TUDO DE LÍNGUA PORTUGUESA NO PASSEI DIRETO ATE 21-11-2015
242 pág.

TUDO DE LÍNGUA PORTUGUESA NO PASSEI DIRETO ATE 21-11-2015


DisciplinaPortuguês106.443 materiais3.526.847 seguidores
Pré-visualização50 páginas
assim como alguns queijos. Os 
buracos são então o traço semântico comum entre os dois. 
 
A metonímia, também uma figura de palavra, está relacionada com uma relação de contiguidade/proximidade 
entre duas ideias ou conceitos. 
Ex: Ele bebeu o copo inteiro. 
Neste caso, a pessoa não bebe o copo, e sim o que estava dentro do copo. 
 
A nível linguístico, a metonímia tem uma função significante, em que a parte é tomada pelo todo. Outro 
exemplo disto é uma vela que representa navio. A conexão entre navio e vela acontece no significante, a cada 
palavra é construída a ligação onde se sustenta a metonímia. 
 
Linguisticamente, a metáfora é verificada entre dois significantes, existindo uma substituição, onde na cadeia 
significante um assume o lugar do outro. 
 
 
 
Avaliação: CEL0465_AV_ ANÁLISE TEXTUAL 
Tipo de Avaliação: AV 
Professor: MARCIA DIAS LIMA DA SILVA Turma: 9007/AF 
Nota da Prova: 5,5 Nota de Partic.: 0 Data: 07/11/2014 14:06:50 
 
 
 1a Questão (Ref.: 201407306182) Pontos: 0,5 / 0,5 
Segundo o contexto dos estudos da disciplina Análise Textual, o uso da língua de forma adequada significa 
 
 
corrigir alguém que usa a língua popular em ambientes informais. 
 
fazer uso de gírias até mesmo em ambientes formais. 
 a habilidade em lidar com as variações linguísticas sociais. 
 
dar destaque a quem utiliza a linguagem formal em todas as situações de uso da língua. 
 
fazer emprego da linguagem informal em qualquer ambiente. 
 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201407618468) Pontos: 0,5 / 0,5 
Marque a opção mais adequada à definição a seguir: "Texto em que se faz um retrato por escrito de um lugar, 
uma pessoa, um animal ou um objeto." 
 
 
Dissertação. 
 
Argumentação. 
 
Narração. 
 
Exposição. 
 Descrição. 
 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201407613141) Pontos: 0,5 / 0,5 
"As línguas constituem sistemas de comunicação verbal. Conquanto a fala seja da maior importância, fator 
fundamental de humanidade no homem, a nossa capacidade de comunicar conteúdos expressivos não se 
restringe às palavras; nem são elas o único modo de comunicação simbólica. Existem, na faixa de mediação 
significativa entre nosso mundo interno e o externo, outras linguagens além das verbais." 
 (OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação. Petrópolis: Vozes, 1999. p. 24.) 
 
Segundo o texto, é correto afirmar: 
 
 Nada pode substituir as palavras como forma de comunicação. 
 A capacidade humana de comunicação limita-se às linguagens não-verbais. 
 A fala não é o único elemento a considerar em situações de comunicação simbólica. 
 A fala é indispensável na mediação entre nosso mundo interno e o externo. 
 Para comunicar conteúdos expressivos, é prioritário dominar as linguagens não-verbais. 
 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201407610106) Pontos: 0,0 / 0,5 
A coerência diz respeito à intenção comunicativa do emissor, interagindo de maneira cooperativa com o seu 
interlocutor. Podemos classificar a coerência em quatro tipos. Identifique a opção que diz respeito à coerência 
pragmática. 
 
 
Trata da adequação entre os elementos que compõem a frase, o que inclui também atenção às regras de 
concordância e de regência. Refere-se a conectivos, pronomes, etc. 
 
Refere-se aos meios sintáticos usados para expressar a coerência semântica. 
 Refere-se à relação entre os significados dos elementos das frases em sequência. É estabelecida entre os 
significados dos elementos do texto através de uma relação logicamente possível. 
 Refere-se ao texto visto como uma sequência de atos de fala. Para haver coerência nesta sequência, é 
preciso que os atos de fala se realizem de forma apropriada. 
 
Vem da utilização de linguagem adequada às possíveis variações do contexto. Na maioria das vezes, esse 
tipo de coerência não chega a perturbar a interpretabilidade de um texto. 
 
