CaldeirariaTubulacao
187 pág.

CaldeirariaTubulacao


DisciplinaTubulações Industriais177 materiais477 seguidores
Pré-visualização49 páginas
21/2'', 31/2" e 5", embora 
constem nos catálogos, são pouco usados na prática. Os tubos 
de diâmetros acima de 36" \u3c6 não são padronizados, sendo 
fabricados apenas por encomenda, e somente com costura, 
pelos processos de fabricação por solda. 
A normalização dimensional das normas ANSI.B.36.10 e 36.19, 
que acabamos de descrever, foi adotada pela norma brasileira 
P-PB-225. 
Para os tubos sem costura os comprimentos nunca são valores 
fixos, porque dependem do peso do lingote de que é feito o 
tubo, variando na prática entre 6 e 10 m, embora existam tubos 
com comprimento de até 16 m. Os tubos com costura podem 
ser fabricados em comprimentos certos predeterminados; como, 
entretanto, essa exigência encarece os tubos sem vantagens 
para o uso corrente, na prática esses tubos têm também quase 
sempre comprimentos variáveis de fabricação ("random 
lenghts"). 
Os tubos de aço são fabricados com três tipos de extremidade, 
de acordo com o sistema de ligação a ser usado (como veremos 
no Cap. 2, a seguir): 
\u2212 Pontas lisas, simplesmente esquadrejadas. 
\u2212 Pontas chanfradas, para uso com solda de topo. 
\u2212 Pontas rosqueadas (rosca especificação API-SB e 
ANSI.B.2.1). 
 
Espírito Santo 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 CST 
28 Companhia Siderúrgica de Tubarão 
 
Os tubos com extremidades rosqueadas costumam ser 
fornecidos com uma luva. A Fig. 9 mostra os tipos de 
extremidades de tubos. 
 
Fig. 9 - Tipos de extremidades de tubos de aço. 
 
Fora da norma ANSI.B.36.10 fabricam-se ainda as seguintes 
séries principais de tubos de aço: 
\u2212 Tubos de chapa calandrada, com costura de solda 
longitudinal por arco protegido, fabricados em diâmetros até 
80", com chapas de 3/16" a 3/4" de espessura, dependendo 
do diâmetro. Diâmetros maiores podem ser obtidos sob 
encomenda. 
\u2212 Tubos com solda em espiral, fabricados de 4" até 120" de 
diâmetro, com chapas de 1/16" a 1/2" de espessura. Esses 
tubos, bem mais baratos do que os demais tubos de aço, são 
usados principalmente para tubulações de baixa pressão, 
acima do solo, para água e gás. 
 
 
Espessuras de parede dos \u201cTubos para Condução\u201d de 
aço 
 
Antes da norma ANSI.B.36.10 os tubos de cada diâmetro 
nominal eram fabricados em três espessuras diferentes 
conhecidas como: "Peso normal" (Standard \u2014 S). "Extraforte" 
(Extra-strong \u2014 XS), e "Duplo Extraforte" (Double extra-strong 
\u2014 XXS). Estas designações, apesar de obsoletas, ainda estão 
em uso corrente. Para os tubos de peso normal até 12" \u3c6, o 
diâmetro interno é aproximadamente igual ao diâmetro nominal. 
Pela norma ANSI.B.36.10, foram adotadas as "séries" (Schedule 
Number) para designar a espessura (ou peso) dos tubos. O 
número de série é um número obtido aproximadamente pela 
seguinte expressão: 
Série = 1000. P
S
 
em que P = pressão interna de trabalho em psig; S = tensão 
admissível do material em psi. 
 
Espírito Santo 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
SENAI 
Departamento Regional do Espírito Santo 29 
 
A citada norma padronizou as séries 10, 20, 30, 40, 60, 80, 100, 
120, 140 e 160, sendo que, para a maioria dos diâmetros 
nominais, apenas algumas dessas espessuras são fabricadas. A 
série 40 corresponde ao antigo "peso normal" nos diâmetros até 
10", e são as espessuras mais comumente usadas na prática, 
para os diâmetros de 3" ou maiores. Para os tubos acima de 10" 
\u3c6, a série 40 é mais pesada do que o antigo peso normal. Para 
os tubos até 8" \u3c6, a série 80 corresponde ao antigo XS. 
Fabricam-se ainda tubos até 8" com a espessura XXS, que não 
têm correspondente exato nos números de série, sendo próximo 
da série 160. 
Para diâmetros pequenos, até 2" \u3c6, é usual na prática 
especificarem-se apenas tubos de parede grossa (séries 80 ou 
160) para que o tubo tenha resistência estrutural própria, 
simplificando assim os suportes e reduzindo a ocorrência de 
vibrações. 
 
