DIREITO -TRIBUTARIO 1700 EXERCICIOS  COM GABARITO
261 pág.

DIREITO -TRIBUTARIO 1700 EXERCICIOS COM GABARITO


DisciplinaDireito Administrativo I67.011 materiais1.170.319 seguidores
Pré-visualização50 páginas
recursos vinculada à despesa.
5) caráter de urgência, criação por lei ordinária, aplicação dos recursos
vinculada à despesa e princípio da irretroatividade.
\u2022 Vide doutrina.
QUESTÕES OBJETIVAS DE DIREITO TRIBUTÁRIO 311
13 \u2013 Afirmação 1: A denominação é irrelevante para determinar a natureza
jurídica específica do tributo.
Afirmação 2: A competência tributária é delegável.
Afirmação 3: A atribuição da função de arrecadar tributos não constitui
delegação de competência.
Afirmação 4: A atribuição da função de fiscalizar tributos compreende
as garantias e os privilégios processuais que completem ao ente
tributante que a conferir.
Consideradas essas quatro afirmações, pode-se dizer que elas são,
respectivamente:
1) verdadeira, verdadeira, falsa e verdadeira.
2) verdadeira, falsa, verdadeira e verdadeira.
3) falsa, falsa, verdadeira e verdadeira.
4) verdadeira, falsa, verdadeira e falsa.
5) verdadeira, falsa, falsa e verdadeira.
\u2022 Vide doutrina.
14 \u2013 Para aprovar um tratado, convenção ou ato internacional destinado a
evitar a dupla tributação, em matéria de imposto sobre rendimentos, o
instrumento necessário, segundo decorre dos termos da Constituição
da República, da praxe e das normas de direito interno, é:
1) o decreto legislativo.
2) a emenda constitucional.
3) a lei delegada.
4) a lei ordinária.
5) a assinatura da minuta pelos representantes plenipotenciários.
\u2022 Vide doutrina.
15 \u2013 Na hipótese de o aplicador de lei tributária que comina penalidade
ficar em dúvida quanto à graduação da pena, deverá interpretar a norma,
em relação ao acusado, de modo:
1) analógico.
2) benigno.
3) eqüitativo.
4) literal.
5) integrado.
\u2022 Vide doutrina.
16 \u2013 São matérias sob estrita reserva de lei complementar:
1) a criação de empréstimos compulsórios e do salário-educação.
2) a instituição de contribuições sociais residuais (art. 195, § 4º, da
Constituição) e de impostos extraordinários.
3) a instituição de impostos extraordinários de guerra, do imposto
sobre grandes fortunas e dos empréstimos compulsórios.
4) a fixação das alíquotas dos impostos de importação, exportação
sobre operações financeiras e sobre produtos industrializados.
5) a criação de impostos baseados na competência residual da União,
de empréstimos compulsórios e do imposto sobre grandes fortunas.
\u2022 Vide art. 195, § 4º, da CF.
17 \u2013 A obrigação que tem por objeto o pagamento de multa é chamada de
obrigação .......... .......... dessa obrigação é a situação definida em lei
como necessária e suficiente à ocorrência desta. A validade jurídica
dos atos efetivamente praticados não interessa na interpretação da
norma definidora ..........
Escolha a opção que contenha as palavras que, correta e respectivamente,
preencham o sentido dos períodos acima.
1) principal/O fato gerador/do fato gerador.
2) impositiva/efeito/do lançamento.
3) penal/O lançamento/da cobrança.
4) sancionatória/O fato gerador/da condição suspensiva.
5) punitiva/A fonte/da outorga de isenção.
\u2022 Vide doutrina.
18 \u2013 Para efeito de determinar o momento da ocorrência do fato gerador,
os negócios jurídicos condicionais reputam-se perfeitos e acabados,
sendo resolutória a condição:
1) no ano seguinte ao da celebração da avença.
2) desde o momento de seu implemento.
3) no exaurimento do negócio.
4) durante o prazo de contratação.
5) desde a celebração do negócio.
\u2022 Vide doutrina.
QUESTÕES OBJETIVAS DE DIREITO TRIBUTÁRIO 313
19 \u2013 Duas pessoas têm a copropriedade desigual de um imóvel urbano.
Sob o ponto de vista do IPTU pode-se afirmar que seu pagamento é
da responsabilidade:
1) de ambos, proporcionalmente à participação de cada qual.
2) do titular do imóvel, que se tiver inscrito como tal.
3) principal do proprietário da quota majoritária e subsidiária do outro.
4) de ambos, podendo ser exigida de cada um deles a dívida toda.
5) solidária de ambos, cabendo porém para o minoritário o benefício
de ordem.
