A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
142 pág.
apostilaAdministracao2013v3

Pré-visualização | Página 23 de 36

num volume estimado de 460 m3. 
r) Do orçamento da obra foram levantados os seguintes valores: Custo de remoção de terra: 
5,00 R$ / m3; Custo de reaterro compactado 7,50 R$ / m3. 
 
Despesas Mensais Valor R$ / mês 
• 16 Diárias mensais 130,00 / diária 
• 8 Viagens de avião 650,00 / pessoa 
• Aluguel de escritório Local 1.500,00 
• Despesas de água 500,00 
• Despesas de luz 1.700,00 
• Despesas com telefone 1.000,00 
• Alimentação 8.400,00 
 
Profissionais Quantidade Salário – R$ / mês 
• Engenheiro 3 5.500,00 
• Auxiliar 
Administrativo 
2 1.000,00 
• Secretária 1 1.000,00 
• Cozinheira 1 700,00 
• Mecânico 1 1.050,00 
• Almoxarife 1 900,00 
• Projetista em autocad 1 1.500,00 
 
Equipamentos Quantidade Preço p/ 
Reposição 
Valor Residual Vida Útil 
 un R$ % V. Compra horas 
Caminhão – T5 2 152.000,00 10 25.000,00 
Caminhão – F4 2 148.000,00 10 25.000,00 
Betoneira 3 3.500,00 0 2.500,00 
Maq. Dobrar 
Aço 
2 3.000,00 10 10.000,00 
 
 
ECV 5307 - Administração da construção 
Profa Cristine N. Mutti – UFSC – atualização 2013 
 
 82
2.15.2 Valores usuais para os componentes do BDI: Benefícios e Despesas 
Indiretas 
Fonte: TCPO 2003, pp 20 a 29. 
a) Administração local (CGP) 
De 6% (para obras grandes) a 16% (para obras pequenas com garantia de serviços prestados) 
dos CD (sendo usual uma média de 11%) 
b) Administração central (CGA) 
De 6% (para empresas grandes e 14% (para empresas pequenas) dos CD (sendo usual uma 
média de 10%) 
c) Despesa financeira (CFI) 
Tabela 7a 
Origem do capital Prazo de recebimento das faturas 
(dias) 
F 
Taxa de acréscimo para 
recuperar despesa financeira 
Capital de giro próprio Até 5 dias 0,67% 
15 dias 1,17% 
30 dias 1,92% 
60 dias 3,46% 
Empréstimo bancário Até 5 dias 2,69% 
15 dias 4,70% 
30 dias 7,69% 
60 dias 13,68% 
d) Contingências (VR) 
Tabela 7b 
Contrato de empreitada por preço unitário 
Para obras simples e construtor experiente 0,50% 
Para obras normais e construtor experiente 1,50% 
Para obras complexas e construtor inexperiente 3,00% 
Contrato de empreitada por preço global 
Para obras simples e construtor experiente 1,00% 
Para obras normais e construtor experiente 2,50% 
Para obras complexas e construtor inexperiente 5,00 % 
e) Impostos (IMP) 
Tabela 7c 
IMPOSTOS FEDERAIS 
Nome Receita bruta Estimativa lucro Alíquota % Receita bruta 
Cofins 100% 3,00% 3,00% 
PIS 100% 0,65% 0,65% 
I. Renda 100% 8,00% 15,00% 1,20% 
C. Social 100% 12,00% 9,00% 1,08% 
CPMF 100% 0,38% 0,38% 
IMPOSTOS MUNICIPAIS 
Nome Receita bruta Estimativa lucro Alíquota % Receita bruta 
ECV 5307 - Administração da construção 
Profa Cristine N. Mutti – UFSC – atualização 2013 
 
 83
ISS 100% 40 a 100% 1,50 a 5,00% 0,60 a 5,00% 
Para o fornecimento apenas de mão de obra... 
Tabela 7d 
IMPOSTOS FEDERAIS 
Nome Receita bruta Estimativa lucro Alíquota % receita bruta 
I. Renda 100% 32,00% 15,00% 4,80% 
C. Social 100% 12,00% 9,00% 1,08% 
f) Benefício do construtor (µ) 
Tabela 7e 
Contratos por empreitada (lucro líquido) 
Para obras de curto prazo e/ou muita 
concorrência 
5,00% 
Para obras com prazo e concorrência normais 10,00% 
Para obras de longo prazo e pouca concorrência 15,00% 
Contratos por administração (lucro bruto) 
Taxa mínima 4,00% 
Taxa média 6,00% 
Taxa máxima 9,00% 
 
