Buscar

DIREITO DO TRABALHO APLICADO AO AGRO NEGÓCIO

Prévia do material em texto

FACULDADE INVEST
Curso: Direito
 Discente: Glaucilene Maria do Nascimento
Prof°: Fernando Henrique C. Peres dos Santos DATA:
 DISCIPLINA: Direito e Diversidade, Direito dos Povos e Comunidades Tradicionais NOTA
 PROVA DE DIREITO E DIVERSIDADE 2°BIMESTRE
01 - O Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA – representa um marco jurídico que instaurou a proteção integral e uma carta de direitos fundamentais à infância e à juventude. Esta lei estabelece: "É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária". É considerado pelo ECA como criança e adolescente, respectivamente:
a) pessoa com 11 anos de idade e pessoa entre 12 e 19 anos de idade.
 b) pessoa com 12 anos de idade e pessoa entre 12 e 18 anos de idade.
 c) pessoa até 12 anos de idade incompleto e pessoa entre 12 e 18 anos de idade. 
d) pessoa até 10 anos de idade incompleto e pessoa entre 10 e 19 anos de idade. 
e) pessoa com 12 anos de idade e pessoa entre 12 e 21 anos de idade.
A resposta certa é a letra C
02 - Analise as afirmativas a seguir sobre o Estatuto do Idoso, coloque “V” para verdadeiro e “F” para falso. Posteriormente assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
➢ Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei.
➢ É dever de todos prevenir a ameaça ou violação aos direitos do idoso.
➢ Todo cidadão tem o dever de comunicar à autoridade competente qualquer forma de violação a esta Lei que tenha testemunhado ou de que tenha conhecimento.
➢ É obrigação do Estado e da sociedade, assegurar à pessoa idosa a liberdade, o respeito e a dignidade, como pessoa humana e sujeito de direitos civis, políticos, individuais e sociais, garantidos na Constituição e nas leis.
a) F – V – V – V.
b) F – F – V – V.
c) V – V – V – V. 
d) F – V – F – V.
A resposta certa é a letra C
03 - Com relação a assédio moral e sexual no ambiente de trabalho, assinale a alternativa correta.
a) Diferentemente de quando existe um desequilíbrio de poder entre chefe e subordinado, os colegas de trabalho que não ocupam posições de poder não podem ter influência e usar de certo “poder” para assediar sexualmente os respectivos colegas. 
b) Um funcionário pode se envolver em práticas de assédio sexual a mulheres; não para obter poder sobre a mulher que ocupa posição hierárquica superior à dele ou para minimizar as diferenças de poder entre eles, mas sempre por uma questão de falta de ética ou caráter. 
c) Os atos de violência moral visam humilhar, desqualificar e desestabilizar emocionalmente a relação da vítima com a organização e o ambiente de trabalho, o que põe em risco a saúde, a própria vida da vítima e o seu emprego.
 d) O assédio moral e sexual no trabalho caracterizam-se pela exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas fora da jornada de trabalho, não necessariamente relativas ao exercício das respectivas funções. 
e) Não ajudam a combater o assédio moral, no ambiente de trabalho, analisar o assediador e entender as atitudes dele.
A resposta correta é a letra C
04- Sobre a evolução do reconhecimento de direitos ao grupo vulnerável constituído por pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros (LGBT), é CORRETO afirmar que: 
a) considerando o âmbito dos sistemas global e regional de proteção aos direitos humanos de que o Brasil é parte, ainda não existe qualquer espécie de instrumento que contemple especificamente princípios sobre a aplicação da legislação internacional de direitos humanos em relação à orientação sexual e identidade de gênero.
 b) o Supremo Tribunal Federal brasileiro reconhece como válida e com os efeitos de entidade familiar a união estável entre pessoas do mesmo sexo, diante do que os cartórios do Brasil não poderão recusar a celebração de casamentos civis de casais do mesmo sexo, ou deixar de converter em casamento união estável homoafetiva. 
c) no caso Atala Riffo y ninas versus Chile, a Corte Interamericana de Direitos Humanos, declarou que, na ponderação entre direitos dos guardiões e das crianças, a orientação sexual é fator determinante para avaliação do direito à guarda, considerando que a exposição à discriminação afeta o crescimento e o desenvolvimento emocional das crianças filhas de casais homossexuais. 
d) ainda não é possível a apresentação de reclamações individuais perante o sistema de proteção aos direitos humanos da ONU sobre violações a direitos humanos desse grupo, havendo, no entanto, tratativas em andamento junto ao Comitê de Direitos Humanos, vinculado ao Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos. 
e) segundo a jurisprudência dominante, o reconhecimento do princípio constitucional da igualdade impede a expedição de documentos oficiais às pessoas transexuais contemplando prenome que esteja em desacordo com seu sexo biológico.
