Buscar

ATIVIDADE 3 (A3) - ATIVIDADE FÍSICA NO ENVELHECIMENTO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Questão 2
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Iniciado em terça, 21 mai 2024, 22:48
Estado Finalizada
Concluída em sexta, 24 mai 2024, 18:01
Tempo
empregado
2 dias 19 horas
Avaliar 9,00 de um máximo de 10,00(90%)
241GGR0213A - ATIVIDADE FÍSICA NO ENVELHECIMENTO
QUESTIONÁRIO
Atividade 3 (A3)
As avaliações físicas e funcionais constituem importantes ferramentas para o
conhecimento do aluno idoso, e para a prescrição segura e eficaz do treinamento.
Somente após a escolha correta do instrumento pelo avaliador físico, sua aplicação com
eficácia e segurança, e a correta análise dos resultados, é que o educador físico pode
planejar as rotinas futuras do aluno. 
Tendo isso em mente, assinale a alternativa correta. 
a. O educador físico deve optar pelo teste que mais se encaixe ao perfil do idoso,
desconsiderando o objetivo do treinamento.
b. O educador físico deve elencar todo o rol de avaliações físicas possíveis a todo
aluno idoso, independentemente do objetivo ou da condição do aluno, a fim de
maximizar resultados e minimizar riscos. 
c. O educador físico não deve performar a avaliação física. Todo o rol de avaliações
deve ficar por conta do profissional de medicina. 
d. A avaliação física deve sempre ser executada pelo educador físico, e deve
conter aqueles instrumentos que respondam ao questionamento inicial do
profissional, a fim de evitar desgastes do aluno e maximizar os seus
resultados. 
e. A avaliação física não é sempre obrigatória, quando o aluno somente pretende
praticar a atividade física por diversão, ou em grandes grupos de atividades físicas
moderadas.
Para quase tudo que se pretende avaliar na população idosa, existe um instrumento (ou
mais) já validado na literatura, através de grandes pesquisas. Isso ocorre pelo fato de que
tanto órgãos governamentais como não governamentais se preocupam muito em encontrar
formas de entender como o envelhecimento impacta sobre o indivíduo, podendo assim
desenvolver tecnologias para problemas que possam ser diagnosticados. 
Leia com atenção as seguintes afirmações. 
I. Composta de 30 questões com respostas verbais e não-verbais, esta escala
fundamenta-se na constatação de que as principais doenças neurológicas crônico-
degenerativas afetam primeiramente a memória de curto prazo, o qual declina com a
habilidade em executar tarefas rotineiras. 
II. construído a partir de um questionário de 100 itens, administrado a indivíduos idosos,
normais a severamente deprimidos. As 30 perguntas mais altamente correlacionadas com
os escores totais foram selecionadas e readministradas a um novo grupo de indivíduos. 
III. consiste de uma medida genérica do estado de saúde que inclui 36 itens definidos em
oito dimensões: função física; percepção de dor corporal; percepção da saúde geral;
vitalidade; função social; limitações devido à saúde emocional; limitações devido a fatores
físicos e; saúde mental. 
Estamos falando, respectivamente, sobre os instrumentos: 
https://ambienteacademico.com.br/course/view.php?id=53605#section-3
Questão 3
Incorreto
Atingiu 0,00 de
1,00
Marcar
questão
a. WHOQol OLD, escala de depressão geriátrica (GDS) e Medical Outcomes Study -
Short Form-36 Health Survey (SF-36). 
b. WHOQol OLD, escala de depressão geriátrica (GDS) e Avaliação Geriátrica Ampla
(AGA). 
c. Mini exame do estado mental (MEEM), escala de depressão geriátrica (GDS) e
Avaliação Geriátrica Ampla (AGA).
d. Mini exame do estado mental (MEEM), escala de depressão geriátrica (GDS)
e Medical Outcomes Study - Short Form-36 Health Survey (SF-36).
e. Mini exame do estado mental (MEEM), índice de Katz e Medical Outcomes Study -
Short Form-36 Health Survey (SF-36).
Considere o seguinte caso. Dona Maria, 70 anos, sem doenças que possam ser relevantes
para a prescrição do treino, sente-se desconfortável com o ganho de peso, proveniente
dos últimos anos, e pretende diminuir o seu percentual de gordura. Ela detesta qualquer
tipo de treinamento de força, dando preferência aos exercícios aeróbios, felizmente. 
Nesse caso, o avaliador tem possibilidade de executar as seguintes avaliações: 
 