2.16 Apresentação do orçamento: orçamento sintético e analítico3 
2.16.1 Orçamento detalhado ou analítico 
Demonstra o preço unitário de cada serviço a ser realizado, bem como o preço total da obra – 
preço a ser cobrado do cliente. Deve ser apresentado em planilhas como a da tabela 8. 
Esta planilha pode ser composta pelos seguintes elementos: 
 A discriminação de todos os itens e subitens dos serviços; 
 As unidades dos serviços; 
 As quantidades dos serviços; 
 Os custos (e/ou preços) unitários dos serviços; 
 O custo parcial ou subtotal para cada subitem; 
 O preço ou subtotal de cada item; 
 O custo total do empreendimento sem o BDI, ou seja, o custo direto; 
 O preço total do empreendimento com o BDI. 
O subtotal representa a multiplicação das quantidades pelos preços unitários respectivos, de 
cada subitem, ou, quando se trata de serviço expresso por verba, o valor da verba 
correspondente. 
O preço total ou custo total é a soma de todas as parcelas correspondentes aos valores dos 
subtotais ou subitens para cada serviço. 
Recomenda-se evidenciar o valor do BDI nos orçamentos. Isto porque, havendo quebra de 
contrato por parte do cliente, o valor do BDI, bem como o preço dos serviços já prestados pode 
ser cobrado segundo o especificado no Código Civil. 
 
 
ECV 5307 - Administração da construção 
Profa Cristine N. Mutti – UFSC – atualização 2013 
 
 84
 
Tabela 8: Exemplo de apresentação de orçamento detalhado3. 
Item Unidade Quantidade Preço unitário Preço total 
1. Serviços preliminares 2.913,13 
1.1 Abrigo provisório m2 12,00 130,19 1.562,26 
1.2 Ligação provisória de luz e força vb 1,00 169,78 169,78 
1.3 Instalação provisória de água vb 1,00 447,09 447,09 
1.4 Tapume de chapa de madeira m2 29,40 19,69 578,92 
1.5 Locação da obra m2 48,40 1,94 94,07 
1.6 Raspagem e limpeza do terreno m2 180,00 0,34 61,01 
2. Infra-estrutura 1.137,86 
2.1 Forma de tábua de pinho m2 42,72 13,78 588,74 
2.2 Armadura CA-50 kg 225,00 1,01 226,14 
2.3 Preparo de concreto estrutural m3 4,50 68,60 308,68 
2.4 Escavação manual de valas m3 3,60 3,97 14,30 
... 
13. Serviços complementares 543,03 
... 
13.4 Limpeza geral m2 200,00 0,56 112,81 
Total geral xx.xxx,xx 
Total com BDI ( x %) yy.yyy,yy 
 
2.16.2 Orçamento sintético3 
Também chamado orçamento resumido, mostra apenas o preço dos serviços e o preço total. 
Pode incluir também uma coluna demonstrando os percentuais dos serviços e uma linha 
mostrando o BDI, antes de apresentar o preço total ou final. 
A sua utilização depende da finalidade do orçamento. Em se tratando de licitações, 
normalmente se apresenta o orçamento detalhado. Somente quando não há exigência deste é 
que se utiliza o orçamento sintético – por exemplo, para efetuar propostas orçamentárias 
rápidas que não exigem análise de composições de custo nem de quantidades exatas de 
serviços. É usado quando o interesse maior é conhecer o custo total em vez dos custos 
unitários discriminados. 
O orçamento resumido resulta do orçamento detalhado, pois, para se conseguir o valor dos 
itens principais de forma precisa, é necessário ter composto o orçamento discriminado. A tabela 
9 mostra um exemplo de orçamento sintético. 
Tabela 9: Exemplo de apresentação de orçamento sintético3. 
Discriminação Preço Percentual (%) 
1. Serviços técnicos profissionais 550,00 2,43 
2. Serviços preliminares 2.015,24 8,91 
3. Fundações e estruturas 4.201,11 18,58 
4. Arquitetura e elementos de urbanismo 6.720,28 29,72 
5. Instalações hidráulicas e sanitárias 1.483,09 6,56 
6. Instalações elétricas 952,03 4,21 
7. Serviços complementares 427,07 1,89 
8. Serviços auxiliares e administrativos 6.261,89 27,70 
Sub-total 22.610,71 100% 
BDI 5.652,68 25% 
Total 28.263,38 125% 
ECV 5307 - Administração da construção 
Profa Cristine N. Mutti – UFSC – atualização 2013 
 
 85
2.17 Metodologia para a realização de orçamentos - resumo 3 
1) Obter projeto e suas especificações; 
2) Relacionar as atividades para a realização de cada serviço ou etapa construtiva 
com base na tecnologia a ser adotada; 
3) Quantificar os trabalhos por serviço, etapas ou elementos construtivos; 
4) Definir e quantificar o custo dos insumos, equipamentos e mão de obra, a 
produtividade e os índices de produção; 
5) Calcular o custo unitário da mão de obra aplicada a cada serviço, dos insumos 
que dele participam e dos equipamentos necessários à sua execução; 
6) Calcular o índice de encargos sociais; 
7) Definir o BDI; 
8) Elaborar as planilhas de composição de custos; 
9) Calcular os preços unitários e o preço global dos serviços. 
 
2.18 NBR 12721 e o CUB - Custo Unitário Básico 
A norma NBR 12721, denominada ‘Avaliação de custos unitários e preparo de orçamento de