A resposta certa é a letra B
05 - Sobre o Decreto nº 43.683/2003 (Regulamenta a Lei Estadual nº 14.170 de 15/01/2002, que determina a imposição de sanções a pessoa jurídica por ato discriminatório praticado por pessoa em virtude de sua orientação sexual), marque a alternativa CORRETA:
a) A prisão é uma sanção a que fica sujeita a pessoa jurídica de direito privado que, por ação de seu proprietário, preposto ou empregado no efetivo exercício de suas atividades profissionais, praticar ato que denote discriminação, coação e atentado contra os direitos da pessoa em razão da orientação sexual.
 b) A demissão, desde que comprovadamente praticada em razão da orientação sexual da vítima, é tipo de ato que configura discriminação, coação e atentado contra os direitos da pessoa. 
c) O infrator, quando agente do poder público, terá a conduta averiguada por meio de procedimento de apuração instaurado por órgão competente, salvo se lhe já houver sido aplicada sanção penal referente ao fato.
 d) O direito de requerer a instauração de procedimento administrativo para a apuração e punição de manifestações de discriminação, coação e atentado contra os direitos da pessoa em razão de sua orientação sexual é somente da vítima ou de seu representante legal.
A resposta certa é a letra B
06 – Quais são as formas de Assédio Moral? Justifique sua resposta e cite um exemplo de cada.
As formas de assédio moral são as seguintes:
Assédio moral vertical: ocorre quando o assédio é praticado por uma pessoa que ocupa posição hierárquica superior em relação à vítima. Por exemplo, um chefe que humilha ou ameaça um funcionário.
Assédio moral horizontal: ocorre quando o assédio é praticado por uma pessoa que ocupa a mesma posição hierárquica que a vítima. Por exemplo, um colega de trabalho que faz fofocas ou espalha boatos sobre a vítima.
Assédio moral transversal: ocorre quando o assédio é praticado por uma pessoa que ocupa posição hierárquica inferior em relação à vítima. Por exemplo, um funcionário que humilha ou ameaça um superior hierárquico.
O assédio moral pode ser cometido de diversas formas, incluindo:
Agressões verbais: como xingamentos, insultos, ameaças, intimidações, humilhações públicas, etc.
Agressões psicológicas: como isolamento social, isolamento do trabalho, chantagem, perseguição, etc.
Agressões físicas: como agressões físicas, ameaças de agressão física, etc.
Exemplos de assédio moral:
Um chefe que humilha um funcionário na frente dos colegas de trabalho.
Um colega de trabalho que espalha boatos sobre um funcionário para prejudicá-lo.
Um funcionário que ameaça um superior hierárquico para conseguir uma promoção.
O assédio moral é uma forma de violência que pode causar danos físicos e psicológicos à vítima. Em casos extremos, o assédio moral pode levar à morte da vítima.No Brasil, o assédio moral é considerado uma contravenção penal, punível com prisão de até dois anos. Além disso, o assédio moral também pode ser considerado um ato de discriminação, o que é proibido pela Constituição Federal.
As vítimas de assédio moral podem denunciar o assédio às autoridades competentes, como o Ministério Público, a Delegacia de Polícia ou o Tribunal do Trabalho.
07 - Pedro de 17 anos, foi apreendido após uma tentativa de assalto na Cidade do Rio de Janeiro, uma hora antes de completar 18 anos. Pedro, rendeu Marcelo, quando ele descia do carro. No entanto o Pai de Marcelo, se desesperou e enfrentou o adolescente. Na briga, Pedro de 17 anos, que estava armado, disparou 6 tiros. Um atingiu o Marcelo, no ombro. Na delegacia, o suspeito disse que precisava de dinheiro para fazer a festa de 18 anos e viajar.
De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, Pedro, irá responder por tentativa de homicídio ou ato infracional? Justifique sua resposta.
Resposta:
O ECA estabelece que os menores de 18 anos são penalmente inimputáveis, ou seja, não podem ser responsabilizados criminalmente por seus atos. No entanto, o ECA prevê a possibilidade de responsabilização por atos infracionais, que são condutas que, se praticadas por adultos, seriam consideradas crimes.
No caso concreto, Pedro, que tinha 17 anos na época dos fatos, cometeu uma conduta que, se praticada por um adulto, seria considerada tentativa de homicídio. Pedro rendeu Marcelo e disparou seis tiros contra ele, um dos quais o atingiu no ombro.
Assim, Pedro irá responder por ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio, e poderá ser submetido a uma das medidas socioeducativas previstas no ECA, como a internação, a semiliberdade ou a liberdade assistida.
No caso concreto, o juiz responsável pelo caso deverá analisar as circunstâncias do fato, como a idade de Pedro, a gravidade da conduta, a periculosidade do adolescente, etc., para determinar a medida socioeducativa mais adequada.
É importante ressaltar que a medida socioeducativa não tem caráter punitivo, mas sim de proteção e reinserção social do adolescente. O objetivo da medida socioeducativa é promover a reeducação do adolescente e prepará-lo para o convívio social.
No entanto, é possível que o juiz responsável pelo caso entenda que, no caso concreto, a conduta de Pedro não foi suficiente para configurar a tentativa de homicídio. Em tal caso, Pedro poderá responder por ato infracional análogo ao crime de lesão corporal.
