WA - Administração e Planejamento em Serviço Social
15 pág.

WA - Administração e Planejamento em Serviço Social


DisciplinaAdministração e Planejamento Social121 materiais506 seguidores
Pré-visualização6 páginas
Web Aula - Serviço Social - Administração e Planejamento em Serviço Social \u2013 UNOPAR
Web Aula - Serviço Social - Administração e Planejamento em Serviço Social
	
	Apresentação da disciplina:
	
	Histórico do planejamento social no Brasil. O planejamento social: fases e diferentes tipos. O planejamento e sua aplicação na prática profissional do Assistente Social.
	
	Objetivo da Disciplina
	
	Desenvolver no aluno a reflexão generalista crítica, bem como corroborar a importância do planejamento para o profissional de Serviço Social e sua aplicação no processo de trabalho da profissão.
	
 
	Conteúdo Programático:
	
	Unidade I \u2013 Teoria geral da Administração
Contextualização histórica; 
O planejar.
Conceitos da administração;
Unidade II \u2013 Aspectos gerais da Gestão
Relações de poder;
Lideranças;
Equipes
Unidade III - O planejamento social 
Introdução ao Curso de Planejamento
Planejamento em seu curso histórico
Planejamento como ferramenta de trabalho
Origem, conceitos e características básicas do planejamento: da elaboração à avaliação
O planejamento de serviços sociais nas diversas instâncias: um instrumento político de tomada de decisão
O planejamento no cotidiano do assistente social
Tendências atuais em planejamento social
WEBAULA 11
Planejamento mediado pela reflexão parte 1
Vamos lá! Primeiramente adotaremos, o princípio que o planejamento precede e preside a ação. O que vai distinguir a natureza do planejamento ou da reflexão prévia à decisão são a qualidade e o horizonte de tempo observado e medido. O que é isto? A qualidade pode ser mais ou menos sistemático, intuitivo, técnico ou político. A reflexão pode abranger o imediato ou o longo prazo, e incorporando a estas variáveis distintos elementos ao resultado final, ou seja, a decisão.
Podemos planejar num horizonte de tempo que se restringe ao presente. Este pode ter distintos graus de sistematização e amplitude de perspectivas de análise mas que se caracteriza pelo imediatismo. Podemos ainda, sistematizar num horizonte de tempo a médio e longos prazos. Este podemos chamar de planejamento estratégico, pois realiza sua sistematização em diferentes horizontes de tempo. Neste planejamento é preciso fazer uma sistematização do situacional imediatista e o de futuro. Esta articulação é precisamente o que podemos entender como o elo do planejamento estratégico.
Desta forma, é possível observar que o planejamento localiza-se em espaços de sistematização diferentes, e é deste modo que o planejamento é parte da realidade.
Neste primeiro passo, para verificar se realmente vocês compreenderam a importância do planejamento, pesquisem e descrevam situações de planejamento e planejamento estratégico. Não vale caracterizar o que são os dois, mas sim descrever com exemplos reais, ok?2
É preciso mediação entre o futuro e o presente.
O homem age produzindo atos e ações que revertem em efeitos sobre ele mesmo. Essas conseqüências também atuam sobre os outros homens que compartilham com ele a mesma situação, os quais por sua vez são produtores de atos e ações. O efeito de todos estes fatos não se esgota no presente, prolonga-se no tempo e as vezes, incide principalmente amanhã sobre nós.
O amanhã, construído por todos nós, incidirá sobre mim, abrindo possibilidades e colocando-me diante de problemas. Esse amanhã me afeta hoje porque é hoje que posso fazer algo para estar em condições de aproveitar as oportunidades de amanhã e evitar os problemas futuros.
Portanto, podemos observar que a necessidade do planejamento reside no fato de que meu critério para decidir o que devo fazer hoje baseia-se na avaliação da eficácia que essa ação de hoje, terá para mim amanhã.
Este argumento destaca a necessidade de prever as possibilidades do amanhã para esboçar, com antecipação, o que devemos fazer hoje.
Não devemos esperar que o amanhã ocorra porque, então, estaremos atuando tardiamente diante de problemas já criados ou oportunidades que não poderemos aproveitar.
