Buscar

Prévia do material em texto

Crase
Principais casos de emprego da
crase
1. Antes de palavras femininas 
A crase é empregada quando há a junção da preposição
"a" com o artigo definido "a(s)" antes de palavras
femininas 
EXEMPLO:
"Vou à praia"
EXPLICAÇÃO:
"Vou a" (preposição) + "a praia" (artigo definido
feminino)
A crase consiste na fusão da preposição "a" com o artigo definido
"a". O acento grave é usado para representar essa junção (à).
2. Antes de pronomes demonstrativos
A crase é empregada antes dos pronomes demonstrativos
aquele(s), aquela(s) e aquilo.
EXEMPLO:
"Estou me referindo àquele modelo de vestido".
EXPLICAÇÃO:
Estou me referindo a (preposição) + aquele (pronome
demonstrativo) modelo de vestido 
3. Junto ao pronome relativo
"a(s) qual(is)
EXEMPLO:
"Não conheço a obra à qual o palestrante fez referência.
"Essas são as obrigações às quais os alunos devem
obedecer".
"Adorei a canção à qual o maestro usou para homenageá-
la."
4. Quando acompanhada de
verbos que indicam destino
EXEMPLO: 
"Cheguei à loja e fui mal atendido".
 "Vou à praia".
No caso dos verbos que indicam destino, por exemplo, o
verbo "Vou", deve ser substituído pelo verbo "Volto" para
entender se a frase irá receber a crase ou não. 
Se alguém vai a algum lugar, mas volta "de", não existe
crase.
Se alguém vai a algum lugar, mas volta "da", a crase é
empregada. Por exemplo:
"Volto de Paris" | Vou a Paris (não tem crase). 
"Volto da Holanda" | Vou à Holanda (tem crase)
MACETE:
Vou a, volto da: crase há!
Vou a, volto de: crase pra quê?
5. Nas locuções Adverbiais, Prepositivas e
Conjuntivas
EXEMPLO:
LOCUÇÕES ADVERBIAIS:
"Vire à direita duas ruas depois".
"Ontem, saí às pressas para o jantar"
"Preparei minha redação à toa, pois a professora não
estava na escola".
LOCUÇÕES PREPOSITIVAS:
"Estamos à espera de um novo bebê".
"Ele estava à beira de um ataque de nervos".
"Minha mãe estava à frente do grupo".
LOCUÇÕES CONJUNTIVAS:
"Estavamos cada vez mais distantes à medida que o
tempo passava".
"À medida que o frio aumenta, nós nos achegamos à
fogueira.
6. Na indicação de horas
EXEMPLO:
"Chego na escola às 7h30m".
"A reunião começará às 16 horas".
A crase não é empregada na indicação de horas se o
artigo definido feminino a(s) estiver depois das
preposições "após", "até", "desde", "entre", e "para".
7. Emprego Facultativo da Crase
Antes de nome próprio feminino. Exemplo:
"Ofereci meus livros a Alice" ou "Ofereci meus livros à
Alice" - ambas as formas estão corretas 
Antes de pronome possessivo feminino (minha, tua, sua,
nossa). Exemplo:
"Entregue as flores a minha mãe" ou "Entregue as flores
à minha mãe" - ambas as formas estão corretas.
Casos em que NÃO se usa Crase:
• Antes de palavras masculinas
• Antes de palavras de sentido indefinido (uma,
certa, qualquer)
• Antes de verbo no infinitivo (estudar, falar)
• Antes do pronome demonstrativo "essa"
• Antes de expressões formadas por palavras
repetidas (frente a frente)
• Antes de números cardinais, a não ser para
designar horas 
• Antes das palavras "casa" e "terra" quando não
aparecem específicadas (Voltei a casa)
• Quando a preposição estiver seguida de
substantivos no plural com sentido genérico (A
homenagem foi feita as professoras)