Para que a conduta de Pedro seja considerada tentativa de homicídio, é necessário que fique demonstrado que ele tinha a intenção de matar Marcelo. No caso concreto, Pedro rendeu Marcelo e disparou seis tiros contra ele. No entanto, apenas um tiro atingiu Marcelo, no ombro. É possível que o juiz responsável pelo caso entenda que, neste caso, Pedro não tinha a intenção de matar Marcelo, mas apenas de assustá-lo ou de roubá-lo.
Se o juiz entender que a conduta de Pedro não foi suficiente para configurar a tentativa de homicídio, ele poderá aplicar a medida socioeducativa de liberdade assistida. A liberdade assistida é uma medida socioeducativa que consiste na orientação e acompanhamento do adolescente por um assistente social ou psicólogo. O objetivo da liberdade assistida é promover a reeducação do adolescente e prepará-lo para o convívio social.
08 – Como é possível provar na Justiça o assédio Sexual e Moral? Quais são os requisitos necessários? Justifique sua resposta.
Provar assédio sexual e moral na Justiça pode ser um desafio, pois esses crimes geralmente ocorrem em segredo e sem testemunhas. No entanto, existem algumas evidências que podem ser usadas para comprovar o assédio, como:
 Testemunhas: testemunhas que presenciaram o assédio podem ser uma prova importante. No entanto, é importante notar que o depoimento de uma única testemunha pode não ser suficiente para comprovar o crime.
Documentos: documentos, como e-mails, mensagens de texto ou gravações, podem servir como prova do assédio.
Acusação da vítima: a declaração da vítima é uma prova essencial para comprovar o assédio. A vítima deve descrever o que aconteceu, quando aconteceu e quem estava envolvido.
Além dessas evidências, o juiz pode considerar outros fatores, como o comportamento do agressor, o ambiente em que o assédio ocorreu e as consequências que o assédio teve para a vítima.
09 - O envelhecimento é um direito personalíssimo e sua proteção um direito social, razão pela qual fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos, urbanos e semiurbanos, a toda pessoa com mais de? Justifique sua resposta de acordo com o Estatuto do Idoso.
De acordo com o Estatuto do Idoso, a gratuidade dos transportes coletivos públicos, urbanos e semiurbanos, fica assegurada a toda pessoa com mais de 65 (sessenta e cinco) anos.
O Estatuto do Idoso, Lei n. 10.741/2003, estabelece em seu artigo 39 que:
Aos maiores de 65 (sessenta e cinco) anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi-urbanos, exceto nos serviços seletivos e especiais, quando prestados em regime de fretamento, nos termos da lei.
O Estatuto do Idoso reconhece o envelhecimento como um direito personalíssimo e sua proteção como um direito social. O envelhecimento é um processo natural da vida e deve ser respeitado e protegido. Os idosos têm direito a uma vida digna e com qualidade, e o transporte público é essencial para garantir a mobilidade e a autonomia dos idosos.
A gratuidade do transporte público para idosos é uma forma de garantir o acesso dos idosos aos serviços essenciais, como saúde, educação e trabalho. Também é uma forma de promover a inclusão social e a participação dos idosos na sociedade.
A gratuidade do transporte público para idosos é um direito previsto em lei e deve ser garantido por todos os municípios e estados brasileiros.
10 - De acordo com o curta metragem “O xadrez das Cores” O preconceito e o desafio da acolhida da diversidade, onde abordamos em sala de aula a questão do preconceito nas relações humanas entre brancos e negros. Todavia, o filme nos convida a ir além da (“questão racial”)! Fala também de solidão, de cuidado e de superação.
Sendo assim, faça a sua reflexão e aborde a questão da diversidade cultural existente em nosso país que é um dos grandes desafios de hoje para a família, a escola e a religião.
O curta-metragem "O xadrez das cores" é uma obra importante que aborda a questão do preconceito e da diversidade cultural no Brasil. O filme conta a história de Cida, uma mulher negra que trabalha como empregada doméstica para Maria, uma senhora branca. As duas mulheres têm origens e experiências de vida muito diferentes, mas acabam desenvolvendo uma relação de amizade e respeito.
O filme nos convida a refletir sobre a importância da aceitação da diversidade cultural. No Brasil, vivemos em uma sociedade multicultural, com pessoas de diferentes raças, etnias, religiões e culturas. É importante que aprendamos a conviver com essa diversidade e a respeitar as diferenças.
A família, a escola e a religião são instituições importantes que podem contribuir para a promoção da diversidade cultural. A família pode ensinar os filhos a respeitar as diferenças e a valorizar a diversidade. A escola pode promover o diálogo e a compreensão entre as diferentes culturas. A religião pode promover a tolerância e o respeito ao próximo.
No entanto, é importante ressaltar que a promoção da diversidade cultural é um desafio que exige esforço de toda a sociedade. É preciso que cada um de nós esteja disposto a aprender a conviver com as diferenças e a respeitar o próximo.
  • Relacionados
  • Inteligência Artificial