A dificuldade consiste no fato de que o homem ver o futuro com a mesma perspectiva estática da distância física para o observador imóvel. 
Por exemplo: quando um prefeito de determinado município entrega o cargo ao vencedor do partido de oposição, já não pode refazer seu governo. No entanto, se simula, no início de seu governo, as conseqüências de suas ações e omissões, mediante planos alternativos, nesse momento, pode escolher e retificar segundo a aprendizagem que faça dos ensaios explorados.
A exploração do futuro nos ajuda a decidir, hoje, eficazmente.
Leia na Revista Época de 16 de fevereiro de 2009, n.561 o Artigo O que Mudou depois do Caos?, disponível em www.epoca.com.br e debata sobre Que peso tem o planejamento no desempenho do Governo? O aluno precisa ir para o fórum responder.
\ufffd
 1 Francielle Toscan Bogado
Você se lembra do conceito de tomada de decisão? Se não se lembra veja o glossário no fim da unidade
 2 Os alunos devem ir ao fórum rfotosesponder
E preciso prever quando a predição é impossível.
Não é possível predizer o que ocorrerá  amanhã porque o futuro não só depende de muitas variáveis mutáveis porém conhecidas, mas também, de homens que criam essas variáveis como possibilidades que ultrapassam sua própria imaginação e intenções. Desse modo, o futuro que nos afetará amanhã e incide sobre a eficácia de nossas decisões de hoje depende, às vezes, de variáveis desconhecidas e inimagináveis que não podemos enumerar. Isto, por certo, não ocorre sempre. Podemos fazer uma boa predição sobre a população que existirá amanhã porém não podemos fazer o mesmo em relação às ações desta população. Em princípio, sem dúvida, trata-se de uma incógnita que, probabilisticamente, podemos enquadrar dentro de um leque de possibilidades. Se, nesse leque de possibilidades, podem ocorrer \u201cvárias\u201d situações alternativas diferentes, devemos realizar um ato de previsão que implica esboçar \u201cvários\u201d planos para enfrenta-las.
Desta forma, prevemos possibilidades para prever ações e, em conseqüência, ser oportuno e eficaz na ação.
Ainda no artigo da revista época, reflita sobre este tópico levando em consideração os seguintes questionamentos: Que acontece se as medidas são adotadas e só se cumprem parcialmente? Que fundamentos têm os cenários que selecionamos e com que critérios os elegemos?
O aluno precisa ir para o fórum responder.
É preciso capacidade de reação planejada para as surpresas.
O que ocorrerá, amanhã, pode estar fora do espaço de possibilidades que posso imaginar,  hoje ou do que creio, sensatamente que possa ocorrer. Assim, o amanhã pode surpreender-nos sem planos. Neste caso, trata-se de prever como enfrentar as surpresas, amanhã, já que não podemos evita-las completamente com os cálculos do hoje.
Dessa forma, temos a necessidade de estarmos preparados para raciocinar, veloz e eficazmente frente as surpresas.
É preciso mediação entre o passado e o futuro
Se supomos que devemos enfrentar as surpresas com rapidez e eficácia, devemos da mesma forma sermos capazes de aprender com nossos erros e pagarmos por eles, apenas o custo necessário.
Por conseguinte, devemos prever a forma de aprender, oportunamente, com o passado recente e por este conhecimento em prática.
É necessário a aprendizagem da prática como mediação entre o passado e o futuro.
É preciso uma mediação entre o conhecimento e a ação
Existe a necessidade de refletir antes de atuar, de apontar o alvo antes de atirar, se quisermos fazer o melhor.  Seguindo este caminho, surge o plano como um cálculo que precede e preside a ação. Esse cálculo não é óbvio como instância de conhecimento da realidade e de esboço da ação destinada a muda-la. O conhecimento do homem de ação deve ser comprometida, pois precisa atuar em função de um compromisso. Nem o conhecimento da realidade com seus problemas nem suas soluções são óbvias, pois as perspectivas requerem análise. Não podemos da mesma forma, sugerir ou assumir
Jefferson
Jefferson fez um comentário
vlw
1 aprovações
Jefferson
Jefferson fez um comentário
vlw
2 aprovações
pedro
pedro fez um comentário
1
2 aprovações
Carregar mais