Nocoes_de_Direito_Administrativo
88 pág.

Nocoes_de_Direito_Administrativo


DisciplinaDireito Administrativo I66.635 materiais1.165.214 seguidores
Pré-visualização20 páginas
- (primeira investidura) quando se presta concurso para 
determinado cargo e se consegue aprovação - se prestar novo concurso 
para cargo diferente, continuará sendo originário.
2) DERIVADO - ocorre o provimento derivado quando o servidor se encontra 
Noções de Direito Administrativo Cassiano Luiz Iurk - 
62
na mesma carreira. Pode ser de três formas:
a) Transferência (s):
a1) Permuta: é a troca do servidor de um lugar para outro, dentro de sua 
área de atuação.
a2) Readaptação: pode ser por limitação física (ex.: Lesão por esforço 
repetitivo - LER, por excesso de digitação), tendo que ser adaptado à 
nova função; e pode ser também por necessidade de serviço, ou 
seja, se há excesso de digitadores no CPD, mas há falta destes na 
secretaria, os digitadores podem ser adaptados para o novo local de 
serviço.
b) Promoção ou acesso: pode ser por antigüidade ou merecimento. Nas 
carreiras como a magistratura, o servidor, ao passar ao nível seguinte, 
não pode retroagir ao cargo anterior; mas existem cargos em que 
todos os servidores se encontram em um mesmo nível. Com a 
existência de um cargo de chefia, o servidor que alcançar este 
cargo, poderá retornar ao cargo anterior a qualquer momento.
c) Reingresso:
c1) Reintegração: ocorre nos casos de demissão ilegal; para conseguir a 
reintegração, recorre-se à Justiça ou a recurso administrativo.
c2) Readmissão: ocorre quando o servidor pede sua própria exoneração. 
Ocorrerá a readmissão se esta for conveniente para a Administração.
c3) Aproveitamento: a Administração pode extinguir cargos; mas quando 
isto ocorre e o servidor é estável, este ficará em disponibilidade 
esperando pelo aproveitamento que poderá se dar no mesmo cargo 
que ocupava ou em outro semelhante.
c4) Reversão: pode ocorrer por vontade própria ou ex officio, e consiste 
no retorno do servidor à atividade. Pode se dar de duas formas:
a) Aposentadoria ilegal - ocorre por contagem errada de tempo de 
serviço, falsidade de documento; 
b) Motivo de saúde - na aposentadoria por invalidez, o servidor se 
submete a exames periódicos e, se for constatado que o motivo que 
o levou a se aposentar já não existe, ele será revertido ao cargo 
anterior.
CONCURSO PÚBLICO 
A obrigatoriedade de concurso público, ressalvados os cargos em comissão e 
empregos com essa natureza, refere-se à investidura em cargo ou emprego 
público, isto é, ao ingresso em cargo ou emprego isolado ou em cargo ou em 
emprego público inicial da carreira na Administração direta e indireta.
Por meio do concurso público, a Administração obtém moralidade, eficiência e 
aperfeiçoamento do serviço público, além de propiciar igual oportunidade a 
todos os interessados que atendam aos requisitos da lei, fixados de acordo com a 
natureza e a complexidade do cargo ou emprego. 
Neste sentido, confira-se o artigo 37 da Constituição Federal: 
Noções de Direito Administrativo Cassiano Luiz Iurk - 
63
Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da 
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos 
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência 
e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, 
de 1998)
I - os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos brasileiros que 
preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na 
forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia 
em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a 
natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, 
ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre 
nomeação e exoneração; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, 
de 1998)
III - o prazo de validade do concurso público será de até dois anos, prorrogável 
uma vez, por igual período;
IV - durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação, aquele 
aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será 
convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou 
emprego, na carreira;
Os concursos públicos não têm forma ou procedimento estabelecido na 
Constituição, mas devem ser precedidos de regulamentação prévia, ampla 
divulgação, formação de bancas ou comissões, e fixação de instância recursal.
