A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
EXERCÍCIOS DE IMAGENOLOGIA I

Pré-visualização | Página 1 de 2

IMAGENOLOGIA DA KETTY 2015 Página 1 
 
EXERCÍCIOS DE IMAGENOLOGIA 
1 - O sinal de Ressonância Magnética (RM) é o resultado da excitação de 
prótons do tecido biológico devido 
 
(A) à ação de ondas eletromagnéticas em uma frequência específica. 
(B) à existência de um campo magnético forte. 
(C) ao desequilíbrio entre prótons e elétrons do tecido. 
(D) à orientação do campo magnético. 
(E) à concentração e abundância dos mesmos 
 
 
2 - No processo de formação de imagem na ressonância magnética, são 
definidas duas constantes: T1 e T2. Na figura acima, pode-se observar uma 
imagem turbo spin eco pondera em T2 e um ampliação em que a resolução de 
contraste foi obtida devido às diferenças nos tempos T2 entre os tecidos 
envolvidos. Considerando as constantes citadas, avalie as afirmações a seguir. 
 
I. A constante T1 está relacionada ao tempo de retorno da magnetização para 
o eixo longitudinal e é influenciada pela interação dos spins com a rede. 
 
II. A constante T1 está relacionada com o tempo de relaxação do momento 
magnético dos núcleos dos átomos de carbono para o primeiro pulso de 
radiofrequência. 
 
III. A constante T2 faz referência è redução da magnetização no plano 
transversal e é influenciada pela interação spin-spin (dipolo-dipolo). 
IMAGENOLOGIA DA KETTY 2015 Página 2 
 
IV. A constante T2 está relacionada com o tempo de relaxação do momento 
magnético dos núcleos dos átomos de carbono para o segundo pulso de 
radiofrequência. 
 
É correto apenas o que se afirmar em: 
 
A - I e II. 
B - I e III. 
C - I e IV. 
D - II e III. 
E - II e IV. 
3 - O contraste em ressonância magnética (RM) é o resultado da interação de 
diferentes fatores, incluindo a densidade dos prótons do átomo de hidrogênio, a 
susceptibilidade magnética e o fluxo dos líquidos corporais. A RM tem 
vantagens em outras áreas, mas com respeito às partes moles, a relação entre 
a densidade de prótons e a densidade de elétrons varia na ordem de apenas 
10%. 
 
Para melhorar a imagem em RM, utilizam-se contrastes compostos de 
substâncias: 
 
A – Diamagnéticas, paramagnéticas e ferromagnéticas. 
B – Iodomagnéticas, submagnéticas e paramagnéticas. 
C – Paramagnéticas, iodomagnéticas, e bariomagnéticas. 
D – Ferromagnéticas, bariomagnéticas e submagnéticas. 
E – Subparamgnéticas, ferromagnéticas, iodomagnéticas. 
 
4 – Com relação às diversas sequências de Ressonância Magnética, assinale a 
alternativa correta: 
 
A – Quando se tem um Tempo de Repetição (TR) longo e um Tempo de Eco 
(TE) curto, a sequência é ponderada em T1. 
 
B – Quando se tem um Tempo de Repetição (TR) longo e um Tempo de Eco 
(TE) longo, sequência é ponderada em T2. 
 
C – Na ponderação em Densidade de Prótons, tem-se um Tempo de Repetição 
(TR) curto e um Tempo de Eco (TE) longo. 
 
D – Quanto maior o Tempo de Repetição (TR) mais rápida é a sequência. 
 
E – É possível a aquisição de suas ponderações T1 e T2 em uma mesma 
sequência apenas captando um eco curto e um longo, respectivamente. 
 
IMAGENOLOGIA DA KETTY 2015 Página 3 
 
5 - A Ressonância Magnética possibilita a aquisição de imagens em diversos 
tipos de ponderações e sequências. Algumas sequências são utilizadas para 
estudo especial de determinadas estruturas do abdômen, como as vias biliares, 
rins etc. Um exemplo é a sequência Single Shot Fast Spin Echo (SSFSE), a 
qual possibilita a aquisição de imagens das vias biliares e (ou) do trato urinário. 
 
Entre as alternativas a seguir, qual expressa uma relação direta com a 
sequência Single Shot Fast Spin Echo? 
 
A - Sequência fast spin eco com múltiplos disparos; utiliza diversas cadeias de 
ecos suficientes para preencher todas as linhas do espaço K após dois tempos 
de repetições (TR) (128 ou 256 codificações de fase). 
 
