A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOL 3 - GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

Questão 1/3
O que significa afirmar que existem assimetrias entre as dimensões econômicas, política, social e cultura da globalização? Pense, por exemplo, na diferença entre o fluxo de capitais e o fluxo de pessoas no mundo.
	
	A
	A globalização ocorre da mesma maneira nas dimensões social, econômica, política e cultural. Há menor fluxo nas dimensões econômica e da cultura, enquanto as pessoas são muitas vezes impedidas de cruzar fronteiras e, mesmo com os acordos e disposições internacionais, a soberania nacional não é um elemento fundamental do ponto de vista político.
	
	B
	A globalização não ocorre da mesma maneira nas dimensões social, econômica, política e cultural. Há baixo fluxo nas dimensões econômica e da cultura, enquanto as pessoas são incentivadas a cruzar fronteiras e, mesmo com os acordos e disposições internacionais, a soberania nacional ainda é um elemento deixado de lado pelo ponto de vista político.
	
	C
	A globalização ocorre da mesma maneira nas dimensões cultural e econômica. Não há fluxo nas dimensões econômica e da cultura, enquanto as pessoas são muitas vezes impedidas de cruzar fronteiras e, mesmo com os acordos e disposições nacionais, a soberania internacional ainda é um elemento fundamental do ponto de vista econômico.
	
	D
	A globalização não ocorre da mesma maneira nas dimensões social, econômica, política e cultural. Há maior fluxo nas dimensões econômica e da cultura, enquanto as pessoas são muitas vezes impedidas de cruzar fronteiras e, mesmo com os acordos e disposições internacionais, a soberania nacional ainda é um elemento fundamental do ponto de vista político.
Questão 2/3
Sen (2000, p. 17) procura mostrar, ao longo do livro “Desenvolvimento como liberada”, que o “desenvolvimento pode ser visto como um processo de expansão das liberdades reais que as pessoas desfrutam”.
Para Sem (2000, p. 18), as principais fontes de privação da liberdade são a pobreza e a tirania, a falta de oportunidades econômicas, a negligência de serviços públicos e da assistência social e a intolerância.
Com base no enunciado acima, assinale a alternativa que descreve, corretamente, como a liberdade se relaciona com o desenvolvimento e a superação da pobreza:
	
	A
	A falta de liberdade possibilita saciar a fome, obter nutrição razoável, obter vestuário e moradia digna, além de viabilizar o acesso a remédios, água e saneamento.
	
	B
	A falta de liberdade rouba das pessoas a possibilidade de saciar a fome, de obter nutrição razoável, de obter vestuário e moradia digna. Por outro lado, viabilizar o acesso a remédios, água e saneamento.
	
	C
	A falta de liberdade rouba das pessoas a possibilidade de saciar a fome, de obter nutrição razoável, de obter vestuário e moradia digna, além de inviabilizar o acesso a remédios, água e saneamento.
	
	D
	A falta de liberdade possibilita saciar a fome, de obter nutrição razoável, de obter vestuário e moradia digna, mas inviabiliza o acesso a remédios, água e saneamento.
Questão 3/3
Qual a diferença entre conceber um território apenas como um espaço físico (um suporte) e concebê-lo como dotado de características ambientais, sociais, econômicas e culturais particulares? Qual a importância desse segundo ponto de vista para os processos de desenvolvimento territorial?
	
	A
	As teorias recentes mostram que o território não é um suporte. Deve-se observar que o território possui profundidade histórica, laços sociais, materialidades econômicas e elementos culturais que o constituem.
	
	B
	As teorias recentes mostram que o território é um suporte. Deve-se observar que o território não possui profundidade cultural, laços sociais, materialidades econômicas e, muito menos, elementos culturais que o constituem.
	
	C
	As teorias recentes mostram que o território é um suporte. Por outro lado, deve-se observar que o território não possui profundidade histórica, laços sociais, materialidades econômicas, mas existem elementos culturais que o constituem.
	
	D
	As teorias recentes mostram que o território não é um suporte. Por outro lado, deve-se observar que o território não possui profundidade histórica, laços sociais, materialidades econômicas e elementos culturais que o constituem.