Buscar

Redução da Maioridade Penal

Prévia do material em texto

jusbrasil.com.br
16 de Maio de 2024
Eu e 93% da população somos a
favor da redução da maioridade
penal”, diz juiz da infância da BA
Publicado por Luiz Flávio Gomes há 11 anos
José Brandão Netto Juiz de Direito na área Penal e da In-
fância na Bahia Posgraduando pela Escola baiana de Magis-
trados -EMAB Ex-Professor de Direito Ex-Advogado da
União- AGU Ex-delegado de Polícia/BA Ex-acadêmico da ANP
após aprovação em concruso para o cargo de Delegado da
PF Aprovado em concurso de analista do MPU
Há alguns dias, em Itapicuru_BA, a polícia efetuou apreen-
são de 02 adolescentes com 14 anos de idade cada um, am-
bos armados, suspeitos de terem cometido ato infracional,
no caso assalto. Segundo a polícia, são suspeitos de vários
atos infracionais na região.
Encaminhados ao Fórum, foi decretada a internação provi-
sória por 45 dias.
Em outro caso recente, em que outros adolescentes partici-
param de um latrocínio, depois de a vida da vítima ter sido
ceifada, os adolescentes amarraram 45 kg de pedra no
pescoço da vítima idosa, com o objetivo de esconderem
o corpo, no fundo do poço – o que fizeram.
https://professorlfg.jusbrasil.com.br/
https://www.jusbrasil.com.br/
Aos adolescentes, foi aplicada a medida socioeducativa de
internação, no prazo máximo, 3 anos, (pasmem!), contudo,
como o prazo de 45 dias de internação provisória venceu,
foram liberados, para responderem ao processo em liber-
dade, mas se encontram “foragidos” e nunca mais foram
encontrados.
Segundo interpretação dos Tribunais superiores, o prazo
máximo de prescrição, em de atos infracionais cometidos
por menores de 18 anos, consuma-se em 4 anos, ou seja, se
o Estado não localizar os referidos adolescentes foragidos,
haverá a prescrição da pretensão da medida socioeducativa
no prazo de 4 anos, e eles estarão livres da persecução
educativa.
Este é o entendimento do STJ, por exemplo:
"HABEAS CORPUS. ECA. PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO SÓ-
CIO-EDUCATIVA. CÁLCULO A PARTIR DO LIMITE MÁXIMO
DE 03 (TRÊS) ANOS PREVISTO NO ART. 121, § 3.º, DO ECA.
PRESCRIÇÃO QUE SE VERIFICA A PARTIR DA PENA MÁ-
XIMA ABSTRATAMENTE COMINADA AO CRIME EQUIVA-
LENTE AO ATO INFRACIONAL PRATICADO, COM A REDU-
ÇÃO DO PRAZO PRESCRICIONAL À METADE COM BASE NO
ART. 115 DO CÓDIGO PENAL. PRECEDENTE DO SUPREMO
TRIBUNAL FEDERAL. ORDEM CONCEDIDA. 1."A prescrição
penal é aplicável nas medidas sócio-educativas", enunciado
da Súmula n.º 338 do Superior Tribunal de Justiça.2. É cediço
que em inúmeros precedentes, a Quinta Turma do Superior
Tribunal de Justiça tem aplicado o entendimento de que à
míngua dafixação de lapso temporal em concreto imposto na
sentença menorista, a prescrição somente deve ser verificada
a partir do limite máximo de 03 (três) anos previsto no art.
121, § 3.º, da Lei n.º 8.069/90..(...) 7. Diante da pena máxima
cominada em abstrato ao crime de rixa, 02 (dois) meses de
detenção, o prazo prescricional, nos termos do queestabelece
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10600310/artigo-121-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10600171/paragrafo-3-artigo-121-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10626202/artigo-115-do-decreto-lei-n-2848-de-07-de-dezembro-de-1940
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10600310/artigo-121-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10600171/paragrafo-3-artigo-121-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/
o art. 109, inciso VI, do Estatuto Repressivo, é de 02 (dois)
anos que, reduzido pela metade, a teor do art. 115, do
CódigoPenal, passa a ser de 01 (um) ano.8. Ordem conce-
dida para reconhecer a prescrição da pretensãosócio-educa-
tiva em relação ao Paciente”
Recentemente, noticiou-se um rumoroso caso de latrocínio
de um estudante universitário em SP, fato flagrado pelas câ-
meras do condomínio, em que residia a vítima. O autor do
disparo foi um adolescente de 17 anos.