I. Anamnese; 
II. Teste de 1RM estimado; 
III. Banco de Wells; 
IV. VO2 por ergoespirometria; 
V. Antropometria, por dobras cutâneas. 
Quais avaliações você escolheria para esta aluna, e por quê? 
a. Todas elas, uma vez que é importante que o avaliador físico maximize o rol de
avaliações, em vistas de apresentar resultados mais robustos ao seu aluno após
determinado período de treinamento. 
b. Anamnese, pois todo aluno deve passar por uma anamnese prévia; Banco de
Wells, para evitar que a paciente passe por encurtamento decorrente do treino;
VO2 por ergoespirometria, pois é o foco primário do treino e; As avaliações Teste
de 1RM estimado e V são inúteis neste caso. 
c. Anamnese, pelo qual todo aluno deve passar; Banco de Wells, para evitar que
a paciente passe por encurtamento; VO2 por ergoespirometria, pois é o foco
primário do treino e Antropometria por dobras cutâneas, pois somente assim
você poderá acompanhar os resultados à sua prescrição. A avaliação Teste de
1RM estimado é inútil neste caso. 
d. VO2 por ergoespirometria, pois é o foco primário do treino; Antropometria, por
dobras cutâneas, pois somente assim é possível acompanhar os resultados à sua
prescrição. As avaliações Anamnese, Teste de 1RM estimado e Banco de Wells
são inúteis neste caso. 
e. Anamnese, pelo qual todo aluno deve passar; VO2 por ergoespirometria, pois é o
foco primário do treino e Antropometria, por dobras cutâneas, pois somente é
possível acompanhar os resultados à sua prescrição. As avaliações Teste de 1RM
estimado e Banco de Wells são inúteis neste caso. 
Na avaliação física existe um tripé interdependente, que é utilizado pelo educador quando
ele pretende elencar o rol de avaliações ao qual submeterá o seu aluno idoso, pensando
nos objetivos do treinamento e na sua eficácia. Esse tripé, geralmente focado em três
termos básicos (três questões de pesquisa), orienta a escolha das avaliações,
padronizando e facilitando o trabalho do avaliador. 
Considerando as questões desse tripé, ligue a coluna da esquerda com a da direita. 
Questão 4
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Questão 5
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Questão 6
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
I. O quê? 
II. Por
quê? 
III.
Como? 
 ( ) Neste momento devo recorrer à literatura e escolher as avaliações
que eu julgar mais eficazes para os objetivos. 
( ) quais variáveis pretendo descobrir do meu aluno, em vista de
embasar minha prática profissional. 
( ) motivação para implementar tais avaliações. 
 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a ordem correta.
a. I, III, II.
b. I, II, III.
c. II, III, I.
d. II, I, III.
e. III, I, II.
As avaliações físicas para a terceira idade são dinâmicas e, geralmente, formatadas
especificamente para o público com mais de sessenta anos. Existem diversos meios de
avaliar cada uma das valências físicas, psicológicas e sociais do indivíduo idoso. Pode ser
com instrumentos auto-referidos (questionários) ou instrumentos onde um entrevistador faz
as perguntas e analisa as respostas (entrevistas), ou mesmo aqueles que, efetivamente,
medem de forma numérica as capacidades físicas e funcionais do idoso, através de testes
dinâmicos. 
Analise as afirmações seguintes e preencha os parênteses com (V) para as verdadeiras e
(F) para as falsas. 
 
