Buscar

Instauração e Vícios no Inquérito

Prévia do material em texto

16/11/2021 15:06 Direito Processual Penal - Evernote
https://www.evernote.com/client/web?message=forgotPasswordAction.sent&login=true#?b=899174f1-23d6-a714-91e3-bcc3bee669ba&n=0a341… 1/2
Investigação - pt. 4
INSTAURAÇÃO DO INQUÉRITO - PT. 2 
a) Crimes de AP Pública Condicionada ou Privada
Dependerá da representação ou do requerimento (privada) do ofendido ou da requisição do Ministro 
competente. Em caso de ilegalidade na instauração do inquérito ante à ausências dessas formalidades, 
este poderá ser trancado via HC.
O requerimento do inquérito deve ser feito no prazo legal e este não interrompe a decadência que 
começa a fluir com o conhecimento inequívoco pelo acusado do autor (STJ).
JURISPRUDÊNCIA 
STF - Não anula o APF que se deu em razão de notitia criminis apócrifa 
STF - p/ suspeitos com prerrogativa de foro perante o STF, o inquérito não pode ser instaurado de ofício, 
cabendo ao ministro-relator à supervisão deste
STF - perdida ou verificada a não aplicação do FPF, deverá ser feita a remessa dos autos 
STJ - Para que seja aplicado o FPF é imprescindível que fique demonstrada a participação ativa e concreta 
do titular na infração, não bastando a simples menção de seu nome
STJ - não se pode confundir o controle judicial com a autorização p o IP, sendo esta última desnecessária
IDENTIFICAÇÃO CRIMINAL 
Com o advento da Lei nº 12.307 permite que a identificação se dê: por identificação datiloscópia, 
fotográfica e com coleta de material genético*.
*paulo rangel: somente quando indispensável às investigações
Autoincriminação? Não é obrigado a fornecer, porém no caso de material genético descartado 
voluntaria/involuntariamente, não há qualquer óbice 
VÍCIOS NO INQUÉRITO POLICIAL
Submete-se aos princípios consubstanciados no art. 37 da CF e aos requisitos gerais dos atos 
administrativos, estão sujeitos aos regramentos dos atos administrativos em geral, porém, em regra, não 
contaminam a ação penal, DESSE MODO, ainda que considerado nulo, poderá servir como peça de 
informação pelo MP.
Recebida a denúncia, ficam prejudicadas as alegações de irregularidade do inquérito.
A contaminação só se dará, se por exemplo, a própria prova da materialidade ou autoria (ex.: confissão sob 
tortura) estiver ilegal.
STJ - Em regra, os vícios do IP não contaminam a ação penal, porém em decisão recente, a corte entendeu 
que em violação ao dever do delegado de se declarar suspeito (a lei impede que essa oposição seja feita 
por investigado ou 3º) e comprovado o prejuízo ao réu, é possível a nulidade
Discordo, eis que deve prevalecer o entendimento de que o inquérito é peça informativa, não havendo 
Se algum dos investigados tiver FPF deve o STF deliberar sobre a continuidade do procedimento 
investigatório junto a ele ou desmembra-lo, porém a regra é de que se desmembre, a exceção fica 
com a indivisibilidade do fato ou o prejuízo à persecução penal
A ausência de afirmação da autoridade policial de sua própria suspeição não eiva de nulidade o 
processo judicial por si só, sendo necessária a demonstração do prejuízo suportado pelo réu.
16/11/2021 15:06 Direito Processual Penal - Evernote
https://www.evernote.com/client/web?message=forgotPasswordAction.sent&login=true#?b=899174f1-23d6-a714-91e3-bcc3bee669ba&n=0a341… 2/2
produção de provas definitivas que serão posteriormente produzidas em juízo, de modo que a suspeição 
do delegado em nada influi na AP.

Mais conteúdos dessa disciplina