 
Dados para encomenda ou requisição de tubos 
 
Os "tubos para condução" são sempre referidos ao seu diâmetro 
nominal. 
Para a encomenda ou requisição de tubos os seguintes dados 
devem ser indicados: Quantidade (em unidades de comprimento 
ou de peso), diâmetro nominal, espessura de parede ou número 
de série, norma dimensional que deva ser obedecida, descrição 
completa do material (especificação e grau), processos de 
fabricação e de acabamento, tipo de extremidades (lisa, 
chanfrada, rosqueada etc.), especificação do chanfro ou da 
rosca, tipo de acabamento externo ou de revestimento interno, 
se houverem. 
Exemplo: 10.000 kg, 10" +, série 40, ANSl .B.36.10, ASTM-A-
53.Gr.B, sem. costura, extremidades chanfradas de acordo com 
ANSI.B.16.25, pretos. 
 
 
Tubos de aço fabricados no Brasil 
 
São as seguintes, em resumo, as principais linhas de fabricação 
de tubos de aço no Brasil (tubos para condução): 
1. Tubos sem Costura: 
\u2212 Tubos pretos, com pontas lisas ou chanfradas, de 1/2" a 
10" \u3c6, de acordo com as especificações ASTM-A-106, 
ASTM-A-53, API-SL, API-5LX, ASTM-A-333 (Graus 1, 3, 6, 
7), ASTM-A-335 (Graus Pl, P2, P5, P7, P11, P12, P21, P22). 
 
Espírito Santo 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 CST 
30 Companhia Siderúrgica de Tubarão 
 
\u2212 Tubos pretos ou galvanizados, com rosca e luva, de 1/2" a 
10" \u3c6, séries 40 e 80, de acordo com a especificação 
ASTM-A-120. 
\u2212 Tubos pretos, pesados, para vapor, com rosca e luva, de aço 
comum, de 3/8" a 8" \u3c6, de acordo com a norma DIN-2441. 
\u2212 Tubos pretos ou galvanizados, leves, para água, ar ou gás, 
com rosca e luva, de 3/8" a 8" \u3c6, de acordo com a norma 
DIN-2440. 
2. Tubos com Costura de Solda Longitudinal por Arco 
Protegido: 
\u2212 Tubos pretos, com pontas chanfradas, de 12" a 64", de 
acordo com as especificações API-5L, API-5LX, ASTM A-
134, ASTM A-139, ASTM A-155 e ASTM A-252. 
3. Tubos com Costura de Solda Longitudinal por Resistência 
Elétrica: 
\u2212 Tubos pretos, com pontas lisas, chanfradas ou rosqueadas, 
de até 64", de acordo com as especificações API-5L, API-
5LX, ASTM A-53, ASTM A-120, ASTM A-135 e ASTM A-252. 
\u2212 Idem, galvanizados, com pontas rosqueadas, até 12", de 
acordo com a especificação ASTM A-120. 
\u2212 Tubos de aços inoxidáveis ASTM-A-312, até 4". 
4. Tubos com Costura de Solda em Espiral: 
\u2212 Tubos pretos, com pontas chanfradas, de 18" a 80", de 
acordo com as especificações API-5LS, ASTM A-134, ASTM 
A-139, ASTM A-211, ASTM A-252, e com diversas 
especificações da AWWA (American Water Works 
Association). 
 
 
Tubos de ferro fundido e de ferro forjado 
 
Os tubos de ferro fundido são usados para água, gás, água 
salgada e esgoto, em serviços de baixa pressão, temperatura 
ambiente, e onde não ocorram grandes esforços mecânicos. 
Esses tubos têm boa resistência à corrosão, principalmente à 
corrosão do solo, e grande duração. Os tubos de boa qualidade 
são fabricados por fundição centrifugada. 
No Brasil há vários fabricantes de tubos de ferro fundido, que 
fabricam tubos de 2" até 24\u201d de diâmetro externo (50mm a 
600mm) com extremidades lisas, de ponta e bolsa, rosqueadas, 
e com flanges integrais, de acordo com as normas EB-43 e 
P-EB-137 da ABNT. Esses tubos são testados para pressões 
até 30 kg/cm2. 
 
Espírito Santo 
_________________________________________________________________________________________________
__ 
 
_________________________________________________________________________________________________