Buscar

TICs SOI IV IST UNIDEP

Prévia do material em texto

TICs SOI IV Medicina UNIDEP
Thiago Luiz P. Gil Turma 10
Encaminhe uma resenha contendo as patologias que devem ser
rotineiramente consideradas na avaliação de uma gestante.
As principais patologias que devem ser consideradas nos
exames de rotina pré-natal são: pré-eclâmpsia (proteinúria),
diabetes gestacional (dosagem de glicose/teste oral de
tolerância à glicose), anemia (hemoglobina e hematócrito),
teste da mãezinha para detecção de hemoglobinopatias
(eletroforese de hemoglobina), parasitoses intestinais
(parasitológico de fezes), infecções do trato urinário
(urocultura e urina I), distúrbios tireoidianos (pesquisa para
hormônio tireoestimulante - TSH), doenças infecciosas
como, toxoplasmose (IgG, IgM), hepatite B (HBS AG),
rubéola, sífilis (VDRL e teste rápido), HIV (teste rápido) e por fim ISTs e
identificação de streptococcus beta hemolítico do grupo B através do citopatológico
de colo de útero e exame da secreção vaginal.
Também é importante a identificação de condições preexistentes como doença
falciforme, infecção por hepatite B ou C, epilepsia, hipertensão arterial crônica,
diabetes mellitus, cardiopatias, pneumopatias graves, nefropatias graves,
endocrinopatias, doenças hematológicas, neurológicas, psiquiátricas, autoimunes,
obesidade mórbida, desnutrição, neoplasias, hanseníase, tuberculose e
ginecopatias. Assim, a gestante pode ser encaminhada ao pré-natal compatível com
a sua estratificação de risco.
Referências:
CARDOZO, et al. Protocolo Regional de Atenção ao Pré-Natal: 7ª Regional de
Saúde. Secretaria Municipal de Pato Branco. Pato Branco, 2020.
Estado do Paraná. Secretaria de Estado da Saúde. Caderno de Atenção ao
Pré-natal: Risco Habitual. Mãe Paranaense.