Neuroanatomofisiologia NIELSON
2 pág.

Neuroanatomofisiologia NIELSON


DisciplinaNeuroanatomia e Neurofisiologia1.995 materiais11.631 seguidores
Pré-visualização1 página
Neuroanatomofisiologia
O nome parece algo de outro mundo (só parece), mas é bem mais simples do que podemos imaginar. A disciplina Neuroanatomofisiologia é, na verdade, uma junção de duas outras disciplinas que já temos conhecimento: neuroanatomia e neurofisiologia.
Enquanto a neuroanatomia é o ramo da Biologia que estuda a estrutura e a organização anatômica do sistema nervoso, a neurofisiologia é o ramo da Biologia que estuda o funcionamento deste. Sabendo disso, podemos dizer que:
Neuroanatomofisiologia  é o ramo da Biologia que estuda a organização anatômica e o funcionamento do sistema 
Relação entre Neuroanatomofisiologia e a Psicologia.
A psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e animal, o corpo e a mente, de uma forma íntegra. A psicologia busca a compreensão do comportamento e pensamento, e sua causa. O profissional utiliza de vários métodos para o entendimento do indivíduo e a relação de um problema psicológico. Esse estudo da psicologia está diretamente ligado a neuroanatomofisiologia que como anatomia humana auxilia no entendimento da organização do sistema nervoso e como fisiologia reforça a interação desse sistema. Ou seja, para que tenhamos um diagnóstico correto, precisamos conhecer, não apenas o comportamento e pensamento do ser humano, mas o que está por trás destes, isto é, sua estrutura e seu funcionamento, e isso através da neuroanatomofisiologia. "Vêem as ondas sonoras, trazendo a energia sonora que é capitada pelo pavilhão auricular, passando pelo conduto auditivo, conduzindo a energia sonora até o tímpano, transferindo a energia sonora em energia mecânica que é controlada pelos três ossículos ( menores ossos do corpo), martelo, bigorna e estribo que estimula também a janela oval que conduz a energia até a perilinfa, que sucessivamente mexe a endolinfa transferindo a energia mecânica em energia hidráulica, em energia elétrica que é o próprio impulso nervoso atuando no nervo coclear passando pra o nervvo ótico chegando no centro da audição no córtex do cérebro" Por Pinheiro.
De que trata a Psicologia do desenvolvimento? A Psicologia do desenvolvimento é o estudo científico das mudanças progressivas psicológicas que ocorrem nos seres humanos com a idade. Este campo examina mudanças através de uma ampla variedade de tópicos, incluindo habilidades motoras, habilidades em solução de problemas, entendimento conceitual, aquisição de linguagem, entendimento da moral e formação da identidade. 
3. Psicólogos desenvolvimentistas investigaram questões fundamentais, tais como saber se as crianças são qualitativamente diferentes dos adultos ou simplesmente falta a experiência que em adultos têm.
4. Questões importantes para o desenvolvimento Três questões importantes que dizem respeito à natureza do desenvolvimento. Uma delas diz respeito quer desenvolvimento ocorre através da acumulação gradual de conhecimento ou por turnos a partir de uma fase de reflexão para o outro. 5.  A outra questão diz respeito, a saber, se as crianças nascem com conhecimento inato ou valor as coisas através da experiência. 
6.  Uma terceira área significativa da investigação analisa contextos sociais que afetam o desenvolvimento
Vários fatores indissociados e em constante interação afetam todos os aspectos do desenvolvimento humano, são eles: Hereditariedade: A carga genética estabelece o potencial do indivíduo, que pode ou não se desenvolver. FATORES QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO HUMANO
Crescimento orgânico: Refere-se ao aspecto físico. Maturação neurofisiológica: </É o que torna possível determinado padrão de comportamento .Meio:O conjunto de influências e estimulações ambientais altera os padrões de comportamento do indivíduo. 
10. ASPECTOS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO <ul><li>O desenvolvimento humano deve ser entendido como uma globalidade, mas para efeito de estudo, tem sido abordado a partir de quatro aspectos básicos (todos os aspectos se relacionam permanentemente): 
11.  Aspecto físico-motor : refere-se ao crescimento orgânico, à maturação neurofisiológica, à capacidade de manipulação de objetos e de exercício do próprio corpo. EX: a criança leva a chupeta à boca ou consegue tomar a mamadeira sozinha, por volta dos 7 meses, porque já coordena os movimentos das mãos. >Aspecto intelectual: é a capacidade de pensamento, raciocínio. EX: a criança de 2 anos que usa um cabo de vassoura para puxar um brinquedo que está embaixo de um móvel.
12.  Aspecto afetivo-emocional: é o modo particular de o indivíduo integrar suas experiências. É o sentir. A sexualidade faz parte desse aspecto. EX: a vergonha em algumas situações, o medo em outras, a alegria de rever um amigo. Aspecto Social: é a maneira como o indivíduo reage diante das situações que envolvem outras pessoas. Ex: em um grupo de crianças no parque, é possível observar algumas que espontaneamente buscam outras para brincar, e algumas que permanecem sozinhas.