A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
282 pág.
IPEA_ Dialogos p o Desenvolvimento_ v3

Pré-visualização | Página 1 de 50

C
o
m
p
le
xi
d
a
d
e 
e 
D
es
en
vo
lv
im
en
to
Volume
3
Organizadores
José Celso Cardoso Jr. 
Carlos Henrique Romão de Siqueira
Volume 3
Diálogos para o 
Desenvolvimento
Volume 3
A temática do desenvolvimento brasileiro 
– em algumas de suas mais importantes 
dimensões de análise e condições de rea-
lização – foi eleita por meio de um proces-
so de planejamento estratégico interno, de 
natureza contínua e participativa, como o 
principal mote das atividades e projetos do 
Ipea ao longo do triênio 2008-2010.
Inscrito como missão institucional 
– produzir, articular e disseminar conhe-
cimento para aperfeiçoar as políticas pú-
blicas e contribuir para o planejamento do 
desenvolvimento brasileiro –, esse mote 
pretende integrar-se ao cotidiano do ins-
tituto pela promoção de iniciativas várias, 
entre as quais se destaca o projeto Perspec-
tivas do Desenvolvimento Brasileiro, do 
qual este livro faz parte.
O projeto tem por objetivo servir 
como plataforma de sistematização e re-
flexão acerca dos entraves e das oportuni-
dades do desenvolvimento nacional. Para 
tanto, entre as atividades que o compõem 
incluem-se seminários de abordagens am-
plas, oficinas temáticas específicas, assim 
como cursos de aperfeiçoamento em torno 
do desenvolvimento e publicações sobre te-
mas afins. Trata-se de projeto sabidamente 
ambicioso e complexo, mas indispensável 
para fornecer ao Brasil conhecimento crítico 
à tomada de posição frente aos desafios da 
contemporaneidade mundial.
Com isso, acredita-se que o Ipea con-
siga, ao longo do tempo, dar cabo dos 
imensos desafios que estão colocados para 
a instituição no período vindouro, a saber:
•	 formular estratégias de desenvol-
vimento nacional em diálogo com 
atores sociais;
•	 fortalecer sua integração institu-
cional junto ao governo federal;
•	 caracterizar-se enquanto indutor 
da gestão pública do conhecimen-
to sobre desenvolvimento;
•	 ampliar sua participação no deba-
te internacional sobre desenvolvi-
mento; e
•	 promover seu fortalecimento ins-
titucional.
Após longo período ausente do vocabulário 
político brasileiro, o desenvolvimento retor-
nou ao centro da cena nacional. Mas o su-
cesso do seu retorno, no entanto, carece de 
ressignificação profunda, com base no intri-
cado contexto das inter-relações que emergi-
ram no âmbito de uma sociedade hoje mais 
diversificada e heterogênea internamente e, 
por isso mesmo, necessitada de conhecimen-
tos cada vez mais complexos e – por que não 
dizer – multi, inter e transdisciplinares para 
se autoconhecer.
O presente volume da série Diálogos 
para o Desenvolvimento busca chamar a 
atenção para este problema, estando, para 
tanto, composto de três grandes blocos. No 
primeiro bloco, Carlos Henrique Romão 
de Siqueira e José Celso Cardoso Jr. explo-
ram aspectos da complexificação do tem-
po presente, o que, por sua vez, suscita a 
necessidade de requalificar e ressignificar 
os sentidos e as práticas do planejamento 
governamental e do próprio desenvolvi-
mento que se pretende para o país na atual 
quadratura histórica.
O segundo bloco, por sua vez, é cons-
tituído de uma série de intervenções so-
bre temas considerados estratégicos ao 
desenvolvimento nacional. Composto, 
fundamentalmente, por aulas ministradas 
por especialistas de diversas áreas do co-
nhecimento durante o curso de Recepção e 
Ambientação aos técnicos de Planejamento 
e Pesquisa concursados no Ipea em 2009, o 
livro oferece um painel de ideias e ques-
tões que atravessam inúmeras disciplinas, 
ajudando a recolocar o tema do desenvol-
vimento diante dos desafios metodológi-
cos e políticos de nosso tempo.
No último bloco, Carlos Aguiar de 
Medeiros e Niemeyer Almeida Filho tra-
çam um panorama sobre o ensino do de-
senvolvimento nas universidades brasi-
leiras (sobretudo as de Economia), ofere-
cendo mapa da situação atual, ao mesmo 
tempo um guia de atualizações teóricas, 
linhas programáticas e proposições para 
políticas públicas.