B - Sequência ultra-fast spin eco com múltiplos disparos; utiliza diversas 
cadeias de ecos suficientes para preencher todas as linhas do espaço K após 
quatro tempos de repetições (TR) (256 ou 1 024 codificações de fase). 
 
C - Sequência spin eco simples; utiliza uma cadeia de eco para preencher uma 
linha do espaço K após cinco tempos de repetições (TR) (128 ou 256 
codificações de fase). 
 
D - Sequência spin eco com disparo único; utiliza uma cadeia de ecos 
suficiente para preencher todas as linhas do espaço K após um único disparo 
TR (128 ou 256 codificações de fase). 
 
E - Sequência spin eco turbo com dez disparos simultâneos; utiliza dez cadeias 
de ecos suficientes para preencher todas as linhas do espaço K após cinco 
tempos de repetições (TR) (128 ou 256 codificações de fase). 
 
 
IMAGENOLOGIA DA KETTY 2015 Página 4 
 
6 - Assinale a alternativa correta. 
A) Na formação das imagens em Ressonância Magnética, três fatores são os 
determinantes principais do contraste da imagem: o relaxamento T1; o 
relaxamento T2 e a densidade de prótons. 
B) Nas sequências pesadas em T1 a gordura, assim como o líquido 
cefalorraquidiano, tem baixa intensidade de sinal. 
C) O que tiver baixa intensidade de sinal vai se apresentar mais brilhante nas 
imagens de Ressonância Magnética. 
D) Como o que se mede na Ressonância Magnética é a densidade de prótons, 
a terminologia correta é usar a palavra densidade precedida dos prefixos hiper, 
hipo e iso (hiperdenso, hipodenso e isodenso). 
E) Nas sequências pesadas em T2 o que tiver aumento da água fica com 
hipossinal e, portanto, mais escuro nas imagens de Ressonância Magnética. 
 
 7 - É importante para averiguar se há tumor de hipófise ou alterações da 
glândula que favoreçam a produção excessiva da prolactina, indicando se o 
tratamento deve ser cirúrgico ou medicamentoso. 
 
a) Ressonância magnética de cavum 
 
b) Escanometria 
 
c) Espectroscopia 
 
d) Tomografia por emissão de pósitrons 
 
e) Ressonância magnética de sela túrsica 
 
8 - As vantagens na utilização da ressonância nuclear magnética em 
diagnóstico são: 
 
A) a não utilização de radiação ionizante, as diversas opções em promover 
cortes em muitos e diferentes planos e a capacidade de mostrar características 
dos diferentes tecidos do corpo. 
 
B) a utilização de radiação ionizante de baixa energia, as diversas opções em 
promover cortes em muitos e diferentes planos e a excelente definição de 
imagem para tecidos ósseos normais, comparada com a TC. 
 
C) a não utilização de radiação ionizante, a possibilidade de exames em 
pacientes com marca-passos e a capacidade de mostrar características dos 
diferentes tecidos do corpo. 
IMAGENOLOGIA DA KETTY 2015 Página 5 
 
 
D) a utilização de radiação ionizante de baixa energia, a possibilidade de 
exames em pacientes com marca-passos e a excelente definição de imagem 
para tecidos ósseos normais, comparada com a TC. 
 
E) a não utilização de radiação ionizante, as diversas opções em promover 
cortes em muitos e diferentes planos a excelente definição de imagem para 
tecidos ósseos normais, comparada com a TC. 
 
9 - Quanto à Ressonância Magnética, é incorreto afirmar que: 
 
A - É baseada em princípios eletromagnéticos. 
B - Como vários métodos de imagem, utiliza radiação ionizante. 
C – Pode ser utilizada para avaliação de gestantes, inclusive de estruturas 
fetais. 
D - São hiperintensos em T1: gordura, hemorragia subaguda e melanina. 
E - São hipointensos em T2: fluxo, calcificação e hematoma na fase aguda. 
 
10 - Para a realização de exames de ressonância magnética, deve-se realizar 
uma entrevista previamente, na busca de fatores que limitem ou impeçam a 
aquisição das imagens. Um dos itens a serem investigados é a presença de 
marca-passo cardíaco. 
 
Sobre o marca-passo cardíaco em pacientes submetidos a exame de 
ressonância magnética, assinale a alternativa correta. 
 
A - Jamais se realiza exame de ressonância magnética em pacientes com 
marca-passo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.