Diante dos fatos que observamos, no dia-dia, e das benevo-
lências previstas na legislação, a redução da maioridade
para 15, ou 16 anos, seria razoável para prestigiar os direi-
tos humanos das vítimas.
O Congresso Nacional não deve perder a chance de alterar
o ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente e reduzir a
maioridade Penal.
O nosso Código Penal é de 1940 e fixou a maioridade a par-
tir dos 18 anos, ainda que, formalmente, seja interessante
mudar o ECA, socialmente, a repercussão da redução da
maioridade, nas comunidades, teria mais eficácia de que al-
terações no ECA.
A redução da maioridade é uma exigência do próprio sis-
tema: o Código Civil reduziu sua maioridade de 21 anos
(Código de 1916), para 18 anos, segundo o novo Código Civil
de 2002. Isto significa dizer que a legislação civil se atuali-
zou à nova realidade. O Código Penal precisa também se
adequar à nossa realidade.
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91577/codigo-civil-lei-10406-02
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91577/codigo-civil-lei-10406-02
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/
A CF/88, em seu art. 14, prevê que um adolescente com 16
anos pode participar do futuro político do nosso país, exer-
cendo do direito de voto, escolhendo os seus mandatários
políticos. Pode também votar em plebiscitos, referendos e
participar da iniciativa popular, dispor dos próprios bens
por meio de testamentos (art. 1860 do CC/02.), podendo ser
mandatário nos termos do art. 666 do CC/02. Porém, este
mesmo jovem não pode ser punido através do Código
Penal?
O Código Penal não pode ter maioridade igual à do Direito
Civil, porque o fato criminoso é muito mais compreensível
e inteligível do que fatos do direito não penal (seara civil).
Quero dizer que é muito mais fácil saber, ter noção, do que
é um homicídio (ramo do direito penal) do que entender
um contrato de locação, ou um contrato de compra e
venda, por exemplo, que são ramos do direito civil.
Tanto que é essa uma das razões para, historicamente, ter-
mos a idade da maioridade civil superior à maioridade
penal.
De outra banda, no âmbito do direito comparado, vejamos
que o Brasil está precisando esquecer a bazófia e se
atualizar.
Vejamos em outros países qual a idade limítrofe para a não
aplicação da lei penal:“Alemanha- 14Argentina - 16Bolívia-
16Brasil- 18Chile- 16Dinamarca- 15Escócia- 8Estados Unidos
- 6 a 12 (depende do Estado) França- 13Finlândia-
15Inglaterra- 10Itália-14
(http://www.webartigos.com/artigos/proposta-de-reducao-
da-maioridade-penal/56734/#ixzz2QtXXQsEh)”A maioridade
penal deve ser reduzida, pois, assim, os menores de 18 dei-
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10639858/artigo-14-da-constituicao-federal-de-1988
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10603067/artigo-1860-da-lei-n-10406-de-10-de-janeiro-de-2002
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91577/codigo-civil-lei-10406-02
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10691919/artigo-666-da-lei-n-10406-de-05-de-novembro-de-2163
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91577/codigo-civil-lei-10406-02
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/
xariam de ser usados para a execução de crimes, como
amiúde vemosnos noticiários. Não podemos olvidar que os
adolescente, nos dias atuais, amadurecem mais cedo e é
bem diferente daquele de 07.12.1940, época em que o Có-
digo Penal.
O direito penal também tem função de prevenção na me-
dida em que intimida “candidatos” a infringi-lo.
Já há Propostas de Emenda à Constituição (PEC) pela redu-
ção da maioridade penal de dezoito para dezesseis anos de
idade, como, por exemplo, a PEC n.º 18, de 25/03/1999, de
autoria do Senador Romero Jucá, com a seguinte
redação:"Nos casos de crimes contra a vida ou o patrimô-
nio, cometidos com violência, ou grave ameaça à pessoa,
são penalmente inimputáveis apenas os menores de dezes-
seis anos, sujeitos às normas da legislação especial".
Há outras propostas muito interessantes, contudo, mister
se faz aumentar a pena do crime de “corrupção de meno-
res”, previsto no art. 244-B do ECA, atualmente com pena
de 1 a 4 anos de reclusão, para desencorajar o adulto que
quer cometer infração penal e se utiliza de menor de 18
anos.
