A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
850 pág.
Quadro Comparativo dos Projetos do CPC 1973 e 2015

Pré-visualização | Página 15 de 50

partes, 
determinar, quando o conflito for 
positivo, seja sobrestado o processo, 
mas, neste caso, bem como no de 
conflito negativo, designará um dos 
juízes para resolver, em caráter 
provisório, as medidas urgentes. 
 
Parágrafo único. Havendo jurisprudência 
dominante do tribunal sobre a questão 
suscitada, o relator poderá decidir de 
plano o conflito de competência, 
cabendo agravo, no prazo de cinco dias, 
contado da intimação da decisão às 
partes, para o órgão recursal competente. 
 
Art. 121. Decorrido o prazo, com 
informações ou sem elas, será ouvido, 
em 5 (cinco) dias, o Ministério Público; 
em seguida o relator apresentará o 
 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
38
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
conflito em sessão de julgamento. 
Art. 122. Ao decidir o conflito, o 
tribunal declarará qual o juiz 
competente, pronunciando-se também 
sobre a validade dos atos do juiz 
incompetente. 
 
Parágrafo único. Os autos do processo, 
em que se manifestou o conflito, serão 
remetidos ao juiz declarado competente. 
 
Art. 123. No conflito entre turmas, 
seções, câmaras, Conselho Superior da 
Magistratura, juízes de segundo grau e 
desembargadores, observar-se-á o que 
dispuser a respeito o regimento interno 
do tribunal. 
 
Art. 124. Os regimentos internos dos 
tribunais regularão o processo e 
julgamento do conflito de atribuições 
entre autoridade judiciária e autoridade 
administrativa. 
 
 CAPÍTULO II CAPÍTULO II CAPÍTULO II 
 DA COOPERAÇÃO NACIONAL DA COOPERAÇÃO NACIONAL DA COOPERAÇÃO NACIONAL 
 
Art. 67. Ao Poder Judiciário, estadual 
ou federal, especializado ou comum, de 
primeiro ou segundo grau, assim como a 
todos os tribunais superiores, por meio 
de seus magistrados e servidores, cabe o 
dever de recíproca cooperação, a fim de 
Art. 67. Aos órgãos do Poder Judiciário, 
estadual ou federal, especializado ou 
comum, em todas as instâncias e graus 
de jurisdição, inclusive aos tribunais 
superiores, incumbe o dever de recíproca 
cooperação, por meio de seus 
Art. 67. Aos órgãos do Poder Judiciário, 
estadual ou federal, especializado ou 
comum, em todas as instâncias e graus 
de jurisdição, inclusive aos tribunais 
superiores, incumbe o dever de recíproca 
cooperação, por meio de seus 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
39
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
que o processo alcance a desejada 
efetividade. 
magistrados e servidores. magistrados e servidores. 
 
Art. 68. Os juízos poderão formular um 
ao outro pedido de cooperação para a 
prática de qualquer ato processual. 
Art. 68. Os juízos poderão formular 
entre si pedido de cooperação para 
prática de qualquer ato processual. 
Art. 68. Os juízos poderão formular 
entre si pedido de cooperação para 
prática de qualquer ato processual. 
 
Art. 69. Os pedidos de cooperação 
jurisdicional devem ser prontamente 
atendidos, prescindem de forma 
específica e podem ser executados 
como: 
Art. 69. O pedido de cooperação 
jurisdicional deve ser prontamente 
atendido, prescinde de forma específica 
e pode ser executado como: 
Art. 69. O pedido de cooperação 
jurisdicional deve ser prontamente 
atendido, prescinde de forma específica 
e pode ser executado como: 
 I – auxílio direto; I – auxílio direto; I – auxílio direto; 
 
II – reunião ou apensamento de 
processo; 
II – reunião ou apensamento de 
processos; 
II – reunião ou apensamento de 
processos; 
 III – prestação de informações; III – prestação de informações; III – prestação de informações; 
 
IV – atos concertados entre os juízes 
cooperantes. 
IV – atos concertados entre os juízes 
cooperantes. 
IV – atos concertados entre os juízes 
cooperantes. 
 
§ 1° As cartas de ordem, precatória e 
arbitral seguirão o regime previsto neste 
Código. 
§ 1º As cartas de ordem, precatória e 
arbitral seguirão o regime previsto neste 
Código. 
§ 1º As cartas de ordem, precatória e 
arbitral seguirão o regime previsto neste 
Código. 
 
§ 2° A carta arbitral atenderá, no que 
couber, aos requisitos da citação por 
mandado e será instituída com a 
convenção de arbitragem, a prova da 
nomeação do árbitro e a prova da 
aceitação da função pelo árbitro. 
 
 
§ 2.° Os atos concertados entre os juízes 
cooperantes poderão consistir, além de 
§ 2° Os atos concertados entre os juízes 
cooperantes poderão consistir, além de 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
40
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
outros, no estabelecimento de 
procedimento para: 
outros, no estabelecimento de 
procedimento para: 
 
I – a prática de citação, intimação ou 
notificação de ato; 
I – a prática de citação, intimação ou 
notificação de ato; 
 
II – a obtenção e apresentação de provas 
e a coleta de depoimentos; 
II – a obtenção e apresentação de provas 
e a coleta de depoimentos; 
 III – a efetivação de tutela antecipada; III – a efetivação de tutela provisória; 
 
IV – a efetivação de medidas e 
providências para recuperação e 
preservação de empresas; 
IV – a efetivação de medidas e 
providências para recuperação e 
preservação de empresas; 
 
V – facilitar a habilitação de créditos na 
falência e na recuperação judicial; 
V – facilitar a habilitação de créditos na 
falência e na recuperação judicial; 
 
VI – a centralização de processos 
repetitivos; 
VI – a centralização de processos 
repetitivos; 
 
VII – a execução de decisão 
jurisdicional. 
VII – a execução de decisão 
jurisdicional. 
 
§ 3º O pedido de cooperação judiciária 
pode ser realizado entre órgãos 
jurisdicionais de diferentes ramos do 
Poder Judiciário. 
§ 3º O pedido de cooperação judiciária 
pode ser realizado entre órgãos 
jurisdicionais de diferentes ramos do 
Poder Judiciário. 
 LIVRO III LIVRO III 
 DOS SUJEITOS DO PROCESSO DOS SUJEITOS DO PROCESSO 
TÍTULO II TÍTULO IV TÍTULO I TÍTULO I 
DAS PARTES E DOS 
PROCURADORES 
DAS PARTES E DOS 
PROCURADORES