A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Resistencia dos materiais aula 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS I 
Código da Disciplina: CCE0329 
Professor: Elias Nascimento 
Requisitos de conhecimentos 
• conceitos de física: forças, equilíbrio de forças, 
molas, deformações 
• conceitos de mecânica geral: equilíbrio 
estático, estruturas reticularas, reações de 
apoio 
• conceitos de matemática: segmentos, áreas e 
volumes elementares, derivação e integração 
de funções; 
Estrutura do Conteúdo 
Bloco 1 - Fundamentos e mecânica, e componentes de 
tensão 
- cargas externas 
- reações de apoio 
- esforços internos 
- componentes de tensão 
Bloco 2 - Componentes e medidas de deformação 
Bloco 3 - Propriedades elásticas dos materiais 
- ensaios de laboratório e diagrama tensão deformação; 
- módulo de elasticidade e coeficiente de Poisson; 
- lei de Hooke generalizada 
Estrutura do Conteúdo 
Bloco 4 - Energia de deformação 
Bloco 5 - Análise de tensão no plano 
- tensões e planos de tensões principais 
- tensão de cisalhamento máxima 
Bibliografia básica 
• HIBBELER, R. C. Resistência dos materiais. 7. ed. 
São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. 
 
• RILEY, W. F.; STURGES, L. D.; MORRIS, D. H. 
Mecânica dos materiais. 5. ed. Rio de Janeiro: 
Livros Técncios e Científicos, 2003. 
 
• BEER, F. P.; JOHNSTON Jr., R. Resistência dos 
materiais. 3. ed. São Paulo: Pearson Makron 
Books, 1995. 
Introdução 
Resistência dos materiais é um ramo 
da mecânica que estuda as relações 
entre cargas externas aplicadas a um 
corpo deformável e a intensidade das 
forças internas que atuam dentro do 
corpo 
Que importância tem? 
Pense nos parafusos 
que seguram esta 
estrutura 
Um pouco de história 
Leonardo da Vinci (1452-1519) e Galileu Galilei 
(1564-1642) conduziram experimentos para 
determinar a resistência de fios, barras e vigas. 
 
Leonhard Euler (1707-1783) desenvolveu a 
teoria matemática de colunas e calculou a carga 
crítica de uma coluna em 1744. (Seus resultados 
permaneceram inúteis por mais de 100 anos) 
Equilíbrio de um corpo deformável 
Forças Externas: Força de superfície ou força de corpo 
Forças de superfície: Causadas pelo contato direto de 
um corpo com a superfície de outro ⇒ Força distribuída 
na área de contato entre os corpos. 
Caso particular: Carga concentrada! 
Forças de Corpo: Um corpo exerce uma força sobre 
outro, sem contato físico direto entre eles. Ex: Efeitos 
causados pela gravidade da terra…etc 
Equilíbrio de um corpo deformável 
Diagrama de corpo livre 
Diagrama de corpo livre 
Diagrama de corpo livre 
Diagrama de corpo livre 
Carga Interna Resultante 
Determinação da força resultante e do 
momento em que atuam no interior do corpo, 
necessários para manter o corpo unido 
quando submetido a cargas externas. 
São elas: 
Força Normal, N. Força de cisalhamento, V. 
Momento de torção ou torque, T. Momento 
fletor, M. 
Cargas Coplanares 
Cargas Coplanares 
Em duas dimensões só há momento fletor 
Equações de equilíbrio 
 𝐹 = 0 
 𝐹𝑥 = 0 ; 𝐹𝑦 = 0 ; 𝐹𝑧 = 0 
 
 𝑀 = 0 
 𝑀𝑥 = 0 ; 𝑀𝑦 = 0 ; 𝑀𝑧 = 0 
 
Tipos de suportes (ou apoios) 
a) Articulação: (Resiste à uma força em apenas 
uma direção) 
Tipos de suportes (ou apoios) 
b) Rolete: (Resiste à uma força em apenas uma 
direção) 
Tipos de suportes (ou apoios) 
c) Pino: (Resiste à uma força que age em qualquer 
direção) 
Tipos de suportes (ou apoios) 
c) Pino: (Resiste à uma força que age em qualquer 
direção) 
Tipos de suportes (ou apoios) 
d) Engastamento: (Resiste à uma força que age em 
qualquer direção e a um momento) 
Tipos de suportes (ou apoios)