Buscar

CircuitosEletricosIIMaximaTransferenciadePotenciaRelatorioUnid3_20220210133623 (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 14 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
	
Medição
	Resistência do
potenciômetro (Ω)
	Tensão do
resistor R2 (V)
	Tensão no
potenciômetro (V)
	1
	8
	1,31
	1,05
	2
	16
	1,09
	1,75
	3
	24
	0,93
	2,22
	4
	32
	0,81
	2,58
	5
	40
	0,71
	2,85
	6
	48
	0,65
	3,07
	7
	56
	0,58
	3,27
	8
	64
	0,53
	3,4
	9
	72
	0,49
	3,52
	10
	80
	0,45
	3,64
	11
	88
	0,42
	3,72
	12
	96
	0,39
	3,82
Tabela 1 – Dados experimentais da tensão
1. Preencha a tabela 1 de acordo com os dados experimentais obtidos durante a realização do ensaio.
2. Qual o valor a tensão aplicada pela fonte? Qual o valor da resistência?
			R: Tensão aplicada pela fonte : 5V 
Resistência do potenciômetro: 100Ω 
 (
LABORATÓRIO
 
DE
 
FÍSICA
MÁXIMA
 
TRANSFERÊNCIA
 
DE
 
POTÊNCIA
)
 (
5
) (
ALGETEC
 
–
 
SOLUÇÕES
 
TECNOLÓGICAS
 
EM
 
EDUCAÇÃO
CEP:
 
40260-215
 
Fone: 71
 
3272-3504
E-mail:
 
contato@algetec.com.br
 
|
 
Site:
 
www.algetec.com.br
)
Para o cálculo da corrente utilize a equação abaixo.
𝑉𝑓 = 𝑅𝑝 ∗ 𝑖
Onde:
Vf = Tensão da fonte
RP = Resistência do potenciômetro i = Corrente elétrica do circuito
Os valores de corrente elétrica encontrados serão baseados na resistência do potenciômetro, no entanto, por se tratar de um circuito em série, a corrente que passa pelo potenciômetro é igual a corrente que circula pelos demais resistores.
3. Preencha a tabela 2 com a corrente que percorre o circuito em cada medição.
	
Medição
	Resistência do
potenciômetro (Ω)
	Corrente
do circuito (A)
	
Resistência R2 (Ω)
	
Req = (Rp + R2)
	