\u2022 Vide doutrina e jurisprudência.
20 \u2013 Suponha que você é consultado a respeito de quatro situações fiscais:
(1º) um menor de 12 anos de idade herda um grande patrimônio; (2º)
um pródigo [que dissipava todo o seu patrimônio] foi interditado judicialmente;
(3º) uma sociedade não chegou a ser formalizada por escrito
e portanto não tinha seus atos constitutivos e arquivados na Junta
Comercial; (4º) uma sociedade de profissionais foi dissolvida por decisão
judicial, porém continuou suas atividades.
Os atos dessas quatro pessoas (naturais e jurídicas) geraram rendimentos
tributáveis. Elas têm capacidade de serem sujeitos passivos de
obrigações tributárias?
1) apenas os representantes ou assistentes das pessoas naturais incapazes
são contribuintes: o pai, o tutor etc.
2) sim, todas essas quatro pessoas têm capacidade tributária, independentemente
de terem ou não capacidade civil.
3) apenas as duas pessoas jurídicas de fato são contribuintes, as pessoas
naturais, não.
4) o menor de idade não pode ser contribuinte. Os demais, sim.
5) nenhuma das quatro pessoas (naturais ou jurídicas) tem aptidão
para ser sujeito passivo de obrigação tributária
\u2022 Vide doutrina.
21 \u2013 No caso de infrações que decorram direta e exclusivamente de dolo
específico, a responsabilidade do agente é:
1) subsidiária.
2) solidária.
3) complementar.
4) pessoal.
5) parcial.
\u2022 Vide doutrina.
22 \u2013 As multas fiscais por infração de recolher os tributos devidos:
1) são elididas pela denúncia espontânea, quando ainda não inscritas
em dívida ativa.
2) são elididas, se o agente provar que agiu sem dolo ou culpa, desde
que recolha o imposto, mesmo após a autuação fiscal.
3) são objetivas, prescindindo, regra geral, da pesquisa do elemento
vontade.
4) não passam da pessoa do infrator dado que a responsabilidade
penal e semipenal é sempre pessoal e exige a pesquisa do elemento
volitivo do agente.
5) são eliminadas, provada a boa-fé do agente, em processo regular,
sem embargo de o devedor ter que pagar o tributo não recolhido,
com juros e correção monetária.
\u2022 Vide doutrina.
23 \u2013 A (I) constituição do crédito tributário, a definição das hipóteses de
(II) suspensão, (III) exclusão e (IV) extinção do crédito tributário são
matérias que só a lei pode estabelecer. Essa proposição é, respectivamente,
verdadeira para:
1) (II) e (III) e falsa para (I) e (IV).
2) (I) e (III) e falsa para (II) e (IV).
3) (III) e (IV) e falsa para (I) e (II).
4) (II), (III) e (IV) e falsa para (I).
5) (I), (II) e (III) e falsa para (IV).
\u2022 Vide doutrina.
24 \u2013 I \u2013 Dá-se o nome de crédito tributário ao valor que o sujeito ativo da
obrigação tributária tem o direito de receber de sujeito passivo determinado,
relativo a certo tributo, fixado consoante procedimento administrativo
plenamente vinculado denominado lançamento.
II \u2013 Deve a autoridade administrativa ter em consideração a lei que,
no período entre a data do fato gerador e a do lançamento, for mais
favorável ao contribuinte.
III \u2013 Quando o lançamento é efetuado pelo Fisco em razão de o contribuinte
obrigado a declarar não ter apresentado sua declaração, dizse
que se trata de lançamento por declaração substitutiva.
1) A primeira afirmação é verdadeira. As demais são falsas.
2) A primeira e segunda afirmação são verdadeiras. A terceira é falsa.
3) A segunda afirmação é verdadeira. As demais são falsas.
QUESTÕES OBJETIVAS DE DIREITO TRIBUTÁRIO 315
4) A terceira afirmação é verdadeira. As demais são falsas.
5) A primeira afirmação é falsa. A segunda e a terceira são verdadeiras.
\u2022 Vide doutrina.
25 \u2013 Não pode ser alterado o lançamento no caso de:
1) impugnação do contribuinte ou responsável.
2) recurso de ofício interposto pela autoridade contra sua própria decisão.
Robson
Robson fez um comentário
Bom
0 aprovações
lorena
lorena fez um comentário
Não conseguir baixar as questões , alguém poderia ajudar me.
0 aprovações
Leo
Leo fez um comentário
como faço para baixar esse material, pois só aparece pra mim como visualização?
2 aprovações
fernanda
fernanda fez um comentário
muito bom!!! obrigada!
1 aprovações
Marcos
Marcos fez um comentário
Muito bom!
0 aprovações
Carregar mais