REFUTANDO ARGUMENTOS CONTRÁRIOS
Ainda que se diga que o problema é de ausência de políti-
cas públicas, nada se fez até hoje e não podemos deixar de
punir com maior rigor aquele adolescente que mata, ou co-
mete violência repugnante, contra vítimas inocentes. Esse
rigor, que pretendemos, não é incompatível com as referi-
das políticas públicas.
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40
https://www.jusbrasil.com.br/topicos/28003184/artigo-244b-da-lei-n-8069-de-13-de-julho-de-1990
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://www.jusbrasil.com.br/
Levantamentos que dizem que crimes praticados por me-
nores de 18 anos representam baixo percentual, não elide
que adolescentes em conflito com a lei não possam ter pu-
nição compatível e proporcional com a gravidade do fato
praticado, pois as vítimas não podem estar sendo expostas
a tais riscos. Não seria importante é minimizar a possibili-
dade de surgir uma nova vítima?
O argumento de que, com a redução, os maiores, que se
aproveitariam de jovens menores de 18 anos em crimes, so-
bretudo o tráfico de drogas, iriam reduzir a faixa etária do
aliciamento, passando a recrutar crianças mais jovens, é fa-
lacioso, pois jovens com 15, 16 ou 17 anos têm mais estru-
tura física e mental para tal prática.
Um suposto aumento da população carcerária, caso fosse
aprovada a redução da maioridade penal, não ocorreria
caso aos jovens em conflito com a lei continuassem nas uni-
dades de internação, por um período maior e depois, por
exemplo, progrediria para regime semiaberto ou aberto,
conforme lei de execução penal, sempre separados dos
adultos.
Dizer que seriam atingidos pela redução da maioridade pe-
nal só os menores carentes e abandonados, não podem dei-
xar encobrir o conflituoso que mata, aleija, estupra ou
ofende a integridade, com gravidade de pessoas inocentes e
trabalhadoras.
Ademais, não podemos fazer vistas grossas às pesquisas de
opinião pública que aprovam em mais de 93% a redução
da maioridade penal, como bem demonstrou reportagem
recente do jornal “A Folha de São Paulo”, ou uma enquete
no jornal “ A Tribuna da Bahia”, que, na sua enquete, mais
de 92% dos internautas votaram no mesmo sentido. Por-
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/109222/lei-de-execucao-penal-lei-7210-84
https://www.jusbrasil.com.br/
tanto, a idéia é que a redução da maioridade penal e uma
maior punição para quem colocar o jovem no mundo crime
provoquem um impacto social tão grande, desestimulando-
o do mundo infracional, bem como seus corruptores.
Alterações pontuais no ECA não vão minimizar a nossa sen-
sação de impotência e impunidade quanto às infrações pra-
ticadas por adolescente. Precisamos de mudanças de
impacto.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/artigos/eu-e-93-da-populacao-somos-a-favor-da-
reducao-da-maioridade-penal-diz-juiz-da-infancia-da-ba/121931855
Informações relacionadas
Moema Fiuza
Artigos • há 9 anos
18 razões para não reduzir a maioridade penal
Por Douglas Belchior O debate sobre a redução da maioridade penal é muito
complexo. Não porque seja difícil defender a inconsequência e a ineficácia da
medida enquanto solução para os problemas da…
Nádia Marinho
Artigos • há 8 anos
10 argumentos contra a redução da maioridade penal
Proposta a Emenda Constitucional 171/93 que pretende reduzir a maior idade
penal de 18 para 16 anos, em casos de crimes hediondos e também para
homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.
Questões Inteligentes Oab
Notícias • há 8 anos
Redução da maioridade penal
Assunto extremamente polêmico, a redução da maioridade penal divide
opiniões. Entretanto, mesmo os que são a favor da redução da maioridade penal
https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91764/estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-lei-8069-90
https://moemafiuza.jusbrasil.com.br/
https://moemafiuza.jusbrasil.com.br/
https://www.jusbrasil.com.br/artigos/18-razoes-para-nao-reduzir-a-maioridade-penal/178242696
https://nnadiamarinho87.jusbrasil.com.br/
https://nnadiamarinho87.jusbrasil.com.br/
https://www.jusbrasil.com.br/artigos/10-argumentos-contra-a-reducao-da-maioridade-penal/394476869
https://examedaoab.jusbrasil.com.br/
https://examedaoab.jusbrasil.com.br/
https://www.jusbrasil.com.br/noticias/reducao-da-maioridade-penal/364174845
https://www.jusbrasil.com.br/

Mais conteúdos dessa disciplina