Eficiência (𝜂)
	Potência
dissipada no circuito
	1
	8
	0,05
	10
	18
	0,473684
	0,559423
	2
	16
	0,05
	10
	26
	0,565217
	0,560216
	3
	24
	0,05
	10
	34
	0,62963
	0,54184
	4
	32
	0,05
	10
	42
	0,677419
	0,523623
	5
	40
	0,05
	10
	50
	0,714286
	0,503473
	6
	48
	0,05
	10
	58
	0,74359
	0,488602
	7
	56
	0,05
	10
	66
	0,767442
	0,474585
	8
	64
	0,05
	10
	74
	0,787234
	0,458715
	9
	72
	0,05
	10
	82
	0,803922
	0,446099
	10
	80
	0,05
	10
	90
	0,818182
	0,43587
	11
	88
	0,05
	10
	98
	0,830508
	0,424895
	12
	96
	0,05
	10
	106
	0,84127
	0,417214
Tabela 2 – Dados experimentais do experimento
4. Com base nos valores obtidos de resistência dos resistores, determine a resistência equivalente (Req) para cada medição feita no circuito e anote na tabela 2.
Para encontrar a potência dissipada do circuito, você utilizará as resistências apresentadas pelos resistores e potenciômetros, associando-as com os seus valores de tensão.
Utilize a equação abaixo para encontrar a potência dissipada no circuito.
𝑃𝑜𝑡𝐷𝑖𝑠𝑠𝑖𝑝𝑎𝑑𝑎 =
𝑉𝑖²
+
𝑅𝑖
𝑉2²
+
𝑅2
𝑉𝑝²
𝑅𝑝
Onde:
𝑉𝑖 = Tensão da resistência interna da fonte Ri = Resistência interna da fonte
𝑉2 = Tensão no resistor R2
R2 = Resistência do resistor R2
𝑉𝑝 = Tensão no potenciômetro
RP = Resistência do potenciômetro
5. Anote os valores da potência dissipada na tabela 2.
Encontre os valores para a eficiência da transferência de potência utilizando a equação abaixo.
𝜂 =
𝑅𝑒𝑞
𝑅𝑒𝑞 + 𝑅1
Onde:
𝜂 = Eficiência na transferência de potência Req = Resistência equivalente do circuito.
𝑅1 = Resistência interna na fonte
6. Anote os valores da eficiência na tabela 2.
7. Construa o gráfico da potência dissipada em função da eficiência. Para que valor de eficiência foi observada a menor potência dissipada? Pode-se afirmar que esse ponto é o de maior transferência de potência?
R: O ponto de maior transferência de potência é o ponto onde a carga é igual aResistência de Thevenin, nesse caso no ponto ocorre a maior transferência depotência.
8. Analisando a resistência interna e externa. Quando transferência de potência apresentará seu valor máximo? Justifique.
R: Quando há menor eficiência, consequentemente, quando há menor resistência.
9. Como o resistor R1 atua no circuito? Se não fosse colocado este resistor no circuito o valor encontrado para máxima transferência de potência seria o mesmo? Justifique
R: R1 é o resis tor que está próximo a fonte, com a resistência do circuito diminui a potên cia, haveria sim diferença.
AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
Indução Mútua Entre Duas Bobinas
Existe diferença entre o valor exibido no multímetro com o interruptor S1ligado e desligado? Em caso afirmativo, qual é essa diferença e explique o motivo dela existir. 
R: Sim, existe. Quando S1 é acionado a tensão do transformador 1 apresenta a tensão de 1,3V em corrente alternada, mostrando que o transformador está operando com o circuito do secundário em aberto. Quando S1 é desligado não há tensão e circulação de corrente pelo circuito, logo, a tensão será zero.
Qual a tensão exibida no secundário do transformador a vazio? O
transformador montado com as bobinas 1 e 2 na placa de ensaio é do tipo
elevador ou abaixador? Justifique. O transformador é do tipo abaixador, pois a
tensão no secundário do transformador a vazio é 1,3V em corrente alternada,
enquanto a tensão que entra no primário é de 3,1V em corrente alternada
sem a carga da lâmpada, já quando se considera a carga da lâmpada no
primário, a tensão no secundário caí para 0,5V em corrente alternada.
Qual a tensão exibida no secundário do transformador a vazio? O
transformador montado com as bobinas 1 e 2 na placa de ensaio é do tipo
elevador ou abaixador? Justifique. O transformador é do tipo abaixador, pois a
tensão no secundário do transformador a vazio é 1,3V em corrente alternada,
enquanto a tensão que entra no primário é de 3,1V em corrente alternada
sem a carga da lâmpada, já quando se considera a carga da lâmpada no
primário, a tensão no secundário caí para 0,5V em corrente alternada.
Qual a tensão exibida no secundário do transformador a vazio? Transformador montado com as bobinas 1 e 2 na placa de ensaio é do tipo elevador ou abaixador? Justifique. 
R: O transformador é do tipo abaixador, pois atenção no secundário do transformador a vazio é 1,3V em corrente alternada, enquanto a tensão que entra no primário é de 3,1V em corrente alternada sem a carga da lâmpada, já quando se considera a carga da lâmpada no primário, a tensão no secundário caí para 0,5V em corrente alternada.
3. Dada a relação de espiras entre o primário e o secundário, qual deveria será tensão exibida no multímetro caso os transformadores utilizados no ensaio fossem transformadores ideal? 
R: Todo transformador acaba tendo uma perda devido ao número de espiras, mas em uma situação ideal calculada a tensão seria de1,55V em corrente alternada.
4. Qual a tensão exibida no secundário do transformador com a carga (lâmpada) conectada nele? Explique a diferença entre a tensão no secundário do transformador a vazio e com a carga. 
R: Com a carga da lâmpada conectada atenção no secundário é de 0,5V em corrente alternada, enquanto que sem carga no primário a tensão no secundário é de 1,5V em corrente alternada.Com a carga a tensão no secundário diminui pois há um aumento da corrente para suprir a potência necessária para manter a lâmpada (carga) em operação.
motivo dela existir. Sim, existe. Quando S1 é acionado a tensão do
transformador 1 apresenta a tensão de 1,3V em corrente alternada,
mostrando que o transformador está operando com o circuito do secundário
em aberto. Quando S1 é desligado não há tensão e circulação de corrente
pelo circuito, logo, a tensão será zero.
2. Qual a tensão exibida no secundário do transformador a vazio? O
transformador montado com as bobinas 1 e 2 na placa de ensaio é do tipo
elevador ou abaixador? Justifique. O transformador é do tipo abaixador, pois a
tensão no secundário do transformador a vazio é 1,3V em corrente alternada,
enquanto a tensão que entra no primário é de 3,1V em corrente alternada
sem a carga da lâmpada, já quando se considera a carga da lâmpada no
primário, a tensão no secundário caí para 0,5V em corrente alternada.
3. Dada a relação de espiras entre o primário e o secundário, qual deveria ser
a tensão exibida no multímetro caso o transformador utilizado no ensaio fosse
um transformador ideal? Todo transformador acaba tendo uma perda devido
ao número de espiras, mas em uma situação idealcalculada a tensão seria de
1,55V em corrente alternada.
4. Qual a tensão exibida no secundário do transformador com a carga
(lâmpada) conectada nele? Explique a diferença entre a tensão no secundário
do transformador a vazio e com a carga. Com a carga da lâmpada conectada a
tensão no secundário é de 0,5V em corrente alternada, enquanto que sem
carga no primário a tensão no secundário é de 1,5V em corrente alternada.
Com a carga a tensão no secundário diminui pois há um aumento da corrente
para suprir a potência necessária para manter a lâmpada (carga) em
operação.
image4.jpg
image3.jpg
image1.png
image2.png

Mais conteúdos dessa disciplina