A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
exerc Empresarial 5exercício

Pré-visualização | Página 1 de 1

Empresarial 05
Caso Concreto: Não. Partindo-se do pressuposto que a regra geral aplicada a esse tipo societário é a da não responsabilidade dos sócios ,é o chamado Princípio da autonomia patrimonial,mas verificar-se-á que existem situações nas quais os sócios poderão responder por obrigações da sociedade com seus patrimônios pessoais. Assim,o sócio, quando demandado por dívida da sociedade limitada, tem o direito de exigir que sejam, primeiramente, executados os bens sociais, arguindo o benefício de ordem (art. 1.024 do CC e 596 do CPC). Essa limitação da responsabilidade dos sócios resulta da separação patrimonial existente entre a sociedade empresária e os sócios. Isso significa que a sociedade possui um patrimônio próprio, pelo qual responderá por suas obrigações. Com efeito, os patrimônios pessoais dos sócios não se comunicam com o patrimônio da sociedade, de forma que eles não responderão (em princípio) por dívidas dela. “O limite da responsabilidade dos sócios pelas obrigações da limitada é o total do capital social subscrito e não integralizado (CC, art. 1.052). 
OBS: Código Tributário Nacional (CTN), no seu art. 135, é claro:
 “são pessoalmente responsáveis pelos créditos correspondentes a obrigações tributárias resultantes de atos praticados com excesso de poderes ou infração de lei, contrato social ou estatutos”, entre outros, as pessoas referidas no inciso III, quais sejam: “os diretores, gerentes ou representantes de pessoas jurídicas de direito privado”.
Segundo a norma do art. 13 da Lei nº 8620/93:
 “O titular da firma individual e os sócios da empresa por quotas de responsabilidade limitada respondem, solidariamente, com seus bens pessoais, pelos débitos junto à Seguridade Social”.
Ressaltamos, de propósito, que se trata de presunção que admite prova em contrário, posto que a norma do art. 13 da Lei nº 8.620/93 deve ser aplicada em harmonia com o artigo 135 do CTN, acima transcrito.
http://www.paesepazzaglini.com.br/artigo_view.asp?ID=12
Questão Objetiva: ( D )
A Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) é uma natureza jurídica criada por lei em julho de 2010 e que pode ser constituída desde o dia 9 de janeiro de 2012. Ela possibilita a solução de vários problemas atuais, como a situação de responsabilidade ilimitada do empresário individual e a formação de sociedades limitadas com a participação de sócios, tais como filho(a), mulher ou marido, ou terceiros com um percentual mínimo, somente para atender o requisito de se ter um segundo sócio.
A EIRELI deve ter um titular, pessoa física maior de 18 anos (ou menor antecipado), brasileiro ou estrangeiro, e capital mínimo de 100 vezes o maior salário-mínimo do País – totalmente integralizado, sendo a responsabilidade do titular limitada ao valor do capital. O titular pessoa física não poderá ter mais de uma EIRELI. A administração deve ser exercida por uma ou mais pessoas podendo o administrador ser o próprio titular ou não (confira os impedimentos no Portal do Empreendedor).
O titular, brasileiro ou estrangeiro, residente e domiciliado no exterior deverá ter um representante no País com poderes para receber citação judicial.
O registro da EIRELI será efetuado pelas Juntas Comerciais, órgãos executores do Registro Público de Empresas Mercantis, mediante arquivamento de ato constitutivo que observará, no que couber, as regras da sociedade limitada. 
 
	 Entrega realizada!
	
	Seu trabalho foi entregue com sucesso.
Trabalho entregue: Caso Concreto 5
Data da entrega: 28/08/2013 20:55
Observações: anexo
Arquivo enviado: Empresarial 05.docx