Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Direitos humanos 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
Gerações de direitos
*
*
Título II : Dos direitos e garantias fundamentais
Cap I – Dos direitos e deveres individuais e coletivos;
Cap. II – Dos direitos sociais;
Cap. III – Da nacionalidade
Cap. IV – Dos direitos políticos;
Cap. V – Dos partidos políticos
*
*
Direitos fundamentais são os considerados indispensáveis à pessoa humana, necessários para assegurar a todos uma existência digna, livre e igual.
*
*
Lema da Revolução francesa - 1789
1ª geração : liberdade – corresponde aos direitos individuais e políticos
2ª geração : igualdade – direitos sociais, econômicos e culturais
3ª geração : fraternidade – direitos de grupos de pessoas coletivamente
*
*
São os limites impostos à atuação do Estado, protegendo direitos indispensáveis a cada pessoa. 
Os súditos passaram a serem considerados cidadãos.
Liberdade de locomoção, inviolabilidade do domicílio e de correspondência
*
*
São direitos de conteúdo econômico e social que visam melhorar as condições de vida e trabalho da população.
Esses direitos nasceram em razão das lutas de uma nova classe social – o proletariado (trabalhadores). 
Revolução industrial e capitalismo
Salário mínimo, aposentadoria, repouso remunerado, férias, 13º salário.
*
*
São direito novos, decorrentes de uma sociedade de massas, surgida em razão dos processos de industrialização e urbanização, em que os conflitos sociais não eram mais adequadamente resolvidos dentro da antiga proteção jurídica voltada para a proteção dos indivíduos. Os destinatários são o gênero humano.
Direito ao desenvolvimento, à paz, ao meio ambiente, sobre o patrimônio comum da humanidade e o direito de comunicação.
Direito do consumidor, criança e adolescente, idoso, deficiente físico, à saúde e à educação pública.
*
*
Direitos decorrentes da globalização
Direito à democracia direta, pluralismo e à informação.
Direitos relacionados à biotecnologia
Para Bonavides o direito à paz seria direito de quinta dimensão por ser condição indispensável ao progresso de todas as nações.
*
*
Magna Carta inglesa de 1215 : restrição ao poder absolutos do rei e reconhecimento de direitos dos barões.
A sociedade medieval era composta por tres estamentos: nobreza, clero e plebe.
O rei está vinculado as leis que edita.
*
*
Cláusula 1 – reconhece as liberdades eclesiásticas e a livre designação de bispos sem a necessidade da confirmação real.
Cláusulas 12 e 14 – o poder tributário deve passar pelo consentimento dos súditos
Cláusulas 17 e 40 – a justiça é função de interesse público, o rei tem o poder-dever de fazer justiça.
*
*
Cláusulas 20 e 21 – lança as bases para o tribunal do júri e da correlação delitos e penas.
Cláusulas 30 e 31 – Estabelecem a garantia do respeito à propriedade privada contra confiscos ou requisições decretados abusivamente pelo soberano
Cláusula 39 – estabelece o devido processo legal e o julgamento pelos pares.
Cláusulas 41 e 42 – estabelece a liberdade de locomoção.
Cláusula 60 – limitação de ação dos senhores feudais em relação aos dependentes e agregados.
*
*
Primeira declaração dos direitos fundamentais no sentido moderno
As normas jurídicas são indissociáveis das normas morais
Proclamação da liberdade e da igualdade
Ideias iluministas da limitação do poder e governo democrático
*
*
Todos os homens nascem livres e independentes.
Todo poder está investido no povo.
O governo deve ser instituído para o benefício, proteção e segurança do povo.
Não há privilégios exclusivos ou hereditariedade nos cargos públicos
Separação dos poderes
Eleições livres 
*
*
É ilegítima a suspensão da lei ou sua execução, sem o consentimento dos representantes do povo
Direito de defesa
Proibição de multas e fianças exorbitantes e castigos cruéis e extraordinários
Proibição da expedição de mandados de busca sem a prova do crime
Liberdade de imprensa
Liberdade religiosa
Milícias constituem direito de defesa própria.