Buscar

Prévia do material em texto

Ecologia 
Introdução: Eco = casa, “oikós” // Logia = estudo, “logos” 
“Estudo da casa” 
 
Seres Vivos + Meio Ambiente 
 
Importância: Preservar / Conservar, Estratégias, Equilíbrio. 
 
Teoria Preservacionista; Restringir o contato do ser humano 
com a natureza 
Teoria Conservacionista: Conciliar o contato do ser humano 
com a natureza. 
 
Níveis de Organização: 
1. Organismo: 
2. População: 
3. Comunidade: 
4. Ecossistema: 
5. Biosfera: 
Conceitos Importantes: 
 Biocenose ou Biota – É a comunidade, os seres vivos 
presentes na natureza. 
 
 Fatores Bióticos – O que é vivo. 
 
 Biótipo – Pluviosidade, Ph, Radiação. 
 
 Fatores Abióticos – O que não é vivo. 
 
 Bioma – Comunidade estável. 
 
 Habitat – Onde vive uma espécie. 
 
 Nicho Ecológico – ‘Multifatorial’. Comportamento, do que 
se alimenta, onde vive, com quem se relaciona. 
 
 Ecótono – Transição de ecossistema. 
 
 Biomassa – Matéria orgânica dos seres vivos. 
 
 Nível Trófico – 1*, 2*, 3* . . . 
 
O que Estuda: 
 
 Cadeia e Teia Alimentar: Produtor, Consumidor, 
Decompositor. 
 
 Pirâmides Ecológicas: Número, Biomassa, 
Decompositor. 
 
 Ciclos BioGeoQuímicos: NITROGÊNIO 
 
 Interações (relações) Ecológicas: 
 
 Dinâmica de População: 
 
 Sucessão Ecológica: 
 
 Biociclos: 
 
 Biomas: Mundiais e Brasileiros 
 
 Humanidade e Ambiente: 
 
Cadeia e Teia Alimentar 
 Relações Alimentares 
 
 3 Categorias: 
 
 Produtores: 
Produzem o seu próprio composto orgânico. 
São Autótrofos (Produzem seu próprio alimento) 
Fotossíntese ou Quimiossíntese 
(não precisa de luz) 
 
 
 
 
 
 
 
 Consumidores: 
Não produzem o seu composto orgânico, eles se alimentam de outro 
ser vivo e pegam a energia que está disponível neles. 
São heterotróficos 
1. Herbívoros – Vegetal 
2. Carnívoros – Animal 
3. Onívoros – Vegetal + Animal 
Consumidor Primário: Se alimenta do produtor (Herbívoro) 
Consumidor Secundário: Se alimenta do consumidor primário 
Consumidor Terciário: Se alimenta do consumidor secundário 
 
 
 
 
 Decompositores: 
 Pegam a matéria orgânica fazem a decomposição e devolvem os 
nutrientes para estar disponível novamente para um novo ciclo. 
 
 Fungos e Bactérias 
 
 Degradam Restos Mortais 
 
 
 Reciclagem 
 
Pirâmides Ecológicas 
Representam em gráficos o fluxo de energia e de matéria ao longo da 
cadeia alimentar. 
 Podem ser do tipo: 
 
1. Número 
 
Pode ser invertida, em vez de ir afinando como uma pirâmide comum, 
ela pode ficar de outro modo. 
2. Biomassa 
Também podem ser invertidas, mas só no caso dos ambientes 
aquáticos (oceanos e lagos). 
 
3. Energia 
PPB = Produtividade Primária Bruta // PPL = Produtividade Primária 
Líquida.. 
Ciclos BioGeoQuímico – CICLO DO NITROGÊNIO 
 
O nitrogênio está nas proteínas, nos ácidos nucleicos ( DNA e RNA) 
 
1. Fixação – N2 NH3 (Amônia) 
 
2. Nitrificação – A: Amônia Nitrito (tóxico, as plantas não 
gostam) 
 B: Nitrito Nitrato 
 
3. Desnitrificação – Nitrato N2 
 
Relações Ecológicas 
Intraespecíficas – Mesma espécie 
Interespecífica – Espécies diferentes 
 
Harmônica – Sem prejuízo 
Desarmônica – Com prejuízo 
Indiferente – (0) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Resumo 
Indivíduo 
Ex- Tamanduá. 
 
População- Conjunto de 
indivíduos da mesma espécie 
Ex- Vários tamanduás. (mesma 
espécie) 
 
Comunidade- Conjunto de 
populações de espécies 
diferentes 
Ex- Vários tamanduás, 
gafanhotos, aves . . . etc (espécie 
diferente) 
 
Os fatores bióticos: São vivos 
(são os seres vivos que estão no 
ambiente) 
 
Abióticos: Sem vida, influenciam 
os seres vivos a viver (condições 
ambientais ) 
 
Ecossistema- Seres vivos 
interagindo com os fatores 
abióticos é chamado de 
ecossistema (fatores bióticos + 
abióticos) 
 
Biomas- Conjunto de alguns 
ecossistemas 
Biosfera =Quando junta tudo 
 
 
 
 
 
 
Molécula, Célula, Tecido, Órgão, Sistema, Organismo ou Individuo, 
População, Comunidade, Ecossistema, Bioma, Biosfera. 
 
 
Nível Trófico – É a posição que o organismo ocupa na cadeia 
alimentar. 
 
 
 
 
 
 
Quanto mais longe do produtor menos energia vai ter . 
 
Bioacumulação – É quando um organismo acumula toxinas dentro 
dele, que não são biodegradáveis. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Biomagnificação – É a passagem dessas toxinas de um nível trófico 
para outro. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Relações ecológicas 
Intraespecífica- mesma espécie // Interespecífica- espécies diferentes 
Harmônicas- + // Desarmônicas- - 
 
Intraespecífica Harmônica: 
Côlonia - Conjuntos de organismos da mesma espécie que interagem e 
são unidos anatomicamente. Ex- 
caravela portuguesa 
 
 
Sociedade - Conjuntos de organismos da mesma espécie que 
trabalham juntos mais não são grudados um no outro. Ex- cupins, 
abelhas, etc. 
 
 
 
 
 
 
 
Intraespecífica Desarmônica: 
Canibalismo- Um indivíduo come o outro da mesma espécie. Ex- insetos 
 
 
 
 
 
 
Competição- de indivíduos da mesma espécie. Ex- bambi 
 
 
 
 
Interespecífica Harmônica: 
Mutualismo OBRIGATÓRIO- Os dois se dão bem. Ex- vaca com 
microrganismos que a ajudam a fazer a digestão da celulose. Os dois se 
beneficiam 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mutualismo facultativo (Protocooperação)- Os dois se dam bem. Ex 
pássaro palito que come os restos de comida do dente do jacaré. NÃO 
É OBRIGATORIO 
 
 
 
 
 
 
 
Comensalismo- Conseguir comida sem prejudica. Ex- eu jogo uma 
maçã no chão e as formigas vem e comem ela. Ex2- Peixes que ficam 
em baixo de tubarões. 
 
 
 
 
 
 
 
Inquilinismo- Plantas que vivem sobre outras plantas sem prejudicar 
 
 
 
 
 
 
 
 
Interespecífica Desarmônicas 
 
 
Predação 
Parasitismo 
 
 
 
 
 
 
 
Amensalismo- Uma espécie joga uma toxina e impedem ocrescimento 
de outras espécies. Ex- mare vermelha 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Competição-

Mais conteúdos dessa disciplina