( ) Se pretende fazer um acompanhamento a longo prazo, o IMC acabará perdendo sua
validade. 
( ) As avaliações de força consistem em avaliações comparativas, e não servem para a
prescrição de cargas de treinamento, por exemplo. 
( ) As avaliações de dobras cutâneas foram formuladas a partir do padrão-ouro para
avaliação da composição corporal: a dinamometria isotônica. 
( ) O instrumento SPPB serve para avaliar a performance do idoso, mas também, a partir
dele, é possível avaliar o equilíbrio, a velocidade da marcha e a força de membrosinferiores. 
( ) O teste de caminhada de 6 minutos tem a finalidade de determinar a relação entre a
aptidão física e o consumo máximo de oxigênio. 
a. V, V, F, V, V. 
b. V, F, F, F, V.
c. V, F, F, V, V.
d. F, F, F, V, F.
e. V, F, V, V, V. 
O flexiteste é um dos instrumentos mais difundidos na educação física para a avaliação da
flexibilidade e da amplitude de movimento (ADM) em idosos e foi desenvolvido no Brasil,
por Araújo, em 1986 (ARAUJO, 2008). Esse instrumento se apresenta como um conjunto
de testes de fácil aplicabilidade, com resultados comparáveis a outros métodos de
avaliação da flexibilidade e da ADM em indivíduos saudáveis. 
ARAUJO, C. G. S. de. Avaliação da flexibilidade: valores normativos do flexiteste dos 5 aos
91 anos de idade. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, [s.l.], v. 90, n. 4, p.280-287, abr.
Questão 7
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Questão 8
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v90n4/v90n4a08.pdf. Acesso em: 24 fev.
2020. 
No que consiste esse teste? 
a. Na avaliação dos ângulos de flexão e extensão das diversas articulações do corpo
humano com o auxílio do instrumento flexímetro. 
b. Ele consiste em uma série de vinte imagens, para cada movimento das
principais articulações. O avaliador deve, passivamente, levar o segmento do
paciente até o seu limite fisiológico e compará-lo com as imagens do
instrumento, sabendo assim em que nível de amplitude de movimento o idoso
está. 
c. Ele consiste em uma série de vinte imagens, para cada movimento das principais
articulações. O avaliador deve, passivamente, levar o segmento do paciente idoso
até o seu limite de dor, comparando este limite à escala visual analógica da dor
(EVA). 
d. Na avaliação da amplitude de movimento dos músculos posteriores da coluna e
dos membros inferiores, com o auxílio do banco de Wells. 
e. Na avaliação dos ângulos de flexão e extensão das diversas articulações do corpo
humano com o auxílio do instrumento goniômetro. 
Tanto a goniometria, quanto o banco de Wells (teste de sentar e alcançar) podem ser
utilizados para avaliação da flexibilidade e da amplitude de movimento (ADM) de pacientes
idosos, compondo, juntamente com o flexiteste e a flexometria, os principais métodos de
avaliação de flexibilidade e ADM na educação física. Porém, não é possível comparar os
resultados de goniometria e banco de Wells, pois não são comparáveis. 
Por qual motivo é impossível fazer essa comparação? 
a. O teste de sentar e alcançar é um teste linear, que mede a distância que uma
pessoa consegue alcançar. Já a goniometria é um teste angular, que mede os
graus de flexão ou extensão de alguma articulação específica. 
b. O teste de goniometria é um teste linear que mede a distância que uma pessoa
consegue alcançar. Já o sentar e alcançar é um teste angular, que mede os graus
de flexão ou extensão de alguma articulação específica.
c. O teste de sentar e alcançar é um teste mais eficaz para comparações
longitudinais, porém seu resultado transversal não é válido. Já a goniometria é um
teste válido mesmo como diagnóstico, sendo o mais utilizado em testes únicos.
d. O teste de sentar e alcançar é um teste geralmente utilizado para populações
masculinas. Já a goniometria é um teste angular, aplicado, em geral, nas
populações femininas.
e. O teste de sentar e alcançar é um teste linear, que mede a distância que uma
pessoa consegue alcançar, exigindo grande esforço ativo, portanto contraindicado
para populações idosas. Já a goniometria é um teste passivo, onde o indivíduo
não faz qualquer esforço, sendo, assim, o mais adequado aos idosos.
Se eu pretende-se avaliar o volume de oxigenação máxima de um aluno que quer
emagrecer, é indicado utilizar o padrão ouro: a ergoespirometria. Porém, essa avaliação
exige grande preparação do avaliador, geralmente com a presença de um cardiologista e
um equipamento potencialmente caro e de difícil acesso, encontrado muitas vezes
somente em hospitais e universidades. 
Quando o educador não tem acesso a esse padrão, quais outras avaliações poderia
utilizar para o mesmo fim? 
Questão 9
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
Questão 10
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Marcar
questão
a. Os testes de caminhada de seis minutos, o TUG e o SPPB. 
b. Os testes de 1RM, o Banco de Wells e testes de cineantropometria. 
c. Um simples teste de pressão arterial e batimentos cardíacos podem suplantar
estes testes, minimizando os riscos aos idosos. 
d. Os testes de Cooper, desde que em esteira. Os testes de campo não podem ser
comparados com a ergoespirometria. 
e. Testes com escalas subjetivas, como a escala de esforço de Borg, e a escala
analógica visual de dor (EVA). 
Quando se pretende avaliar um paciente idoso é necessário elencar um grande rol de
avaliações, que compreendam desde a anamnese até as avaliações específicas para o
objetivo que se pretende. Por exemplo, se um idoso pretende melhorar sua capacidade
cardiorrespiratória, mas não modificar sua morfologia, é preciso avaliar o seu volume de
oxigenação máxima, mas é possível optar por não avaliar sua composição corporal. 
Preencha a coluna da direita, conforme os objetivos dos instrumentos, que estão na coluna
da esquerda. 
 
