI, José Carlos. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: DAS ORIGENS À 
AGENDA 2030. São Paulo: Vozes. 2020. 
BARBIERI, José Carlos; CAJAZEIRA, Jorge Emanuel. RESPONSABILIDADE SOCIAL 
EMPRESARIAL E EMPRESA SUSTENTÁVEL. 3ª ed. São Paulo: Saraiva Uni. 2012. 
DIAS, Reinaldo. RESPONSABILIDADE SOCIAL. 1ª ed. São Paulo: Altas. 2012. 
ETHOS, Instituto. Indicadores Ethos. Disponível em: <https://www.ethos.org.br/conteudo/ 
indicadores/>. Acesso em 30/03/2022. 
M. DIAS BRANCO. Site da Empresa. Disponível em: https://mdiasbranco.com.br/ 
sustentabilidade/iniciativas-sociais/. Acesso em 27/04/2022. 
VOLTOLINI, Ricardo. VAMOS FALAR DE ESG? PROVOCAÇÕES DE UM 
PIONEIRO EM SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. 1ª ed. Belo Horizonte: Voo. 
2021.

Continue navegando

Outros materiais