A sensação de viver em uma época em aceleração crescente, e de rápidas mudanças, 
reflete-se na limitação do vocabulário contemporâneo em nomear ou qualificar o tem-
po presente. Em contexto de generalizadas transformações experimentadas mundial-
mente desde a segunda metade do século XX, a face do Brasil atual também se trans-
formou e se complexificou. Sua sociedade, os arranjos políticos e o tipo de Estado que 
aqui se construiu foram forjados na tensa relação entre os interesses políticos internos, 
suas disputas e embates, e as pressões internacionais.
Com isso, as incertezas sobre o presente e as dificuldades em nomeá-lo parecem apon-
tar para uma transformação da cultura contemporânea, mais especificamente, uma 
transformação que atingiu em cheio suas modalidades tradicionais de inteligibilidade. 
Mas além de sinalizar para a limitação da capacidade de nomear o presente, a crise de 
paradigmas da atualidade também aponta para a insuficiência das tradicionais abor-
dagens compartimentadas e estritamente disciplinares diante da complexidade do 
nosso tempo. É neste sentido, portanto, que adquirem relevância os esforços de inter, 
multi e transdisciplinaridade como estratégias metodológicas para a capitalização dos 
saberes requeridos para o desenvolvimento.
É disso que trata o presente livro. Seu substrato último é o de conceber o desenvolvi-
mento como processo contínuo e coletivo de aprendizado e conquistas, cujas dimensões, 
discutidas ao longo dos capítulos aqui reunidos, se agregam – teórica e politicamente – 
tanto em simultâneo como em patamares equivalentes de importância estratégica, pois 
hoje, finalmente, sabe-se que ou é assim ou não se está falando de desenvolvimento.
Amélia Cohn 
Carlos Aguiar de Medeiros 
Carlos Henrique Romão de Siqueira
Eduardo Fagnani 
Eduardo Viola 
Ermínia Maricato 
Fernando Ferrari Filho
Gildo Marçal Brandão 
Ivan Domingues 
João Sicsú 
Joseph Barat 
José Celso Cardoso Jr. 
Leila Christina Dias 
Luis Werneck Vianna 
Luiz César Queiroz Ribeiro 
Marco Crocco 
Maria Alice Rezende de Carvalho 
Mauro Borges 
Natália Orlandi Silveira
Niemeyer Almeida Filho 
Ramón García Fernández 
Reinaldo Gonçalves 
Complexidade e
Desenvolvimento
Complexidade e
Desenvolvimento
CAPA Dialogos 3.indd 1 10/5/2011 11:37:03
Organizadores
José Celso Cardoso Jr. 
Carlos Henrique Romão de Siqueira
Diálogos para o 
Desenvolvimento
Volume 3
Complexidade e
Desenvolvimento
Governo Federal
Secretaria de Assuntos Estratégicos 
da Presidência da República
Ministro – Wellington Moreira Franco
Presidente 
Marcio Pochmann
Diretor de Desenvolvimento Institucional
Fernando Ferreira
Diretor de Estudos e Relações Econômicas 
e Políticas Internacionais
Mário Lisboa Theodoro
Diretor de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições 
e da Democracia
José Celso Pereira Cardoso Júnior 
Diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas
João Sicsú
Diretora de Estudos e Políticas Regionais, 
Urbanas e Ambientais
Liana Maria da Frota Carleial
Diretor de Estudos e Políticas Setoriais, de Inovação, 
Regulação e Infraestrutura
Márcio Wohlers de Almeida
Diretor de Estudos e Políticas Sociais
Jorge Abrahão de Castro
Chefe de Gabinete
Persio Marco Antonio Davison
Assessor-Chefe de Imprensa e Comunicação
Daniel Castro
Ouvidoria: http://www.ipea.gov.br/ouvidoria
URL: http://www.ipea.gov.br
Fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos 
Estratégicos, o Ipea fornece suporte técnico e institucional 
às ações governamentais – possibilitando a formulação de 
inúmeras políticas públicas e de programas de desenvolvimento 
brasileiro – e disponibiliza, para a sociedade, pesquisas e 
estudos realizados por seus técnicos.
Rio de Janeiro, 2011
Organizadores
José Celso Cardoso Jr. 
Carlos