Buscar

Prévia do material em texto

RESUMO :
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E TEORIAS DA APRENDIZAGEM
UNIDADE I
 Vimos os principais modelos epistemológicos que sustentam diferentes práticas pedagógicas de I
 A Epistemologia Empirista - Ela inspira a 
Pedagogia diretiva, na qual o professor controla o processo de aprendizagem do aluno, determinando os conteúdos que os alunos deverão aprender.
 
 A  P, A= aluno e P = professor)
A Epistemologia Inatista – Ela inspira a 
Pedagogia não - diretiva , quem conduz o processo é o aluno. O professor atuará como um facilitador
do processo de desenvolvimento das possibilidades dos alunos
A → P, sendo A = aluno e P = professor.
A pedagogia relacional (ou centrada na relação), por inspira-se em pressupostos
construtivistas, pois entende que o processo pedagógico e construído conjuntamente pelo professor e pelo aluno. Cada um possui um papel especifico, mas ambos influenciam-se mutuamente, em um movimento dinâmico e aberto ao novo. 
uma seta com dupla direção entre o professor e o aluno: A ↔ P.
Lembrete!
Pedagogia não diretiva. é centrada no aluno
Pedagogia diretiva. é centrada no professor 
Pedagogia relacional. é centrada na relação 
professor-aluno.
Abordagem Tradicional
Tem como principais características: foco no professor (dono do saber); ensino verbalista e formal, com valorização principal de conteúdos racionais. O aluno, ocupa uma posição passiva e subordinada
A Abordagem Comportamental tem em Burrhus Frederic Skinner - defensor de estratégias de controle do comportamento humano, o conhecimento parte de fora do sujeito, do ambiente, e é aprendido por ele através de um processo de modelagem de
comportamento. Por isso, e considerado um autor de inspiração empirista.
UNIDADE II
A Abordagem Humanista foi apresentada com base em dois autores:
o psicólogo americano Carl Rogers, seu principal teórico, e Alexander Neill,
Carl Rogers - critica fortemente a teoria comportamental, pois para ele a liberdade é um princípio básico do ser humano, sendo contrário ao controle, ao condicionamento e à padronização dos comportamentos. Para ele, a pessoa deve ser considerada de modo integral, e as experiências emocionais têm tanta ou mais importância do que as habilidades intelectuais para o desenvolvimento de indivíduos felizes.
As posições de Neill são mais radicais do que as de Rogers, chegando a afirmar que considera os
livros sem grande importância, enquanto as relações interpessoais e as experimentações são centrais
para o desenvolvimento de uma pessoa íntegra e feliz.
Uma frase de Neill que sintetiza seu pensamento é “gostaria antes ver a escola produzir um varredor de ruas feliz do que um erudito neurótico”, 
Abordagem Psicanalítica, Freud elaborou diferentes modelos para tratar de fenômenos abstratos. 
Foram destacados três conceitos de sua vasta teoria, relacionados ao campo educativo: inconsciente, sexualidade e transferência.
O primeiro modelo propõe uma divisão da mente humana em três condições: consciente, pré-consciente e inconsciente
.
O segundo modelo trata de três instâncias psíquicas: Id, Ego, Superego.
Quanto à sexualidade, esse foi um conceito tão revolucionário quanto o anterior, uma vez que Freud propõe uma continuidade no desenvolvimento
de nossa sexualidade, começando quando ainda éramos bebês.
Ou seja, a sexualidade, para esse autor, será mais ampla do que a realização de um ato sexual adulto, comportando várias etapas com características próprias, conforme os impulsos que predominam na relação que estabelecemos com nosso próprio corpo e com os objetos de amor. Estas fases são: oral, anal, fálica, latência e genital.

Mais conteúdos dessa disciplina