A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
AOI_Aula2_Adm na História

Pré-visualização | Página 1 de 1

A Administração na 
História
 
As primeiras organizações - Egito
A administração é praticada desde que 
existem os primeiros agrupamentos 
humanos;
Na História Antiga o exemplo melhor 
documentado são as pirâmides do Egito;
A pirâmide de Quéops (2589 a 2566 a.C.) é 
constituída por 2.300.000 blocos de pedra 
com um peso médio de 2,5 toneladas cada;
 
As primeiras organizações - Egito
Antes de sofrer erosão, tinha 146,5 metros 
de altura e 230 metros em cada um de 
seus lados;
Estima-se que nela tenham trabalhado 
100.000 pessoas entre trabalhadores 
assalariados e escravos;
Diariamente, movimentava-se 270 blocos 
de pedra.
 
As primeiras organizações – Babilônia
No século XVIII a.C. o rei Hamurábi da 
Babilônia criou o um Código de 282 regras 
que inclui o princípio de “olho por olho e 
dente por dente”;
Um exemplo: “Se um doutor operar uma 
ferida e o paciente morrer, ou o olho de um 
nobre que perde a visão em conseqüência 
disso, deverá ter as duas mãos amputadas.” 
– Princípio da Responsabilidade. 
 
As primeiras organizações - Assíria
A partir do século XIV a.C. instalou-se na 
Mesopotâmia (atual Iraque) o império 
assírio;
Por volta do século VIII a.C., o exército 
assírio desenvolveu características 
administrativas importantes para expansão 
de seu império, principalmente na gestão 
de suprimentos e logística. 
 
As primeiras organizações - Grécia
No século V a.C., iniciou-se na Grécia um 
fértil período de produção de idéias e 
soluções que viriam a influenciar 
profundamente a administração das 
organizações de todos os tipos;
Democracia: administração participativa das 
cidades-estados. Princípios de igualdade de 
todos perante a lei e do povo governando a 
si próprio; 
 
As primeiras organizações - Grécia
Método: procura do verdadeiro 
conhecimento sobre a natureza do 
Universo e do ser humano por meio da 
investigação sistemática e científica;
Qualidade: idéia de excelência como 
forma de obter a superioridade em 
relação aos semelhantes.
 
As primeiras organizações - Roma
Abrange o período de VII a.C. à IV d.C. 
(queda do Império Romano do Ocidente);
Os romanos implantaram, em períodos 
distintos, três sistemas de governo: realeza, 
república e império;
Em seu auge, controlava 50.000.000 de 
pessoas num território que compreendia 
desde a Inglaterra, passando por toda a 
Europa, indo até o Oriente Próximo e o 
Norte da África; 
 
As primeiras organizações - Roma
Construção e Administração do Império: 
pode-se dizer que é a primeira 
organização multinacional pois 
demandava o controle de distantes 
províncias, recolhimento de impostos, 
manutenção de funcionários civis e 
militares, construção de rede de estradas, 
criação de serviços públicos, etc...
 
As primeiras organizações - Roma
Forças Armadas: No século III a.C., o 
exército havia avançado bastante em 
termos organizacionais, muitos dos quais 
mantidos até hoje, como o alistamento de 
profissionais, regulamentação, 
burocratização, planos de carreira e 
disciplina rígida. A principal peça era o 
centurião (atual oficial) que comandavam, 
motivavam e transmitiam o código de 
disciplina aos soldados. 
 
O Renascimento
É o período que iniciou após à Idade 
Média, no século XV, na Itália e em 
seguida se irradiou por toda a Europa. 
Foi movido principalmente por valores 
humanistas, como a melhoria da 
condição individual, o desenvolvimento 
pessoal e a retomada dos conceitos 
estéticos dos gregos. 
 
O Renascimento
Veneza - capital européia do comércio
Sociedades de famílias para constituir empresas. 
Ex. fretavam navios para o comércio 
internacional;
Entrega de mercadorias em consignação para 
mercadores;
Uso de livros contábeis e sistemas de partidas 
dobradas;
Centro armamentista – criação do Arsenal de 
Veneza, maior fábrica de armamentos do Mundo 
e precursora dos métodos atuais de produção; 
 
A Revolução Industrial
No século XVIII, teve início a Revolução 
Industrial na Inglaterra;
É resultado de dois eventos:
O surgimento das fábricas;
Invenção das máquinas a vapor.
Até este momento a qualidade dos 
produtos era precária, os salários pagos 
eram baixos e não havia idéia de segurança 
no trabalho.
 
A Revolução Industrial
Eficiência
Adam Smith observou que com a Revolução 
Industrial a produtividade de um trabalhador 
numa fábrica de alfinetes havia aumentado em 
240 vezes;
James Mill apontou a necessidade de redução 
do número de tarefas de cada trabalhador, a 
fim de aumentar a velocidade e a eficiência. 
 
A Revolução Industrial
Fundição Soho (1800)
Produzia máquinas a vapor;
Suas máquinas eram padronizadas (equilibrando o 
ritmo de fabricação);
Fabricava peças intercambiáveis;
Planejamento das operações e do local de 
trabalho;
Planejamento da produção por estimativa da 
demanda;
Estudo de tempos e movimentos;
Pagamento de incentivos pela produção;
Práticas de benefícios sociais aos empregados.