ATPS- Projeto multidisciplinar III - FINAL

ATPS- Projeto multidisciplinar III - FINAL

Disciplina:Projeto Multidisciplinar III8 materiais73 seguidores
Pré-visualização3 páginas
�
�
�
�

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PEDAGOGIA - LICENCIATURA

Débora Cristina dos Santos e RA 9978019324;
Nildilene Raquel Pereira e RA 6747284829;
Simone Carvalho de Oliveira e RA 6580285157;
Vanessa Caires F. S. Bortoletti e RA 6506248507.

PROJETO MULTIDISCIPLINAR III

CAMPINAS / SP
2015�

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

CURSO DE PEDAGOGIA

Débora Cristina dos Santos e RA 9978019324;
Nildilene Raquel Pereira e RA 6747284829;
Simone Carvalho de Oliveira e RA 6580285157;
Vanessa Caires F. S. Bortoletti e RA 6506248507.

PROJETO MULTIDISCIPLINAR III

Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “Projeto Multidisciplinar III”, sob a orientação da Tutora Presencial Professora Simone Nunes Alcantara.

CAMPINAS / SP
2015

SUMÁRIO

Introdução..................................................................................................................................1
Etapa 01.....................................................................................................................................2
Etapa 02.....................................................................................................................................5
Etapa 03.....................................................................................................................................6
Etapa 04.....................................................................................................................................8
Considerações finais..................................................................................................................9
Referências Bibliográficas......................................................................................................10

�
INTRODUÇÃO
O trabalho aqui apresentado consiste no desenvolvimento do planejamento de um projeto educativo de curta duração usando recursos considerados expressivos e formas alternativas de linguagens.
É objetivos de este trabalho contemplar as diversas necessidades educativas dos alunos.
Está organizado em 4 etapas. Na 1ª etapa iremos compreender o que é um projeto educativo buscando mais informações sobre o trabalho por uso desta metodologia que deve comtemplar diversas disciplinas vivenciadas em sala de aula e também compreender os pressupostos teóricos norteadores do projeto. Na 2ª etapa iremos expor que o projeto educativo parte das vivências histórico-culturais, de conhecimentos prévios e de suas experiências concretas para buscar respostas para questões em evidência. Na 3ª etapa, será o momento no qual panejaremos e mapearemos as etapas do projeto educativo. Na 4ª etapa e última iremos planejar a forma de avaliação do projeto.
A metodologia utilizada foi à pesquisa bibliográfica e em sites específicos sobre o assunto.

	

ETAPA 1 – APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS

A aplicação da pedagogia através dos avanços desenvolvidos por intermédio de projetos é um modo de planejar a educação e envolver o aluno, o professor, os recursos acessíveis, como também as novas tecnologias e todas as ligações instituídas neste ambiente.

Ambiente este que é cuidado para estabelecer a comunicação entre todos os elementos, propiciando ao aluno a concepção de conhecimento em diversas áreas da informação por meio de pesquisas, de compreensão, opinião e solução para diversas situações- problema.

O projeto é uma mudança essencial que deve habitar a escola para:

Responder as demandas da sociedade;

Considerar as capacidades e expectativas dos alunos;

Produzir um espaço, onde alunos e professores trabalhem juntos, de formar que todos cooperem na troca de experiências;

Trabalhar em equipe, chegando a conclusões e resoluções de problemas relacionadas às interpretações;

Aprendendo e compreendendo uns com os outros, de forma que todos participem segundo seus valores, crenças, estratégias e conceitos;

Introduzindo novos conhecimentos através da tecnologia, não apenas ampliando o acesso a informação atualizada, mas para favorecer uma nova cultura de aprendizado.

Aprender por projetos acontece através da conexão e interação entre os conhecimentos de áreas distintas, estas articulações acontecem a partir dos conhecimentos dos alunos, do cotidiano em que vivem. E esse conhecimento cotidiano é um aprendizado informal sem fragmentos de disciplina.

Pertence ao professor fazer essa ponte do conhecimento cotidiano para o conhecimento científico. Vários processos são envolvidos ao desenvolver um projeto, como a construção, participação, colaboração e conexão.

 Para trabalhar com projetos, o professor precisa respeitar os diferentes ritmos de aprendizagem de seus alunos, desde o planejamento a seleção do tema pertinente ao problema a ser resolvido.

Cabe ao professor ser o mediador, orientador, consultor e especialista e não o planejamento do que os alunos devem executar.

Projeto é um plano para realização de algo que ainda não aconteceu ou conjunto de atividades bem estruturadas, sua natureza é muito, além disso. Uma suposição básica de projeto é a autoria que pode ser coletiva ou individual.

A Interdisciplinar é reforçada na pedagogia de projetos, principalmente tratando-se dos conteúdos. Neste caso é permitido avançar e romper os limites disciplinares, fortalecendo os elos entre as diferentes áreas do conhecimento.

A integração de planos educacionais que vão além das salas de aula, favorecendo a simultaneidade das diferentes visões, como a de Piaget nas observações que são fundamentais entre os alunos, o objeto e o ambiente, assim como Paulo Freire, no interesse do aluno com as situações familiares e muitos outros teóricos, a união da vida e da escola é a proposta e tentativa da educação por projetos.

Vivemos rodeados com as incertezas da informação, com excesso de informação de todos os lados, seja por TV, rádio, internet, jornais e revistas e a cada momento uma verdade que é imposta em menos de cinco minutos é deposta, com o turbilhão de informações que recebemos ao mesmo tempo.

Deve ser desenvolvida a sabedoria em lidar com tanta informação, como lidar com ela, filtrá-la, avalia-la, resumi-la com o outro. Nestes últimos tempos, os problemas mundiais são inflexíveis e transdisciplinares, todos precisam aprender a trabalhar em equipe, agir unido com o próximo, multiplicando os conhecimentos.

Para um projeto ser construído, devem ser considerados alguns aspectos, como propósitos, realizações, empenho de cada envolvido e também os resultados comedidos.

Algumas preocupações básicas são consideradas na concepção de um projeto, como reconhecimento de um problema, levantamentos de teorias e soluções, mapeamento da contribuição necessária, seleção de parceria, definição do produto, registro e documentação, método de acompanhamento e de avaliação e divulgação.

Atualmente vivemos em diferentes ciclos na educação, onde a estrutura pertence ao século XIX, os professores são do século XX e por fim os alunos do século XXI. É necessário agrupar todos estes ciclos, buscando organiza-los todos em uma mesma era.

Existem empresas privadas que buscam auxiliar as instituições de ensino, tanto com patrocínio financeiro, como investimentos em projetos.

Mas ainda existe resistência por parte de professores, que veem dificuldades em qualquer oferta que expresse mudança.

Por exemplo, na cidade de Campinas/SP a empresa SANASA, está patrocinando o Projeto de Uso Racional de Água em Escolas Públicas, que não envolveu apenas a escola como também a sociedade em si, com a falta de chuvas o racionamento de água foi e continua sendo necessário.

Compartilhar com a comunidade fora da escola tem grande importância para os alunos, pois assim eles sabem que este trabalho terá outros apreciadores, enfim o comprometimento é maior.