 
 
 5a Questão (Ref.: 201407606229) Pontos: 0,5 / 0,5 
"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo 
o universo conspira a seu favor." A bela frase de Goethe é construída pela união de ideias, por meio de 
conectores. O mecanismo de Coesão que justifica a construção da textualidade é 
 
 Sequencial. 
 
Pronominal. 
 
Referencial. 
 
Lexical. 
 
Conjuntural. 
 
 
 
 6a Questão (Ref.: 201407283583) Pontos: 1,0 / 1,0 
Na manchete "Goleiro manda banana para adversário após defender pênalti e é expulso no Azerbaijão" 
(Disponível em: http://extra.globo.com/esporte), o emprego da palavra 'banana' 
 
 
Não é ambíguo, porque todos os leitores sabem o que significa ¿banana¿. 
 
Não corresponde a duplo sentido, pois o emprego da palavra é um desvio da norma culta. 
 
É uma ambiguidade estrutural, pois a estrutura sintática da frase foi comprometida pelo emprego da 
palavra pênalti. 
 Torna a frase ambígua, mas essa ambiguidade lexical se desfaz ao se ver o gesto feito pelo goleiro na 
imagem associada à manchete. 
 
É polissêmico, pois admite apenas um sentido. 
 
 
 
 7a Questão (Ref.: 201407272769) Pontos: 0,0 / 0,5 
 
"Era uma vez um nobre que se casou pela segunda vez com uma mulher que tinha um temperamento terrível, 
era orgulhosa, vaidosa e arrogante. Tinha duas filhas tão orgulhosas e de mau gênio quanto a mãe. O nobre, 
por sua vez tinha uma linda filha que era a própria doçura e bondade. Cinderela era seu nome, ela herdara a 
beleza deslumbrante e o temperamento gentil de sua mãe. 
Logo após o casamento a madrasta pôs a mostra o seu mau gênio. Detestava as qualidades da enteada, que 
faziam suas filhas parecerem ainda mais detestáveis. 
(...)." 
(Cinderela) 
Quando falamos em tipologia textual e gênero textual lembramos que ambas as classificações se dão no mesmo 
texto. Vejamos o texto acima sobre as duas óticas. 
 
 descritivo quanto a sua tipologia e romance quanto ao gênero. 
 
injuntivo quanto a sua tipologia e poema quanto ao gênero. 
 narrativo quanto a sua tipologia e conto de fadas quanto ao gênero. 
 
argumentativo quanto a sua tipologia e romance quanto ao gênero. 
 
dissertativo quanto a sua tipologia e conto de fadas quanto ao gênero. 
 
 
 
 8a Questão (Ref.: 201407211204) Pontos: 1,0 / 1,5 
Sabe-se que o processo de coesão envolve mecanismos de relação entre os elementos que 
constituem a superfície textual: a coesão revela-se através de marcas linguísticas, organizando a 
sequência do texto. A partir dessa afirmativa, analise o uso do conectivo PORQUE no período a 
seguir. Qual é o tipo de coesão que temos? Qual o significado trazido pelo conectivo PORQUE ao 
período? 
A colheita foi muito boa porque o clima esteve bastante adequado este ano. 
 
 
Resposta: A palavra "porque" na frase traz o um sentido explicativo, mostrando a causa de "a colheita ter sida 
muito boa". Foi empregada, portanto, uma conjunção causal. 
 
 
Gabarito: 
Temos coesão sequencial, ou seja, um tipo de coesão que permite a progressão da informação 
pela ordenação linear dos elementos, pela utilização de partículas temporais e pela correlação dos 
tempos verbais. O conectivo PORQUE promove a articulação sintática entre a oração 'A colheita foi 
muito boa' e a oração 'o clima esteve bastante adequado este ano' e traz o sentido de explicação. 
 
 
 
 9a Questão (Ref.: 201407285153) Pontos: 1,5 / 1,5 
Muitas vezes, as palavras são empregadas fora de seu sentido literal. Isto revela a utilização da linguagem 
conotativa. Na frase " ANA É UM ANJO", qual a figura de linguagem utilizada. Justifique sua resposta. 
 
 
Resposta: A figura de linguagem de linguagem utilizada é a metáfora, que é recurso utilizado para se referir a 
algo ou alguém, utlizando-se
marcia
marcia fez um comentário
????????????
1 aprovações
Cleber
Cleber fez um comentário
achei que fica mais prático para procurarmos as questões.
0 aprovações
alessandra
alessandra fez um comentário
Arquivo excelente!!! Muito obrigada.
1 aprovações
Sandro
Sandro fez um comentário
ensinar e aprender
2 aprovações
Carregar mais