I. Anamnese 
II. AVDs 
III. Percepção subjetiva da qualidade de vida 
IV. Capacidade cognitiva 
V. Avaliação da força 
VI. Performance física 
VII. Composição corporal 
 ( ) Dinamometria isocinética 
( ) TUG e SPPB 
( ) Índices de Katz e Lawton-Brody 
( ) MEEM e GDS 
( ) AGA 
( ) WHOQol e SF-36 
( ) Dobras cutâneas e perimetria 
 
 
 
 
 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a ordem correta. 
a. V, VI, I, IV, III, II, VII.
b. VII, VI, II, IV, I, III, V.
c. V, VI, II, IV, I, III, VII.
d. VI, V, II, IV, I, III, VII.
e. V, IV, II, VI, I, III, VII.
Em uma visão mais ampla da performance física, e para pacientes com melhor mobilidade,
podemos utilizar instrumentos com um maior espectro de resultados, como a Short
Physical Performance Battery (SPPB) ou Bateria Curta de Performance Física Este
instrumento é composto por três testes, que avaliam o idoso entre zero (pior) a doze
(melhor) pontos. A maioria dos autores sugerem que a pontuação igual ou superior a nove
pontos sejam o ponto de corte para dizer que o idoso tem boa performance. 
O que avaliam esses três testes, na sequência? 
a. O equilíbrio estático em pé. A velocidade de marcha no teste de seis minutos e,
indiretamente, a força muscular dos membros inferiores, por meio do movimento
de subir e descer de um degrau cinco vezes consecutivas e sem o auxílio dos
membros superiores.
b. Os sinais vitais. A velocidade de marcha em passo habitual, medida em dois
tempos em determinado percurso de ida e volta e, indiretamente, a força muscular
dos membros inferiores, por meio do movimento de levantar-se da cadeira e
sentar-se nela cinco vezes consecutivas e sem o auxílio dos membros superiores. 
c. O equilíbrio estático em pé. A velocidade de marcha em passo habitual, medida
em dois tempos em determinado percurso de ida e volta e, indiretamente, a força
muscular dos membros inferiores, por meio do movimento de subir e descer de um
degrau cinco vezes consecutivas e sem o auxílio dos membros superiores.
d. O equilíbrio estático em pé. A velocidade de marcha em passo habitual,
medida em dois tempos em determinado percurso de ida e volta e,
indiretamente, a força muscular dos membros inferiores, por meio do
movimento de levantar-se da cadeira e sentar-se nela cinco vezes
consecutivas, sem o auxílio dos membros superiores.
e. O equilíbrio estático em pé, a velocidade de marcha no teste de seis minutos e,
indiretamente, a força muscular dos membros inferiores, por meio do movimento
de levantar-se da cadeira e sentar-se nela cinco vezes consecutivas e sem o
auxílio dos membros superiores.

Mais conteúdos dessa disciplina