Exemplo de parte de um edital de concurso: 
CONCURSO PÚBLICO
EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES
A JUIZA VICE-PRESIDENTE, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA, DO TRIBUNAL 
REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, tendo em vista o contrato celebrado 
com a Fundação Carlos Chagas, faz saber que fará realizar, em locais, datas e 
horários a serem oportunamente divulgados, Concurso Público para 
provimento de cargos pertencentes ao Quadro de Pessoal do Tribunal, o qual 
reger-se-á de acordo com as Instruções Especiais, que ficam fazendo parte 
integrante deste Edital.
I. DISPOSIÇÕES GERAIS
1. O Concurso Público realizar-se-á sob a responsabilidade da Fundação Carlos 
Chagas, obedecidas as normas deste Edital.
2. O Concurso destina-se ao provimento de 78 (setenta e oito) cargos criados 
pela Lei nº 10.770/2003, na forma estabelecida pela Resolução Administrativa 
nº 110/2005 do Egrégio Tribunal Pleno do TRT da 13ª Região, e distribuídos na 
forma do Anexo I, e ainda, de outros pertencentes ao quadro permanente de 
pessoal do Regional, vagos, que vierem a vagar ou forem criados durante o 
prazo de validade previsto neste Edital, mediante deliberação do Egrégio 
Noções de Direito Administrativo Cassiano Luiz Iurk - 
64
Tribunal Pleno, obedecida a ordem de classificação geral.
3. Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Único 
dos Servidores Públicos (Lei nº 8.112/90, com as alterações posteriores, Lei nº 
9.421/96 e Lei nº 10.475/2002).
4. Os candidatos aos cargos em Concurso ficarão sujeitos à carga horária 
máxima de 40 (quarenta) horas semanais, na forma do art. 19 da Lei nº 
8.112/90.
5. Para todos os cargos o Padrão Inicial será a Classe \u201cA\u201d, Padrão 1.
(...)
Lembrem-se de que as decisões proferidas pela Banca poderão sempre ser objeto 
de reapreciação perante o Poder Judiciário, isso porque nenhuma lesão ou 
ameaça a direito individual, segundo o artigo 5º, XXXV, da Constituição Federal, 
poderá ser excluída de sua apreciação.
Outro fator importante a destacar em relação a este tema é o fato de os 
candidatos, mesmo que aprovados e classificados, não terem direito adquirido à 
nomeação ou à admissão, visto que detêm apenas expectativa de direito à 
investidura no cargo ou a emprego disputado.
Uma vez finalizado o concurso, o primeiro colocado adquire direito subjetivo à 
nomeação com preferência sobre qualquer outro, desde que a Administração se 
disponha a prover o cargo ou emprego público, mas a CONVENIÊNCIA E A 
OPORTUNIDADE DO PROVIMENTO FICAM A CRITÉRIO DO PODER PÚBLICO. 
O que não se admite é a nomeação de outro candidato que não o vencedor do 
concurso ou, eventualmente, o chamamento de candidatos sem o respeito à 
ordem de classificação. 
CONCURSO 
Provimento do Cargo
(se dá pela) 
Nomeação
(que se completa com)
A Posse (investidura) e o Exercício
Algumas Irregularidades Atinentes a Concurso 
Público/admissão de Pessoal na Administração
-Ausência de lei criando o cargo
-Ausência de especificação, por cargo, de reserva de vagas para portadores de 
necessidades especiais/deficiências. 
Noções de Direito Administrativo Cassiano Luiz Iurk - 
65
-Exigência de requisitos no ato da inscrição, e não por ocasião da posse - Idade / 
Escolaridade.
-Fixação de idade mínima ou máxima (sem amparo legal). 
 Súmula n.º 683/STF: 
O limite de idade para a inscrição em concurso público só se legitima em face do 
art. 7º, XXX, da Constituição, quando possa ser